A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
18 pág.
APELAÇÃO CÍVEL NO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL 2015

Pré-visualização | Página 10 de 11

possa interpor apelação adesiva contra a sentença
propriamente dita (art. 997, § 2.º, II), visto que não há necessidade de qualquer vínculo entre o objeto
do recurso independente (principal) e o adesivo. Todavia, mesmo neste caso, parece-me que continua
sendo necessária a sucumbência parcial na sentença propriamente dita, pois, para o recurso adesivo,
indispensável a figura da sucumbência recíproca.
Por fim, considerando que a parte pode apelar apenas para impugnar decisão interlocutória não
agravável, se houver recurso de apelação da parte contrária contra a sentença (mérito – sentença de
procedência parcial – sucumbência parcial), nada impede que a parte que apelou da decisão
interlocutória não agravável interponha apelação adesiva ao recurso. Neste caso, haverá apelação
principal contra a decisão interlocutória não agravável e apelação adesiva contra a sentença
propriamente dita, em decorrência da sucumbência parcial.
Parece-me que não se pode defender a preclusão consumativa, a fim de não admitir a apelação adesiva
contra a sentença (sucumbência parcial), por já ter a parte interposto recurso de apelação contra a
decisão interlocutória não agravável, pois as decisões recorridas são diversas. Noutras palavras, ao
interpor apelação independente contra a decisão interlocutória não agravável, a parte não se insurgiu
contra a sentença propriamente dita, daí porque não se deve falar em preclusão consumativa, a fim de
impedir a interposição de apelação adesiva ao recurso de apelação da outra parte contra a própria
sentença (que não é objeto do recurso independente da parte).
Rio de Janeiro, 1º de agosto de 2016.
Luciano Vianna Araújo
 
 
 
1 José Carlos Barbosa Moreira. Comentários ao CPC, vol. V, 11. ed. Rio de Janeiro: Forense, 2004, p.
406.
 
2 Particularmente, acredito que somente em 5 ou 10 anos a doutrina e a jurisprudência terão
construído o sistema processual decorrente do CPC/2015 (LGL\2015\1656), principalmente após a
definição das discussões doutrinárias pelo STJ e, se for o caso, pelo STF.
 
3 Bastante controversa, na doutrina e na jurisprudência, a aplicação do efeito translativo nos recursos
extraordinário e especial. A respeito, leia-se o meu: A aplicação do direito à espécie: desde os
precedentes do enunciado 456 do STF até o art. 1.034 do CPC/2015 (LGL\2015\1656). Revista de
Processo, vol. 250, p. 403-434, 2015.
 
4 José Carlos Barbosa Moreira. Comentários ao CPC, vol. V, 11. ed., Rio de Janeiro: Forense, 2004, p.
406.
07/12/2018 Envio | Revista dos Tribunais
https://revistadostribunais.com.br/maf/app/delivery/document 17/18
 
5 Comentários ao Código de Processo Civil. Novo CPCLei nº 13.105/2015. São Paulo: Ed. RT, 2015, p.
1.847.
 
6 O Código de Processo Civil de 2015 dispõe, nos arts. 284 a 290, sobre a distribuição dos processos.
 
7 Novo Código de Processo Civil Anotado, 2. ed., São Paulo: Saraiva, 2016, p. 747/748.
 
8 A respeito, leia-se o art. 71 do Regimento Interno do Superior Tribunal de Justiça.
 
9 Comentários ao Código de Processo Civil. Novo CPCLei nº 13.105/2015. São Paulo: Ed. RT, 2015, p.
1.848.
 
10 Primeiros Comentários ao novo Código de Processo Civil. 1. ed. São Paulo: Ed. RT, 2015, p. 1.326.
 
11 Curso de direito processual civil: o processo civil nos tribunais, recursos, ações de competência
originária de tribunal e querela nullitatis, incidentes de competência originária. 13. ed., Salvador:
Juspodium, 2016, p. 58.
 
12 Comentários ao novo Código de Processo Civil. Coordenadores Antonio do Passo Cabral e Ronaldo
Cramer. 2. ed., Rio de Janeiro: Forense, 2016, p. 1361.
 
13 Esse prazo era de apenas 48 (quarenta e oito) horas, conforme o art. 552, § 1.º, do CPC/1973
(LGL\1973\5).
 
14 Comentários ao Código de Processo Civil. Novo CPCLei nº 13.105/2015. São Paulo: Ed. RT, 2015, p.
1.856.
 
15 Por exemplo, o mandado de segurança (Lei do Mandado de Segurança, art. 20).
 
16 Por exemplo, desembargador que, embora não componha mais o órgão julgador, deva participar do
julgamento de algum recurso, por estar vinculado.
 
17 Primeiros Comentários ao novo Código de Processo Civil, 1. ed. São Paulo: Ed. RT, 2015, p. 1.333.
 
18 Comentários ao Código de Processo Civil. Novo CPCLei nº 13.105/2015. São Paulo: Ed. RT, 2015, p.
1.863.
 
19 Comentários ao Código de Processo Civil. Organizadores Lênio Luiz Streck, Dierle Nunes e Leonardo
Carneiro da Cunha. Coordenador executivo Alexandre Freire. São Paulo: Saraiva, 2016, p. 1221.
 
20 Novíssimo sistema recursal, conforme o CPC/2015 (LGL\2015\1656). Florianópolis: Conceito, 2015,
p. 84.
 
21 Comentários ao Código de Processo Civil. Organizadores Lênio Luiz Streck, Dierle Nunes e Leonardo
Carneiro da Cunha. Coordenador executivo Alexandre Freire. São Paulo: Saraiva, 2016, p. 1222.
 
22 Comentários ao Código de Processo Civil. Novo CPCLei nº 13.105/2015. São Paulo: Ed. RT, 2015, p.
1.865.
 
23 Comentários ao CPC, vol. V, 11. ed. Rio de Janeiro: Forense, 2004, p. 233.
 
24 Sistema recursal CPC (LGL\2015\1656) 2015, Salvador: Juspodium, 2016, p. 147/148.
 
25 A propósito da inconstitucionalidade formal, leia-se Cassio Scarpinella Bueno. Novo Código de
Processo Civil anotado. 2. ed., Saraiva: São Paulo, 2016, p. 832.
 
26 Primeiros Comentários ao novo Código de Processo Civil. 1. ed. São Paulo: Ed. RT, 2015, p. 1.439.
 
27 A respeito, leia-se o meu: Sentenças parciais? Coleção Direito e Processo. Técnicas de direito
processual, coordenação de Cassio Scarpinella Bueno. Saraiva: São Paulo, 2011, no qual defendi o
cabimento de agravo de instrumento contra as chamadas sentenças parciais, afastando-me daqueles
que sustentavam o cabimento de apelação por instrumento.
 
07/12/2018 Envio | Revista dos Tribunais
https://revistadostribunais.com.br/maf/app/delivery/document 18/18
28 Breves comentários ao novo CPC (LGL\2015\1656). Coordenadores Teresa Arruda Alvim, Fredie
Didier Jr., Eduardo Talamini e Bruno Dantas. São Paulo: Ed. RT, 2015, p. 2236.
 
29 Primeiros Comentários ao novo Código de Processo Civil. 1. ed. São Paulo: Ed. RT, 2015, p. 1.440.
 
30 Curso de direito processual civil: o processo civil nos tribunais, recursos, ações de competência
originária de tribunal e querela nullitatis, incidentes de competência originária. 13. ed., Salvador:
Juspodium, 2016, p. 172.
 
31 Comentários ao CPC, vol. V, 11. ed. Rio de Janeiro: Forense, 2004, p. 309.
 
32 Idem, p. 317.
 
33 Breves comentários ao novo CPC (LGL\2015\1656). Coordenadores Teresa Arruda Alvim, Fredie
Didier Jr., Eduardo Talamini e Bruno Dantas. São Paulo: Ed. RT, 2015, p. 2223.
 
34 Sistema recursal CPC (LGL\2015\1656) 2015. Salvador: Juspodium, 2016, p. 150.
 
35 Idem, Ibidem.
 
36 Comentários ao novo Código de Processo Civil. Coordenadores Antonio do Passo Cabral e Ronaldo
Cramer. 2. ed., Rio de Janeiro: Forense, 2016, p. 1511.
 
37 Teoria geral dos recursos. 6. ed., São Paulo: Ed. RT, 2004, p. 493.
 
38 Comentários ao novo Código de Processo Civil. Coordenadores Antonio do Passo Cabral e Ronaldo
Cramer. 2. ed. Rio de Janeiro: Forense, 2016, p. 1508.
 
39 Comentários ao novo Código de Processo Civil. Coordenadores Antonio do Passo Cabral e Ronaldo
Cramer. 2. ed., Rio de Janeiro: Forense, 2016, p. 1509.
 
40 Comentários ao Código de Processo Civil. Novo CPCLei nº 13.105/2015. São Paulo: Ed. RT, 2015, p.
2.056.
 
41 Comentários ao Código de Processo Civil. Novo CPCLei nº 13.105/2015. São Paulo: Ed. RT, 2015, p.
2.067.
 
42 Primeiros Comentários ao novo Código de Processo Civil. 1. ed. São Paulo: Ed. RT, 2015, p. 1.448.
 
43 Novíssimo sistema recursal, conforme o CPC/2015 (LGL\2015\1656). Florianópolis: Conceito, 2015,
p. 110.
 
44 Comentários ao novo Código de Processo Civil. Coordenadores Antonio do Passo Cabral e Ronaldo
Cramer. 2. ed., Rio de Janeiro: Forense, 2016, p. 1509.
 
45 Comentários ao Código de Processo Civil. Novo CPCLei nº 13.105/2015. São Paulo: Ed. RT, 2015, p.
2.073.
 
46 Infelizmente, manteve-se

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.