A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
Avaliação Final AVs

Pré-visualização | Página 1 de 1

14/12/2018 EPS: Alunos
http://simulado.estacio.br/alunos/ 1/3
 
Disc.: FUNDAMENTOS DO DIREITO EMPRESARIAL E TRIBUTÁRIO
GST1700_AVS_201803085673 03/12/2018 20:20:50 (F) AVS
Aluno: 201803085673 - ALOAN GLAUBER CARVALHO ALVES
Professor: ADRIANA AMORIM ALVES GOMES
 
Turma: 9011/AD
Avaliação:
 4,0
Nota Partic.:
 0
Av. Parcial.:
 2,0
Nota SIA:
 6,0 pts
 
 
FUNDAMENTOS DE DIREITO EMPRESARIAL E TRIBUTÁRIO 
 
 1. Ref.: 795543 Pontos: 1,00 / 1,00
Assinale abaixo a resposta correta sobre fonte do direito empresarial
A CLT quando trata a parte do empresário.
Constituição Federal do Brasil.
Código de Defesa do consumidor.
Código Empresarial.
 O Código Civil Brasileiro.
 
 2. Ref.: 795797 Pontos: 1,00 / 1,00
Assinale a alternativa CORRETA sobre a sociedade limitada empresária:
O administrador eleito tem um prazo de 60 (sessenta) dias para investir-se no
cargo.
Nela, a responsabilidade dos sócios é reciprocamente solidária e ilimitada;
 Seu contrato social pode prever a regência supletiva das sociedades por
ações.
é direito do consumidor exigir a substituição do produto durável ou não
durável, dentro do prazo de 180 dias, por outro de mesma espécie, em
perfeitas condições de uso
O sócio administrador está dispensado de aportar capital nos aumentos que
se sucedereem à sua designação como administrador
 
 3. Ref.: 1210249 Pontos: 0,00 / 1,00
Com base na teoria geral das obrigações, entende-se que a obrigação tributária
constitui-se em dois tipos de obrigação. Assim, analise cada tópico e, após, marque a
alternativa correta:
Nem sempre é uma quantia em dinheiro, ou seja, uma obrigação de dar
dinheiro, de pagar.
 Entende-se por obrigação principal a prestação a qual se obriga o sujeito
14/12/2018 EPS: Alunos
http://simulado.estacio.br/alunos/ 2/3
passivo, sendo esta de natureza não patrimonial.
possui capacidade tributária limitada, que será plena ao completar dezoito
anos.
 Entende-se por obrigação principal a prestação a qual se obriga o sujeito
passivo, sendo esta de natureza patrimonial.
O não pagamento de uma obrigação principal não enseja nenhuma penalidade
pecuniária.
 
 4. Ref.: 1209813 Pontos: 0,00 / 1,00
Para obter os recursos necessários, o Estado utiliza do seu poder soberano, ou seja,
o direito de tributar pelo qual pode fazer derivar para seus cofres uma parcela do
patrimônio das pessoas sujeitas a sua administração, originando as:
Despesas;
Medidas Provisórias.
 Receitas Derivadas;
Receitas Originárias;
 Leis Ordinárias;
 
 5. Ref.: 796414 Pontos: 0,00 / 1,00
Assinale a alternativa correta, segundo o Código Tributário Nacional:
A expressão legislação tributária compreende as leis ordinárias, não fazendo
referência a qualquer outro tipo de legislação.
A expressão legislação tributária não é contemplada nas regras
correspondentes a tributos ou às relações jurídicas a eles pertinentes.
 A expressão legislação tributária compreende as leis que versem, no todo ou
em parte, especificamente sobre impostos e relações jurídicas a eles
pertinentes.
 A expressão legislação tributária compreende as leis, os tratados e as
convenções internacionais, os decretos e as normas complementares que
versem, no todo ou em parte, sobre tributos e relações jurídicas a eles
pertinentes.
A expressão legislação tributária compreende, apenas, as leis, os decretos
que versem, no todo ou em parte, sobre tributos e relações jurídicas a eles
pertinentes.
 
 6. Ref.: 796397 Pontos: 0,00 / 1,00
Decadência é sinônimo de caducidade. Corresponde ao prazo assinalado por lei para
exercício de um direito. Na esfera tributária entende-se que esse prazo é de 5 anos e
se relaciona:
 à perda do direito de a Fazenda Pública efetuar o lançamento e uma das
causas de extinção do crédito tributário
 à perda de a Fazenda Pública executar a dívida fiscal
ao perdão pela falta cometida pelo infrator de deveres tributários
a uma das formas de constituição do crédito tributário
à restituição do tributo quando esse é recolhido e pago a maior
 
 7. Ref.: 1210399 Pontos: 0,00 / 1,00
A Administração tributária, atividade afeta à fiscalização e cobrança de tributos é da
alçada da(do):
Defensor Público
 Poder Executivo
14/12/2018 EPS: Alunos
http://simulado.estacio.br/alunos/ 3/3
 Poder Legislativo
Poder judiciário
Magistrado Federal
 
 8. Ref.: 1209594 Pontos: 1,00 / 1,00
A ação para cobrança do crédito tributário está sujeita a prazo:
prescricional de 180 (cento e oitenta) dias, contados da inscrição do crédito
tributário na divida ativa.
 prescricional de 5 (cinco) anos, contados da data da sua constituição
definitiva.
decadencial de 5 (cinco anos), contados do primeiro dia do exercício civil
seguinte àquele em que o lançamento poderia ser efetuado.
decadencial de 180 (cento e oitenta) dias, contados da inscrição do crédito
tributário na dívida ativa.
prescricional de 20 (vinte) anos, contados do vencimento do prazo para
pagamento.
 
 9. Ref.: 796976 Pontos: 1,00 / 1,00
São modalidades de exclusão do crédito tributário:
a anistia e a moratória.
o pagamento e a remissão.
o lançamento e a moratória.
 a isenção e a anistia.
a prescrição e a decadência.
 
 10. Ref.: 797089 Pontos: 0,00 / 1,00
 
(FCC - 2012)Uma pessoa adquiriu bem imóvel, localizado em área urbana de
município paulista, sem exigir que o vendedor lhe exibisse ou entregasse documento
comprobatório da quitação do IPTU, relativo aos cinco exercícios anteriores ao da
data da referida aquisição. Nada constou a respeito dessa quitação no título por meio
do qual foi feita a transmissão da propriedade do referido imóvel. Desse modo, esse
adquirente
não é responsável tributário pelo pagamento do IPTU anterior à aquisição do
imóvel, pois não há ilícito algum na aquisição de imóvel em transmissão inter
vivos.
não é responsável tributário pelo pagamento do IPTU anterior à aquisição do
imóvel, pois nada constou, no título aquisitivo, sobre a existência desses
créditos tributários não pagos.
 tornou-se contribuinte do IPTU em relação aos créditos tributários referentes
aos exercícios anteriores ao de sua aquisição, cabendo a ele quitá-los nessa
condição
é responsável tributário pelo pagamento do IPTU somente em relação aos
fatos geradores ocorridos após a aquisição do imóvel.
 é responsável tributário pelo pagamento do IPTU devido até o momento da
transmissão da propriedade.