SLIDES energia hidráulica
20 pág.

SLIDES energia hidráulica


DisciplinaEnergia257 materiais436 seguidores
Pré-visualização1 página
\u2039nº\u203a
PROFESSOR: Raul Cesar Mello dos Santos
COMPONENTES: Aline Marie de Araújo Santana 
Giuliana Erika Alves de Almeida
 Jessica Brito Fernandes
 Larissa Ramos de Oliveira
 Rafaela Dorea Bispo da Silva
Thaiana Vale da Silva
Curso: Engenharia Química
Semestre: 8º
Salvador \u2013 20 de outubro de 2015
ENERGIA HIDRÁULICA
\u2039nº\u203a
INTRODUÇÃO
Energia hidráulica;
Uso da energia hidráulica;
Principal fonte geradora de energia elétrica para diversos países e responde por cerca de 17% de toda a eletricidade gerada no mundo;
Primeira usina de energia hidrelétrica foi aberta em Appleton, Wisconsin, em 1882, no Rio Fox;
Em 1889, 200 usinas estavam gerando eletricidade usando água para produzir parte ou toda a energia;
Canadá, França, Japão e Rússia estiveram entre os primeiros;
1900 a 1950 o uso de energia hidrelétrica aumentou rapidamente.
\u2039nº\u203a
Objetivo
Explanar o uso da energia hidráulica, o funcionamento de uma usina hidrelétrica, vantagens e desvantagens do uso de energia e a produção de energia elétrica associada à esta fonte de energia renovável. 
\u2039nº\u203a
Energia hídrica
Energia renovável;
Tem como fonte os rios originados pela precipitação nas montanhas proveniente do ciclo da água.
\u2039nº\u203a
Usina hidrelétrica
Conjunto de obras e equipamentos cuja finalidade é a geração de energia elétrica, através de aproveitamento do potencial hidráulico existente em um rio.
\u2039nº\u203a
Usina hidrelétrica
Os principais componentes que compõem uma usina hidrelétrica são:
Barragem
Casa de Força
Vertedouro
Tomada d'água
Conduto Forçado
Canal de Fuga
Subestação Elevadora 
\u2039nº\u203a
Classificação de uma usina hidrelétrica 
reservatório
altura da queda d\u2019água
vazão
capacidade ou potência instalada
tipo de turbina empregada
localização
tipo de barragem 
\u2039nº\u203a
Classificação de uma usina hidrelétrica
RESERVATÓRIOS
Fio d\u2019água
Acumulação
\u2039nº\u203a
Turbinas hidráulicas
Máquina que converte a energia de uma corrente de fluído em energia mecânica passando a corrente do fluído através de um sistema de pás, fixas ou móveis, fazendo-as girar;
Partes essenciais de uma turbina:
Distribuidor e rotor
Classificação:
Turbinas de ação (Pelton)
não funcionam imersas na água turbinada, mas sim ao ar livre;
a água encontra a roda móvel (rotor) através de jatos, sendo a pressão de entrada e de saída iguais.
Turbinas de reação (FRANCIS)
trabalham no seio da água turbinada;
a pressão à saída é inferior à entrada;
são normalmente utilizadas para médias e baixas quedas.
\u2039nº\u203a
Hidrelétricas no Brasil
A grande parte da energia elétrica produzida no Brasil é gerada por usinas hidrelétricas;
90% de energia elétrica em todo o território brasileiro e 10% são utilizadas pelas usinas termelétricas ou nucleares;
Potencial hidráulico do Brasil é reconhecido como o terceiro maior do mundo, ficando atrás apenas da Rússia e da China;
A energia hidráulica suporta todas as necessidades brasileiras em relação à eletricidade, porém, para que isso ocorra de forma correta, deve haver novas construções de usinas. 
\u2039nº\u203a
Hidrelétricas no Brasil
 Motivos de NÃO construção de usinas:
 Degradação ambiental (espaço que emprega o lago artificial colocado pela construção da usina) ;
Perda de solos agricultáveis;
Perda de florestas;
Perda de Fauna;
Desconforto ás populações;
\u2039nº\u203a
Hidrelétricas no Brasil
Situação atual no mundo
Projetos Hidrelétricos:
Três Gargantas, localizado na China, no Rio Yangtze, capaz de produz até 18.200 megawatts de energia;
Represa de Itaipu, localizado no Rio Paraná, entre Paraguai e Brasil, com capacidade de produzir até 12.600 megawatts de energia;
Usina de energia hidrelétrica Tasik Kenyir (Lago Kenyir) Sultan Mahmud, localizada na Malásia, com capacidade de produzir 400 megawatts de energia;
Projetos Hidrelétricos atuais 
Situação atual no mundo
Geração hidrelétrica no mundo - 10 maiores países em 2011 (TWh)
Energia hidráulica
VANTAGENS: 
Transformação limpa do recurso energético natural, a água;
Energia renovável;
O custo de produção é baixo;
Não polui o meio ambiente;
Proporciona desenvolvimento local (estabelecimento de vias fluviais, construção de vias de comunicação, fomento de atividades de lazer e de turismo);
Permite uma forma de abastecimento local para regadios.
DESVANTAGENS:
Provoca erosão de solos, os quais consequentemente afetam a vegetação local;
A sua construção exige a formação de grandes reservatórios de água que acabam por provocar alterações nos ecossistemas;
Pode provocar o deslocamento de populações ribeirinhas e o alargamento de terra;
Boa parte das florestas inundadas se decompõe produzindo metano.
Perda de sítios arqueológicos na área que foi inundada. 
Conclusão
	Contudo atualmente as usinas hidráulicas vêm sofrendo ameaça pela falta de água em seus reservatórios, devido a grande seca que vários países vêm enfrentando e é preciso uma conscientização da sociedade quanto a economia da água , uma vez que uma boa parte da energia elétrica de muitos países, como o Brasil vem das usinas hidráulicas. O importante é minimizar os impactos ambientais simultaneamente com o aumento do desenvolvimento sustentável.
Referências
Fontes alternativas de energia: Energia Hidrelétrica. Disponível em:<http://www.planetseed.com/pt-br/relatedarticle/fontes-alternativas-de-energia-energia-hidreletrica>. Acesso em 10 de outubro de 2015
Componentes de Usinas Hidrelétricas. Disponível em: <http://www.alterima.com.br/index.asp?InCdSecao=20&InCdMateria=218&Componentes+de+usinas+hidrel%E9tricas>. Acesso em 10 de outubro de 2015
Usina Hidrelétrica. Disponível em:< http://www.brasilescola.com/geografia/energia-hidreletrica.htm>. Acesso em 09 de outubro de 2015
Principais partes de uma Usina hidrelétrica. Disponível em: <http://profcide.blogspot.com.br/2011/07/as-principais-partes-de-uma-usina.html> Acesso em 12 de outubro de 2015
Energia Hidrelétrica Vantagens e Desvantagens. Disponível em: <http://www.estudopratico.com.br/energia-hidreletrica-vantagens-e-desvantagens/>. Acesso em 12 de outubro de 2015