aula 12 adm
82 pág.

aula 12 adm


DisciplinaConcursos125.740 materiais243.584 seguidores
Pré-visualização20 páginas
Direito Administrativo para Magistratura Federal
Teoria e exercícios comentados
Prof. Erick Alves \u2013 Aula 12
Prof. Erick Alves www.estrategiaconcursos.com.br 1 de 81
OBSERVA‚ÌO IMPORTANTE
Este curso Ž protegido por direitos autorais (copyright),
nos termos da Lei 9.610/98, que altera, atualiza e consolida a
legisla‹o sobre direitos autorais e d‡ outras providncias.
Grupos de rateio e pirataria s‹o clandestinos, violam
a lei e prejudicam os professores que elaboram os
cursos.
Valorize o trabalho de nossa equipe adquirindo os cursos
honestamente atravŽs do site EstratŽgia Concursos ;-)
Direito Administrativo para Magistratura Federal
Teoria e exercícios comentados
Prof. Erick Alves \u2013 Aula 12
Prof. Erick Alves www.estrategiaconcursos.com.br 2 de 81
AULA 12
Ol‡ pessoal!
Na aula de hoje estudaremos o Processo Administrativo segundo a
Lei 9.784/1999.
Para um melhor aproveitamento da aula, seria interessante ter a
referida lei em m‹os.
Seguiremos o seguinte sum‡rio:
SUMÁRIO
Processo Administrativo Federal \u2013 Lei 9.784/1999 .....................................................................................3
Abrangência e aplicação ..............................................................................................................................................6
Princípios............................................................................................................................................................................8
Direitos e deveres dos administrados ................................................................................................................16
Início do processo........................................................................................................................................................19
Legitimados ....................................................................................................................................................................21
Impedimento e suspeição ........................................................................................................................................21
Forma, tempo e lugar dos atos do processo.....................................................................................................24
Intimação do interessado.........................................................................................................................................26
Instrução e decisão......................................................................................................................................................28
Desistência e extinção do processo......................................................................................................................32
Recurso administrativo e revisão do processo...............................................................................................33
Contagem de prazos ...................................................................................................................................................40
Mais questões de prova ..............................................................................................................................................43
Jurisprudência .................................................................................................................................................................65
RESUMÃO DA AULA .......................................................................................................................................................68
Questões comentadas na aula ................................................................................................................................71
Gabarito ...............................................................................................................................................................................81
Direito Administrativo para Magistratura Federal
Teoria e exercícios comentados
Prof. Erick Alves \u2013 Aula 12
Prof. Erick Alves www.estrategiaconcursos.com.br 3 de 81
PROCESSO ADMINISTRATIVO FEDERAL \u2013 LEI 9.784/1999
A palavra ÒprocessoÓ, etimologicamente, significa marcha para a
frente, avano, progresso. Nesse sentido, a doutrina define processo, em
sentido amplo, como uma sŽrie de atos coordenados para a
realiza‹o dos fins estatais1.
Geralmente, a ideia de processo no setor pœblico est‡ associada ao
exerc’cio da atividade jurisdicional. E isso tem a sua raz‹o de ser, afinal, a
sentena do magistrado Ž apenas a consequncia de uma sŽrie de outros
atos praticados ao longo do processo judicial, tanto pelo juiz como pelas
partes (intima›es, medidas liminares, requerimentos de prorroga‹o de
prazo, oitivas de testemunhas etc.).
No entanto, o processo n‹o Ž exclusividade da pr‡tica jurisdicional.
O Poder Legislativo e a Administra‹o Pœblica tambŽm utilizam esse meio.
Assim, da mesma forma que o processo judicial deve ser entendido
como o encadeamento de atos tendentes ˆ produ‹o da sentena, o
processo legislativo Ž o encadeamento de atos voltados ˆ elabora‹o de
leis, de emendas constitucionais, de resolu›es etc., e o
processo administrativo, objeto do nosso estudo, est‡ voltado ˆ
produ‹o de um ato administrativo ou de uma decis‹o da
Administra‹o2.
Nessa linha, a doutrina apresenta o seguinte conceito para processo
administrativo3:
Processo administrativo: uma sŽrie de atos ordenados em
sequncia, com a finalidade de possibilitar ˆ Administra‹o Pœblica a
pr‡tica de um ato administrativo final ou a prola‹o de uma decis‹o
administrativa final.
O processo administrativo Ž o instrumento de trabalho utilizado
pela Administra‹o Pœblica para ordenar e documentar as informa›es
necess‡rias ˆ pr‡tica de um ato ou ˆ tomada de uma decis‹o de natureza
administrativa. Com efeito, um ato administrativo, de regra, n‹o surge do
nada; existe todo um conjunto de circunst‰ncias e de atos anteriores,
previamente ordenados, que levaram ˆquele resultado final.
1 Maria Sylvia Di Pietro (2009, p. 618),
2 Maria Sylvia Di Pietro classifica o processo em duas vertentes: de um lado, o processo legislativo, pelo
qual o Estado elabora a lei; de outro, os processos judicial e administrativo, pelos quais o Estado aplica a
lei.
3 Marcelo Alexandrino e Vicente Paulo (2014, p. 870).
Direito Administrativo para Magistratura Federal
Teoria e exercícios comentados
Prof. Erick Alves \u2013 Aula 12
Prof. Erick Alves www.estrategiaconcursos.com.br 8 de 81
PRINCÍPIOS
Como visto, a Lei 9.784/1999, ao estabelecer normas b‡sicas sobre o
processo administrativo, visa, em especial, ˆ prote‹o dos direitos dos
administrados e ao melhor cumprimento dos fins da Administra‹o.
Para atingir esse objetivo, o art. 2¼, caput da Lei enumera v‡rios
princ’pios a serem observados nos processos administrativos. Vejamos:
Art. 2o A Administra‹o Pœblica obedecer‡, dentre outros, aos princ’pios da
legalidade, finalidade, motiva‹o, razoabilidade, proporcionalidade,
moralidade, ampla defesa, contradit—rio, segurana jur’dica, interesse
pœblico e eficincia.
Perceba que tais princ’pios n‹o s‹o exclusivos do processo
administrativo, mas se aplicam a qualquer atividade da Administra‹o. Por
essa raz‹o, eles j‡ foram estudados de forma detalhada na nossa aula
sobre princ’pios, sendo desnecess‡rio repetir aqui5.
Afora esses princ’pios expressos no caput do art. 2¼ da Lei 9.784, a
doutrina aponta a aplicabilidade de outros princ’pios que estariam
impl’citos na lei, como a publicidade e a impessoalidade, alŽm de
outros, tambŽm impl’citos, mas s— que caracter’sticos (pr—prios) dos
processos administrativos. S‹o eles:
! Oficialidade
! Informalismo
! Instrumentalidade das formas
! Verdade material
! Gratuidade
Vamos ent‹o estudar