Manual Imposto De Renda
73 pág.

Manual Imposto De Renda


DisciplinaEconomia I29.121 materiais202.898 seguidores
Pré-visualização7 páginas
1 
IR 2019 
Como declarar seus investimentos 
2 
 
 
 
Sumário 
 
1 | IR \u2013 Operações com Ações 
Posição 
Lucros e Prejuízos 
Proventos (JCP, Dividendos e Bonificação) 
2 | IR \u2013 Operações com Opções 
Operações 
Apuração de Resultado 
Alíquota de IR 
Isenção 
Como declarar posição Vendida 
Como declarar posição Comprada 
3 | IR \u2013 Operações com Renda Fixa 
Tabela de IR 
CDB (declaração da posição, Ganhos auferidos e da posição) 
LCI/LCA (declaração da posição, Ganhos auferidos e da posição) 
Debêntures (declaração da posição, Ganhos auferidos e da posição) 
4 | IR \u2013 Operações com Tesouro Direto 
Ganhos auferidos 
Declaração do saldo remanescente 
5 | IR \u2013 Operações com FII 
Posição 
Lucros e Prejuízos 
6 | IR \u2013 Operações com ETF 
Posição 
Lucros e Prejuízos 
 
7 | IR \u2013 Operações com BMF 
Lucros e Prejuízos 
8 | IR \u2013 Operações com Ouro 
Posição 
Lucros e Prejuízos 
 
 
3 
 
 
9 | IR \u2013 Operações com BTC (Aluguel de Ações) 
Rendimentos recebidos com aluguel (BTC Doador) 
Ações cedidas em aluguel (BTC Doador) 
Ações em custódia oriundas do aluguel (BTC Tomador) 
Ações vendidas oriundas do aluguel (BTC Tomador) 
10 | IR \u2013 Operações a Termo 
Lucros e Prejuízos 
11 | IR \u2013 Operações com Fundos de Investimento 
Rendimentos 
Posição 
12 | IR \u2013 Saldo Remanescente 
Posição 
13 | Mycapital 
Relatório com lucro/prejuízo mensal 
Relatório com lucro/prejuízo Fundo Imobiliário 
Extrato auxiliar de IR anual 
14 | Sisfinance 
Posição 
Relatório com lucro/prejuízo mensal 
 
 
4 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
IR \u2013 Operações com Ações 
5 
 
 
 
1 | Como declarar Ações no IRPF \u2013 Ano base 2018 
Todos os investidores têm a obrigação de informar em sua declaração anual os lucros e 
prejuízos realizados em bolsa de valores, sua posição em 31/12/2018, bem como os 
proventos recebidos durante o período de exercício, 2018. 
 
Posição em 31/12/2018: 
Para declarar sua posição em 31/12/2018, o investidor deverá abrir a opção \u201cBens e Direitos\u201d, 
localizada no lado esquerdo do programa da Receita Federal. Depois disso basta clicar em 
\u201cNovo\u201d e selecionar o \u201ccódigo 31 - Ações (Inclusive as provenientes de linha telefônica)\u201d, 
inserir o CNPJ da companhia e, no campo \u201cDiscriminação\u201d, informar a quantidade, a razão 
social da empresa e o histórico do preço médio. 
\u2022 Você pode confirmar sua posição em 31/12/2018 no site da Rico, dentro do menu 
Informe de Rendimentos. 
\u2022 Você pode consultar o valor pago pelas ações por meio das notas de corretagem 
disponíveis no site da Rico; 
\u2022 O nome da empresa e seu CNPJ podem ser encontrados no site da B3 ou no Informe de 
Rendimentos da companhia aberta; 
\u2022 O preço médio deve ser calculado somando todas as compras efetuadas (incluindo 
taxa de corretagem e demais despesas na operação). 
 
Exemplo: 
05/01/2017 - Compra de 250 ações por R$30,00 
05/10/2018 - Compra de 250 ações por R$10,00 
Então, nesse caso: 250*30=7.500 e 250*10=2.500 
7.500+2.500=10.000 
10.000/500=R$10,00 (Preço médio) 
6 
 
 
 
 
 
 
 
Caso você já esteja com essas ações em carteira, deve colocar em \u201cSituação em 
31/12/2017\u201d e depois colocar \u201cSituação em 31/12/2018\u201d. O valor será sempre o preço 
médio de compra e não o valor atual das ações, então ao menos que você tenha 
comprado ou vendido parte de ações durante o ano de 2018, o valor nesses campos 
permanecerá o mesmo. 
Lucros e prejuízos em 2018 
 
Os lucros e prejuízos devem ser calculados separadamente entre operações comuns e day-
trade, e informado mês a mês, por meio da ficha \u201cOperações comuns/Day-trade\u201d, dentro do 
menu \u201cRenda Variável\u201d. 
7 
 
 
No exemplo abaixo, o investidor teve um prejuízo de R$5.000,00 em operações comuns e 
R$10.000,00 de lucro em operações day-trade no mês de janeiro. 
 
No campo \u201cConsolidado do mês\u201d, você deve informar o imposto de renda retido na fonte 
(essa informação está em sua nota de corretagem) e o imposto pago. Os outros campos são 
preenchidos de forma automática. 
 
 
 
No campo \u201cImposto pago\u201d, você deve informar o valor que já pagou de imposto para as 
operações do período por meio do DARF emitido naquela época. 
\u2022 Os prejuízos acumulados serão automaticamente importados para os meses 
seguintes; 
\u2022 Os prejuízos acumulados em anos anteriores poderão ser adicionados no campo 
\u201cResultado\u201d. Dentro do mês de janeiro, basta inserir o valor no campo \u201cResultado 
negativo até o mês anterior\u201d. 
8 
 
 
 
 
9 
 
 
Vendas de ações até R$20.000,00 
 
Caso você tenha lucro com vendas de ações que não atingiram R$20.000,00 no mês, você 
deve informar na ficha \u201cRendimentos Isentos e Não Tributáveis\u201d, item 20. Nesse caso, você 
deve adicionar o ganho separadamente clicando em \u201cNovo\u201d para cada ganho em meses 
diferentes. 
 
Proventos 
Juros sobre Capital Próprio (JCP) que ainda não foram pagos 
Os juros sobre capital próprio e dividendos declarados e que ainda não foram pagos devem 
ser informados em \u201cBens e direitos\u201d, na linha 99 (\u201cOutros bens e direitos\u201d). Você pode 
consultar em seu Informe de Rendimentos o valor pendente de pagamento e o CNPJ da 
companhia aberta. 
 
10 
 
 
 
No campo \u201cDiscriminação\u201d, você deve escrever \u201cCrédito em trânsito referente a JCP a 
receber em 2019\u201d junto com o nome e o CNPJ da empresa pagadora. 
E também como \u201cRendimentos Sujeitos à Tributação Exclusiva/Definitiva\u201d na linha 10 
(\u201cJuros sobre capital próprio\u201d). 
 
 
Quando houver juros sobre capital próprio pagos e não pagos, você deve declarar a soma dos 
dois no item 10 (\u201cRendimentos Sujeitos à Tributação Exclusiva/ Definitiva\u201d). Caso tenha 
apenas JCP pagos, deve informá-los somente em \u201cRendimentos Sujeitos à Tributação 
Exclusiva/Definitiva\u201d. 
 
Dividendos 
 
Os valores recebidos por meio de dividendos devem ser declarados em \u201cRendimentos 
Isentos e Não Tributáveis\u201d, na linha 09 (\u201cLucros e Dividendos Recebidos pelo titular e pelos 
dependentes\u201d). 
11 
 
 
 
 
Bonificações 
O custo de aquisição das ações bonificadas divulgado pela empresa emissora das ações 
deverá ser informado no quadro \u201cRendimentos Isentos e Não Tributáveis\u201d, na linha 14 
(\u201cIncorporação de Reservas ao Capital/Bonificações de Ações\u201d), acrescido ao custo de 
aquisição das ações a ser declarado na ficha \u201cBens e Direitos\u201d. 
Essas informações constam no fato relevante da companhia aberta. Exemplos: se o custo 
unitário por ação é de R$ 5,00 e você recebeu 60 ações, logo o valor de bonificação é de 
R$300,00. 
12 
 
 
 
 
Caso você tenha recebido 60 ações ao custo de R$ 5,00, deve alterar sua posição e também 
acrescentar esse valor em \u201cSituação em 31/12/2018\u201d. 
13 
 
 12 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
IR \u2013 Operações com Opções 
14 
 
 
 
2 | IR \u2013 Opções 
As operações, posições e rentabilidades aferidas com as movimentações em Opções devem 
ser declaradas no IR Anual independente do seu volume financeiro. Para fazer a sua 
declaração, você irá precisar das informações abaixo: 
\u2022 Posição no último dia útil do ano; 
\u2022 Lucro/prejuízo auferido nas movimentações day trade / Posição. 
Operações 
Nas operações em que não ocorre o exercício das opções, o cálculo do resultado da operação 
vai depender de como ocorre seu fechamento. 
Ele poderá ser de duas maneiras: 
1° - Operação encerrada antes do vencimento: ocorre quando você realiza a zeragem 
da sua posição de opção (se está comprada, realiza a venda, e se está vendido, realiza a 
compra), sempre igual quantidade de opções da mesma série, em que o resultado é 
determinado pela diferença entre o prêmio recebido e o prêmio pago.