Apostila Radiologia  Final PDF
117 pág.

Apostila Radiologia Final PDF


DisciplinaAnatomia Radiológica433 materiais27.494 seguidores
Pré-visualização11 páginas
ESCOLA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL 
NOSSA SENHORA DE FÁTIMA 
 
CURSO TÉCNICO EM RADIOLOGIA 
 
RADIOLOGIA II 
 
MARCELO HENRIQUE PANTE 
2 
 
 
Objetivo 
 
O objetivo principal da disciplina de radiologia II é levar o aluno a um 
conhecimento prático e teórico da realização de exames na radiologia médica. Esse 
conhecimento é fundamental para o profissional técnico em radiologia, e deve ser 
estudado com a máxima seriedade e atenção. 
O técnico em radiologia pode atuar em vários campos dentro do 
radiodiagnóstico, tais como mamografia, tomografia computadorizada, 
densitometria óssea, ressonância magnética nuclear, radioterapia, medicina 
nuclear, radiologia odontológica e industrial, mas tem como requisito principal 
para a aquisição do título de técnico o domínio das técnicas básicas de realização 
de exames. 
O objetivo desta apostila é primeiramente promover uma dinâmica dentro da 
sala de aula através do estudo prévio dos tópicos. 
As aulas quando estudadas antecipadamente fazem com que as dúvidas sejam 
sanadas completamente e surgindo um debate entre aluno e professor, aluno e 
aluno, faz com que o aprendizado seja mais completo por parte do aluno e as aulas, 
com aproveitamento mais satisfatório elevando assim, o nível de conhecimento 
técnico de todos. 
 
 
Introdução 
 
No decorrer da apostila vamos abordar a técnica de realização dos exames na 
radiologia médica, os termos utilizados para posicionamento do paciente, para 
direção do raio x, siglas, etc. 
A anatomia humana já foi ou será estudada em outras disciplinas assim como 
a anatomia radiológica, disciplina que aborda a imagem na radiografia gerada no 
processo do exame. Também não será ensinado nessa disciplina o processo de 
formação do raio x que já foi mostrado na disciplina de radiologia I. 
O aluno deverá ao fim dessa disciplina ter uma noção de todos os 
posicionamentos e técnicas para realização dos exames de radiologia. 
Lembrando que a carga horária não é suficiente para o aluno obter experiência 
técnica para estar apto ao mercado de trabalho, essa experiência só será adquirida 
durante o estágio no serviço de radiologia, estágio esse onde o aluno colocará em 
prática todo o conhecimento adquirido em sala de aula. 
 
 
 
 
 
3 
 
 
Capítulo 1 \u2013 Terminologias 
 
As terminologias dentro da radiologia referem-se a palavras ou siglas que 
identificam posicionamento, movimento do paciente ou direção do raio durante o 
exame. 
Elas estão classificadas como: 
 
\uf0d8 Termos de Movimento; 
\uf0d8 Termos de Relação; 
\uf0d8 Termos de Posicionamento; 
\uf0d8 Termos de Incidência. 
 
1.1. Termos de Movimento 
 
1.1.1. Extensão e Flexão 
 
Esses termos são atribuídos a algumas estruturas como o Cotovelo, joelho e coluna. 
\uf0d8 Extensão: esse termo pode ser associado ao ato de esticar a estrutura, pois ele determina quando 
há um aumento do ângulo da estrutura. 
\uf0d8 Flexão: esse termo pode ser associado ao ato de encolher a estrutura, pois ele determina quando 
há uma redução no ângulo da estrutura. 
 
 
 
Quando um aumento ou diminuição do ângulo é realizado mais do que o normal usa-se o termo Hiper 
(flexão ou extensão) ou (flexão ou extensão) Aguda. 
 
 
4 
 
 
Para mãos e pés também usa-se termos adicionais para identificação: 
\uf0d8 Dorsiflexão: termo usado para mão e pé quando há redução do ângulo na região dorsal. 
\uf0d8 Flexão Plantar: termo usado para redução do ângulo na região plantar. 
 
 
 
\uf0d8 Flexão ou desvio Ulnar: quando é feita uma flexão lateral do punho na direção da ulna. 
\uf0d8 Flexão ou desvio Radial: Quando é feita uma flexão lateral do punho na direção do rádio. 
 
 
 
1.1.2. Abdução e Adução 
 
São termos usados para identificar distanciamento de um membro do corpo. 
\uf0d8 Abdução: é o distanciamento do membro, superior ou inferior, à linha média do corpo. Pode-se 
dizer abdução também nos quirodáctilos ou pododáctilos quando são afastados entre si. 
\uf0d8 Adução: é a aproximação do membro à linha média do corpo. 
 
 
5 
 
 
1.1.3. Rotação 
 
É o termo usado quando uma estrutura gira ou roda em torno de seu eixo. 
Quando se refere a estruturas como crânio e tronco acrescentam-se o lado ao qual está sendo feita a 
rotação, no caso de membros inferiores ou superiores, há dois termos que devem ser acrescidos, ficando da 
seguinte forma: 
\uf0fc Rotação Medial \u2013 rotação interna do membro, no sentido da linha média do corpo. 
\uf0fc Rotação Lateral - rotação externa do membro, no sentido oposto à linha média do corpo. 
 
 
 
1.1.4. Inclinação 
 
É o termo usado quando uma estrutura sofre uma elevação em parte de sua estrutura sem girar em torno 
do seu eixo. 
 
1.1.5. Pronação e Supinação 
 
É o termo usado para mãos definindo o sentido em que esta fica posta sobre uma superfície. 
\uf0d8 Pronação: quando o dorso da mão está virado para cima e a região palmar está para baixo ou 
sobre uma superfície. 
\uf0d8 Supinação: quando o dorso da mão está em contado com a superfície e a região palmar para 
cima. 
 
 
 
1.1.6. Valgo e Varo 
 
São termos usados para identificar afastamento ou aproximação dos membros inferiores à linha média. 
O valgismo e o varismo são curvaturas que ocorrem por problemas congênitos (nascença) ou por tração 
durante o exame. 
6 
 
 
\uf0d8 Valgo: se caracteriza pela curvatura externa do membro inferior. 
\uf0d8 Varo: se caracteriza pela curvatura interna do membro inferior. 
 
DICA: Para uma melhor memorização desses termos lembre da frase: \u201cEU CAVALGO, a posição do 
cavaleiro é fazendo uma curvatura das pernas para fora, assim não haverá problemas na descrição ou leitura do 
pedido. 
 
1.1.7. Eversão e Inversão 
 
É o termo utilizado para movimentação por estresse no tornozelo, fazendo com que o pé faça uma 
rotação medial ou lateral. 
\uf0d8 Eversão: rotação lateral do pé; 
\uf0d8 Inversão: rotação medial do pé. 
 
 
1.1.8. Protração e Retração 
 
É o termo utilizado para movimentação da mandíbula. 
\uf0d8 Protração: para frente; 
\uf0d8 Retração: para trás. 
 
 
7 
 
 
1.2. Termos de Relação 
 
Para uma melhor identificação ou descrição, durante o exame, do local exato da queixa do paciente, usa-
se alguns termos de relação entre estruturas. 
 
1.2.1. Proximal, Distal e Média. 
 
São termos usados para orientar uma estrutura ou parte dela em relação ao plano médio do corpo. 
\uf0d8 Proximal: Parte ou estrutura mais próxima do plano médio do corpo; 
\uf0d8 Distal: Parte ou estrutura mais distante do plano médio do corpo; 
\uf0d8 Média: Usado em estruturas mais alongadas para definir a parte entre as porções proximal e 
distal. 
Ex: No antebraço o punho é distal e o cotovelo é proximal. 
 
1.2.2. Medial e Lateral 
 
São termos usados tendo como base a posição anatômica, partindo desta posição, toda estrutura que 
comparada a outra estiver mais próxima da linha média do corpo será considerada medial. 
 
 
 
1.2.3. Cefálico e Caudal 
 
São termos usados para orientar a direção em que o será dado o ângulo do tubo de raio x. 
\uf0d8 Cefálico: Ângulo na direção da cabeça; 
\uf0d8 Caudal: Ângulo na direção dos pés. 
 
 
8 
 
 
1.2.4. Depressão e Elevação 
 
São termos usados para descrever movimentos específicos do ombro. 
\uf0d8 Depressão: é o abaixamento do ombro; 
\uf0d8 Elevação: como já diz o nome é o movimento de elevação do ombro. 
 
 
 
1.3. Termos de Posicionamento 
 
O posicionamento radiográfico refere-se ao estudo do posicionamento do paciente para demonstrar 
radiograficamente ou visualizar partes específicas do corpo nos filmes. 
 
1.3.1. Posição Anatômica 
 
Em posição vertical, braços aduzidos (para baixo), palmas para frente, cabeça e pés virados exatamente 
para frente.
Rhonny
Rhonny fez um comentário
olá poderia me enviar por e mail?
0 aprovações
Breno
Breno fez um comentário
Boa tarde! Teria como me mandar por email? bvf.2083@gmail.com
0 aprovações
Carregar mais