A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
Endocitose  -  resumo

Pré-visualização|Página 1 de 3

Paola Luiz Casteler - 182
Odontologia - UFSC
ENDOCITOSE
Internalizar algo na célula
Moléculas grande demais não conseguem ter um canal para internalizar. O colesterol
entra na célula por endocitose. Não tem um canal/estrutura que consiga transportar
ele
O que entra por endocitose?
o Partículas, macromoléculas e microrganismos
FAGOCITOSE: Moléculas grandes, sólidas
PINOCITOSE: Pequenas partículas diluídas, mas a divisão está em desuso
3 principais funções:
Nutrição: mais para células de comportamento unicelular, um protozoário encontra
uma bactéria e endocita para comer. Para células humanas não é fundamental, pois
tem nutrientes a vontade
Defesa: no corpo humano. Um macrófago vai degradar uma bactéria porque é a
função dele de defesa, ele pode aproveitar os componentes que sobrarem da bactéria,
mas não é o objeto principal
Homeostase: endocitose para remover restos celulares. Lesão na pele – as células
vizinhas podem fazer endocitose para manter a homeostase do tecido.
Fagocitose e pinocitose é classificado em relação ao tamanho da vesícula. Se for bactéria é
fagocitose.
O que chama atenção na diferença das duas, o tamanho que está sendo internalizado
e a maneira como a membrana se dobra para captar. Como faz a membrana começar a
se dobrar? CLATRINA, COP I e COP II
Na membrana plasmática é a Clatrina que faz isso
o A clatrina tem uma certa curvatura, vai juntando clatrinas até formar vesículas.
As vesículas formadas por clatrina tem sempre mais ou menos o mesmo
tamanho, nunca seria possível endocitar uma bactéria numa vesícula dessas.
Normalmente as vesículas estão ligadas a pinocitose.
Se uma bactéria estiver no organismo, vão ter receptores para reconhecer proteínas
na superfície da bactéria e já a clatrina não resolve o problema, a membrana são
estruturas rígidas e lineares, o citoesqueleto
Citoesqueleto são proteínas fibrosas que ficam no citoplasma e dão forma para a
célula. No caso da fagocitose de bactéria, sempre vai ter essa movimentação da
membrana auxiliada por citoesqueleto. Isso é uma endocitose mediada por receptor
A endocitose nas nossas células, na grande maioria envolve receptores. Um
macrófago, que é a nossa principal célula de defesa fagocítica, não faz fagocitose de
uma bactéria, sem que antes tenha reconhecimento de um receptor.
Endocitose mediada por receptor, receptor pode usar clatrina ou citoesqueleto.

Paola Luiz Casteler - 182
Odontologia - UFSC
MACROPINOCITOSE: uma pinicitose que usa citoesqueleto. Muito rara, mas em
microorganismos de vida livre, forma uma grande vesícula.
Outro tipo de fagocitose, vesículas não revestidas, não usa citoesqueleto, nem clatrina
ou COPs, não chega a fechar completamente. É o mais primitivo tipo de endocitose. A
membrana é formada por uma bicamada lipídica, como faz para membrana curvar?
Fazendo uma crescer e a outra não. Adicionar mais lipídeos de um lado que do outro,
automaticamente ela vai curvando porque os lipídios vão ficando assimétricos.
Curvatura sem necessidade de proteínas: deposição assimétrica de lipídeos saturados
formando curvatura de membrana (raso)
ENDOCITOSES MAIS COMUNS:
Mediada por citoesqueleto
Mediada por vesículas de revestimento, ocorre mesmo processa que na formação de
vesículas. Liga um receptor, liga adaptina, liga clatrina e começa a curvar
Endocitose com vesículas pequenas é sempre revestida por clatrina, porque quando
empurra o citoesqueleto, automaticamente já vou fazer algo maior do que a clatrina
faz
ETAPAS DA FAGOCITOSE:
1. Adesão e Reconhecimento: como a maioria das endocitoses é mediada por receptor,
tem que ter reconhecimento
2. Fusão de vesículas como enzimas: uma vez que se internalizou o material, as vesículas
vão fusionar para liberar enzimas e degradar.
3. Formação do lisossomo e degradação: lisossomo primário: vesícula de enzimas.
Lisossomo secundário: quando começa a digerir
Na membrana vai ter receptores que vao reconhecer alguma proteína ou açúcar da
parte interna da bactéria. Reconheceu, mobiliza o citoesqueleto e começa a empurrar
O que foi internalizado é chamado de Endossomo. Ele pode seguir dois caminhos: ir
direto para digestão, se for uma partícula ou bactéria muito grande e tem que digerir
logo. Ou se for uma partícula pequena o endossomo fica ali formando um endossomo
primário. Não faz digestão e espera endocitar outra partícula. Os endossomos
primários se juntam para formar um grande endossomo e tudo vai para a digestão.
A vesícula contendo enzimas – lisossomo primário – fusiona com o endossomo
maduro e começa a digestão celular. O material vai ser digerido – já é lisossomo
secundário – e os restos no caso de uma bactéria, suas proteínas vão ser degradadas
até aminoácidos e nossas células vão usar os aminoácidos da bactéria para fazer
proteínas para nós. Aminoácidos idênticos.
E se romper uma vesícula de enzimas? As enzimas são hidrolases acidas, só funcionam
em caráter ácido. O pH do citoplasma é neutro. Cada vesícula que sai do golgi tem na
membrana uma proteína que é a bomba de H+, que coloca H+ para dentro, abaixando
o pH da célula. No citoplasma elas não funcionam.
Ocorre também a endocitose de vit. B12 e ferro no nosso corpo
Também ocorre a reciclagem de membrana na endocitose

Paola Luiz Casteler - 182
Odontologia - UFSC
Depois de internalizado, os receptores que foram utilizados para reconhecer a bactéria
não são mais necessários. Esses receptores acumulam, formam uma vesícula e já
transporta os receptores de volta. A partir de quando vai digerindo o material e vai
diminuindo o volume de dentro. Já são feitas pequenas vesículas e devolvendo para
membrana
Outras células também fazem fagocitose. Os neutrófilos fazem fagocitose menos
específica. Ele reconhece bactérias de maneira geral, tem receptor que reconhece a
parede celular bacteriana. Qualquer bactéria ele fagocita. Mas ele não é muito
eficiente, ele é lento e normalmente fagocita a bactéria, digere ela e morre
Apesar disso os neutrófilos são primeiros a chegar no local – 1ª linha de defesa – o
macrófago demora um pouco mais, precisa de sinalização mais especifica
o Infecções por bactérias, vem neutrófilos, fagocitam as bactérias, matam e
também morrem. Sobream o resto de bactérias e neutrófilos = pus
O macrófago tem um receptor para cada bactéria, ele tem um receptor de FC
Toda vez que macrófago encontrar bastante anticorpos ligados em alguma coisa, ele
imediatamente endocita e degrada essa coisa, não importa o que seja. Se for uma
célula minha, é um grande problema, estou produzindo anticorpos contra a minha
própria célula e meus macrófagos vão degradar.
OXONIZAÇÃO = fagocitose mediada por anticorpos
A produção de anticorpos não quer dizer que essa produção será para sempre. Existe o
mecanismo oral. Corrente da imunologia que diz que você pode induzir a tolerância a
um indivíduo alérgico introduzindo isso por via oral em subdosagens
AUTOFAGIA: a própria célula desencadeia esse processo de degradação das suas
mitocôndrias quando nota algo errado
Uma bactéria ou protozoário consegue fugir da endocitose? Sim, 3 mecanismos
o Trypanossoma cruzi: uma vez endocitado, secreta toxinas que rompem a
membrana do fagossomo. Ficam livres no citoplasma. Toxinas anfipáticas
o Tuberculose: inibe a função do fagossomo com a vesícula de enzimas
o Lepra: se deixa ser fagocitado, deixa fusionar com a vesícula de enzimas e
secreta substancias que bloqueia a bomba de H+ impedindo a acidificação.
Sem acidificação as enzimas não funcionam
o Proteínas que não estão funcionando, proteossoma degrada. Em organela
maior: autofagia