Caso concreto 6 Direito Civil I
2 pág.

Caso concreto 6 Direito Civil I


DisciplinaDireito Civil I53.131 materiais611.819 seguidores
Pré-visualização1 página
DIREITO CIVIL I - CCJ0006
Título
SEMANA 6
Descrição
Caso concreto
O Grupo Construções e Incorporações X S/A contraiu dívida de grande valor com o Engenheiro Eduardo Paranhos, mas não efetuou o pagamento estipulado no contrato, sem que tal conduta configurasse qualquer tipo de fraude. Após algumas tentativas frustradas de cobrança. Eduardo ajuizou ação e conseguiu decisão favorável, tendo a sentença transitado em julgado. No momento de indicar o bem que viria a ser penhorado para efetuar o pagamento, o Grupo Construções e Incorporações S/A indicou um imóvel de sua propriedade, mas o mesmo não foi aceito por Eduardo, que solicitou ao juiz a desconsideração da personalidade jurídica do Grupo Construções e Incorporações S/A para que os bens dos sócios respondessem pela dívida.
Considerando os fatos acima descritos e tomando por base a disciplina da desconsideração da personalidade jurídica, responda JUSTIFICADA E FUNDAMENTADAMENTE:
O que é a desconsideração da personalidade jurídica e em que hipóteses ela pode ser utilizada?
Resposta: É um instrumento que visa inibir fraude, abuso, da pessoa jurídica por parte dos sócios da empresa. Neste caso é possível atingir o patrimônio pessoal.
 É cabível, neste caso, a desconsideração pleiteada por Eduardo? 
Resposta: Não neste caso. Porque o juiz já indicou quem. Não houve abuso da personalidade jurídica, houve inadimplência. Neste caso é o patrimônio da empresa que tem que responder.
 
 
Questão objetiva
 
Considerando as disposições atinentes às pessoas jurídicas, assinale a opção incorreta.
 
Obrigam à pessoa jurídica os atos dos administradores, exercidos nos limites de seus poderes definidos no ato constitutivo.
 
Aplica-se às pessoas jurídicas, no que couber, a proteção dos direitos da personalidade.
 
As pessoas jurídicas são de direito público, interno ou externo, e de direito privado, constituindo-se, as autarquias e as associações públicas, como de direito público interno.
 
As pessoas jurídicas de direito público interno são civilmente responsáveis por atos dos seus agentes que nessa qualidade causem danos a terceiros, ressalvado direito regressivo contra os causadores do dano, se houver, por parte destes, culpa ou dolo.
 
Partidos políticos com representação no Congresso Nacional são pessoas jurídicas de direito público interno.
Resposta: Alternativa E.
 
Desenvolvimento