SIMULADO DIREITO PENAL
626 pág.

SIMULADO DIREITO PENAL


DisciplinaDireito Penal I73.062 materiais1.205.986 seguidores
Pré-visualização50 páginas
http://www.pconcursos.com 
DIREITO PENAL 
 
\u2022 Prova: MPE-MG - 2010 - MPE-MG - Promotor de Justiça - 50º Concurso 
A condenação por atos de improbidade administrativa que importem enriquecimento ilícito pela percepção 
de qualquer tipo de vantagem patrimonial indevida em razão do exercício de cargo, mandato, função, 
emprego ou atividade nas entidades mencionadas no art. 1º da Lei de Improbidade Administrativa (Lei 
Federal n. 8.429/97), inclui as seguintes condutas, EXCETO, 
 a) utilizar, em obra ou serviço particular, veículos, máquinas, equipamentos ou material de qualquer 
natureza, de propriedade ou à disposição de qualquer das entidades mencionadas no art. 1º da Lei n. 
8.629/92, bem como o trabalho de servidores públicos, empregados ou terceiros contratados por essas 
entidades. 
 b) permitir que se utilizem, em obra ou serviço particular, veículos, máquinas, equipamentos ou material de 
qualquer natureza, de propriedade ou à disposição de qualquer das entidades. 
 c) adquirir, para si ou para outrem, no exercício de mandato, cargo, emprego ou função pública, bens de 
qualquer natureza cujo valor seja desproporcional à evolução do patrimônio ou à renda do agente público. 
 d) aceitar emprego, comissão ou exercer atividade de consultoria ou assessoramento para pessoa física ou 
jurídica que tenha interesse suscetível de ser atingido ou amparado por ação ou omissão decorrente das 
atribuições do agente público, durante a atividade. 
Resposta: (B) 
\u2022 Prova: MPE-MG - 2010 - MPE-MG - Promotor de Justiça - 50º Concurso 
Acerca dos procedimentos administrativos para apuração de atos de improbidade administrativa, assinale a 
afirmativa CORRETA. 
 a) Havendo fundados indícios de responsabilidade, a comissão investigante representará à Procuradoria ou 
Advocacia-Geral do ente lesado para que requeira ao juízo competente a decretação do sequestro dos bens 
do agente ou terceiro que tenha enriquecido ilicitamente ou causado dano ao patrimônio público. 
 b) A autoridade administrativa rejeitará, independentemente de fundamentação, a representação escrita 
que não contenha a qualificação do representante, informações sobre o fato e sua autoria, e indicação das 
provas de que tenha conhecimento. 
 c) Uma vez decretada a rejeição administrativa da representação por atos de improbidade administrativa, 
ficará o representante impedido de representar, com base nos mesmos fatos, perante o Ministério Público. 
 d) Somente o Ministério Público, por meio de inquérito civil público, poderá proceder à apuração de atos de 
improbidade administrativa no âmbito de quaisquer dos Poderes da União, Estado, Distrito Federal e 
Municípios. 
Resposta: (D) 
\u2022 Prova: MPE-MG - 2010 - MPE-MG - Promotor de Justiça - 50º Concurso 
São consideradas sanções pela prática de atos de improbidade administrativa, EXCETO, 
http://www.pconcursos.com 
 a) perda dos direitos políticos. 
 b) ressarcimento integral dos danos causados ao erário. 
 c) pagamento de multa civil até 3 (três) vezes o valor do acréscimo patrimonial indevidamente auferido pelo 
agente. 
 d) proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, 
ainda que indiretamente, inclusive por intermédio de pessoa jurídica da qual seja o agente sócio majoritário, 
pelo prazo de 10 (dez) anos. Questão 
Resposta: (A) 
\u2022 Prova: MPE-MG - 2010 - MPE-MG - Promotor de Justiça - 50º Concurso 
Sobre a moderna teoria da imputação objetiva, elaborada sob a ótica do funcionalismo penal, assinale a 
afirmativa INCORRETA. 
 a) Denomina-se objetiva por resolver a questão da imputação livre de fundamentos normativos ou 
subjetivos, a partir de uma base ontofenomenológica para o conceito de ação e para as demais categorias do 
crime. 
 b) A tipicidade é analisada em três níveis de imputação, cujos requisitos podem ser reunidos na criação de 
um risco juridicamente desaprovado, na realização do risco no resultado e no alcance do tipo. 
 c) A tipicidade e as demais categorias jurídicas do crime são analisadas de acordo com as tarefas político-
criminais do sistema. 
 d) A tipicidade é reformulada, com forte carga axiológica, a partir da ideia central de risco. 
Resposta: (A) 
\u2022 Prova: MPE-MG - 2010 - MPE-MG - Promotor de Justiça - 50º Concurso 
Sobre a diferenciação entre dolo eventual e culpa consciente, é INCORRETO afirmar que, 
 a) de acordo com a teoria intelectiva da representação, não existe culpa consciente, pois a diferença entre 
dolo e culpa reside no conhecimento do agente quanto aos elementos do tipo objetivo. 
 b) de acordo com a teoria intelectiva do perigo a descoberto, existe dolo eventual quando a sorte ou o 
acaso decidem a ocorrência do resultado. 
 c) de acordo com a teoria volitiva da indiferença, o dolo eventual pode ser visto como expressão de dolo de 
perigo resultante de infração a medidas regulamentares de segurança. 
 d) de acordo com a teoria volitiva da assunção, para a configuração do dolo eventual, basta a previsão ou o 
conhecimento do resultado. 
Resposta: (D) 
\u2022 Prova: MPE-MG - 2010 - MPE-MG - Promotor de Justiça - 50º Concurso 
Acerca da natureza das circunstâncias jurídico-penais, de acordo com o nosso direito positivo, assinale a 
alternativa INCORRETA. 
http://www.pconcursos.com 
 a) No roubo, o concurso de pessoas será circunstância majorante, incidente na terceira fase de aplicação da 
pena. 
 b) No furto, o concurso de pessoas sempre será circunstância qualificadora, com reflexo na primeira fase de 
aplicação da pena. 
 c) A instigação de pessoa não-punível ao cometimento de crime agrava a pena, incidindo na terceira fase de 
sua fixação. 
 d) A reparação do dano faz nascer direito público subjetivo de redução da pena, incidindo na segunda ou na 
terceira fase de sua fixação, conforme o caso. 
Resposta: (C) 
\u2022 Prova: MPE-MG - 2010 - MPE-MG - Promotor de Justiça - 50º Concurso 
Considerando as funções que o consentimento do ofendido desempenha na área penal, assinale a 
alternativa INCORRETA. 
 a) Elemento essencial do tipo 
 b) Causa de exclusão da tipicidade 
 c) Causa de exclusão da ilicitude 
 d) Causa de extinção da punibilidade 
Resposta: (D) 
\u2022 Prova: MPE-MG - 2010 - MPE-MG - Promotor de Justiça - 50º Concurso 
Sobre o tratamento jurídico-penal do erro, analise as seguintes afirmativas e assinale com V as verdadeiras e 
com F as falsas. 
( ) O erro de fato e o erro de direito, próprios do paradigma causalista, correspondem, no finalismo, ao erro 
de tipo e ao erro de proibição, respectivamente, sem alteração de significado. 
( ) A teoria limitada diverge da teoria extremada da culpabilidade, porém ambas adotam, no tocante ao 
tratamento do erro nas descriminantes putativas, a mesma solução. 
( ) No erro que recai sobre o curso causal e no erro sucessivo não há exclusão do dolo. 
( ) O erro sobre o alcance da insignificância como conceito jurídico-penal é um erro de proibição sui generis, 
que exclui o dolo e prejudica a valoração da culpabilidade, sendo desnecessária a análise da evitabilidade. 
Assinale a alternativa que apresenta a sequência de letras CORRETA. 
 a) (V) (V) (F) (V) 
 b) (F) (V) (F) (F) 
 c) (V) (F) (V) (V) 
 d) (F) (F) (V) (F) 
 e) 
http://www.pconcursos.com 
Resposta: (D) 
\u2022 Prova: MPE-MG - 2010 - MPE-MG - Promotor de Justiça - 50º Concurso 
Analise as seguintes afirmativas sobre as normas penais previstas no Código Brasileiro de Trânsito (Lei n. 
9.503/97) e assinale com V as verdadeiras e com F as falsas. 
( ) Em qualquer fase da persecução penal, a pedido do Ministério Público ou da polícia, poderá o juiz 
decretar a suspensão da habilitação para dirigir veículo automotor, vedada a concessão