A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
AV2  FUNDAMENTOS DAS CIÊNCIAS SOCIAIS 2015.2

Pré-visualização | Página 1 de 2

Professor:
	JANDIRA INACIA DA ROCHA
	Turma: 9007/BJ
	Nota da Prova: 5,0 de 8,0         Nota do Trab.: 0        Nota de Partic.: 2        Data: 10/06/2015 14:59:24
	
	 1a Questão (Ref.: 201202723970)
	Pontos: 1,5  / 1,5
	Os seres humanos, por mais que se achem auto-suficientes, necessitam de seus semelhantes para sobreviver, criar formas de expressão cultural, comunicar-se, perpetuar a espécie e obter realização plena como indivíduos. O que forma o caráter humano nos indivíduos da espécie humana é a convivência em grupo. Com base nestas informações, qual a importância da socialização no processo de formação do individuo?
		
	
Resposta: A socialização traz consigo seus hábitos, custumes, regras e valores dados pela cultura a que o indivíduo é inserido, essas influências são fundamentais para formação do caráter e personalidade do ser humano . A socialização traz a comunicação, fonte que alimenta as relaçoes entre os indivíduos, relações familiares, de amizade ou trabalhalista .
	
Gabarito: É a sociabilidade que capacita naturalmente o ser humano para a convivência em sociedade.Ela nunca termina. Estamos sempre sendo socializados. A cada vez que ingressamos em um novo grupo social, nesse momento se inicia um novo processo de socialização onde aprendemos os códigos para bem atuarmos nesse grupo social.
	
Fundamentação do(a) Professor(a): adequada ao que se pede
	
	
	 2a Questão (Ref.: 201203062383)
	Pontos: 0,0  / 0,5
	No século XIX, os antropólogos não pesquisavam as novas culturas descobertas. No lugar deles, viajantes eram enviados e lhes enviavam relatos do que tinham visto e, só então, os antropólogos desenvolviam suas teorias. Essa forma de pesquisar ficou conhecida como:
		
	 
	Antropologia de gabinete
	 
	Modelo de teleantropologia
	
	Teoria do não campo
	
	Escola da antropologia antiga
	
	Teoria pragmática
	
	
	 3a Questão (Ref.: 201202690759)
	Pontos: 0,5  / 0,5
	¿Não existe essa coisa de sociedade, o que há e sempre haverá são indivíduos.¿ (Margaret Tatcher, ex-primeira britânica). Do ponto de vista socioantropológico é correta a afirmação acima? Por quê?
		
	
	Não, porque os indivíduos possuem o livre arbítrio e, assim, podem construir suas identidades sociais sem sofrer influência do meio social.
	 
	Não, porque os indivíduos são socializados de acordo com os hábitos, costumes, regras e valores dados pela cultura em que se inserem.
	
	Sim, porque os indivíduos se diferenciam pelas suas capacidades inatas e não pelos aspectos culturais decorrentes do processo de socialização.
	
	Sim, porque os indivíduos são autônomos e, portanto, agem independentemente das regras e convenções que lhes são impostas.
	
	Sim, porque a ideia de social só está presente nos discursos políticos baseados na concepção materialista da História.
	
	
	 4a Questão (Ref.: 201203068846)
	Pontos: 0,5  / 0,5
	1. Considere as afirmativas a seguir: I - A "matéria prima" da Ciência Natural não pode ser isolada em laboratório. II - O cientista social desenvolve hipóteses e as testa em laboratório. III - Nas ciências naturais, a prova ou teste de uma dada teoria pode ser feita por dois observadores situados em locais diversos que chegarão a resultados iguais. IV - As ciências sociais lidam com realidades e "verdades" dinâmicas em diferentes contextos temporais e regionais. São corretas as seguintes afirmativas:
		
	
	I e IV
	
	I, II e IV
	
	I, III e IV
	
	I e II
	 
	III e IV
	
	
	 5a Questão (Ref.: 201202493701)
	Pontos: 0,5  / 0,5
	"A história de todas as sociedades existentes até hoje tem sido a história das lutas de classes. Homem livre e escravo, patrício e plebeu, barão e servo, (...) numa palavra, opressores e oprimidos têm permanecido em constante oposição uns aos outros, envolvidos numa guerra ininterrupta, ora disfarçada, ora aberta, que terminou sempre, ou por uma transformação revolucionária de toda a sociedade, ou pela destruição das duas classes em luta." Karl Marx Segundo Marx, a atual luta de classes, típica da sociedade capitalista se configura entre:
		
	
	Nobreza e Clero
	
	Burguesia e Nobreza
	
	Nobreza e Plebe
	 
	Burguesia e Proletariado
	
	Proletariado e Nobreza
	
	
	 6a Questão (Ref.: 201203152142)
	Pontos: 0,0  / 0,5
	Assinale a opção que NÂO corresponde ao darwinismo social:
		
	
	Ele considera o homem branco europeu o ápice da evolução.
	 
	Ele faz uma análise das diferenças culturais de acordo com as singularidades de cada sociedade.
	
	Ele justificou ideologicamente o neocolonialismo.
	 
	Ele justificou a pobreza na Europa através ideia da sobrevivência dos mais aptos e evoluídos.
	
	Ele significa a aplicação das ideias evolucionistas de Darwin às Sociedades.
	
	
	 7a Questão (Ref.: 201203056968)
	Pontos: 0,0  / 0,5
	Durkheim entendia que a sociedade predominava sobre o indivíduo, impondo-lhe um conjunto de normas e regras de conduta social; Qual característica do fato social podemos observar nesta afirmação de Emile Durkheim?
		
	
	Exterioridade social.
	
	Anomia social.
	
	Punição social.
	 
	Coerção social.
	 
	Segregação social.
	
	
	 8a Questão (Ref.: 201203088719)
	Pontos: 1,0  / 1,5
	O ponto de partida da sociologia de Max Weber não estava nas entidades coletivas, grupos ou instituições. Seu objeto de pesquisa eram as ações sociais e seus significados. Neste sentido, identifique e explique os tipos de ação social verificados nos casos a seguir: (I) As cerca de 300 participantes do seminário A Mulher e a Mídia decidiram divulgar, moção de repúdio à Uniban pela expulsão da estudante Geisy Arruda, que foi hostilizada no dia 22 do mês passado por cerca de 700 colegas, por usar um vestido curto durante as aulas. Aluna do primeiro ano do curso de Turismo, Geisy foi expulsa da instituição. A socióloga e diretora do Instituto Patrícia Galvão, Fátima Pacheco, discordou da decisão e questionou o argumento da universidade de que a aluna "teria tido uma postura incompatível com o ambiente acadêmico", conforme diz a nota da Uniban¿. II) Em meio a plumas e paetês, silêncio e preconceito. O prefeito de Duque de Caxias, José Camilo Zito, não autorizou a realização da 4ª edição da Parada da Diversidade LGBT ( Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros) do município. Ele alegou ter ¿queixas do governo passado e cartas assinadas por pastores e pela Igreja Católica que condenam o evento e que há uma insatisfação da sociedade pela vinda de gente de fora¿ (O Dia, 12/10/09).
		
	
Resposta: I- Neste item temos o caso muito famoso da estudante Geisy Arruda, a ação social que vemos é de uma instituição que julga os alunos pelo modo de se vestir, em minha grade curricular estou cursando também a matéria planejamento de carreira, onde ela fala dos modos de se vestir e se comportar em entrevistas e ambientes de trabalho, estudamos que formas vulgares ou indecentes de se vestir, são deselegantes e demonstram o descuido com a aparência . Em um ambiente acadêmico ou de trabalho, se faz jus se vestir adequadamente, mas particulamente discordo da atitude radical da universidade, pois a aluna sofreu humilhação em publico e acredito que uma notificação ou uma advertência seria o suficiente para a aluna não desrespeitar as regras éticas da universidade . A Ação social da universidade, foi de punição, de afastamento ou expulsão da aluna por desrespeitar as regras da instituição, e ação social dos alunos foi a humilhação feita na estudante . II- A prefeitura de Duque de Caxias teve uma atitude bem preconceituosa com relação a Parada da Diversidade LGBT,pois ele se baseou em opiniões alheias de outros prefeitos, além de ter levado a opinião da igreja católica em consideração, isso é inadimissível, vivemos