Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
EXERCÍCIO 2 ENF INT PARA NOTA

Pré-visualização | Página 1 de 2

Instituto de Ciências da Saúde
Campus ALPHAVILLE
	Curso: ENFERMAGEM
Disciplina: ENFERMAGEM INTEGRADA
Prof(a): HELGA ROSA
EXERCÍCIOS 2
	Data 
	Nome do aluno:
	RA:
	Turma:
QUESTÕES SOBRE VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER E HIPERDIA
QUESTÃO 1. De acordo com a Lei nº 11.340/2006, que trata da violência contra a mulher, a violência psicológica é considerada uma forma de agressão. Considerando o exposto, qual alternativa apresenta uma das formas de violência psicológica descritas nessa Lei?
Abuso de álcool;
Controle de crenças;
Episódios de raiva;
Falta de controle de impulsos;
Agressões físicas.
QUESTÃO 2. De acordo com a Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006 – Lei Maria da Penha –, a conduta que configure calúnia, difamação ou injúria praticada contra a mulher é classificada como violência.
Emocional;
Relacional;
Psicológica;
Moral;
Controladora
QUESTÃO 3. As doenças do aparelho circulatório representam um importante problema de saúde pública no nosso país. Com o propósito de reduzir a morbimortalidade associada a essas doenças, o MS instituiu por meio da Política Nacional de Medicamentos as diretrizes da Assistência Farmacêutica, preconizando que alguns medicamentos essenciais sejam disponibilizados no sistema de saúde, como Hidroclorotiazida, Propranolol, Glibenclamida, Metformina. Considerando especificamente as ações e indicações farmacológicas, esses medicamentos podem ser utilizados por pacientes inscritos no programa de saúde denominado.
PASC;
PACS;
PAISM;
HIPERDIA;
PNSI.
QUESTÃO 4. Leia as afirmativas abaixo sobre o programa HIPERDIA e identifique (V) para verdadeira ou (F) para falsa.
( ) Destina-se ao cadastramento e acompanhamento de portadores de hipertensão arterial e/ou diabetes
mellitus atendidos na rede ambulatorial do Sistema Único de Saúde – SUS.
( ) Permite gerar informação, porém não disponibiliza a aquisição, a dispensação e a distribuição de
medicamentos de forma regular e sistemática a todos os pacientes cadastrados. O sistema envia dados
para o Cartão Nacional de Saúde, e determina quem terá direito a receber a medicação gratuitamente pelo
sistema Único de Saúde – SUS.
( ) Orienta os gestores públicos na adoção de estratégias de intervenção; permite conhecer o perfil
epidemiológico da hipertensão arterial e do diabetes mellitus na população.
( ) Cadastra e acompanha a situação dos portadores de hipertensão arterial e/ou diabetes mellitus em todo o país.
Marque a opção que contém a sequência CORRETA.
F-V-F-V;
V-V-V-F;
V-F-V-V;
V-V-V-V;
F-F-V-V.
QUESTÃO 5. Paciente masculino, 22 anos, foi diagnosticado com Diabetes tipo I, que é considerada uma doença metabólica caracterizada, principalmente, por:
 a) hipercalemia.
 b) hiperglicemia.
 c) hipocalcemia.
 d) hipernatremia.
 e) anemia.
QUESTÃO 6. Paciente do sexo masculino, 67 anos, portador de Diabetes Mellitus tipo 2, recentemente diagnosticado com Pneumonia, compareceu ao serviço, acompanhado da filha, com os seguintes sintomas: hiperglicemia grave (superior a 600 mg/dl) acompanhada de desidratação e alteração do estado mental. Qual é o quadro apresentado pelo paciente?
 a) Acidente vascular cerebral.
 b) Cetoacidose.
 c) Síndrome hiperosmolar não cetótica.
 d) Infarto agudo do miocárdio.
 e) Coma glicêmico.
QUESTÃO 7. Para algumas mulheres que vivem situação de violência doméstica, a atividade profissional pode ser percebida como um momento de “escape”. No entanto, seu contexto de vida pode influenciar em sua produtividade e condições de manutenção do seu emprego. A Lei Maria da Penha, conforme o parágrafo 2° do artigo 9, garante a essa mulher.
a manutenção do vínculo trabalhista, quando necessário o afastamento do local de trabalho, por até seis meses;
assessoria e, quando necessário, o afastamento do local de trabalho, por até nove meses;
apoio psicológico para preservar sua integridade física e psicológica no local de trabalho;
mediação de conflitos para preservar sua integridade física e psicológica e da sua família;
o afastamento do local de trabalho, quando necessário, por até um ano.
QUESTÃO 8. Nível Superior - Cargo: Enfermeiro - Órgão: Comissão Nacional de Energia Nuclear – CNEN - Banca: IDECAN - Ano: 2014
A pressão arterial é consequência da força que o sangue faz contra as paredes das artérias para conseguir circular pelo sistema circulatório. A hipertensão arterial sistêmica (HAS) é uma condição clínica multifatorial caracterizada por níveis elevados e sustentados de pressão arterial (PA). Nos adultos maiores de 18 anos, a pressão arterial pode ser classificada da seguinte forma: 
 a) Estágio 1 (leve), sistólica: 140 a 159 mmHg e diastólica de 90 a 99 mmHg. / Estágio 2 (moderada), sistólica: 160 a 179 mmHg e diastólica de 100 a 109 mmHg. /Estágio 3 (grave), sistólica: 180 mmHg ou mais e diastólica de 110 mmHg ou mais.
 b) Estágio 1 (leve), sistólica: 140 a 149 mmHg e diastólica de 80 a 89 mmHg. / Estágio 2 (moderada), sistólica: 150 a 169 mmHg e diastólica de 100 a 109 mmHg. / Estágio 3 (grave), sistólica: 180 mmHg ou mais e diastólica de 110 mmHg ou mais.
 c) Estágio 1 (leve), sistólica: 140 a 159 mmHg e diastólica de 90 a 99 mmHg. / Estágio 2 (moderada), sistólica: 160 a 179 mmHg e diastólica de 100 a 109 mmHg. / Estágio 3 (grave), sistólica: 170 ou mais e diastólica de 110 ou mais.
 d) Estágio 1 (leve), sistólica: 140 a 159 mmHg e diastólica de 90 a 99 mmHg. / Estágio 2 (moderada), sistólica: 160 a 179 mmHg e diastólica de 100 a 119 mmHg. / Estágio 3 (grave), sistólica: 180 mmHg ou mais e diastólica de 120 mmHg ou mais.
 e) Estágio 1 (leve), sistólica: 139 a 149 mmHg e diastólica de 89 a 99mmHg. / Estágio 2 (moderada), sistólica: 160 a 179 mmHg e diastólica de 110 a 119mmHg. / Estágio 3 (grave), sistólica: 190 mmHg ou mais e diastólica de 120 mmHg ou mais.
QUESTÃO 9. Desde que foi criada, em 2006, a Lei Maria da Penha tem sido reconhecida pela maioria dos brasileiros como importante instrumento de punição aos homens que agem com violência contra as companheiras.
A lei também prevê programas que visam à reabilitação e reeducação do agressor, tendo como objetivos, EXCETO:
estimular o rompimento do ciclo de violência;
prevenir a violência doméstica e familiar contra a mulher;
fomentar a responsabilização da mulher pela violência;
contribuir para a equidade de gênero;
refletir sobre a ideologia patriarcal e as relações de poder.
QUESTÃO 10. A dieta desempenha um papel importante no controle da hipertensão arterial. São linhas gerais de recomendação dietética para pacientes hipertensos, EXCETO:
Reduzir a quantidade de sal no preparo dos alimentos e retirar o saleiro da mesa;
Optar por alimentos com alto teor de gordura;
Limitar ou abolir o uso de bebidas alcoólicas;
Manter o peso corporal adequado;
Limitar ou abolir o tabagismo.
QUESTÃO 11. A violência contra a pessoa idosa ocorre, na sua grande maioria, no contexto familiar, praticada por um membro de sua família. Sobre os fatores de risco que favorecem a ocorrência de violência contra pessoas idosas, avalie as situações listadas a seguir, e assinale (V) para a verdadeira e (F) para a falsa.
( ) A autonomia do idoso para as atividades da vida diária.
( ) A deterioração das capacidades cognitivas do idoso.
( ) O estresse do cuidador do idoso.
( ) A participação do idoso em atividades comunitárias.
( ) A dependência financeira do idoso.
Assinale a opção que apresenta a sequência correta, segundo a ordem apresentada.
F - V - V - F – V;
F - V - F - V – F;
V - F - V - F – F;
V - V - F - F – V;
F - F - V - V - V.
QUESTÃO 12. Em relação aos fundamentos teóricos e empíricos que subsidiam a compreensão das condições de assistência à mulher vítima de violência, assinale a alternativa INCORRETA.
Quando a violência contra a mulher é cometida pelo parceiro, no contexto de uma relação afetivo-sexual, independentemente de ser uma relação estável legalizada, temos a violência conjugal;
Distorções cognitivas, como a minimização
Página12