Av_Educação e Economia Politica
3 pág.

Av_Educação e Economia Politica


DisciplinaEducação e Economia Política753 materiais4.928 seguidores
Pré-visualização2 páginas
Avaliação: CEL0362_AV_201301015644 » EDUCAÇÃO E ECONOMIA POLÍTICA Tipo de Avaliação: AV 
Aluno: 201301015644 - JESSICA DA SILVA GOMES 
Professor: BEATRIZ MARIA ARRUDA DE A PINHEIRO Turma: 9004/AB 
Nota da Prova: 6,0 Nota de Partic.: 1 Data: 23/06/2015 15:10:39 (F) 
 
 1a Questão (Ref.: 660395) Pontos: 0,5 / 0,5 
A análise de Marx sobre as formações sociais e econômicas pré-capitalistas traz uma importante compreensão 
sobre as sociedades humanas. De acordo com o autor: elas são sociedades que têm como principal 
característica a: 
 
 
consciência 
 
essência 
 
imobilsmo 
 historicidade 
 
manutenção 
 
 2a Questão (Ref.: 629863) Pontos: 0,5 / 0,5 
De acordo com as teorias de Adam Smith: são funções básicas do estado na sociedade capitalista: é correto 
afirmar que: I ¿ proteger os trabalhadores dos patrões. II ¿ proteger todo indivíduo, na medida do possível, da 
injustiça. III - proteger a sociedade da violência e invasão de outras cidades. 
 
 
todas as afirmativas são falsas. 
 
a afirmativa I e a afirmativa III são verdadeiras; 
 somente a afirmativa I é falsa; 
 
todas as afirmativas são verdadeiras. 
 
somente a afirmativa I e a II são verdadeiras; 
 
 3a Questão (Ref.: 629864) Pontos: 0,5 / 0,5 
De acordo com o pensamento político e econômico sob a ótica do capital das teorias de J. M. Keynes: a principal 
crise vivida no capitalismo no século XX e que colocou em dúvida as determinações do liberalismo clássico, foi a 
crise de: 
 
 
Crise de 1945 
 Crise de 1929 
 
Crise de 1979 
 
Crise de 1950 
 
Crise de 1939 
 
 4a Questão (Ref.: 245747) Pontos: 0,0 / 0,5 
O Neoliberalismo pode ser apontado como a estratégia de gestão do capital a partir de uma nova divisão 
internacional do trabalho, baseado no processo de fragmentação e de insegurança do trabalho (trabalho 
temporário, terceirizado e em tempo parcial), bem como de aprofundamento da desigualdade e da exclusão 
social. Ao mesmo tempo, a circulação de mercadorias e a mundialização da produção se ampliam 
progressivamente, a partir do acirramento do processo de internacionalização do capital. O neoliberalismo é 
marcado por um processo que se caracteriza pela supremacia: 
 
 do capital humano sobre os outros setores da economia, exigindo o uso fontes renováveis de energia. 
 
do capital agrícola sobre os outros setores da economia, exigindo a adoção de estruturas mais 
competitivas. 
 
do capital industrial sobre os outros setores da economia, exigindo reformas nas empresas para a 
geração de diferenciais competitivos. 
 
do capital comercial sobre os outros setores da economia, exigindo reformas estruturais na forma das 
empresas agirem. 
 do capital financeiro sobre os outros setores da economia, exigindo reformas estruturais no Estado. 
 5a Questão (Ref.: 575219) Pontos: 0,5 / 0,5 
O capitalismo tem como especificidade a mercantilização da força de trabalho, ou seja, a força de trabalho se 
torna uma mercadoria. Contudo, para Marx, para que um objeto possa ser considerado uma mercadoria, é 
necessário que tenha um valor de troca ou um valor social e não apenas um valor de uso. Esse processo que 
retirou do trabalhador o fruto e o reconhecimento do seu trabalho, Marx chama de que? 
 
 
trabalho compartilhado 
 
trabalho intelectual 
 trabalho alienado 
 
trabalho explorado 
 
trabalho produtivo 
 
 6a Questão (Ref.: 245754) Pontos: 0,0 / 0,5 
O período que a teoria do capital humano encontra embasamento e é difundida tem como característica a forte 
intervenção estatal, é o momento estudado do Estado do Bem-Estar Social. Sabe-se que o capitalismo está 
sempre se modificando para se manter e, como consequência de toda essa mudança, a estrutura montada para 
dar suporte ao desenvolvimento do capital também se transforma, com isso as ideias e as teorias também 
sofrem mutações. Ao ser elaborada, a teoria do Capital Humano fazia a defesa da seguinte noção: 
 
 
O incremento da escolarização dos trabalhadores, tornaria os trabalhadores mais valorizados, levando os 
sindicatos patronais a pressionarem o governo para reduzir benefícios sociais. 
 O incremento da produtividade decorrente da maior capacitação levaria a que o trabalhador aumentasse 
sua participação nos lucros da empresa. 
 
O aumento da escolarização dos trabalhadores aprofundaria a sua especialização, aprofundando a divisão 
internacional do trabalho. 
 O incremento da produtividade no trabalho decorrente do aumento da capacitação do trabalhador levaria 
a que o indivíduo tivesse um aumento de renda. 
 
A ampliação dos processos educativos tornaria os interesses dos trabalhadores mais afinados com as 
demandas do grande capital financeiro. 
 
 7a Questão (Ref.: 156922) Pontos: 1,5 / 1,5 
Explique a afirmação: ¿Os trabalhadores, no capitalismo, vendem sua força de trabalho pelo seu valor, mas o 
valor que essa força de trabalho produz é maior do que o valor que ela contém. Ela produz um valor a mais que 
é apropriado pelos capitalistas¿. 
 
 
Resposta: Os trabalhadores no capitalismo não tinham conhecimento do produto final do seu trabalho, o 
trabalho deles eram alienados. Sendo assim os produtos feito por eles, no final do processo, tinham mais valor 
do que o que eles recebiam para produzí-los, gerando mais lucro para a empresa. Chamamos isso de mais valia. 
 
 
Gabarito: Para Marx, o valor de uma mercadoria é determinado pelo tempo de trabalho socialmente gasto para 
produzi-la. Assim, o valor da mercadoria força de trabalho é o valor necessário para que o trabalhador viva: o 
seu salário. Mas como o capitalista adquire a força de trabalho, têm o direito de usá-la mesmo após o tempo em 
que o trabalhador criou um valor igual ao valor de sua força de trabalho. Durante as horas não pagas, o 
trabalhador cria um valor superior ao valor da sua força de trabalho, um valor a mais, a mais-valia, que 
corresponderá aos lucros dos capitalistas. O trabalhador vende sua força de trabalho pelo seu valor (salário), 
mas o valor que a força de trabalho cria é maior do que esse valor. Essa diferença, esse valor a mais, é 
apropriado pelo capitalista e constitui a mais valia. 
 
 8a Questão (Ref.: 264207) Pontos: 0,5 / 1,5 
Para Marx: a educação politécnica combina trabalho produtivo pago, com educação intelectual e exercícios 
corporais. Para o autor, "[...] a formação politécnica elevará a classe operária acima dos níveis das classes 
burguesa e aristocrática" (Marx, 1983, p.60). A formação politécnica é vista como uma formação capaz de 
elevar as classes trabalhadoras a um patamar superior de compreensão de sua própria condição social e 
histórica. Com base neste trecho de Marx, conceitue politecnia e apresente o objetivo político desta proposta. 
 
 
Resposta: A formação politécnica é uma formação polivalente, onde o trabalhador tem uma visão plena do seu 
trabalho e não fragmentada. Seu objetivo é que o trabalhador conheça o fruto do seu trabalho na sua 
totalidade. 
 
 
Gabarito: Para Marx, a politecnia era uma forma de confrontar a formação unilateral e os malefícios da divisão 
do trabalho capitalista. Ela representava a reunião de diversos aspectos que, uma vez associados, significariam 
uma formação mais elevada dos filhos dos trabalhadores em relação às demais classes sociais. Assim, a 
experiência do trabalho (em atividades diversas), associada aos estudos dos fundamentos teóricos do trabalho e 
à formação escolar, e ainda aos exercícios físicos e militares, representariam um salto na formação dos 
trabalhadores, pois iriam trazer fortes elementos contrários à empobrecedora formação decorrente das 
condições de trabalho capitalistas.