Modolo 1 - Poder constituinte e mudança constitucional
2 pág.

Modolo 1 - Poder constituinte e mudança constitucional


DisciplinaConstitucional4.631 materiais5.657 seguidores
Pré-visualização1 página
CO
SA
RA
IV
A 
AP
RO
VA
 É 
UM
 P
RO
DU
TO
 ED
ITO
RA
 S
AR
AI
VA
. T
OD
OS
 O
S 
DI
RE
ITO
S 
RE
SE
RV
AD
OS
.
1
00
4-
V1
 
DI
RE
ITO
 CO
NS
TI
TU
CI
ON
AL
DIREITO CONSTITUCIONAL
* De OLHO 
na PROVA
Poder Constituinte se refere ao 
poder de criar, modificar ou revogar 
alguma norma constitucional. 
Vejamos como o Exame de Ordem 
aborda este tema.
§ REVISA
PODER CONSTITUINTE ORIGINÁRIO E DERIVADO
O poder constituinte classifica-se em originário ou derivado. Enquanto o poder constituinte 
originário é aquele responsável pelos primeiros atos da Constituição, podendo ser exercido sem 
limitações, o poder constituinte derivado decorre do poder constituinte originário e por ele está 
limitado: as normas constitucionais já estabelecidas devem ser respeitadas. 
O poder constituinte derivado pode ser desmembrado em poder constituinte derivado fede-
ral e poder constituinte derivado estadual. No primeiro caso, a referência é feita à competência 
reformadora da Constituição, uma vez que algumas de suas disposições podem ser alteradas por 
meio de emendas. No segundo caso, a referência é feita à competência de Estados para editarem 
suas Constituições Estaduais. Esse poder constituinte também é denominado poder constituin-
te decorrente.
Poder constituinte e 
mudança constitucional
\u2022 Poder constituinte originário: fundador de uma nova ordem jurídica, rompe com o orde-
namento jurídico existente. 
\u2022 Poder constituinte derivado: poder derivado do Poder Constituinte Originário e limitado 
por este. Poder de modificar a Constituição sem romper com o ordenamento jurídico vi-
gente. Na CF/88, tais limites estão no Art. 60:
Art. 60. A Constituição poderá ser emendada mediante proposta: (...)
§ 1o A Constituição não poderá ser emendada na vigência de intervenção federal, 
de estado de defesa ou de estado de sítio.
§ 2o A proposta será discutida e votada em cada Casa do Congresso Nacional, em 
dois turnos, considerando-se aprovada se obtiver, em ambos, três quintos dos votos 
dos respectivos membros.
§ 3o A emenda à Constituição será promulgada pelas Mesas da Câmara dos De-
putados e do Senado Federal, com o respectivo número de ordem. 
CO
SA
RA
IV
A 
AP
RO
VA
 É 
UM
 P
RO
DU
TO
 ED
ITO
RA
 S
AR
AI
VA
. T
OD
OS
 O
S 
DI
RE
ITO
S 
RE
SE
RV
AD
OS
.
2
00
4-
V1
§ 4o Não será objeto de deliberação a proposta de emenda tendente a abolir (cláu-
sulas pétreas):
I - a forma federativa de Estado;
II - o voto direto, secreto, universal e periódico;
III - a separação dos Poderes;
IV - os direitos e garantias individuais.
§ 5o A matéria constante de proposta de emenda rejeitada ou havida por prejudi-
cada não pode ser objeto de nova proposta na mesma sessão legislativa.
(OAB\u2013FGV \u2013 2015 \u2013 Exame de Ordem Unificado XVII \u2013 Primeira Fase) Pedro, reco-
nhecido advogado na área do direito público, é contratado para produzir um parecer 
sobre situação que envolve o pacto federativo entre Estados brasileiros. 
Ao estudar mais detidamente a questão, conclui que, para atingir seu objetivo, é ne-
cessário analisar o alcance das chamadas cláusulas pétreas. Com base na ordem cons-
titucional brasileira vigente, assinale, dentre as opções abaixo, a única que expressa 
uma premissa correta sobre o tema e que pode ser usada pelo referido advogado no 
desenvolvimento de seu parecer.  
A) As cláusulas pétreas podem ser invocadas para sustentar a existência de normas 
constitucionais superiores em face de normas constitucionais inferiores, o que 
possibilita a existência de normas constitucionais inconstitucionais. 
B) Norma introduzida por emenda à constituição se integra plenamente ao texto 
constitucional, não podendo, portanto, ser submetida a controle de constitu-
cionalidade, ainda que sob alegação de violação à cláusula pétrea. 
C) Mudanças propostas por constituinte derivado reformador estão sujeitas ao contro-
le de constitucionalidade, sendo que as normas ali propostas não podem afrontar 
cláusulas pétreas estabelecidas na Constituição da República. 
D) Os direitos e as garantias individuais considerados como cláusulas pétreas estão 
localizados exclusivamente nos dispositivos do Art. 5o, de modo que é inconsti-
tucional atribuir essa qualidade (cláusula pétrea) a normas fundadas em outros 
dispositivos constitucionais. Parte inferior do formulário
Gabarito: C Poder Constituinte Originário limita matérias passíveis de alteração pelo 
Derivado. A) incorreta porque ou a norma é constitucional ou não é. B) 
incorreta porque norma introduzida por emenda é passível de controle 
de constitucionalidade. D) está incorreta porque o Art. 60, § 4o, IV protege 
quaisquer direitos e garantias individuais, previstos ou não no art. 5o.
Questão comentada
/Referências BIBLIOGRÁFICAS
LENZA, Pedro. Direito Constitucional esquematizado. 21. ed. São Paulo: Saraiva, 2017
LENZA, Pedro [et al.]. OAB Esquematizado: primeira fase. 3.ed. São Paulo: Saraiva Educação, 2018. (coleção 
Esquematizado ®). Vol. único.
TAVARES, André Ramos. Curso de Direito Constitucional. 15 ed. São Paulo: Saraiva, 2017