gestao de estoque- contabilidade de custos
32 pág.

gestao de estoque- contabilidade de custos


DisciplinaContabilidade de Custos12.984 materiais424.059 seguidores
Pré-visualização8 páginas
Escola Superior de Hotelaria e Turismo de 
Inhambane 
 
 
Tema de pesquisa: Gestão de estoque 
Cadeira de: Contabilidade de custos 
 
 
Discentes: 
Edson Matsimbe; 
Julia Musseia ; 
Maida Arone; 
Zuneid Ustá. 
Docente: 
dr. Leide 
 
 
 
 
 
 
Inhambane, Maio 2019 
Índice 
1.Introdução .............................................................................................................................. 1 
2.Objectivos .............................................................................................................................. 2 
2.1 Objectivos geral .............................................................................................................. 2 
2.2 Objectivos específico....................................................................................................... 2 
3. Metodologia de pesquisa ....................................................................................................... 2 
4. Gestão de Estoque ................................................................................................................. 3 
4.1 Objectivo da gestão de estoque ........................................................................................ 4 
4.2 Tarefas basicas de gestao de estoque. ............................................................................... 5 
5. Tipos de Estoque ................................................................................................................... 6 
Gestão administrativa de estoque .............................................................................................. 8 
6. Gestão económica do estoque .............................................................................................. 10 
7. Controle de estoque. ............................................................................................................ 11 
8. A analise e classificação ABC ............................................................................................. 12 
8.1 Classificação ABC ........................................................................................................ 13 
9. Contabilidade de materiais .................................................................................................. 18 
10. Métodos de Custeio ........................................................................................................... 19 
11. Conclusão ......................................................................................................................... 27 
12. Referencias bibliografia..................................................................................................... 29 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
1 
 
1.Introdução 
Neste artigo apresentaremos o fato da importância da gestão de estoque no processo de 
planejamento do controle do estoque. Para bem mostrarmos a importância do mesmo, 
começamos definindo o estoque, que apesar de ser uma definição bem ampla, 
simplificamos trazendo o pensamento e definição de autores para o seu esclarecimento. 
Os resultados positivos de uma empresa estão relacionados à gestão de estoque eficiente. 
Por isso os estoques sempre foram alvos da atenção dos grandes gerentes. 
Segundo Petrônio Garcia Marttins e Paulo Renato Campos Alt. 2003, um item em estoque 
é definido como qualquer tipo de produto acabado, de parte fabricada ou comprada, ou 
de matéria prima que: integram o fluxo de materiais da empresa e devem ser identificados 
para fins de controle. As organizações necessitam de um considerável esforço de controle 
em suas várias operações e atividades. O controle constitui a última das funções 
administrativas, vindo depois do planejamento, da organização e da direção. Controlar 
significa garantir que o planejamento seja bem executado e que os objetivos estabelecidos 
sejam alcançados adequadamente. 
No trabalho iremos apresentar várias definições de estoque para que a compreensão seja 
boa e falaremos também dos tipos de estoque proposto por Ballou (2006). Abordaremos 
também sobre os custeios de estoque e os sistemas ABC que classifica os produtos de 
acordo com a sua importância. 
Hoje as empresas procuram a obtenção de uma vantagem competitiva em relação a seus 
concorrentes, e a oportunidade de atendê-los prontamente, no momento e na quantidade 
desejada, é grandemente facilitada com a administração eficaz dos estoques. 
 
 
 
 
 
 
 
2 
 
2.Objectivos 
2.1 Objectivos geral 
\u2022 Compreender como como funciona a gestão de estoque. 
2.2 Objectivos específico 
\u2022 Estabelecer os conceitos básicos e fundamentos da gestão de estoque; 
\u2022 Compreender a distinção dos tipos de estoque; 
\u2022 Compreender como funciona o sistema ABC na gestão de estoque; 
\u2022 Distinguir os tipos de custeio; 
\u2022 Compreender como a administração deve le dar com a gestão de estoque. 
3. Metodologia de pesquisa 
Para elaborar este trabalho examinou-se textos e obras e compilou-se através da 
associação de palavras, ou seja, fez se um levantamento bibliográfico e compilou-se. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
3 
 
4. Gestão de Estoque 
Segundo Dias (2012), um a empresa bem estruturada precisa ter uma gestão de estoques 
clara e bem definida, uma das funções dos administradores de armazéns e/ou 
almoxarifados é manter todas as movimentações registradas em suas tecnologias de 
controle. 
De acordo com Chiavenato (2005), estoque é a composição de materiais (matérias-
primas, materiais em processamento, materiais semiacabados, materiais acabados, 
produtos acabados), que em determinado momento não é utilizado na empresa, mas que 
será utilizado futuramente. 
Slack, Chambers e Johnston (2009) definem o estoque como sendo, \u201ca acumulação 
armazenada de recursos materiais em um sistema de transformação, ou também pode ser 
usado para descrever qualquer recurso armazenado\u201d. 
Para Arnold (1999) a administração de estoques deve ser responsável pelo planejamento 
e controle do estoque, desde a matéria-prima até o produto final. Sendo o estoque 
resultante da fabricação de produtos acabados ou em processos, entendendo que os dois 
devem ser administrados de maneira conjunta. 
Desta forma pode se entender que estoque é a quantidade de um determinado item para 
atender determinado nível de demanda, inclui toda a variedade de materiais que a empresa 
possui e utiliza no processo de produção de seus produtos e/ou serviços. De forma 
generalizada, pode ser entendido como itens mantidos em disponibilidade constante e 
renovados, o que nos leva a crer que sempre haverá estoque, sendo ele grande, médio, 
como se fosse uma garantia, onde em qua lquer empresa o foco é o cliente, assim não 
deixando o produto em falta, entendendo isso podemos perceber, que o estoque tem 
várias utilidades como: melhorar o nível de serviço; incentivam economias na produção, 
sazonalidade no suprimento; neutraliza os efeitos de atrasos nos fornecimentos de 
materiais, riscos de dificuldade no fornecimento, flexibilidade do processo produtivo, 
entre outros. 
Assim sendo a gestao de estoque vai ser o ato de gerir recursos ociosos de um valor 
econômico e destinado ao suprimento das necessidades futuras de material. 
A gerência de um estoque implica lidar com dois fatores básicos, que segundo o autor 
Corrêa (1975) são: 
4 
 
a) O controle físico e contábil da movimentação das peças e artigos; 
b) O seu ressuprimento periódico, a fim de que haja, em tempo hábil, disponibilidade de 
material. 
A gestão de estoques é um conceito que está presente em praticamente todo o tipo de 
empresas, assim como