A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
avaliando

Pré-visualização | Página 1 de 1

02/05/2019 EPS: Alunos
simulado.estacio.br/alunos/ 1/2
1a Questão (Ref.:201401766316) Pontos: 0,1 / 0,1 
Idosos apresentam um alto risco de internação hospitalar em função da maior ocorrência de enfermidades com o aumento
da idade. Este grupo apresenta importantes alterações fisiológicas que devem ser consideradas no seu plano alimentar, a
fim de evitar a desnutrição hospitalar, agravo importante e comum nesta faixa etária. Algumas dessas alterações são:
Aumento do paladar e da capacidade de sentir odores.
Aumento do paladar e redução da capacidade de sentir odores.
Aumento do paladar e diminuição do tempo de esvaziamento gástrico
Redução da taxa de metabolismo basal e aumento da tolerância à glicose
 Redução do apetite, da digestão e absorção de nutrientes.
 
2a Questão (Ref.:201402261033) Pontos: 0,1 / 0,1 
Além das doenças crônicas comuns, determinadas alterações fisiológicas e anatômicas repercutem no estado nutricional
do idoso. Com relação a esse assunto, assinale a opção correta.
Em função das alterações do paladar, com piora da sensibilidade para o sal e para o açúcar, deve-se aumentar o
teor de sal da dieta e oferecer bebidas mais açucaradas para o idoso.
 Para dimensionar as consequências da diminuição do metabolismo energético do idoso, é preciso calcular o gasto
energético e o consumo dietético e o estado nutricional do paciente.
No caso de polifarmácia e possíveis interações dos medicamentos e os nutrientes, as medicações devem ser
ingeridas em jejum pelo idoso.
Se o idoso apresentar alterações da cavidade oral e dificuldade de mastigação, a dieta de consistência branda ou
pastosa deve ser precocemente substituída por dieta de consistência líquida.
Como método de avaliação do idoso, o IMC é ineficaz e pouco utilizado, pois, com o passar dos anos, ocorre
redução da estatura devido à diminuição dos discos intervertebrais ou achatamento das vértebras.
 
3a Questão (Ref.:201401832574) Pontos: 0,0 / 0,1 
7- O estatuto do idoso é um estatuto no qual são ditos os direitos dos idosos e também prevê punições a quem os
violarem, dando aos idosos uma maior qualidade de vida. No Brasil, o Estatuto do idoso, de iniciativa do Projeto de lei nº
3.561 de 1997 e de autoria do então deputado federal Paulo Paim,1 foi fruto da organização e mobilização dos
aposentados, pensionistas e idosos vinculados à Confederação Brasileira dos Aposentados e Pensionistas (COBAP),
resultado de uma grande conquista para a população idosa e para a sociedade. aprovado em setembro de 2003. Diante do
seu conhecimento sobre o estatuto do idoso, escolha a alternativa correta.
É liberada a discriminação do idoso nos planos de saúde pela cobrança de valores diferenciados em razão da
idade.
 A participação dos idosos em atividades culturais e de lazer será proporcionada mediante descontos de pelo
menos 10% (dez por cento) nos ingressos para eventos artísticos, culturais, esportivos e de lazer, bem como o
acesso preferencial aos respectivos locais.
 Se o idoso ou seus familiares não possuírem condições econômicas de prover o seu sustento, impõe-se ao Poder
Público esse provimento, no âmbito da assistência social.
É instituído o Estatuto do Idoso, destinado a regular os direitos assegurados às pessoas com idade igual ou
superior a 65 (sessenta e cinco) anos.
É obrigação do Estado, garantir à pessoa idosa a proteção à vida e à saúde, mediante suspensão de políticas
sociais públicas que permitam um envelhecimento saudável e em condições de dignidade
 
4a Questão (Ref.:201402301023) Pontos: 0,1 / 0,1 
No ciclo da vida quem podemos considerar idoso ?
Indivíduos com 65 anos
 Indivíduos com 60 anos
Indivíduos com 55 anos
Indivíduos à partir de 62 anos
Indivíduos à partir de 70 anos
 
5a Questão (Ref.:201402267817) Pontos: 0,0 / 0,1 
 
02/05/2019 EPS: Alunos
simulado.estacio.br/alunos/ 2/2
Não condiz com as Diretrizes da Política Nacional de Saúde da Pessoa Idosa:
Formação e educação permanente dos profissionais de saúde do SUS na área de saúde da pessoa idosa;
 Provimento de recursos capazes de assegurar qualidade da atenção à saúde da pessoa idosa;
Apoio ao desenvolvimento de estudos e pesquisas;
 Estímulo às ações individuais, visando que cada esfera governamental se responsabilize por uma atividade e
trabalhem de forma independente na atenção ao idoso;
Prevenção do envelhecimento ativo e saudável.