A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
AD1 Ed de Jovens e Adultos-

Pré-visualização | Página 1 de 1

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE EDUCAÇÃO E HUMANIDADES FACULDADE DE EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO CECIERJ /Consórcio CEDERJ / UAB Curso de Licenciatura em Pedagogia – modalidade EAD
AVALIAÇÃO A DISTÂNCIA 1 – 2018.1
Disciplina: Educação de Jovens e Adultos Coordenadora: Professora Andrea da Paixão Fernandes
Aluno (a): Agnes Rana de Castro
Matr.: 17212080239
Polo: São Pedro da Aldeia 
Caro/a Estudante, 
Nosso objetivo com a Avaliação a Distância é possibilitar o desenvolvimento das respostas a partir de pesquisas e leituras que possam ser feitas utilizando-se, para isso, o material didático postado em cada aula como obrigatórios e o livro da disciplina como material complementar. Além disso, outros materiais relacionados aos temas podem fazer parte de sua pesquisa e devem ser indicados na elaboração da avaliação. Ao final da resposta de cada questão registre as referências bibliográficas utilizadas, conforme as normas da ABNT. Sugerimos, mais uma vez, entendê-la como um trabalho de pesquisa. Bom trabalho! 
1ª questão: (valor: até 3,0 pontos) O artigo “Escolarização de jovens e adultos”, de Sérgio Haddad e Maria Clara Di Pierro (In: Revista Brasileira de Educação, n. 14, maio-ago/2000, p. 108-130) que faz parte do material didático da disciplina, apresenta uma visão panorâmica da educação para pessoas jovens e adultas. Elabore um quadro síntese que retrate os principais aspectos da história da Educação de Jovens e Adultos por décadas. 
QUADRO SÍNTESE
Principais Aspectos da História da Educação de Jovens e Adultos por Décadas
	Período
	Objetivo
	Realidade
	Jesuítas
	Difundir o Evangelho
	Educação para a classe dominante
	Reforma Pombalina
	Expulsar o Jesuítas
	Inclusão dos estudos científicos
	Liberalismo
	Escolarização como forma de se impor e galgar posições
	Preconiza oportunidades iguais para todos, porém não é o que acontece
	Período Joanino
	Criação do Ensino Superior
	Confirmação da escola Aristocrática
	Constituição
	Garante a instrução primária e gratuita para todos os cidadãos
	Adultos, mulheres, índios e negros, continuam excluídos
	Ato Adicional de 1834
	Concedida a autonomia para as províncias na administração da educação básica, primária e secundária
	Sem recursos para educar a maior parte da população, os adultos permanecem excluídos
	Método Lancaster
	Somente um professor para cada escola
	Alunos mais adiantados eram monitores, ensino de má qualidade
	Ensino Propedêutico
	Ensino secundário
	Tornaram- se preparatórios para o ensino superior
	Ensino Profissionalizante
	Tratado com descaso
	Destinados à pobres, órfãos e aos pouco escolarizados
2ª questão: (valor: até 4,0 pontos) 2.1 – Assista ao curta-metragem “Vida Maria”, de Márcio Ramos. Disponível em: 
https://www.youtube.com/watch?v=Qwa7BmfQ4Rs 
2.2 – Elabore um texto argumentativo relacionando o curta-metragem de Márcio Ramos a importância da escola básica na idade considerada adequada para cursar o Ensino Fundamental e aos efeitos de sua ausência para os sujeitos que compõem a Educação de Jovens e Adultos. 
O curta retrata uma realidade que é tratada como se fosse normal para a família de Maria e assim acontece com muitas famílias ainda hoje, pais analfabetos ou semianalfabetos, que não tiveram a oportunidade de estudar, pois seus pais e os pais de seus pais, sempre tiveram esse mesmo destino, acreditam na sua ignorância, que “a vida é assim”. Para que ficar perdendo tempo com rabiscos infantis se isso não os levará a lugar algum? Enquanto o terreiro está para varrer, a água no poço para buscar, a roça para roçar e tantos outros afazeres importantes que cercam o cotidiano dessas famílias!!! No momento em que sua mãe a separa do lápis e do caderno, também a separa de seus sonhos e de seu futuro, que poderia ter sido diferente. Se esses pais tivessem a oportunidade de estudar e dessem aos seus filhos essa chance, poderiam ver que o futuro deles seria melhor ou que pelo menos, não estariam ceifando as esperanças e os sonhos dessas crianças. No curta, mostra que Maria era cheia de sonhos, mas as reponsabilidades com os afazeres domésticos, logo foram tomando espaço nos seus pensamentos e seus sonhos foram esquecidos, então por que sua filha poderia ter um destino diferente do dela? Isso comprova que pais alfabetizados, querem na maioria das vezes, sempre o melhor para seus filhos. Esperam que eles não precisem passar pelas dificuldades que passam ou passaram, pois somente através do estudo, é que se pode galgar “um lugar ao sol”.
 
3ª questão: (valor: até 3,0 pontos). Após as reflexões feitas para responder as duas questões anteriores, caracterize os sujeitos da EJA e apresente dois aspectos que devem ser considerados em uma escola que atenda pessoas jovens e adultas para que sua oferta seja de efetiva qualidade social e inclusiva. Justifique os aspectos apresentados.
 “(...)compreender que o educando da EJA se relaciona com o mundo do trabalho e que por meio dele busca melhorar sua qualidade de vida e ter acesso aos bens produzidos pela humanidade significa contemplar, na organização curricular, discussões relevantes sobre a função do trabalho e suas relações com a produção de saberes(...)”
Diretrizes Curriculares da Educação de Jovens e Adultos - EJA. Disponível em: <http://www.educadores.diaadia.pr.gov.br/arquivos/File/diretrizes/dce_eja.pdf>. Acesso em 23 de fevereiro de 2018. 
A escola deve ter o objetivo de resgatar e reinserir esses alunos no sistema escolar.
Resgatar, pois a escola deve ter a perspectiva de formação desse aluno na vida e para a vida e não apenas a qualificação para o mercado de trabalho.
Reinserir, a escola deve assumir a formação do cidadão que está produzindo, para o trabalho, para ele próprio e para o mundo.