A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
História do Brasil Colonial prova 1

Pré-visualização | Página 1 de 2

Disciplina:
	História do Brasil Colonial (HIS29)
	Avaliação:
	Avaliação I - Individual FLEX ( Cod.:455086) ( peso.:1,50)
	Prova:
	12129027
	Nota da Prova:
	9,00
	
	
Legenda:  Resposta Certa   Sua Resposta Errada  
Parte superior do formulário
	1.
	Quando os portugueses ?descobriram? oficialmente o Brasil, em 22 de abril de 1500, ele era habitado por uma infinidade de povos, distribuídos por praticamente todo o território que hoje forma o Brasil contemporâneo. Podemos dividir esses povos em dois grandes grupos: os tupis-guaranis e os tapuias. Partindo deste pressuposto, associe os itens, utilizando o código a seguir:
I- Tupis-guaranis.
II- Tapuias. 
(    ) Essas populações receberam esse nome pelos indígenas que habitavam o litoral brasileiro.
(    ) Habitavam, praticamente, toda a costa brasileira, desde o Ceará até a Lagoa dos Patos, no atual Rio Grande do Sul.
(    ) Esse grupo de indígenas era bem mais numeroso e amigável que o outro grupo.
(    ) Eram muito agressivos e viviam mais no interior do país. 
Agora, assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
	 a)
	I - II - II - I.
	 b)
	II - I - II - I.
	 c)
	I - II - I - II.
	 d)
	II - I - I - II.
	2.
	A expedição de Vasco da Gama foi a primeira a chegar à Índia, no ano de 1498. Assinale a alternativa que retrata de forma CORRETA a viagem realizada pelo navegador português:
	 a)
	Esta foi uma das mais importantes expedições para Portugal, pois abriria uma rota comercial sem precedentes na história do comércio europeu com o Oriente. Esta expedição também contribuiu significativamente para a solidez do império português.
	 b)
	Esta expedição marcou o início do avanço português sobre o Oceano Atlântico, na medida em que Vasco da Gama, além de chegar até a Índia, descobriu um caminho alternativo para se chegar em Portugal, ou seja, ele fez a circunferência no planeta, partindo do Atlântico e voltando pelo Pacífico para Portugal.
	 c)
	Esta expedição ficou caracterizada, além da chegada à Índia, pela instalação de várias feitorias na costa oriental do continente africano, onde o navegador Vasco da Gama também descobriu o arquipélago de Cabo Verde e navegou quase 100 quilômetros para o interior do continente através dos rios Senegal e Gâmbia.
	 d)
	Esta expedição foi muito importante, pois o navegador Vasco da Gama, quando voltava da Índia, trouxe da África o primeiro carregamento de escravos, em torno de duzentos. Esse carregamento trouxe otimismo aos portugueses, pois esta carga propiciava um bom lucro aos cofres da Coroa portuguesa.
	3.
	Um dos aspectos interessantes da Expansão Ultramarina Ibérica se relaciona ao desenvolvimento da técnica de navegação, pois alguns aspectos da marinharia mediterrânica foram adaptados para a navegação de longo curso que vinha sendo realizado no Atlântico, o ?Mar Tenebroso?. Muitos dos marinheiros que trabalharam para os reinos ibéricos eram de origem italiana, como o Almirante Peçanha, que estruturou a Marinha Portuguesa na época de D. Dinís, ou mesmo Cristóvão Colombo, o ?descobridor? da América. Estas trajetórias individuais são exemplos de que muito da marinharia ibérica é uma adaptação da marinharia mediterrânica. Sobre o desenvolvimento técnico da navegação portuguesa da expansão ultramarina, analise as sentenças a seguir:
I- A vela latina, que conseguia navegar mesmo sem vento na popa. 
II- A caravela, embarcação símbolo das grandes navegações portuguesas. 
III- O submarino, invenção de portugueses do século XVII. 
IV- O contratorpedeiro, embarcação militar medieval portuguesa.  
Assinale a alternativa CORRETA:
	 a)
	As sentenças II e III estão corretas.
	 b)
	As sentenças I e II estão corretas.
	 c)
	As sentenças I e IV estão corretas.
	 d)
	As sentenças I e III estão corretas.
	4.
	A Expansão Ultramarina Portuguesa se iniciou em 1415, com a Conquista de Ceuta, cidade do Marrocos, e teve seu auge em 1498, com a viagem de Vasco da Gama, Cavaleiro da Ordem de Santiago, responsável por liderar uma Armada com destino à Índia. Antes de se completar o périplo africano, tivemos outras importantes viagens, como a liderada por Bartolomeu Dias, que atingiu o Cabo das Tormentas, rebatizado de Cabo da Boa Esperança. Com relação às condições para que tais empreendimentos navais fossem realizados, analise as afirmativas a seguir: 
I- A existência de um Estado Nacional organizado. 
II- A experiência do comércio de longa distância desde o século XIV.
III- A presença de diversos reinos no interior de Portugal, causando uma rivalidade entre Lisboa e os outros reinos, como Braga e Évora. 
IV- A descentralização monetária, sendo o dinheiro do Porto o ?portista? e o dinheiro usado em Lisboa o ?cruzado?. 
Assinale a alternativa CORRETA:
	 a)
	As sentenças I e II estão corretas.
	 b)
	As sentenças II e IV estão corretas.
	 c)
	As sentenças I e III estão corretas.
	 d)
	As sentenças II e III estão corretas.
	5.
	As obras ficcionais sobre o período das grandes navegações ultramarinas empreendidas pelas coroas portuguesas e espanholas, em grande parte, contradizem as condições nas quais viviam os marujos das caravelas, naus e galeões que singravam os mares, pois, enquanto os poetas cantavam as glórias das nações ou o cinema retratava as aventuras dos piratas, os marujos viviam a bordo das naus, cercados por dificuldades na faina cotidiana de alto-mar. Sobre as condições de vida dos marujos na época da expansão ultramarina, analise as sentenças a seguir:
I- Escorbuto, doença comum nas embarcações, em geral causada pela falta de ?vitamina C?. 
II- Ratos nas embarcações, que eram comuns nas naus quinhentistas, por não serem boas às condições sanitárias de bordo. 
III- Boas condições sanitárias, que possibilitavam a vida de bordo, apesar do perigo representado pelos piratas.  
IV- Farta comida de bordo, que motivava o recrutamento voluntário da população empobrecida de cidades como Lisboa, Aveiro e Porto para as armadas lusitanas. 
Assinale a alternativa CORRETA:
	 a)
	As sentenças I e II estão corretas.
	 b)
	As sentenças I e IV estão corretas.
	 c)
	As sentenças II e III estão corretas.
	 d)
	As sentenças I e III estão corretas.
	6.
	O projeto colonial português assentava-se sobre o latifúndio monocultor, cuja força de trabalho era escrava. A ausência da descoberta de metais preciosos no primeiro século de colonização levou a coroa a incentivar a produção agrícola de produtos com alto valor de mercado. No caso brasileiro, a cana-de-açúcar cultivada em grandes propriedades com mão de obra escrava foi a opção dos primeiros anos do projeto civilizatório português nos trópicos brasileiros. Com relação à empresa colonial portuguesa nos primeiros anos de colonização,  assinale a alternativa CORRETA:
	 a)
	Portugal permitia a liberdade religiosa para fins de controle social.
	 b)
	Portugal não tinha experiência prévia de cultivo nos trópicos.
	 c)
	Portugal pretendia instalar uma colônia agrícola e escravocrata.
	 d)
	Portugal não teve dificuldades na implantação da cultura açucareira.
	7.
	A África esta indelevelmente ligada à conquista e à colonização do Brasil. Graças à experiência adquirida na navegação pela costa africana, na busca do caminho das Índias, foi possível a Portugal chegar posteriormente ao Brasil. Foram os africanos escravizados que se constituíram na principal força de trabalho no Brasil colonial. O marco de início da ocupação da costa africana e das ilhas ocidentais desse continente se deu com a conquista de Ceuta, no norte da África em 1415. Ali se inicia o processo que uniria África e Brasil na aventura colonial portuguesa. Quanto à expansão marítima portuguesa ao longo da costa africana, classifique V para as sentenças verdadeiras e F para as falsas:
(    ) Os portugueses estavam empenhados em colonizar o continente africano desde a costa até o interior permanentemente.
(