A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
18 pág.
APOL,s 1,2,3,4 e 5 PROCESSO LEGISLATIVO E ÉTICA

Pré-visualização | Página 2 de 6

(autores) e juízes.
	
	B
	Não basta apenas reunir muita informação e boas intenções se não houver boa técnica jurídica, clareza e precisão.
Você acertou!
Não basta apenas reunir muita informação e boas intenções se não houver boa técnica jurídica, clareza e precisão, conforme o autor citado Manoel Gonçalves Ferreira Filho. A norma jurídica pode seguir a Lei Complementar 95/1998, que dispõe sobre os parâmetros de elaboração e redação das leis, mas não será necessariamente inválida se não o fizer.
Referência: BERNARDI, Jorge. O Processo Legislativo Brasileiro. Curitiba: InterSaberes, 2012, p. 183-184.
	
	C
	A técnica legislativa consiste em elaborar as leis de modo que sejam restritas, cada uma, a determinado grupo de pessoas, para que cada sujeito seja tratado de acordo com suas capacidades.
	
	D
	A norma jurídica prescinde do que dispõe a Lei Complementar 95/1998, que dispõe sobre os parâmetros de elaboração e redação das leis.
	
	E
	A norma jurídica que não seguir a Lei Complementar 95/1998, que dispõe sobre os parâmetros de elaboração e redação das leis, é inválida.
Questão 3/5 - Ética
Pelo Direito do Trabalho, caso o assédio seja praticado por um colega de trabalho, o assediador poderá ser demitido por justa causa. Porém, se o assédio é praticado pelo superior hierárquico, o empregado poderá pedir rescisão indireta do seu contrato de trabalho e postular indenização por danos morais. O grande problema é que comprovar o assédio sexual é muito difícil, já que ele acontece normalmente a portas fechadas, longe dos olhares do restante dos colegas que poderiam servir de testemunhas. A vítima deverá estar bem embasada em provas para que não venha a responder uma ação de indenização por danos morais pela falsa acusação de calúnia. O que a empresa pode fazer para evitar o assédio sexual? 
Referência: ALENCASTRO, Mario Sergio Cunha. Ética empresarial na prática: liderança, gestão e responsabilidade corporativa. Curitiba: Intersaberes, 2016.
Analise as sentenças a seguir enquanto possíveis respostas para essa pergunta. 
I. Cabe ao empregador deixar claro que não tolera esse tipo de prática e informar aos seus empregados o direito que eles têm.
II. A empresa deve ter uma política definida para abordar a questão, inclusive mantendo canais formais para a comunicação desse tipo de problema.
III. Um treinamento preventivo pode ser útil e também proporcionar subsídio na orientação jurídica caso o assédio venha a acontecer.
IV. O ambiente de trabalho pode ser permissivo à literatura pornográfica e brincadeiras de mau gosto sobre sexo. 
Assinale a alternativa que indica, corretamente, quais das sentenças podem ser consideradas respostas coerentes para o intuito de se evitar assédio sexual em uma contexto empresarial. 
	
	A
	Todas as sentenças estão corretas
	
	B
	Apenas as sentenças I, II e III estão corretas.
Você acertou!
Apenas as sentenças I, II e III estão corretas.
De acordo com Alencastro cabe ao empregador deixar claro que não tolera esse tipo de pratica e informar aos seus empregados o direito que eles têm. A empresa deve ter uma política definida para abordar a questão, inclusive mantendo canais formais para a comunicação desse tipo de problema. Além disso, um treinamento preventivo pode ser útil e também proporcionar o subsídio na orientação jurídica caso o assédio venha a acontecer. O ambiente de trabalho também não pode ser permissivo à literatura pornográfica e brincadeiras de mau gosto sobre sexo.
Referência: ALENCASTRO, Mario Sergio Cunha. Ética empresarial na prática: liderança, gestão e responsabilidade corporativa. Curitiba: Intersaberes, 2016, capítulo “Princípios éticos aplicáveis às atividades empresariais”.
	
	C
	Apenas as sentenças I e II estão corretas.
	
	D
	Apenas as sentenças II e IV estão corretas.
	
	E
	Apenas a sentença III está correta.
Questão 4/5 - Processo Legislativo
“A questão do estilo na redação da norma é ponto fundamental. Quanto mais apurado é este, melhor é lei. Aliás, o termo estilo vem do latim stilus, que era uma espécie de estilete, com ponta de metal ou osso, utilizado pelos romanos para escrever em tábuas.” 
Fonte: BERNARDI, Jorge. O Processo Legislativo Brasileiro. Curitiba: InterSaberes, 2012.
Sobre os aspectos de elaboração da lei, assinale a alternativa correta:
	
	A
	A redação da lei de forma perfeita se restringe à correção do texto sob o aspecto da boa gramática.
	
	B
	A redação da lei de forma perfeita se restringe à correção do texto sob o aspecto da boa construção jurídica.
	
	C
	A redação da lei de forma perfeita se restringe à correção do texto sob o aspecto da lógica legislativa.
	
	D
	A análise jurídica só é necessária quando o vocabulário não for claro ou preciso o suficiente para determinar o alcance global da norma jurídica.
	
	E
	A redação da lei se atém aos aspectos de correção do texto sob o aspecto da boa gramática e também, entre outros, da análise e da construção jurídica.
Você acertou!
A redação da lei não se restringe à correção do texto sob o aspecto da boa gramática, mas abrange análise jurídica, experimentação jurídica, construção jurídica e lógica legislativa.
Referência: BERNARDI, Jorge. O Processo Legislativo Brasileiro. Curitiba: InterSaberes, 2012, p. 187-188. Enunciado: p. 185.
Questão 5/5 - Processo Legislativo
“A norma legislativa deve refletir de maneira perfeita a ideia que almejamos traduzir. A palavra a ser usada na norma tem de ser aquela que mais se aproxima do conceito abstrato que pretendemos expressar.” 
Fonte: BERNARDI, Jorge. O Processo Legislativo Brasileiro. Curitiba: InterSaberes, 2012.
Acerca das normas e recomendações estudadas na disciplina, entre as alternativas a seguir, assinale a que corresponde à melhor técnica legislativa para um projeto de lei que pretende abolir o uso de cigarro e produtos semelhantes em áreas fechadas:
	
	A
	Uma vez que o cigarro é prejudicial à saúde, tanto daqueles que fumam ativamente quanto daqueles que, por proximidade, recebem por suas narinas a fumaça, é imperioso que se proíba, o que faz esta lei, o uso de cigarros, charutos e qualquer outro fumígeno em locais fechados, ainda que privados, desde agora e para sempre.
	
	B
	É vedada, em todo o território nacional, a propaganda comercial de cigarros, cigarrilhas, charutos, cachimbos ou qualquer outro produto fumígeno, derivado ou não do tabaco, com exceção apenas da exposição dos referidos produtos nos locais de vendas, desde que acompanhada de cláusulas de advertência sobre os perigos de fumar.
	
	C
	É proibido o uso de cigarros, cigarrilhas, charutos, cachimbos ou qualquer outro produto fumígeno, derivado ou não do tabaco, em recinto coletivo fechado, privado ou público. 
Você acertou!
A alternativa trata do assunto e é a que mais traz precisão e clareza pelo seu vocabulário (simples, não vulgar), estilo (direto) e objetividade (sem circunlóquios), de acordo com as recomendações da obra-base.
(BERNARDI, Jorge. O Processo Legislativo Brasileiro. Curitiba: InterSaberes, 2012, p. 185.)
Utilizou-se, para a alternativa correta, o art. 2º da lei 9.294/1996, disponível em <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L9294.htm>. Acesso em: 14 nov. 2016. Alguns estados que adotaram lei própria no mesmo sentido trazem a mesma redação, como São Paulo, na lei estadual 13.541/2009.
	
	D
	É instituído o Dia Nacional do Cabeleireiro, Barbeiro, Esteticista, Manicure, Pedicure, Depilador e Maquiador, a ser comemorado em todo o País, a cada ano, no dia e mês coincidente com a data da promulgação desta Lei.
	
	E
	É proibido fumar.
APOL 3
Questão 1/5 - Ética
Empregados, consumidores, fornecedores e comunidade em geral são stakeholders importantes e devem ter seus interesses respeitados pela organização. O resultado positivo de uma empresa também é consequência do bom relacionamento que ela mantém com seus stakeholders e isso passa pela junção dos ganhos de seus investidores ou proprietários com

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.