Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
Fases da Licitação

Pré-visualização|Página 1 de 1


Fases da Licitação



HTML image 0
A licitação Possui fases internas e externas.

A licitação, pode ser dividida em duas grandes fases: interna e externa. A primeira tem o codinome interna, porque a Administração Pública as concretiza dentro da repartição pública que deseja contratar.


Fase Interna

A Fase Interna respeita a seguinte ordem:

1. Projeto básico do objeto a ser licitado;

2. Orçamento detalhado dos gastos;

3. Revisão de Recursos Orçamentários;

4. Escolha da modalidade de licitação;

5. Formação da comissão que conduzirá a licitação;

  • Composta de 3 servidores, sendo pelo menos 2 que dominam o assunto.

6. Verificar se o gasto está previsto no Plano Plurianual (PPA) ;

7. Elaboração do Edital;

8. Análise e aprovação da assessoria jurídica.


Fase Externa



HTML image 1
A Licitação possui 8 fases internas e 5 fases externas.

A fase externa possui essa denominação, uma vez que ela se inicia com a divulgação do instrumento convocatório pela administração pública, possibilitando a participação externa dos interessados em contratar com ela. As fases externas são divididas da seguinte maneira:

1. Instrumento Convocatório;

2. Habilitação;

3. Julgamento (ou Classificação);

4. Homologação;

5. Adjudicação.

A seguir, cada umas das fases externas será brevemente resumida.


Instrumento Convocatório

A parte de convocação é fundamental na licitação. Ela possui, em seu conteúdo, as regras da participação. O objeto pedido pelo Poder Público. As cláusulas do contrato a ser pactuado com quem vencer a licitação, em outras palavras, os interessados em contratar são convocados, seja por edital ou por carta-convite, e se divulgam as regras do certame.


Habilitação

Esta fase procura-se observar se o interessado tem condições de cumprir o contrato. Esta etapa pode reduzir consideravelmente a quantidade de trabalho dado que caso o interessado não seja capaz de cumprir o que a licitação precisa, sua proposta sequer será lida.

De forma resumida, podemos dizer que a habilitação é responsável pela admissão dos proponentes e elimina os que não se enquadram no perfil descrito no Edital.


Julgamento (ou classificação)

Nesta fase as propostas admitidas são ordenadas. O julgamento de propostas precisa apoiar-se de princípios objetivos (Art. 45 – Lei 8666/90). A comissão precisa ser criteriosa no momento da decisão, estes critérios precisam estar claramente estabelecidos no edital.

§ 1º. É vedada a utilização de qualquer elemento, critério ou fator sigiloso, secreto, subjetivo ou reservado que possa ainda que indiretamente elidir o princípio da igualdade entre os licitantes.

O valor admitido não pode ser o mais baixo a qualquer custo. E sim o oposto, tendo propostas abaixo do razoável desconsideradas. Veja:

§ 3º. Não se admitirá proposta que apresente preços global ou unitários simbólicos, irrisórios ou de valor zero, incompatíveis com os preços dos insumos e salários de mercado, acrescidos dos respectivos encargos, ainda que o ato convocatório da licitação não tenha estabelecido limites mínimos, exceto quando se referirem a materiais e instalações de propriedade do próprio licitante, para os quais ele renuncie a parcela ou à totalidade da remuneração. (Redação dada pela Lei nº 8.883, de 08.06.94)

Concentrar o foco apenas no critério menor preço pode levar a produtos de qualidade duvidosa, portanto, além do foco principal ser o preço uma atenção especial é dada à qualidade do produto.


Homologação

A homologação é a fase em que uma autoridade pública superior verifica tudo o que foi realizado até o momento atual do processo. É uma fase que realiza um controle, caso se identificado algum ponto contra a lei, será realizada a anulação ou revogação dos pontos falhos. Portanto, podemos resumir essa fase como sendo o momento que examina-se a regularidade de todo o processo de licitação.


Adjudicação

A adjudicação, por fim, é a seleção do vencedor da licitação. Sob esta circunstância, surge-se uma possibilidade de contratação com ele. Caso o vencedor deixe de cumprir as condições, os candidatos posteriores poderão ser contratados.

Após a adjudicação, é realizada a assinatura e execução do contrato administrativo, repassando dessa forma, as verbas destinadas na licitação.

Quer ver o material completo? Crie agora seu perfil grátis e acesse sem restrições!