Manometria
1 pág.

Manometria


DisciplinaBiologia Experimental716 materiais1.192 seguidores
Pré-visualização1 página


MANOMETRIA


INTRODUÇÃO

A manometria é um procedimento que procura coletar algumas informações sobre anomalias em diferentes regiões dos sistemas do corpo humano. Geralmente esse procedimento é realizado sem muita importância estética visando coletar dados específicos e de máxima importância para a promoção da saúde. E sua avaliação básica ele mede a pressão dos fluídos do interior dos órgãos e verificar as atividades normais desses órgãos.

A tecnologia utilizada para realizar esse tipo de exame geralmente é o manômetro, embora existam alguns avanços nessa área que possibilitaram algumas mudanças nos instrumentos de aferição. Existem diferentes tipos de manometria, e cada uma delas é específica para cada região do sistema corporal onde é realizado o exame.


DIFERENTES TIPOS DE MANOMETRIA


MANOMETRIA ESOFÁGICA

A manometria esofágica geralmente é o exame utilizado para detecção de doenças do refluxo gastrointestinal ou gastroesofágico.

Esse tipo de enfermidade não apresenta preferência específica, ou nenhuma relação com os diferentes tipos de sexos ou gênero, uma vez que os incidentes apresentam numero de casos muito semelhantes o que reforça essa afirmação. No entanto, esse mesmo dado pode ser enviesado, pois os dados utilizados são de notificações que talvez não representem os dados reais, quando considerados os casos não notificados ou mesmo os casos de subnotificação.



Pré-visualização de imagem de arquivo
A manometria esofágica com o detalhe do man^metro já introduzido na cavidade do esôfago conetado ao aparelho.

Outro fator importante em comentar é a existência de dados de pesquisas que relatam a importância da prevenção da drge com o avanço da idade, onde tende a ter um gradativo aumento de casos e maiores chances de ocorrer, principalmente complicações do quadro de seus portadores.



Pré-visualização de imagem de arquivo
Detalhe do exame de manometria esofágica com o destaque para os dados indicadores de concentrações de substâncias.

A manometria esofágica ainda é utilizada como um exame complementar para o diagnóstico de doenças motoras relacionadas ao esôfago e ainda em procedimentos de caráter terapêuticos. Geralmente mede a função motora dos esfíncteres e da peristalse do corpo do esôfago, isso ocorre com as medições que esse tipo de exame realiza ao medir a amplitude das mudanças de pressão dentro do esôfago nas mudanças de força no intervalo de contração e relaxamento dos músculos que circulam o esôfago e seus esfíncteres.

Esse tipo de exame também é utilizado como instrumento de detecção de pacientes com suspeitas de refluxo refratárias ao tratamento de drge, principalmente com sintomas de refluxo refratários ao tratamento, e como ultimo recurso a cirurgia do antirefluxo. Não há dados que afirmem discrepância das informações sobre relação de maior precisão entre os diferentes tratamentos entre as doenças gastrointestinais mais graves e as enteroparasitoses como a giardíase e outros parasitas que danificam e comprometem a parede das vísceras.


MANOMETRIA ANORRETAL

A manometria anorretal é um procedimento de exame que utiliza medição para avaliar constipação em pacientes com quadro de incontinência fecal. O exame trata de verificar a pressão do esfíncter dos músculos do ânus.



Pré-visualização de imagem de arquivo
Destaque da manometria anorretal com o detalhe do man}ometro já introdzido.

Esse é um teste que apresenta valiosas contribuições para os tratamentos disponíveis no acervo propedêutico coloproctológico, servindo para a avaliação de distúrbios das funções anorretais nos casos de pré-operatório e dos impactos de terapias ou técnicas operatórias realizadas no aparelho esfincteriano e o próprio reto, e outra consideração importante a ser feita nesse caso é o fato de esse exame ser tido como primeira forma indicada para investigação do na incontinência do reto. Essa incontinência é realizada em diferentes níveis que variam de acordo com o nível de perda das atividades dos músculos de controlar a saída da massa fecal, do muco e dos gases. Os diferentes usos são alcançados pelos avanços nas técnicas e nas diferentes formas de atuação dessas

Os fatores que contribuem para esse quadro estão relacionados a diferentes enfermidades. Relações entre a apresentação dessa enfermidade com alguns fatores como a idade, por exemplo, apresentam dados menos discrepantes, afirmando que não existe relação entre ou maiores chances de homens e mulheres apresentarem chances diferentes. Isso se dá pelo motivo de que ambos estão sujeitos a incidência dessa enfermidade e que não de vê existir diferentes formas de ser acometido.



Pré-visualização de imagem de arquivo
Diagrama de um exame de manometria anorretal com o destque para as diferentes faixas de frequência

Quando consideramos outro fator como a idade, existem relações de que, nesse caso, os indivíduos mais jovens apresentam maiores chances de apresentarem a incontinência e que indivíduos mais jovens são menos suscetíveis a isso.