Aula 11 - VULCÕES pt1
19 pág.

Aula 11 - VULCÕES pt1


DisciplinaGeologia8.275 materiais62.055 seguidores
Pré-visualização3 páginas
Aula 11 \u2013 Vulcões 
 
Vulcão 
\uf0b7 Estrutura geológica responsável pelo lançamento de material magmático, cinzas e gases 
oriundos do interior da Terra para a superfície; 
\uf0b7 Fraturas ou aberturas na superfície terrestre por onde são expelidos materiais que têm origem 
no interior da Terra, como lava, gases e outros materiais chamados \u201cpiroclastos\u201d; 
\uf0b7 Aberturas na superfície terrestre por onde são expelidos materiais oriundos do interior da Terra 
como: lava, gases, água, pedaços de rochas e cinzas; 
\uf0b7 Abertura na crosta terrestre por onde são expelidos para a superfície terrestre materiais 
originários do manto; 
\uf0b7 Estes materiais, em geral, encontram-se em estado líquido-pastoso incandescente e recebem o 
nome de magma; 
 
Vulcanismo 
\uf0b7 Atividade pela qual o material magmático sólido, líquido ou gasoso atinge a superfície terrestre 
por meio de fendas abertas em rochas da crosta terrestre. 
 
Surgimento dos vulcões 
\uf0b7 Ao contato com o ar, a lava se solidifica, formando uma elevação chamada corpo do vulcão; 
\uf0b7 A crosta terrestre é constituída por placas litosféricas, também chamadas placas tectônicas; 
\uf0b7 As placas tetônicas são blocos gigantescos que compõem a litosfera e sobre os quais estão 
os continentes e oceanos; 
\uf0b7 Estas placas movimentam-se, afastam-se, colidem ou roçam uma na outra; 
\uf0b7 Os vulcões surgem nos pontos de contato entre as placas tectônicas que formam a crosta 
terrestre, devido ao choque entre essas placas, provocando fendas por onde o magma sob 
pressão é impulsionado para a superfície terrestre. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Movimento de placas tectônicas gerando o surgimento de vulcões 
 
 
Estrutura de um vulcão 
\uf0b7 A estrutura do vulcão é constituída por: cone, câmara magmática, chaminé, cratera 
vulcânica e, em alguns casos, chaminés secundárias. 
 
Cone 
\uf0b7 É a montanha ou estrutura que forma o corpo do vulcão; 
\uf0b7 É o edifício vulcânico 
 
Câmara magmática 
\uf0b7 É o reservatório de rocha líquida que se encontra abaixo de um vulcão; 
\uf0b7 Tem origem no manto; 
\uf0b7 O magma exerce pressão sobre a rocha, criando rachaduras e outros escapes nos quais ele 
penetra; 
\uf0b7 Quando o magma contido na câmara magmática exerce pressão suficiente para vencer a 
resistência das rochas que formam o teto da câmara, ele é liberado para a atmosfera pela 
chaminé vulcânica. 
 
 
Chaminé vulcânica 
\uf0b7 É a passagem pela qual o magma sobe da câmara magmática até a superfície; 
\uf0b7 A chaminé vulcânica é o caminho por onde o magma em estado líquido ou semilíquido passam 
até atingir a cratera. 
 
Chaminés secundárias 
\uf0b7 São saídas laterais ou periféricas localizadas na encosta do cone; 
\uf0b7 São ramificações da chaminé principal. 
 
Cratera vulcânica 
\uf0b7 É a \u201cboca do vulcão\u201d, isto é, o orifício alargado no topo da chaminé por meio do qual o magma 
alcança a superfície; 
\uf0b7 Grandes vulcões podem apresentar orifícios secundários, localizados na encosta do cone, por 
onde o magma escapa. 
 
Agulha vulcânica 
\uf0b7 Estrutura vulcânica resultante da solidificação de lava muito viscosa, no interior da chaminé 
vulcânica. 
 
Domo vulcânico 
\uf0b7 Estrutura vulcânica com o formato de uma cúpula, que se forma sobre a cratera de vulcões, 
resultante da solificação de lava muito viscosa. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Estrutura de um vulcão 
 
 
 
 
Material expelido pelos vulcões 
Magma 
\uf0b7 Material fluido pastoso, com temperaturas entre 600 ºC e 1250 ºC, que um vulcão expele, durante 
uma erupção; 
\uf0b7 Material em estado líquido-pastoso incandescente, situado na porção superior do manto; 
\uf0b7 Material, constituído, predominantemente, por uma fusão de silicatos, com proporções variadas 
de água e elementos voláteis ou de cristais em processo de crescimento, cujos movimentos 
determinam os fenômenos vulcânicos e que, ao se resfriarem, cristalizam-se, originando as 
rochas ígneas; 
\uf0b7 Material em fusão, expelido pelos vulcões, que, ao se solidificar, forma as rochas magmáticas; 
\uf0b7 Rocha derretida que sobe para a superfície terrestre, durante a erupção vulcânica; 
\uf0b7 Material presente na camada imediatamente abaixo da crosta terrestre, chamada manto; 
 
 
 
Lava 
\uf0b7 É o magma expelido pelo vulcão e lançado para a atmosfera, a grandes alturas, ou que escorre 
pela encosta do vulcão, durante uma erupção. 
\uf0b7 Quando a lava quente solidifica-se do lado de fora do vulcão, a rocha resultante chama-se rocha 
ígnea ou magmática; 
\uf0b7 Os fluxos de lava podem ser rápidos ou lentos, dependendo da composição da lava; 
\uf0b7 A lava possui viscosidade variável, até 100 000 vezes maior que a da água, dependendo de sua 
temperatura e dos materiais que a compõem; 
\uf0b7 A viscosidade depende do teor de SiO2 (óxido de silício ou sílica), da pressão e da temperatura 
do magma. 
 
Piroclasto ou núvem ardente 
\uf0b7 Material formado por pedaços de rochas, com dimensões maiores que 64 mm (bomba 
vulcânica), pedaços de rochas, com dimensões entre 2 mm e 64 mm (lapilli ou bagacina), e 
por materiais rochosos com dimensões inferiores a 2 mm (cinza) e que se desloca a altíssimas 
velocidades. 
 
 Gases e vapor de água 
\uf0b7 São liberados vários tipos de gases, durante uma erupção vulcânica, como o monóxido de 
carbono (CO), o dióxido de carbono (CO2), o enxofre (S), o azoto (N), etc. 
\uf0b7 Da fenda do vulcão, também, podem sair muitos vapores de água; 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Material expelido pelos vulcões 
 
 
 
Fases do magma 
Segundo uma classificação físico-química, as fases essenciais do magma são: 
 
a) Fase líquida 
\uf0b7 Mantida em fusão pela temperatura elevada, e formada, basicamente, na maior parte, por uma 
solução altamente complexa de grande número de elementos de natureza silicática; 
 
Silicato 
\uf0b7 Óxido de silício, que é um composto químico constituído de silício (Si) e oxigênio (O) e derivado 
do ácio salicílico (C7H6O3), que é um ácido orgânico. 
 
b) Fase gasosa 
\uf0b7 Mantida em solução por pressão interna, formada, basicamente, por H2O (água) e quantidades 
menores de CO2 (gás carbônico), HCl (ácido clorídrico), HF (ácido fluorídrico), SO2 (dióxido de 
enxofre), etc. 
 
 
 
c) Fase sólida 
\uf0b7 Formada por cristais de composição essencialmente silicática, em fase de crescimento ou de 
natureza residual, e por fragmentos de rocha. 
 
Origens e tipos de magmas 
Exitem dois tipos fundamentais de magmas: os magmas graníticos e os magmas basálticos. 
 
a) Magmas graníticos 
\uf0b7 São formados, basicamente, por granitos; 
\uf0b7 Originam cerca de 95 % das rochas intrusivas ou plutônicas ou abissais; 
\uf0b7 As rochas plutônicas são formadas pela solidificação do magma no interior da crosta terrestre, 
formando rochas plutônicas, como o granito (plutônica) ou de rochas como o pegmatito 
(filonares), no interior de fendas; 
\uf0b7 Apresentam sua composição rica em SiO2 (óxido de silício ou sílica), da ordem de 70 %; 
\uf0b7 Possuem grande viscosidade e, consequentemente, apresentam pequenos deslocamentos; 
\uf0b7 Têm resfriamento lento e, consequentemente, apresentam solidificação lenta; 
\uf0b7 Os minerais são muito visíveis, após a solidificação; 
\uf0b7 As rochas formadas pelo magma granítico ocorrem sob a forma de corpos intrusivos muito 
grandes, relacionados, intimamente, com as cadeias de montanhas. 
\uf0b7 Estão sempre relacionados com áreas em que houve formação de extensas cadeias de 
montanhas, como os Andes, os Alpes e o Himalaia; 
\uf0b7 Nessas áreas, a crosta sofreu processos tectônicos pela ação de grandes esforços nas placas 
localizadas nos limites da litosfera, com a ocorrência de magma; 
\uf0b7