Buscar

Biofísica AV1

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 3, do total de 3 páginas

Prévia do material em texto

Biofisica 
1. Do que é composto o senso da visão?
Olhos: aptos a focarem numa imagem no meio externo dado à sensibilização da retina pela luz;
Sistema nervoso: os nervos carregam a informação para o cérebro;
Córtex visual: parte cerebral capaz de conectar a imagem à informação. 
2. O que são cones?
São células que detectam luz e cor e operam sob grande intensidade luminosa. 
3. Defina a Esclerótica. 
Membrana rígida que auxilia no formato do globo ocular, opaca radiações visíveis e apresenta músculos externos 
responsáveis pela movimentação do globo ocular.
4. Defina a Coroide. 
É responsável pela nutrição da retina, reduz a reflexão da luz no interior do globo ocular e é rica em vasos sanguíneos. 
5. Defina o Ponto Cego ou Escotoma. 
Local em que o nervo ótico passa através da retina para o cérebro, não há células fotorreceptoras que detectam luz e 
há vasos sangüíneos responsáveis pela nutrição dos tecidos do olho e formação dos humores. 
6. Defina a Mácula ou Mácula Lútea.
Área da retina que proporciona visão focada de alta qualidade e ela possui a maior concentração de cones (tipo de 
célula fotorreceptora)
7. Defina a Fóvea ou Mancha Amarela. 
Pequena depressão central situada no centro da mácula. É responsável pela visão central e nítida. Somente há células 
do tipo cone. 
8. Defina a Córnea. 
É uma película transparente ( atua como lente convergente), é a primeira interface que a luz atravessa no globo ocular. 
Tem índice de refração de 1,376.
9. Defina o Humor Aquoso. 
É um liquido transparente constituído por agua e minerais. Localizado entre a córnea e o cristalino, em frente da íris. 
10. Defina a Íris. 
É uma membrana móvel colorida. Atua como um diafragma, limitando a área iluminada no cristalino e a quantidade de 
luz que chega a retina. 
Em alta luminosidade a iris diminui a abertura do esfíncter pupilar (pupila contrai) 
Em baixa luminosidade a iris aumenta a esfíncter pupilar (pupila dilata)
11. Defina a esfíncter pupilar. 
Aparência preta ocorre devido a quase total absorção de luz que penetra no interior dos olhos. 
12. Defina o Cristalino. 
Atua de forma a ajustar o foco da imagem projetada na retina. Ocorre com auxilio dos músculos ciliares. É uma lente 
biconvexa sustentada por ligamentos de sustentação. 
13. Defina o Humor Vítreo. 
A função é manter a pressão ocular (semelhante ao humor aquoso). Situado no interior da cavidade entre o cristalino e a 
retina. 
14. Defina a Retina. 
As células fotorreceptoras (cones e bastonetes), quando excitadas por energia luminosa, estimulam celulas nervosas a 
gerar o impulso nervoso, que propaga-se pelo nervo óptico. Tem mais bastonetes do que cones. 
Sua função é transmitir por meio de estimulo elétrico a informação para o cérebro. 
15. O que são bastonetes?
Células que não discrimina cores, ativadas em baixa intensidade luminosa e de baixo poder de resolução. 
16. Explique o processo de glaucoma.
O aumento da pressão decorre do aumento do volume do humor aquoso, devido a dificuldade de sua drenagem. 
Ocasiona dificuldade da irrigação sangüínea da retina, consequentemente morte das celulas sensoriais da retina e por 
fim, cegueira. 
17. Como ocorre o processo da visão?
A luz, inicialmente percorre a córnea, o humor aquoso, a íris, o cristalino e o humor vítreo antes de atingir a retina, onde 
a imagem real invertida do objeto será formada. A partir dessa etapa o nervo óptico irá transmitir, por meio de estimulo 
elétrico, a informação para o cérebro (córtex cerebral).
18. O que é a miopia? Como ocorre? Como ela pode ser corrigida?
É a dificuldade de ver nitidamente objetos distantes. 
Ocorre a formação da imagem do objeto em um ponto anterior a retina. O globo ocular é alargado. 
Para corrigir o indicado é o uso de lentes divergentes. 
19. O que é a hipermetropia? Como ocorre? Como ela pode ser corrigida?
É a dificuldade de ver os objetos com nitidez e conforto visual. 
Há formação da imagem do objeto em um ponto posterior a retina. O globo ocular é curto. 
Para corrigir o indicado é o uso de lentes convergentes. 
20. O que é o astigmatismo? Como ocorre? Como ele pode ser corrigida?
É a dificuldade de focalizar os objetos (imagens distorcidas e/ou borradas)
Ocorre curvatura da córnea ou forma irregular do cristalino. O globo ocular não focaliza a luz uniformemente na retina. 
Para corrigir o indicado é o uso de lentes cilíndricas. 
21. O que é o presbiopia? Como ocorre? Como ele pode ser corrigida?
É a ineficiência na visualização de objetos próximos, relacionado ao envelhecimento, popularmente “vista cansada”. 
Há o enrijecimento dos músculos ciliares e perda de motilidade do cristalino. 
Para corrigir o indicado é o uso de lentes convergentes e/ou bifocais. 
22. Como se caracteriza a audição?
Caracteriza-se pela capacidade de fornecer informações oriundas de ondas sonoras. 
23. Como é dividida a anatomia do sistema auditivo?
Ouvido externo, ouvido médio, ouvido interno, nervo acústico e centros auditivos centrais. 
24. Como é composto o ouvido externo?
Pavilhão auricular (orelha): É responsável por captar as ondas sonoras do ambiente, amplia algumas frequências 
baixas, permite a localização da origem emissora de som. 
Canal auditivo: Encaminha as ondas captadas ao tímpano, possui glândulas sebáceas e ceruminosas responsáveis 
pela lubrificação e proteção do ouvido de agentes externos (microorganismos, poeiras, água, etc)
Tímpano ou membrana timpanica: Levemente afunilada em direção ao ouvido médio, função de transformar a energia 
sonora em deslocamento mecânico (vibração).

Continue navegando