Mecaninnca Geral

Mecaninnca Geral


DisciplinaMecânica Geral16.158 materiais547.075 seguidores
Pré-visualização9 páginas
Plan1
	A chave é usada para soltar um parafuso, conforme figura abaixo. Determine o momento de cada força sobre o eixo do parafuso passando pelo ponto O.	MF1 = 24,1 N.m e MF2 = 14,5 N.m
	A estrutura mostrada na figura abaixo é uma treliça, que está apoiada nos pontos A e C. Perceba que o ponto A está engastado na superfície e o ponto C é basculante. Determine as força que atua haste AB da treliça, indicando se o elemento está sob tração ou compressão.	500N (tração)
	A estrutura mostrada na figura abaixo é uma treliça, que está apoiada nos pontos A e C. Perceba que o ponto A está engastado na superfície e o ponto C é basculante. Determine as força que atua haste BC da treliça, indicando se o elemento está sob tração ou compressão.	707,1N (compressão)
	A estrutura mostrada na figura abaixo está apoiada nos pontos A e B. Perceba que o ponto A é basculante e o ponto B está engastado na superfície. Determine o módulo da reação no apoio A.	319N
	A estrutura mostrada na figura abaixo está apoiada nos pontos A e B. Perceba que o ponto A é basculante e o ponto B está engastado na superfície. Determine o módulo da reação no apoio B.	586,35N
	A força de F={600 i + 300j ¿ 600k} N age no fim da viga. Determine os momentos da força sobre o ponto A.	M = -720 i + 120 j - 660 k (N.m) 
	A força V, o binário M e o binário T são chamados, respectivamente de:	Força cisalhante, momento fletor e momento torçor;
	A haste está dobrada no plano x-y e tem raio de 3 metros. Se uma força de 80 N age em sua extremidade, determine o momento desta força no ponto O.	M = - 128 i + 128 j - 257 k (N.m) 
	A placa circular é parcialmente suportada pelo cabo AB. Sabe-se que a força no cabo em A é igual a 500N, expresse essa força como um vetor cartesiano.
	Analisando as alternativas abaixo assinale a verdadeira em relação a um ESCALAR.	Uma grandeza fsica que fica completamente especificada por um unico número.
	Calcule as reações de apoio para a figura a seguir:	Xa = 0
Yb = P.a/L
 Ya = P.b/L
	Calcule os esforços normais da treliça abaixo:	NAB = 0
NAC = + 20 kN
NAD = + 28,28 kN
NBD = - 60 kN
NCD = - 20 kN
NCE = 0
NCF = + 28,28 KN
NEF = - 20 kN
NDF = - 40 kN
	Calcule VA, VB e os esforços normais da treliça abaixo:	VA = 40 kN
VB = 40 kN
NAC = NCD = - 136,4 kN
NAF = 132,3 kN
NFD = + 47,6 kN
NFG = + 89 kN
NDG = 0
NCF = + 20 Kn
	Com o auxílio de uma alavanca interfixa de 3m de comprimento e de peso desprezível, pretende-se equilibrar horizontalmente um corpo de peso 400N, colocado numa das extremidades. Sabendo-se que a força potente tem intensidade 80N, qual a localização do ponto de apoio?	2,5m
	Considere a figura a baixo. Calcular o módulo da força que atua no segmento BF.	70,7 KN
	Considere a figura a baixo. Calcular o módulo da força que atua no segmento AB	100 KN
	Considere a figura a baixo. Calcular o módulo da força que atua no segmento CD.	50 KN
	Considere a figura abaixo e determine a força que atua nos cabos AB e CD. Adote g = 10 m/s2. 	200 kN
	Considere a figura abaixo. Calcular o módulo das forças VA, VE e HE.	VA = 100 KN , VB = 100 KN e VE = 0 KN
	Considere uma viga bi-apoiada de 5 m de comprimento carregada em toda a sua extensão por uma carga distribuída 8 kN/m e por uma carga concentrada de 50kN. A que distância do apoio esquerdo deve ser posicionada a carga concentrada para que a sua reação seja o dobro da reação do apoio direito?	1,0 m
	Dada a figura, determine o momento da força de 50 N, em relação ao ponto A.	29,4 N.m
	Dado a figura abaixo, determine o momento dessa força em relação ao ponto C.	9,99x103 Nm
	dado momento, a posição do avião em A e o trem em B são medidos em relação ao radar da antena em O. Determine a distância entre A e B.
	Determine a componente vertical da força que o pino em C exerce no elemento CB da estrutura mostrada na figura abaixo.	1000N
	Determine a coordenada y do centróide associado ao semicírculo de raio 6 centrado no ponto (0,0)	Y = 8/Pi
	Determine a força resultante que atua no olhal da figura abaixo:	393 lb 
	Determine a força resultante que atua no olhal da figura abaixo:	97,8 N
	Determine a força resultante que atua no olhal, onde F1 = 250lb e forma ãngulo de 30° com o eixo do Y (vertical), considerando o sentido anti-horário de rotação a partir do eixo do x. F2 = 375 lb forma ângulo de 45° a partir do eixo X (horizontal), no sentido horário.	393 lb
	Determine a magnitude da resultante das forças F1 = 600N e F2 = 800N, sabendo-se de estas forças formam ãngulos de 45° e 150°, respectivamente, medidos no sentido anti-horário a partir do eixo X positivo.	867N
	Determine a tensão no cabo AB para que o motor de 250kg mostrado na figura esteja em equilíbrio . Considere a aceleração da gravidade 9,81m/s2	2123,5 N
	Determine as coordenadas x e y do centróide associado ao semicírculo de raio 3 centrado no ponto (0,0)	X = 0 , Y = 4/Pi
	Determine as forças nos cabos:	TAB = 647 N
 TAC = 480 N
	Determine as reações no apoio da figura a seguir.	Xa = 0 Ya = p.a Ma = p.a2/2
	Determine o momento da força aplicada em A de 100N relativamente ao ponto B, conforme figura abaixo.	0N.m
	Determine o momento da força de 500 N em relação ao ponto B. As duas hastes verticais têm, respectivamente, 0,24 e 0,12 m. O ponto B se encontra no ponto médio da haste de 0,24 m.	330,00 Nm
	Determine o momento da Força F que atua em A sobre P. Expresse o momento como um vetor cartesiano.	M = 400 i + 220 j + 990 k (N.m)
	Determine o Momento em A devido ao binário de	60 Nm.
	Dois binários agem na viga. Determine a magnitude de F para que o momento resultante dos binários seja de 450 lb.ft no sentido anti-horário.	F = 139 lb
	Dois cabos seguram um bloco de massa 20kg, um deles, com intensidade F1, formando um ângulo de a com a horizontal. O outro, F2, forma um ângulo \u3b2 partindo da horizontal. Qual a força aplicada a estes cabos para que o bloco fique em equilíbrio?
Dados: g = 10m/s2 Sen a = 0,6 e Cos a = 0,8
Sen \u3b2 = 0,86 e Cos \u3b2 = 0,5	 F1 = 160N e F2 = 100N
	Duas forças atuam sobre o gancho mostrado