A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
apol 2 democracia e cidadania

Pré-visualização | Página 2 de 2

militar, no qual vigorou efetivamente a democracia popular.
	
	D
	Representou uma iniciativa ainda vigente em todas as prefeituras municipais do Brasil.
	
	E
	É uma forma de discussão e deliberação pública da peça orçamentária municipal, em que é discutido e decidido o conjunto da receita e da despesa do município.
Você acertou!
Comentário: “[Os orçamentos participativos] são uma forma de discussão e deliberação pública da peça orçamentária municipal, em que é discutido e decidido o conjunto da receita e da despesa do município, priorizando-se e definindo-se os investimentos públicos (escolas, pavimentação, posto de saúde etc.)” (livro-base, p. 133).
Questão 5/5 - Democracia, cidadania e sociedade civil
Considere a seguinte citação: 
“Weber definiu as dominações como a oportunidade de encontrar uma pessoa determinada pronta a obedecer a uma ordem de conteúdo determinado com capacidade de impor a obediência”. 
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: WILD, Bianca. Os tipos de dominação segundo Max Weber.  https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/4517244/mod_resource/content/5/Wild_Os%20Tipos%20de%20Domina%C3%A7%C3%A3o%20segundo%20Max%20Weber.pdf. Acesso em 23 mar. 2019. 
A partir da citação acima e dos conteúdos do livro-base Democracia, cidadania e sociedade civil sobre os dilemas presentes nas formas de implantação de experiências participativas no que diz respeito às ações e aos comportamentos dos gestores públicos, analise as seguintes assertivas e identifique qual(is) delas apresenta(m) um desses dilemas: 
I. A existência de uma “ação esquecida” em relação aos limites impostos pelo capitalismo para a realização da democracia por parte dos agentes do processo (governamentais e comunitários).
II. A não problematização do vínculo constitutivo entre Estado e sociedade civil, que se materializa mesmo nas parcelas municipais.
III. A redução da legitimidade do Estado ao princípio da eficácia.
IV. O Estado passa a ser excluído da relação social, e todas as demandas passam a ser resolvidas extrajudicialmente. 
É correto somente o que se afirma em:
Nota: 0.0
	
	A
	IV
	
	B
	I e IV
	
	C
	II e III
	
	D
	II, III e IV
	
	E
	I, II e III
Comentário: As assertivas I, II e III são corretas. “Podemos identificar, com base na reflexão realizada até agora, três grandes dilemas presentes nas formas de implantação de experiências participativas, tanto no que tange à ação dos gestores públicos como no que se refere à ação da comunidade participante: • A existência de uma ‘ação esquecida’ em relação aos limites impostos pelo capitalismo à realização da democracia por parte dos agentes do processo (governamentais e comunitários). • A não problematização do vínculo constitutivo entre Estado e sociedade civil, que se materializa mesmo nas parcelas municipais. • A redução da legitimidade do Estado ao princípio da eficácia [...]. Quanto ao segundo dilema, a não problematização do vínculo constitutivo entre Estado e sociedade civil, partimos de dois pressupostos: primeiro, o de que há um vínculo constitutivo entre a sociedade civil e o Estado (Lavalle [...]), ou seja, uma relação de interdependência entre as duas esferas, e, em segundo, que essa relação tem sua origem em duas organizações paralelas entre si. Na mediação institucional entre Estado e sociedade civil, esta teria uma função de limitadora ao Estado (freios democráticos). Sendo assim, é fundamental o reconhecimento/a problematização de vínculo constitutivo, pois, caso contrário, pode-se levar à noção de não discernimento entre as diferenças de cada esfera e limitar as possibilidades da realização da democracia” (livro-base, p. 182-184). A assertiva IV está incorreta, pois as relações jurídicas dependem das instituições estatais (livro-base, p. 182-184).

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.