Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
14 pág.
Aula 04

Pré-visualização|Página 1 de 14

AULA 4
APRENDIZAGEM DO ALUNO
ADULTO IMPLICAÇÕES PARA
A PRÁTICA DOCENTE
Profª Elisane Fank de Paiva

2
CONVERSA INICIAL
Andragogia e metacognição: relações com as produções nacionais e a
educação de jovens e adultos
Nesta aula, nos aprofundaremos no conceito de Andragogia,
estabelecendo uma possível relação com a prática da metacognição. Além disso,
compreenderemos como esses dois temas podem modificar o processo de
aprendizagem de adultos, em suas diferentes formas. Vale ressaltar também que,
quando falamos em educação de adultos, ou Andragogia, nossa memória
histórica nos remete às contribuições nacionais de Paulo Freire. A pedagogia
freiriana não se reduz a um método, p elo contrário, ela representa uma concepção
de educação de adultos, por meio d a qual se destaca a formação política dos
adultos para uma edu cação libertadora. No entanto, ela também traz consigo um
método, uma abordagem e uma concepção de alfabetização que parte
exatamente da s vivências e das condições con cretas do aluno adulto. Nes se
sentido, a p edagogia freiriana passa a representar um dos objetos d e estudo da
Andragogia.
O termo andragogia se popularizou em 1970 após a publicação do livro
The modern practive of adult education, de Malcon Knowles, ca racterizando-se
como a a rte e a ciência de orientar adultos a aprender. Significa , também, um
conjunto de princípios de aprendizagem de adultos qu e se aplicam a situações
que envolvem o docente.
Ainda, n a década de 1970, o termo metacognição surgiu n a literatura e
pode ser definid a, segundo Peixoto, Brandão e Santos (2007), “tanto como um
discurso de segundo nível sobre a cognição quanto u ma tecnolo gia educacional
simbólica”. Meta cognição é o conhecimento que a pessoa a dquire sobre os seus
próprios processos cognitivos, ou seja, o conhecimento, a consciência e o controle
dos proce ssos cognitivos. Andragogia e metaco gnição aparecem nesta m esma
aula como esforço para conceber que qualquer f ormação do aluno ad ulto passa
pela compreensão de seu percurso de conhecimento.
CONTEXTUALIZANDO
Nas aulas anteriores, analisamos, a partir de um recorte histórico, o p apel
dos movimentos sociais na formação do aluno adulto, passando brevemente por

3
Paulo Freire. Nesta aula, resta refletir a relação entre os Círculos de Cultura de
Paulo Freire, dos quais decorreram toda a concepção de Alfabetização de
Adultos, de Educação Permanente e de e ducação como ato político. Em que
medida a EJA deve sim se r concebida como uma política pública, na medida em
que as desigualdades sociais excluem, segregam e discriminam . Por fim, se
Andragogia implica repensar não somente a fo rma de ensinar, mas de perceber o
contexto do adulto, fundamentando -o e interpretando-o no letramento e na
alfabetização, em que medida os educadores de adultos t êm o entendimento de
que nenhuma formação do aluno adulto está desprovida de alguma
intencionalidade, seja pedagógica, política, social, cultural? E nós, será que nos
vemos conscientes de nosso próprio processo de conhecimento ? Em outros
termos, temos o conhecimento sobre o nosso conhecimento e suas razões?
TEMA 1 ANDRAGOGIA: CONCEITO
Termo cunhado mais recentemente bem mais rece ntemente em relação
à Grécia Antiga , mas que, na verdade, expressa o uma área do conhecimento
ou da f ormação em n ível d e ed ucação superior, mas um método e concepção
baseado em alguns princípios. De acordo com Franklin W ave, “andragogia é a
arte de causar o entendimento.
Apesar da fa lta de publicações sobre a história do tema, foi com o in ício da
Associação Americana para Educação de Adultos, em 1926 , que foi entendido
que h aviam duas correntes de investigação, “uma corrente artística ou
intuitiva/reflexiva e a outra corrente científica” ( Knowles, 2005, p. 40). A primeira
era baseada na aná lise da experiência e até mesmo na intuição; a segunda,
com bases experimentais, pautada pelo rigor nos estudos co rrentes dos estudo s
rigorosos.
Seguramente, a Andragogia d eve ser entendida como inerente à
Pedagogia. Isso se faz nece ssário haja vista que o conceito e a amplitude do papel
da formação do pedagogo v ão para além do conceito da Pedagogia.
De acordo com W ikipedia (2018), andragogia é a arte ou ciência de
orientar adultos a aprender, segundo a definição creditada a Malcolm Knowles,
na década de 1970. O te rmo reme te a um conceito de edu cação voltada para o
adulto, em contraposição à pedagogia, que se refe re à educação de crianças (do
grego paidós, criança).

Quer ver o material completo? Crie agora seu perfil grátis e acesse sem restrições!