Tecnicas_em_MTC
74 pág.

Tecnicas_em_MTC


DisciplinaAuriculoterapia168 materiais1.111 seguidores
Pré-visualização74 páginas
http:// www.cieph.com.br - e-mail:ciep h@cieph.com.br
Av. Engenhei ro Max de Souza, 952 – Coqueiros – Florianópolis – SC – Cep. 88080-0 00
Fone/Fax: (48)3348 -7852
CENTRO INTEGRAD O DE ESTU DOS E PESQUISAS DO HO MEM
ESTABELECIMENTO ESPECIAL DE ENSINO ISOLADO - REG ISTRO Nº 3718 S.E.D./SC
INSTITUTO SANTA C LARA
CURSO DE ESPECIALISTA EM
ACUPUNTURA
Caderno de Estudos:
“Técnicas e m Acupuntura”
ESPECIA LIZAÇAO E M ACUP UNTURA - CIEP H 200 8
2
Organizadora: Profª.Tátil a de Souza Barcala
Técnicas em Acup untura
Objetivos da Acupuntura
A acupuntura surgiu inicialmente na Chi na Antiga tendo como objetivo principal a
prevenção das doenças. Posteriormente d escobriu-se que, a través da estimulaçao de pontos
específicos, a técnica poderia também ser utilizada para tratamento de patol ogias, desequilíbrios e
desarmonias do corpo hu mano.
A estimulação dos ponto s baseia-se em atos terap êuticos:
Reforço: aumento do cau dal de energia
Dispersão: diminuição d o caudal de energia
Os atos de reforço e dis persâo ocorrem conforme a técnica aplicad a:
Massagem
Conforme direção da ene rgia do canal
Ocorre reforço quando s e aplic a a massa gem do meridiano a favo r do s eu fluxo energético e
dispersão quando se m assageia em sentido contrá rio.
Ao redor do ponto de acup untura
Reforça-se o ponto através da massagem ao redor deste em sentido horário e se dis persa em
sentido anti-horário.
Conforme a técnica aplicada
Técnicas mai s vi gorosas (como fricção e tapotagem) possuem caráter de reforço enquanto
técnicas mais suaves (com o o deslizamento) são dispersantes.
Instrumentos utili zados no agulhamento
Nos primórdios da acupuntura: utilizavam-se agulhas de pedra (cuneiforme), jade ou sílex,
ossos de animais e bamb u.
No período da elaboração do li vro Nei J ing foram desenvolvidos nove tipos de a gulhas de
comprimentos, formas, d iâmetros nomes e usos va riados.
Inicialmente confeccionad as em cobre, ouro e prata. O aço foi descoberto poster iormente
aos outros metais e a evidência mais antiga prové m da Ásia Ocidental (entre 2000 a 1500 a.C.).
Os nove tipos de a gulhas da China Antiga:
1. Chai – ponta de flecha/ sagital
Forma:
1,6 cun de comprimento, base larga, ponta afiada
Indicações:
ESPECIA LIZAÇAO E M ACUP UNTURA - CIEP H 200 8
3
Punção superficial com método de sangramento e
tratamento de doenças fe bris, eliminação de
energias perversas exte rnas e redução de
tumefações da pele
2. Yuan – agulha ovóide
Forma:
1,6 cun de comprimento, corpo cilíndrico e ponta oval
Indicações:
Massagem da superfície corpórea ou dos pontos de acupuntura para tratar afecções musculares
decorrentes de patógenos crônicos. Não caus a lesão tecidual.
3. Ti – agulha rombuda/ colher
Forma:
3,5 cun de comprimento , ponta circular, pequena, ligeiramente afiad a e s emelhante a uma colher
pequena. Não atravessa a pele.
Indicações:
Instrumento de massa gem utilizado para tratar m eridianos e dor superficialm ente
4. Feng – lancetada ou tr iangular
Forma:
1,6 cun de comprimento, corpo cilíndrico, ponta tri facetada e com bordas afiad as
Indicações:
Sangrias e drena gem de pus, abscessos e doenças febris a gudas
5. Pi – em forma de espad a
Forma:
4 cun de comprimento e 2,5 cun de largura, formato de espada
Indicações:
Perfurar e cortar abscessos e carbún culos. Instrum ento cirúrgico de cort e co m função semelhante ao
bisturi.
6. Yuan Li esférica
Forma:
1,6 cun de c omprimento, pont a afiada esfé rica com região medi ana ligeiramente mais larga que
contrasta com corpo, peq ueno e fino
Indicações:
Punção p rofunda, são como pequenas facas pa ra drenagem d e abs cessos, tratamento de artralgias
agudas
7. Hao - filiformes
Forma :
1,6 ou 3,6 cun de comprim ento, corpo filiforme, po nta tênue
Indicações: