A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
12 pág.
Aula 07 - Logística e Distribuição

Pré-visualização | Página 1 de 3

Aula 07 - Logística e Distribuição
Equipamentos de movimentação/técnicas de controle e armazenagem de materiais
Ao final desta aula, você será capaz de:
1. Identificar o gerenciamento de estoques intimamente ligado ao controle de materiais. 
2. Reconhecer a atividade de Controle da Produção e Materiais. 
3. Relacionar Controle da Produção e Materiais com Planejamento de Materiais. 
4. Experimentar diferentes maneiras para diminuir os custos de estoque. 
5. Verificar estrutura organizacional do almoxarifado.
Introdução
Nesta aula, avaliaremos os tipos de estoques, sua movimentação, controle e recebimento de materiais. Além disso, estudaremos seu acondicionamento, embalagens e conservação através das técnicas de armazenagem.
Equipamentos de movimentação - É a operação de deslocamento físico de materiais de um local para outro, dentro da instalação de armazenamento.
- Manual: Quando as operações são executadas pelo homem sem auxílio de equipamento.
- Mecanizada: Quando as operações são efetuadas por equipamentos de movimentação de materiais e dirigidas por homens.
- Automatizada: Quando operada por computador.
A movimentação de materiais também pode ser considerada como tendo a função de movimento, lugar, tempo, quantidade e espaço.
- Movimento: Deslocamento de peças, materiais e produtos acabados, de maneira mais eficiente. 
- Lugar: Responsabilidade de verificar se o material desejado está entregue no lugar certo.
- Tempo: Os materiais devem chegar ao local de trabalho, fábrica ou cliente no momento exato.
- Quantidade: Providenciar para cada operação, a quantidade exata dos materiais necessários. 
- Espaço: Espaço de armazenagem é um dos elementos mais importantes em qualquer fábrica.
Equipamentos de movimentação
Também os tipos de equipamentos que auxiliam na movimentação dando apoio à atividade ou tarefa e se subdivide em:
- Veículos Industriais – São veículos motorizados ou não, empregados para mover cargas mistas ou uniformes, em caminhos variados com superfície adequada, onde as funções principais são manobrar e movimentar. Principais equipamentos: 
Empilhadeiras (frontal, lateral, patrola) – É uma máquina usada principalmente para carregar e descarregar mercadorias em paletes. Existem diversos tipos e modelos. É comum encontrar em galpões fechados ou em centros de distribuição as empilhadeiras de combustão a gás liquefeito (GLP), elétricas, manuais e portuárias.
Carrinhos industriais, paleteira manual, carrinhos porta-bandeiras e transpaleteira elétrica.
- Equipamentos de Elevação e Transporte – São dispositivos aéreos que empregados para o deslocamento de cargas ou o lote e que variam, intermitente, entre dois pontos, dentro de uma área limitada, onde a função principal é transferir os principais equipamentos:
Equipamentos de Elevação e Transporte – São dispositivos aéreos que empregados para o deslocamento de cargas ou o lote e que variam, intermitente, entre dois pontos, dentro de uma área limitada, onde a função principal é transferir os principais equipamentos:
Guindastes, ponte rolante, guindastes auxiliares para veículos, monovia e talhas.
---
A utilização de equipamentos de movimentação de materiais tem como objetivo fornecer apoio na carga e descarga de materiais durante o seu processo de fabricação, armazenagem e expedição. Taylor enfatizava que a escolha pela empresa, tais como: tamanho, volume das cargas, forma, peso, custos e velocidade garantem vantagens competitivas e lucrativas.
---
Controle de materias
É a atividade através da qual é feito o levantamento completo das necessidades de materiais para execução do plano de produção. A partir das necessidades vindas da lista de materiais, das exigências impostas pelo Planejamento-Mestre da Produção (PMP) e das informações vindas do controle de estoque (itens em estoque e itens em processo de fabricação), procura determinar quando, quanto e quais materiais devem ser fabricados e comprados. 
O controle de materiais está intimamente ligado ao gerenciamento de estoques. Os tipos de estoques são: matérias-primas, produtos em processo e produtos acabados.
Os estoques devoram o capital de giro, fomentam por espaço para estocagem, requerem transporte e manuseio, deterioram, tornam-se obsoletos e reclamam por segurança. Por isso, a manutenção de estoques pode acarretar um custo muito alto para um sistema de manufatura.
O controle de materiais deve, portanto, ter como objetivo reduzir os investimentos em estoques e maximizar os níveis de atendimento aos clientes e produção da indústria.
Embora não haja menção na estrutura organizacional do almoxarifado, o controle deve fazer parte do conjunto de atribuições de cada setor envolvido, qual seja, recebimento, armazenagem e distribuição. 
Finalidade 
O controle de materiais consiste em ordená-los segundo um plano sistemático capaz de classificar cada produto, ou grupo deles, de maneira que possam ser facilmente localizados.
O controle deve fornecer a qualquer momento as quantidades que se encontram à disposição em processo de recebimento, as devoluções ao fornecedor e as compras recebidas e aceitas. Por outro lado, tem como objetivo acompanhar a fabricação e compra dos itens planejados, com a finalidade de garantir que os prazos estabelecidos sejam cumpridos. 
A atividade de Controle da Produção e Materiais também recolhe dados importantes como:
- Quantidades trabalhadas
- Quantidade de refugos
- Quantidade de material utilizado
- horas-máquina e/ou horas-homem gastas
Caso algum desvio significativo ocorra, o Controle da Produção e Materiais deve acionar as atividades de PMP e Planejamento de Materiais para o replanejamento necessário ou acionar a atividade de Programação e Sequenciamento da Produção para reprogramação necessária.
---
Fichas de controle
A ficha de controle de estoque indica o posicionamento do estoque do almoxarifado, num dado instante.
Este documento tem como objetivo, descrever as atividades de controle do processo de reposição de materiais de forma a garantir a disponibilidade dos bens, buscando não comprometer recursos financeiros inapropriadamente, além disso, visa também descrever as atividades relacionadas com a validação do estoque de materiais que são registrados no módulo MM (Materials Management) do Sistema SAP R/3 que existam fisicamente nos armazéns de empreiteiras que se encontrem em bom estado. Ou seja, apoia as funções de suprimento e de manutenção de estoques necessárias para os processos empresariais diários.
Controle de materiais
Este documento é aplicável a todas as atividades executadas pelo pessoal operacional e administrativo, cuidando para que as atividades sejam realizadas nos tempos e formas em que foram planejadas para analisar os resultados, registrar contabilmente os ajustes de estoque devidamente autorizados e emitir os informes que ajudem a garantir a integridade e validação das existências nos armazén
A Área de Aprovisionamento autoriza todas as baixas de materiais deteriorados que solicita o encarregado de almoxarifado e a Área de Compras, planifica e executa as compras de materiais recorrentes.
---
recebimento de materiais
A função básica do recebimento de materiais é garantir que o produto entregue esteja em conformidade com as especificações constantes no Pedido de Compra.
O fornecedor, no momento da entrega, atua como uma espécie de cliente interno por mais paradoxal que possa parecer para o setor de recebimento na outra ponta do canal da logística e, portanto, deve ser tratado com a deferência apropriada a um cliente. 
Assim, procedimentos adequados na portaria da empresa, permitindo a rápida entrada dos veículos, são necessários para que o recebimento do material se processe sem prejuízo para nenhuma das partes. Esses procedimentos devem apresentar:
- Comunicação eficiente entre portaria e o setor de recebimento.
- Pessoal treinado para os procedimentos de entrada de fornecedores na empresa.
- Redução, ao mínimo possível, da burocracia para o preenchimento de autorizações de entrada na empresa.
- Capacidade de recebimento adequada