A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Atividade Avaliativa 1 fundam economia

Pré-visualização | Página 1 de 1

PERGUNTA 1
1. No estudo dessa primeira unidade aprendemos que mercado pode ser definido como o local onde bens e serviços, assim como os fatores de produção, são trocados livremente, ou seja, sem a interferência de um organismo de planificação central. Essa dinâmica pode ser ilustrada na figura abaixo:
Fonte: VASCONCELLOS, Marco Antonio Sandoval de; GARCIA, Manuel Enriquez. Fundamentos de Economia. 4º ed. São Paulo: Saraiva, 2008, p. 10
Dessa forma, considerando a sua análise sobre a forma como famílias e empresas interagem, pede-se que seja desenvolvido um texto explicando essa interação, descrevendo, dessa maneira, o funcionamento dos fluxos real e monetário da economia.
			
	
	
	
	
	
	
	
	
		
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
		
	
	
		
	
	
		
	
	
		
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
		
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	Caminho: p
Palavras:0
Resposta: 
Primeiramente quero falar sobre o objetivo do fluxo circular da renda que objetiva observar as interações entre os agentes econômicos (empresas e famílias), atuando no mercado de bens e serviços e mercado de fatores de produção. O mercado de bens e serviços determina o que e quanto produzir; o mercado de fatores de produção determinam para quem produzir; e as empresas determinam como e quanto produzir. Essas interações se ligam por fluxos reais e monetários.
Fluxo Real procura evidenciar as relações de demanda e oferta existentes no mercado de bens e serviços, o Fluxo Monetário deixa clara a relação de pagamentos efetuados no mercado de bens e serviços, e a remuneração dos fatores de produção. Assim podemos afirmar que o sistema econômico é o conjunto de relações técnicas, básicas e institucionais que caracterizam a organização econômica de uma sociedade. Independentemente do seu tipo, todo sistema econômico deve, de algum modo, desempenhar três funções básicas – básicas em Economia –, determinando:
- O que produzir e em que quantidade: definir entre as possibilidades, o que e qual a quantidade a ser produzida, de modo a satisfazer, o mais adequadamente, à sociedade.
- Como produzir tais bens e serviços: definir quem vai ser o responsável pela produção, qual a tecnologia a ser empregada, qual o tipo de organização da produção etc.
- Para quem produzir, ou seja, quem será o consumidor: definir o público-alvo e as maneiras através das quais o produto deverá atingi-lo.
 
Explicando a interação conforme imagem acima:
O fluxo circular de renda mostra o fluxo contínuo de bens (mercadorias e serviços) e fatores de produção, entre empresas (unidades produtivas) e famílias (unidades e detentoras dos direitos de propriedade sobre as firmas) tendo em contrapartida um fluxo de pagamentos a bens (preço pago pelas mercadorias e serviços) e a fatores de produção (salários, aluguéis, etc...) entre estas mesmas unidades. A partir deste sistema, podemos avaliar o resultado da atividade econômica de um país sob três óticas: Ótica do produto e da despesa, que olham para a produção de bens finais na economia e a venda de tais bens, e ótica da renda, que foca sobre a remuneração dos fatores de produção (salários, juros, aluguéis e lucros).
Em cada um dos mercados atuam conjuntamente as forças da oferta e da demanda, determinando o preço. Assim, no mercado de bens e serviços formam-se os preços dos bens e serviços, enquanto no mercado de fatores de produção são determinados os preços dos fatores de produção (salários, juros, aluguéis, lucros). No mercado de bens e serviços, determina-se ―o que e ―quanto produzir; no mercado de fatores de produção, decide-se ―para quem produzir. A questão de ―como produzir é dada no âmbito das empresas, pela sua eficiência produtiva.
Esse fluxo, também chamado de fluxo básico, é o que se estabelece entre famílias e empresas.