contabilidade publica prova 2
4 pág.

contabilidade publica prova 2


DisciplinaContabilidade Pública7.571 materiais58.385 seguidores
Pré-visualização2 páginas
11/03/2020 UNIASSELVI - Centro Universitário Leonardo Da Vinci - Portal do Aluno - Portal do Aluno - Grupo UNIASSELVI
https://portaldoalunoead.uniasselvi.com.br/ava/notas/request_gabarito_n2.php 1/4
Acadêmico: Gabrielle Martini (718412)
Disciplina: Contabilidade Pública (CON36)
Avaliação: Avaliação II - Individual FLEX ( Cod.:513857) ( peso.:1,50)
Prova: 15750542
Nota da Prova: 8,00
Legenda: Resposta Certa Sua Resposta Errada 
1. A origem das Receitas Públicas deve ser identificada pelo Estado, pois, dependendo da sua procedência, adotam-
se diferentes formas de definição. O Estado, por sua vez, deverá acompanhar e realizar o registro do recebimento
destas receitas, e a identificação da origem contribui para mensurar e quantificar os meios de recebimento que
mais agregam receitas públicas. Sobre a definição das formas de procedência de Receitas Públicas, analise as
opções a seguir:
I- Receitas Públicas Ordinárias.
II- Receitas Públicas Próprias.
III- Receitas Públicas Derivadas.
IV- Receitas Públicas Primárias.
Assinale a alternativa CORRETA:
 a) As opções I e III estão corretas.
 b) As opções II e IV estão corretas.
 c) Somente a opção II está correta.
 d) As opções I e IV estão corretas.
2. As despesas orçamentárias previstas em Lei devem ser estruturadas a fim de evidenciar como serão atendidas as
políticas públicas. Assim, organizam-se fases para a despesa orçamentária, que devem ser seguidas para a sua
realização e acompanhamento. Sobre essas fases, analise as opções a seguir:
I- Fixação da despesa, Reserva de dotação e Licitação.
II- Origem, Classificação e Realização.
III- Recursos, Licitação, Reserva de pagamento, Desembolso e Quitação.
IV- Empenho, Liquidação e Pagamento.
Assinale a alternativa CORRETA:
 a) Somente a opção I está correta.
 b) As opções I e III estão corretas.
 c) As opções II e IV estão corretas.
 d) As opções I e IV estão corretas.
3. Todo ingresso orçamentário é uma receita pública que serve para fazer frente às despesas públicas. Possuem
enfoque orçamentário e, para fins contábeis, temos o impacto na situação líquida patrimonial. As receitas
orçamentárias podem ser:
 a) Receita Orçamentária originária e Receita Orçamentária não derivada.
 b) Receita Orçamentária aumentativa e Receita Orçamentária não aumentativa.
 c) Receita Orçamentária realizada e Receita Orçamentária não realizada.
 d) Receita Orçamentária efetiva e Receita Orçamentária não efetiva.
11/03/2020 UNIASSELVI - Centro Universitário Leonardo Da Vinci - Portal do Aluno - Portal do Aluno - Grupo UNIASSELVI
https://portaldoalunoead.uniasselvi.com.br/ava/notas/request_gabarito_n2.php 2/4
4. A Lei nº 4320/64 descreve que a codificação das receitas deve ocorrer através de números em forma de
codificação decimal, visto que, nesta codificação, a descrição ou denominação da receita também precisa ser
descrita. Assim, com base nestas duas maneiras de identificação, criou-se a natureza das receitas. Sobre a
definição das receitas correntes que integram categorias econômicas das receitas, classifique V para as sentenças
verdadeiras e F para as falsas:
( ) São receitas correntes aquelas com origem de receitas tributárias, de contribuições, patrimonial, agropecuária,
industrial, de serviços, entre outras.
( ) São receitas recebidas de pessoas de direito público ou privado, desde que sejam destinadas a atender às
despesas classificadas como Despesas Correntes.
( ) São receitas correntes aquelas provenientes da arrecadação apenas de doações para a manutenção do
patrimônio público.
( ) São receitas correntes as provenientes de recebimentos apenas através da arrecadas do imposto sobre
serviços - ISS - e dos juros recebidos em aplicações de longo prazo.
Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
FONTE: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l4320.htm. Acesso em: 28 nov. 2019.
 a) V - V - F - F.
 b) F - F - V - V.
 c) V - F - V - F.
 d) F - V - V - F.
5. A secretaria de Tesouro Nacional auxiliado pelo MCASP - Manual de Contabilidade aplicada ao Setor Público -
determina os procedimentos para o reconhecimento e acompanhamento das Receitas Públicas e, ainda dentro
deste grupo de receitas, as Receitas Orçamentárias também estão presentes, pois destinam-se exclusivamente a
aplicações em programas e ações governamentais. Diante deste cenário, analise as afirmativas a seguir: 
I- A Receita Orçamentária Efetiva quando ocorre constitui um fato contábil e assim impacta na situação líquida
patrimonial da entidade.
II- A Receita Orçamentária Não Efetiva ocorre apenas nos Estados com menor arrecadação, pois a União deve
complementar a Receita enviando recursos.
III- A Receita Orçamentária Efetiva acontece apenas nos municípios com maiores indicadores de transparência em
seus portais de divulgação.
IV- A Receita Orçamentária Não Efetiva quando ocorre não altera a situação patrimonial da entidade, pois
caracteriza-se como um fato contábil permutativo.
Assinale a alternativa CORRETA:
 a) Somente a afirmativa II está correta.
 b) As afirmativas I e IV estão corretas.
 c) As afirmativas III e IV estão corretas.
 d) As afirmativas II e IV estão corretas.
6. A Lei Orçamentária Anual - LOA - e a Lei das Diretrizes Orçamentárias - LDO - determinam, respectivamente, que
o orçamento público deve ser autorizado por Lei e definem ainda a destinação de receitas e despesas. Para tanto,
devem obedecer alguns princípios orçamentários que evidenciam a política econômica e financeira e o programa
de trabalho do governo. Sobre os princípios orçamentários da LOA, classifique V para as sentenças verdadeiras e
F para as falsas:
( ) Equilíbrio entre receitas e despesas.
( ) Apurar o resultado do ano seguinte.
( ) É o fluxo de caixa provenientes de doações.
( ) Critérios e formas de limitação de empenho.
Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
 a) V - V - V - F.
 b) F - V - V - F.
11/03/2020 UNIASSELVI - Centro Universitário Leonardo Da Vinci - Portal do Aluno - Portal do Aluno - Grupo UNIASSELVI
https://portaldoalunoead.uniasselvi.com.br/ava/notas/request_gabarito_n2.php 3/4
 c) V - F - F - V.
 d) F - F - V - V.
7. No campo público, é necessário o dispêndio de Despesas para a realização das necessidades dos diversos
usuários e contribuintes. Uma característica diferente no setor público é a necessidade da existência de lei para a
realização de Receitas. Diante da necessidade de reconhecimentos da Despesa na Contabilidade Pública,
realizou-se a classificação dessas despesas em dois grupos, conforme o impacto gerado na situação líquida
patrimonial. Sobre as classificações das despesas quanto ao impacto na situação líquida patrimonial, classifique V
para as opções verdadeiras e F para as falsas:
( ) Despesa Orçamentária Efetiva e Despesa Orçamentária não Efetiva.
( ) Despesa Orçamentária Realizada e Despesa Orçamentária a Realizar.
( ) Despesa de Longo Prazo e Despesa de Curto Prazo.
( ) Despesa Patrimonial e Despesa Financeira.
Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
 a) F - F - V - V.
 b) V - V - V - F.
 c) F - V - V - F.
 d) V - F - F - F.
8. Na área pública, as receitas também devem ser identificadas e reconhecidas, considerando que seus ingressos se
realizam e se registram contabilmente como maneira de formalizar a sua ocorrência, assim, é fundamental, antes
de qualquer classificação, evidenciar quando ocorrem ingressos de Receita na área pública. Diante desse cenário,
sobre a definição de Receita Pública, classifique V para as sentenças verdadeiras e F para as falsas:
( ) Em seu sentido mais amplo, as Receitas Públicas representam os ingressos de recursos financeiros nos
cofres do Estado, ainda segundo o Código Tributário, este ingresso de receita pode acontecer também através da
entrada de bens no Estado.
( ) A Receita Pública acontece quando os recebimentos de vendas do Estado ocorrem, ou seja, o momento em
que os clientes e contribuintes pagam juros sobre os impostos incidentes em suas atividades.
( ) A Receita Pública