Questões CESPE comentadas parte 2
102 pág.

Questões CESPE comentadas parte 2


DisciplinaDireito Penal I73.515 materiais1.214.027 seguidores
Pré-visualização7 páginas
Direito Penal e Processual penal em slide 
Resolução de questões da Banca CESPE 
(temas variados)
STJ 2018 CESPE - Na hipótese de tentativa de subtração patrimonial e morte consumada, o agente responderá pelo crime de latrocínio consumado.
 
Certo ou Errado.
QUESTÃO 1
 Gabarito
O latrocínio está previsto no artigo 157 §3º inciso II do Código Penal que dispõe:
     Roubo
        Art. 157 - Subtrair coisa móvel alheia, para si ou para outrem, mediante grave ameaça ou violência a pessoa, ou depois de havê-la, por qualquer meio, reduzido à impossibilidade de resistência:
        § 3º  Se da violência resulta:                 
        II \u2013 morte, a pena é de reclusão de 20 (vinte) a 30 (trinta) anos, e multa.               
O latrocínio pode acontecer segundo a doutrina tanto na forma consumada quanto na forma tentada.
Morte consumada + roubo consumado: latrocínio consumado.
Morte consumada + roubo tentado: latrocínio consumado.
Morte tentada + roubo consumado: tentativa de latrocínio.
Morte tentada + roubo tentado: tentativa de latrocínio. 
Desse modo a assertiva está correta. 
QUESTÃO 1
PF 2018 CESPE- Aquele que adquirir, transportar e guardar cocaína para consumo próprio ficará sujeito às mesmas penas imputadas àquele...que adquirir, transportar e guardar cocaína para fornecer a parentes e amigos, ainda que gratuitamente.
 Certo ou errado
QUESTÃO 2
Gabarito 
A assertiva está errada, pois a primeira conduta (Aquele que adquirir, transportar e guardar cocaína para consumo próprio) está prevista no artigo 28 da lei 11.343 de 2006 onde não há pena privativa de liberdade prevista,  já  a segunda conduta (adquirir, transportar e guardar cocaína para fornecer a parentes e amigos, ainda que gratuitamente) está prevista no artigo 33  da lei ora comentada onde a pena privativa de liberdade pode ser de 5 a 15 anos de reclusão. 
QUESTÃO 2
STJ 2018 CESPE- Tendo como referência a jurisprudência sumulada dos tribunais superiores, julgue o item a seguir, acerca de crimes, penas, imputabilidade penal, aplicação da lei penal e institutos. O réu sentenciado provisoriamente que se encontre em prisão especial deverá aguardar o trânsito em julgado da sentença com a definição da pena para que seja aplicada a progressão de regime de execução da pena. 
Certo ou errado
QUESTÃO 3
Gabarito 
A assertiva está errada conforme a súmula  717  do Supremo Tribunal Federal que dispõe: Não impede a progressão de regime de execução da pena, fixada em sentença não transitada em julgado, o fato de o réu se encontrar em prisão especial.
QUESTÃO 3
PF 2018 CESPE- Em cada item seguinte , é apresentada uma situação hipotética seguida de uma assertiva a ser julgada de acordo com o entendimento dos tribunais superiores acerca das atribuições da PF na persecução criminal e da competência para o processamento e o julgamento de ação penal. Uma investigação iniciada no âmbito da polícia judiciária de determinado estado da Federação buscava apurar crime de tortura praticado no interior de uma penitenciária estadual, com violação a direitos humanos. O crime ganhou repercussão internacional e, em razão disso, o IP foi encaminhado à apuração da PF. Nessa situação, a competência para processar e julgar o crime será deslocada para a justiça federal, já que, de regra, a atuação da PF produz tal efeito processual. 
Certo ou errado
QUESTÃO 4 
Gabarito 
A assertiva em questão está errada, haja vista que, a investigação pela polícia federal por si só não transfere a competência de julgamento para a justiça federal conforme a jurisprudência:
CONFLITO DE COMPETÊNCIA. JUÍZOS VINCULADOS A TRIBUNAIS DISTINTOS.
RECEPTAÇÃO DE CARGA TRANSPORTADA ENTRE ESTADOS DA FEDERAÇÃO. 14 TONELADAS DE ALUMÍNIO. ATUAÇÃO DA POLÍCIA FEDERAL NASINVESTIGAÇÕES.
IRRELEVÂNCIA. AUSÊNCIA DE INTERESSE DA UNIÃO, AUTARQUIAS E EMPRESAS PÚBLICAS FEDERAIS. COMPETÊNCIA DO JUÍZO ESTADUAL SUSCITADO.
5. Assim, à míngua de indícios de violação direta aos interesse descritos no art. 109 da CF, incide o enunciado da Súmula n. 150 do Superior Tribunal de Justiça - STJ, segundo a qual "compete à Justiça Federal decidir sobre a existência de interesse jurídico que justifique a presença, no processo, da União, suas autarquias ou empresas públicas".
6. As evidências coletadas até o momento nas investigações não apontam interesse da União de tal sorte que a atuação da Polícia Federal se dá por excepcional autorização da Constituição para repressão uniforme do delito, situação que não desloca a competência do feito para a Justiça Federal.
(CC 166.600/MG, Rel. Ministro JOEL ILAN PACIORNIK, TERCEIRA SEÇÃO, julgado em 28/08/2019, DJe 09/09/2019).
QUESTÃO 4 
STJ 2018 CESPE- A falta de intimação do recorrido para apresentar resposta a recurso interposto é hipótese de nulidade absoluta, mesmo que, a despeito de não ter sido intimado, ele apresente as contrarrazões ao recurso aviado. 
Certo ou errado
QUESTÃO 5
Gabarito
Errado, pois nesse caso a hipótese é de nulidade relativa e  como não houve prejuízo para a defesa, visto que, as contrarrazões foram protocoladas não há nulidade no processo. 
QUESTÃO 5
STM 2018 CESPE - Acerca dos institutos do erro de tipo, do erro de proibição e do concurso de pessoas, julgue o item subsequente.
O erro de proibição evitável exclui a culpabilidade. 
Certo ou errado.
QUESTÃO 6 
Gabarito 
Errado, pois para o erro de proibição excluir a culpabilidade ele deve ser inevitável conforme o artigo 21  do Código Penal que dispõe:
Erro sobre a ilicitude do fato 
Art. 21 - O desconhecimento da lei é inescusável. O erro sobre a ilicitude do fato, se inevitável, isenta de pena; se evitável, poderá diminuí-la de um sexto a um terço.
QUESTÃO 6
PC SE 2018 CESPE- Julgue o item seguinte, referente a crimes de trânsito e a posse e porte de armas de fogo, de acordo com a jurisprudência e legislação pertinentes. O porte de arma de fogo de uso permitido sem autorização, mas desmuniciada, não configura o delito de porte ilegal previsto no Estatuto do Desarmamento, tendo em vista ser um crime de perigo concreto cujo objeto jurídico tutelado é a incolumidade física. 
Certo ou errado
QUESTÃO 7
Gabarito
Errado, pois trata-se de um crime de perigo abstrato e não de perigo concreto. 
Nos crimes de perigo  há uma probabilidade de dano que deve ser averiguada no caso concreto, desse modo, não é necessário uma violação efetiva de um bem jurídico. O crime de perigo abstrato são assim definidos em virtude da falta de lesão concreta a um bem jurídico, sendo que, a simples conduta do agente pode configurar o crime. Ex.: Tráfico de Drogas de acordo com o artigo 33 da lei 11.340 de 2006 é um crime de perigo abstrato, pois, com a simples conduta de vender drogas independente do efetivo uso do pelo indivíduo comprador já pode configurar o crime. 
Já o crime de perigo concreto é aquele em que a probabilidade de lesão a um bem jurídico deve ser observada analisando o caso concreto e não uma situação em abstrato. Ex.: Dirigir veículo sem possuir a  Carteira Nacional de habilitação: Art. 309 CTB. 
QUESTÃO 7
MPU 2018 CESPE- Joaquim, penalmente imputável, praticou, sob absoluta e irresistível coação física, crime de extrema gravidade e hediondez.
Nessa situação, Joaquim não é passível de punição, porquanto a coação física, desde que absoluta, é causa excludente da culpabilidade.
 Certo ou errado
QUESTÃO 8
Gabarito
Errado, pois a coação física absoluta é causa excludente de tipicidade (primeiro elemento analisado no conceito analítico de crime) e não de culpabilidade (o terceiro elemento analisado no conceito analítico de crime). 
QUESTÃO 8
PF 2018 CESPE- Em cada item que se segue, é apresentada uma situação hipotética seguida de uma assertiva a ser julgada com base na legislação de regência e na jurisprudência dos tribunais superiores a respeito de aplicação de pena, cominação de penas, regime de penas, medidas de segurança e livramento condicional. Ronaldo, maior e capaz, e outras três pessoas, também maiores e capazes,