A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
12 pág.
aula 3

Pré-visualização | Página 2 de 3

Móveis e Utensílios
Os valores relativos aos móveis e utensílios usados na companhia que tenham vida útil 
superior a 1 ano.
Veículos
Carros, motos, camionetes, caminhões etc. usados para o desenvolvimento da companhia, 
seja para entrega de produtos, deslocamento dos funcionários e para qualquer outra atividade 
da empresa.
Ferramentas
Fonte: Shutterstock
Qualquer instrumento, com vida útil superior a 1 ano, usado para a realização de determinados 
trabalhos. Facilitam a realização de uma tarefa mecânica que requer o uso de força. Ex.: chave 
de fenda, alicate, martelo etc.
Reflorestamento e Jazidas
Projetos de florestamento e reflorestamento de propriedade da empresa, sendo dever dela ter 
cuidados permanentes como trabalhos de plantio, capinação, irrigação, adubação etc.
Benfeitorias em Propriedade de Terceiros
Valores relativos às construções em terrenos arrendados e às instalações e benfeitorias em 
imóveis alugados, sejam de uso do setor administrativo ou produtivo da empresa, que forem 
incorporados ao imóvel arrendado, e revertam ao proprietário do imóvel no término do 
contrato. As benfeitorias serão amortizadas em função da vida útil estimada ou no período de 
vigência do contrato de locação ou arrendamento, dos dois, o menor.
Bens do Ativo Imobilizado de Pequeno Valor
De acordo com o Art. 301, do RIR/1999 e o art. 30, da Lei nº 9.249/1995, poderá ser lançado 
como custo ou despesa operacional o valor de aquisição de bens do Ativo Permanente, cujo 
prazo de vida útil não ultrapasse 1 ano ou o valor unitário não seja superior a R$326,61.
Ativo Imobilizado em Andamento
São classificados todos os gastos com materiais, mão de obra direta e indireta e outros 
gastos que a empresa incorrer na construção e instalação, até o momento em que os bens 
entram em operação, quando são reclassificados para as contas específicas do grupo 
Imobilizado em Operação.
CONSUMO DE ATIVOS IMOBILIZADOS
Contabilizamos a perda de valor dos itens do Ativo Imobilizado por meio da Depreciação, Amortização e Exaustão, 
conforme segue:
Depreciação é a redução do valor dos bens pelo desgaste ou pela perda de utilidade por uso, ação da natureza ou 
obsolescência. 
Amortização é a redução do valor aplicado na aquisição de direitos de propriedade e quaisquer outros, inclusive ativos 
intangíveis, com existência ou exercício de duração limitada, ou cujo objeto sejam bens de utilização por prazo legal ou 
contratualmente limitado. 
Exaustão é a redução do valor de investimentos necessários à exploração de recursos minerais, florestais e outros recursos 
naturais esgotáveis ou de exaurimento determinado, bem como do valor de ativos corpóreos utilizados no processo de 
exploração. 
Fonte: Shutterstock
INTANGÍVEL
De acordo com o art. 179, VI, da Lei no 6.404/76, serão classificados, no ativo não circulante intangível, os direitos que 
tenham por objeto bens incorpóreos destinados à manutenção da companhia ou exercidos com essa finalidade, inclusive 
fundo de comércio adquirido.
O CPC 04 caracteriza um ativo intangível quando:
᪶᪷ For separável, ou seja, puder ser separado da entidade e vendido, transferido, licenciado, alugado ou trocado, 
individualmente ou junto com um contrato, ativo ou passivo relacionado, independente da intenção de uso pela entidade.
᪶᪷ Resultar de direitos contratuais ou outros direitos legais, independentemente de tais direitos serem transferíveis ou 
separáveis da entidade ou de outros direitos e obrigações.
᪶᪷ For provável que os benefícios econômicos futuros esperados atribuíveis ao ativo serão gerados em favor da 
entidade.
᪶᪷ Puder ser mensurado com segurança o custo do ativo.
Exemplo
, Exemplos de ativos intangíveis:
Softwares;
Licenças;
Marcas;
Patentes;
Direitos autorais;
Direitos de exibição de filmes.
Mais algumas considerações:
AVALIAÇÃO DOS ATIVOS INTANGÍVEIS
Os direitos classificados no Ativo Intangível devem ser avaliados pelo seu custo de aquisição 
deduzida sua respectiva amortização.
Nota: a amortização deve feita em função do prazo legal ou contratual de uso dos direitos ou 
em razão da sua vida útil econômica, deles o que for menor.
RECONHECIMENTO DOS ATIVOS INTANGÍVEIS
Um item do ativo intangível deve ser reconhecido quando os benefícios econômicos futuros 
forem prováveis e se o custo puder ser mensurado. Para tanto, uma empresa deve ser capaz 
de demonstrar todos os seguintes critérios:
• Viabilidade técnica;
• Capacidade de usar ou vender o ativo intangível;
• Disponibilidade de recursos técnicos, financeiros e outros para completar o desenvolvimento;
• Capacidade de medir confiavelmente o gasto com o desenvolvimento.
Caso não haja condições de reconhecer um ativo intangível este deve ser registrado como 
despesa.
EXERCÍCIOS
Questão 1: Marque a opção em que todas as contas são classificadas no Ativo Não Circulante:
a) Fundo Fixo, Adiantamento a Fornecedores e Despesas Antecipadas
b) Empréstimos Compulsórios, Participações Permanentes e Depreciação Acumulada
c) Empréstimos Bancários, Investimentos em Coligadas e Marcas e Patentes
d) Bancos Conta Movimento, Impostos a Recuperar e Despesa com Depreciação
e) Aplicação Financeira de Liquidez Imediata, Marcas e Patentes e Amortização Acumulada
Justificativa
Questão 2: (NC-UFPR, 2010) No Balanço Patrimonial, as contas serão classificadas segundo os elementos do patrimônio 
que registrarem e agrupadas de modo a facilitar o conhecimento e a análise da situação financeira da companhia.
De acordo com o artigo 178 da Lei nº 6.404/76, § 1º, as contas serão agrupadas no ativo entre os seguintes grupos e 
subgrupos:
a) Ativo circulante — ativo realizável a longo prazo e ativo não circulante, composto por permanente, imobilizado e diferido.
b) Ativo circulante — ativo não circulante, composto por ativo realizável a longo prazo, investimentos, imobilizado e intangível.
c) Ativo circulante — ativo não circulante, composto por ativo realizável a longo prazo, resultado de exercício futuro.
d) Ativo não circulante — ativo circulante, composto por ativo realizável a curto prazo, intangível e diferido.
e) Ativo circulante — ativo não circulante, composto por ativo realizável a longo prazo, imobilizado e exigível não circulante.
Justificativa
Questão 3: (FCC, 2014) Considere as informações a seguir sobre as empresas Cia. Alfa, Cia. Beta, Cia. Gama e Cia. Delta:
1 - A Cia. Alfa adquiriu 30% das ações da Cia. Epsilon, passando a ter influência significativa na administração.
2 - A Cia. Beta é uma empresa comercial e adquiriu máquinas especiais para revender.
3 - A Cia. Gama adquiriu máquinas especiais que serão utilizadas em seu processo produtivo.
4 - A Cia. Delta adquiriu um lote de ações da Cia. Mega e pretende negociá-las a qualquer momento, quando houver 
necessidade de recursos financeiros.
Fonte: Shutterstock
Os ativos adquiridos pelas Cias. Alfa, Beta, Gama e Delta são classificados no Balanço Patrimonial das respectivas 
empresas no Ativo:
a) não circulante, circulante, não circulante e circulante.
b) circulante, circulante, não circulante e circulante.
c) não circulante, não circulante, não circulante e circulante.
d) circulante, circulante, circulante e não circulante.
e) não circulante, circulante, não circulante e não circulante.
Justificativa
Questão 4: Dentre as opções abaixo, NÃO faz parte do Conjunto de Demonstrações Contábeis:
a) Demonstração do Valor Adicionado (DVA)
b) Demonstração de Resultados Abrangentes (DRA)
c) Demonstração de Origens e Aplicação de Recursos (DOAR)
d) Demonstração dos Fluxos de Caixa (DFC)
e) Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido (DMPL)
Justificativa
Questão 5: Observe as seguintes contas que compõem o Patrimônio da Cia. Beta:
• Disponibilidades: R$80.000,00
• Direitos realizáveis no curso do exercício social subsequente: R$60.000,00
• Aplicações de recursos em despesas do exercício seguinte: R$40.000,00
• Os direitos realizáveis após o término do exercício seguinte: R$120.000,00
• Participações permanentes em outras sociedades:

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.