A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
APS - FINALIZADA

Pré-visualização | Página 1 de 1

Gustavo Augusto Garcia da Silva
RA: 6187176
Turma 14201B
1. 	Conforme o caso, o indivíduo realizou uma ressonância magnética, para avaliação do tumor. Defina os planos de secções (cortes) utilizados nesse tipo de exame.
R: Os planos de secções utilizados durante a Ressonância Magnética, são o Axial, Coronal e Sagital, de acordo com a necessidade do exame.
2. Analise a imagem do caso clínico e cite a secção presente na imagem, da ressonância magnética.
R: A secção feita no exame, e presente na imagem, é a axial, na qual divide o corpo nos planos cranial e caudal.
3. Quais as células que constituem o tecido nervoso?
R: O tecido nervoso é constituído por células nervosas, denominadas neurônios, as quais são responsáveis por transmitir impulsos nervosos para o corpo. E as células da Glia, sendo elas:
· Astrócito: responsável pela seleção de quais são os componentes para passar para a célula.
· Barreira Hematoencefálica: barra a passagem de substâncias que podem causar algum dano a célula.
· Oligodendrócitos: responsável pela formação da bainha de mielina (é uma capa do tecido adiposo que protege suas células nervosas)
· Microglia: função de fagocitar os componentes, e está relacionada também a proteção do organismo.
· Células de Schwann: também forma a bainha de mielina, poré, estão fora do encéfalo e da medula.
· Células ependimárias: responsáveis pela circulação do líquor (proteção mecânica contra impactos do encéfalo e da medula).
4. O paciente apresente paralisia do nervo facial. Explique do ponto de vista histológico, o que é um nervo. 
R: Nervos são estruturas anatômicas do corpo humano distribuídos em filamentos pelo corpo humano. São formados a partir do prolongamento de múltiplos axônios e detritos neurais, e ficam responsáveis pela distribuição dos impulsos elétricos nervosos, que garantem a comunicação entre o sistema nervoso central e órgãos efetores e de sensibilidade.
5. Analise os sintomas do caso clínico e explique a relação com o tumor no tronco encefálico. 
R: Os sintomas da doença são, falta de coordenação, rigidez e fraqueza muscular, agitação motora, convulsões, entre outros. O paciente consta com um tumor cerebral. No qual, esse tumor nos indica que há um crescimento incomum de células do crânio, o que remete a um “aperto” das células saudáveis do nosso cérebro. A doença pode ser determinada em primária (na qual o tumor fica localizado no próprio crânio) e secundária/metástica (na qual o tumor tem origem em outro órgão do corpo, e tem a capacidade de se espalhar também para outros órgãos.)
6. Para quem uma informação seja passada de um neurônio para outro, a transmissão de impulso nervoso, envolve um mecanismo denominado potencial de ação. Explique a fase de despolarização e repolarização da membrana celular.
R: A despolarização é a 1º fase do potencial de ação, na qual verifica-se um aumento na permeabilidade de sódio na membrana celular. O que gera um grande fluxo desse mesmo íon de fora para dentro da célula por meio de sua membrana. Consequentemente, ficando positivo no interior e negativo no exterior da célula. Já a repolarização, que é a 2º fase do potencial de ação, que é o momento que a célula reestabelece o sistema normal dela, ou seja, quando a permeabilidade da membrana celular do potássio, regressa ao normal, e consequentemente, há agora um aumento na permeabilidade desse íon. Gerando assim, um fluxo de potássio de dentro para fora da célula.
7. A comunicação rápida e precisa entre neurônios é possível devido a dois mecanismos: condução axonal e transmissão sináptica. As sinapses são estruturas especializadas que permitem a comunicação elétrica entre as células excitáveis. Elas se subdividem em sinapse elétrica e sinapse química. Diferencie-as e correlacione com o seu papel na transmissão de informação.
R: Quando há sinapse elétrica, as correntes elétricas passam pelas ligações comunicantes até alcançarem outras células através de canais que as interligam. Esse tipo de sinapse tem características de usar junções comunicantes, ser bidirecional, e quando ocorrê-la, não haverá outro tipo de sinapse além dela mesma. Já s sinapse química, utiliza-se das substâncias químicas, na qual são responsáveis por estimular as células seguintes, denominadas de neurotransmissores. Após esse processo, as vesículas que contém esses neurotransmissores, são liberadas na fenda sináptica e reconhecidas por receptores químicos na membrana na célula (pós-sináptica) fundindo-se e liberando seu conteúdo.
8. O exame de imagem evidenciou um comprometimento no tronco encefálico. Faça um mapa conceitual da divisão do Sistema Nervoso, detalhando ainda, as partes do tronco encefálico. 
R: