A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
AULA 02

Pré-visualização | Página 1 de 1

1a Questão
	
	
	
	
	O projeto de um edifício inteligente pode ser considerado como:
		
	
	um projeto que envolve energia solar, energia eólica e redução do consumo de recursos naturais.
	 
	um projeto que utiliza sistemas de automação predial e que nem sempre pode ser considerado como sustentável.
	
	um projeto com redução de consumo de energia e, consequentemente, sustentável.
	
	um projeto que utiliza tecnologia para se tornar sustentável.
	
	um projeto de arquitetura sustentável. 
	Respondido em 04/02/2020 16:17:26
	
Explicação:
Edifício inteligente pode ser definido como aquele capaz de oferecer um ambiente de qualidade e produtivo, com uma boa relação custo benefício pela otimização dos seus sistemas. Em muitos casos, o edifício inteligente resume-se a um sistema de automação predial que proporciona tais benefícios. Esse conceito foi confundido com o de edifícios sustentáveis pelo fato de alguns dos sistemas de automação adotados, nesse tipo de edificação, contribuírem para o menor consumo de energia e água.
 
	
	
	 
	
	 2a Questão
	
	
	
	
	Leia o texto atentamente e assinale a afirmativa falsa:
O projeto sustentável quer criar edificações e cidades objetivando a qualidade de vida do ser humano no ambiente construído e no seu entorno, integrando com as características da vida e do clima locais, consumindo a menor quantidade de energia compatível com o conforto ambiental, para legar um mundo menos poluído para futuras gerações. (CORBELLA, Oscar; YANNAS, Simos, 2010). Segundo Lomardo (2005), a arquitetura sustentável pode ser dividida em:
		
	
	Sustenatbilidade social.
	
	Sustentabilidade financeira.
	 
	Sustentabilidade urbanística.
	
	Sustentabilidade ecológica.
	
	Sustentabilidade ambiental.
	Respondido em 04/02/2020 16:19:21
	
Explicação:
Segundo Lomardo (2005), a arquitetura sustentável pode ser dividida em: sustentabilidade financeira, sustentabilidade ambiental, sustenatbilidade social, sustentabilidade espacial e sustentabilidade ecológica.
	
	
	 
	
	 3a Questão
	
	
	
	
	Arquitetura e Urbanismo sustentáveis são a continuidade mais natural da arquitetura bioclimática, considerando também a integração do edifício à totalidade do meio ambiente, de forma a torná-lo parte de um conjunto maior. Nesse contexto, o projeto sustentável quer criar edificações e cidades objetivando a qualidade de vida do ser humano no ambiente construído e no seu entorno, integrando com as características da vida e do clima locais, consumindo a menor quantidade de energia compatível com o conforto ambiental, para legar um mundo menos poluído para futuras gerações. (CORBELLA, Oscar; YANNAS, Simos, 2010). Segundo Lomardo (2005), sustentabilidade espacial significa:
		
	 
	Localização e relação com a vizinhança e a cidade minimizando impactos negativos.  
	
	Evitar efeitos prejudiciais ao ambiente por meio de uso cuidadoso de recursos naturais, minimização de resíduos, proteção e melhoria do ambiente.
	
	Crescimento por meio do uso eficiente dos recursos (mão de obra, materiais, água e energia) financeiramente viáveis.
	
	Responder às necessidades dos atores sociais envolvidos no processo de construção (do planejamento à demolição), incluindo alta satisfação do cliente e do usuário, fornecedores comprometidos ambientalmente, respeito aos funcionários e às comunidades locais.
	
	Possibilitar a permanência ou menor interferência nos ciclos naturais como a realimentação dos lençóis freáticos.
	Respondido em 04/02/2020 16:21:00
	
Explicação:
Arquitetura e Urbanismo sustentáveis são a continuidade mais natural da arquitetura bioclimática, considerando também a integração do edifício à totalidade do meio ambiente, de forma a torná-lo parte de um conjunto maior. Nesse contexto, o projeto sustentável quer criar edificações e cidades objetivando a qualidade de vida do ser humano no ambiente construído e no seu entorno, integrando com as características da vida e do clima locais, consumindo a menor quantidade de energia compatível com o conforto ambiental, para legar um mundo menos poluído para futuras gerações. (CORBELLA, Oscar; YANNAS, Simos, 2010). Segundo Lomardo (2005), sustentabilidade espacial significa localização e relação com a vizinhança e a cidade minimizando impactos negativos.  
	
	
	 
	
	 4a Questão
	
	
	
	
	O professor Oscar Corbella no seu livro Em busca para uma arquitetura sustentável para os trópicos faz a seguinte assertiva: Olhando o panorama atual do Brasil, poucos edifícios contemporâneos no Rio de Janeiro são capazes de prover conforto térmico e visual para seus usuários, sem uma forte dependência dos sistemas convencionais de energia. O desenvolvimento de uma arquitetura voltada ao meio ambiente que possa liberar-se dessa dependência é um dos desafios que enfrenta a presente geração de arquitetos brasileiros. (CORBELLA, Oscar; YANNAS, Simos, 2010, p.19)
Analisando o texto acima e os conhecimentos adquiridos na disciplina, podemos afirmar que:
		
	
	Todos os projetos de arquitetura e urbanismo podem ser considerados como sustentáveis.
	
	Todos os edifícios que tem aproveitamento de iluminação natural são considerados como arquitetura solar.
	
	Todos os projetos de arquitetura que adotam estratégias passivas de energia são considerados como sustentáveis.
	 
	Todos os projetos devem considerar diretrizes projetuais para a redução do consumo de energia e as condições climáticas locais relacionando o edifício com o seu entorno a fim de contribuir para a sustentabilidade ambiental.
	
	Todos os edifícios que se relacionam diretamente com a paisagem tornam-se sustentáveis.
	Respondido em 04/02/2020 16:32:42
	
Explicação:
O projeto sustentável quer criar edificações e cidades objetivando a qualidade de vida do ser humano no ambiente construído e no seu entorno, integrando com as características da vida e do clima locais, consumindo a menor quantidade de energia compatível com o conforto ambiental, para legar um mundo menos poluído para futuras gerações. (CORBELLA, Oscar; YANNAS, Simos, 2010) 
	
	
	 
	
	 5a Questão
	
	
	
	
	A problemática urbana foi abordada no Relatório Brundtland dando destaque a alguns temas, exceto:
		
	 
	Especulação imobiliária ocasionando perdas e desperdícios pela substituição do espaço edificado, muitas vezes em condições de habitabilidade.
	
	Destruição do habitat e das paisagens naturais ocasionadas pela expansão urbana.
	 
	Legalização dos assentamentos informais nas grandes cidades melhorando a qualidade de vida das pessoas.
	
	Incoerência entre a limitação de recursos energéticos com as matrizes de transporte urbano adotadas.
	
	Poluição e contaminação ocasionadas pelas atividades humanas, relacionadas principalmente ao uso do automóvel e a queima de combustíveis fosseis.
	Respondido em 04/02/2020 16:35:51
	
Explicação:
O Relatório Brundtland enfatiza que deve haver opções legais de terrenos, mais bem situados, e com melhor disponibilidade de serviços e infraestrutura, para os lotes em terrenos ilegais.
	
	
	 
	
	 6a Questão
	
	
	
	
	Em função da crise energética da década de 1970, surgiu o conceito de arquitetura solar. A Arquitetura solar tinha como principal objetivo:
		
	
	Aumentar a absortância térmica das paredes de bordo da edificação
	 
	Maior aproveitamento solar como fonte de energia alternativa
	
	Aumentar a transmitância térmica das edificações por meio da incidência de calor nas paredes
	
	Maior proteção a fim de diminuir a incidência solar na envoltória da edificação
	
	Substituir o uso de energia elétrica nas edificações por uma energia passiva
	Respondido em 04/02/2020 16:34:05
	
Explicação:
Em função da crise energética da década de 1970, surgiu o conceito de arquitetura solar, objetivando coletar o calor do sol como fonte alternativa de energia a fim de diminuir o consumo elétrico.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.