A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
30 pág.
aula1 introduçao a biomedicina

Você está vendo uma pré-visualização

Pre-visualização do material aula1 introduçao a biomedicina - página 1
Pre-visualização do material aula1 introduçao a biomedicina - página 2
Pre-visualização do material aula1 introduçao a biomedicina - página 3

aula1 introduçao a biomedicina

INTRODUÇÃO A BIOMEDICINA
TATIANA M. F. CASARINO CORDEIRO
 Histórico da Biomedicina;
 Formação do biomédico, conforme as Diretrizes
Curriculares Nacionais;
 Código de Ética do profissional biomédico;
 Campos de atuação e habilitações;
 A regionalização da Biomedicina;
 Perfil do biomédico;
 Análise de mercado de trabalho e perspectivas
futuras
Objetivos Específicos
 Compreender a profissão de Biomedicina e
suas diferentes áreas de atuação.
Objetivo Geral
 Conhecer a origem da profissão de biomédico,
através do histórico;
 Conhecer as Diretrizes Curriculares Nacionais do
Curso de Biomedicina;
 Perceber os aspectos deontológicos de atuação
profissional;
 Compreender a importância do profissional
biomédico no âmbito da ciência investigativa;
 Analisar as perspectivas, desafios e conquistas
da profissão biomédica.
Objetivo Geral
UNIDADE 1 - INTRODUÇÃO À BIOMEDICINA:
1.1. Origem da Biomedicina;
1.2. Regulamentação da profissão Biomédica (LEI Nº 6.684, 
DE 3 DE SETEMBRO DE 1979, LEI No 7.017, DE 30 DE 
AGOSTO DE 1982,
DECRETO Nº 88.439, DE 28 DE JUNHO DE 1983);
1.3. Conselho Federal de Biomedicina e Conselhos 
Regionais de Biomedicina.
Conteúdos
UNIDADE 2 - HABILITAÇÕES E ÁREAS DE ATUAÇÃO EM 
BIOMEDICINA:
Conteúdos
2.1. Definição das Habilitações;
2.2. Definição das áreas de atuação;
2.3. Aquisição de Habilitação.
UNIDADE 2 - HABILITAÇÕES E ÁREAS DE ATUAÇÃO EM 
BIOMEDICINA:
Conteúdos
2.1. Definição das Habilitações;
2.2. Definição das áreas de atuação;
2.3. Aquisição de Habilitação.
UNIDADE 3 - DIRETRIZES CURRICULARES DE
BIOMEDICINA:
3.1. Perfil do Egresso;
3.2. Competências e Habilidades Gerais;
3.3. Competências e Habilidades Específicas.
Conteúdos
UNIDADE 4 - CÓDIGO DE ÉTICA DA PROFISSÃO DE
BIOMÉDICO:
4.1. Princípios gerais;
4.2. Exercício profissional;
4.3. Da exposição, propaganda e uso de meios de
comunicação;
4.4. Relação com os profissionais;
4.5. Relação com o Conselho Federal e com os
Conselhos Regionais de Biomedicina.
Conteúdos
UNIDADE 5 - BIOMEDICINA NAS MACRORREGIÕES
BRASILEIRAS:
5.1. Distribuição das atuações e habilitações, conforme
a peculiaridade regional;
5.2. Ciência investigativa baseada em problemas;
5.3 Aspectos multiprofissionais, interdisciplinares e
transdisciplinares.
Conteúdos
UNIDADUNIDADE 6 - BIOMEDICINA ATUAL E
PERSPECTIVAS FUTURAS:
6.1. Mercado de trabalho e desafios;
6.2. O papel das Associações, dos Sindicatos e dos
Conselhos de Classe;
6.3. Promoção de saúde e extensão universitária.
Procedimento de avaliação
DISTRIBUIÇÃO DE PONTOS:
AV1: 10 questões fechadas = 9,0 pontos 
Exercícios = 1,0 pontos 
AV2: Prova nacionalizada = 10,0 pontos 
AV3: Prova nacionalizada
Procedimento de avaliação
Os procedimentos de avaliação nas disciplinas híbridas contemplam tanto os conteúdos, competências e habilidades
desenvolvidos
durante a sala de aula presencial quanto aqueles trabalhados de forma on-line a partir dos roteiros de estudos.
As avaliações serão presenciais e compreenderão três etapas: Avaliação 1 (AV1), Avaliação 2 (AV2) e Avaliação 3
(AV3). As avaliações
poderão ser realizadas por meio de provas teóricas, provas práticas, e realização de projetos ou outros trabalhos,
representando
atividades acadêmicas de ensino, de acordo com as especificidades de cada disciplina. A soma de todas as atividades
que possam vir a
compor o grau final de cada avaliação não poderá ultrapassar o grau máximo de 10, sendo permitido atribuir valor
decimal às avaliações.
Caso a disciplina, atendendo ao projeto pedagógico de cada curso, além de provas teóricas e/ou práticas contemple
outras atividades
acadêmicas de ensino, estas não poderão ultrapassar 20% da composição do grau final.
A AV1 contemplará o conteúdo da disciplina até a sua realização.
As AV2 e AV3 abrangerão todo o conteúdo da disciplinaria.
Para aprovação na disciplina o aluno deverá:
1. Atingir resultado igual ou superior a 6,0, calculado a partir da média aritmética entre os graus das avaliações, 
sendo consideradas
apenas as duas maiores notas obtidas dentre as três etapas de avaliação (AV1, AV2 e AV3). A média aritmética obtida 
será o grau final do
aluno na disciplina.
2. Obter grau igual ou superior a 4,0 em, pelo menos, duas das três avaliações.
3. Frequentar, no mínimo, 75% das aulas ministradas.
Bibliografia Básica e Complementar
Bibliografia Básica
NAOUM, P.C. Biomedicina: guia para estudantes e graduados em cursos de Biomedicina. 3. São José
do Rio Preto, SP: Academia de
Ciência e Tecnologia, 2005.
PEGORARO, O. A. Ética e Bioética: da existência à subsistência. 2. Petrópolis, RJ: Vozes, 2002.
VEATECH, R. M. Bioética. 3. São Paulo, SP: Pearson, 2014.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR
BEAUCHAMP, T. L., CHILDRESS, J. F. Princípios de ética biomédica. 3. Rio de Janeiro, RJ: Loyola, 2013.
MEIRELLES, J. M. L. de; Ribeiro; M. C. P. Direito e desenvolvimento: Biomedicina, tecnologia e
sociedade globalizada. São Paulo, SP:
Fórum, 2011.
PEREIRA, M. G. Artigos científicos: com redigir, publicar e avaliar. Rio de Janeiro, RJ: Guanabara
Koogan, 2012.
CONSELHO REGIONAL DE BIOMEDICINA. Biomedicina: um painel sobre o profissional e a profissão:
http://www.crbm1.gov.br/livrocrbm_040509.pdf, Formato: Livro on-line.
Bibliografia Básica e Complementar
NAOUM, P.C. Biomedicina: guia para estudantes e graduados em cursos de Biomedicina. 3. São José do Rio Preto, SP: 
Academia de Ciência e Tecnologia, 2005. 
PEGORARO, O. A. Ética e Bioética: da existência à subsistência. 2. Petrópolis, RJ: Vozes, 2002. 
VEATECH, R. M. Bioética. 3. São Paulo, SP: Pearson, 2014.
BEAUCHAMP, T. L., CHILDRESS, J. F. Princípios de ética biomédica. 3. Rio de Janeiro, RJ: Loyola, 2013. 
MEIRELLES, J. M. L. de; Ribeiro; M. C. P. Direito e desenvolvimento: Biomedicina, tecnologia e sociedade globalizada. São 
Paulo, SP: Fórum, 2011. PEREIRA, M. G. 
Artigos científicos: com redigir, publicar e avaliar. Rio de Janeiro, RJ: Guanabara Koogan, 2012. 
CONSELHO REGIONAL DE BIOMEDICINA. Biomedicina: um painel sobre o profissional e a profissão: 
http://www.crbm1.gov.br/livrocrbm_040509.pdf, Formato: Livro on-line.
Sites dos Conselhos Regionais e Conselho Federal de Biomedicina
www.cfbm.gov.br
www.crbm1.gov.br
www.crbm2.gov.br/website
www.crbm3.gov.br
www.crbm4.org/site
www.crbm5.gov.br
www.crbm6.gov.br
http://www.cfbm.gov.br/
http://www.crbm1.gov.br/
http://www.crbm2.gov.br/website
http://www.crbm3.gov.br/
http://www.crbm4.org/site
http://www.crbm5.gov.br/
http://www.crbm6.gov.br/
É a área da saúde em que o profissional atua 
no diagnostico humano e animal , bem como 
outras áreas de atuação.
O QUE É BIOMEDICINA? 
http://images.google.com.br/imgres?imgurl=http://www.firval.com.br/ftsite/simb_biomedicina.gif&imgrefurl=http://www.firval.com.br/interna.php?pagina=simboloprofis&codigo=18&usg=__6QVN32euIE7oajpX5z4pbtNxB14=&h=385&w=399&sz=35&hl=pt-BR&start=1&um=1&tbnid=ys7t_59SoGwZDM:&tbnh=120&tbnw=124&prev=/images?q=simbolo+da+biomedicina&um=1&hl=pt-BR&sa=N
http://images.google.com.br/imgres?imgurl=http://www.firval.com.br/ftsite/simb_biomedicina.gif&imgrefurl=http://www.firval.com.br/interna.php?pagina=simboloprofis&codigo=18&usg=__6QVN32euIE7oajpX5z4pbtNxB14=&h=385&w=399&sz=35&hl=pt-BR&start=1&um=1&tbnid=ys7t_59SoGwZDM:&tbnh=120&tbnw=124&prev=/images?q=simbolo+da+biomedicina&um=1&hl=pt-BR&sa=N
A BIOMEDICINA
Biomedicina - criada em 1966
Lei 6.684 – 03 de setembro de 1979 
Lei 6.686 – 11 de setembro de 1979 Análises clínico laboratorial ao biomédico
Lei 7.017 – de 30 de agosto de 1982
Desmembra o biólogo ao biomédico
Criação dos CFBM e CRBM
Decreto nº 88.439 – 28 de junho de 1983
Regulamenta a profissão biomédica
Representação 1256-5 – 20 de novembro de 1985
Trouxe o direito permanente do biomédico em atuar na 
análise clínico laboratorial
CNS X BIOMEDICINA
No dia 08 de outubro de 1998 – o 
biomédico foi oficialmente reconhecido 
como profissional da área da saúde –
Resolução 287 – CNS
1. Patologia Clínica (Análises Clínicas)
2. Biofísica
3. Parasitologia