4-consistencia dos solos.ppt
12 pág.

4-consistencia dos solos.ppt

Pré-visualização1 página
CONSISTÊNCIA DOS SOLOS
	Um solo argiloso, dependendo do teor de umidade, pode apresentar características iguais às de um líquido ou de um sólido 
 Consistência: estado físico em que o solo se encontra:
	 líquido (lama): não tem forma própria e resistência nula
	 plástico: moldável, solo se deforma sem apresentar variação vol.
	 semi-sólido: apresenta trincas e fraturas ao ser trabalhado
	 sólido: volume do solo \u201cnão varia\u201d com as variações na umidade
 Limites de consistência ou de ATTERBERG: limites inferiores e superiores de valor de umidade para cada estado do solo
CONSISTÊNCIA DOS SOLOS
	Plasticidade é a propriedade do solo deformar sem romper. Observa-se que uma argila seca não é moldável plasticamente. Acrescentando-se água progressivamente entretanto, torna-se mais susceptível de sofrer deformações. Conclui-se portanto que a partir de um determinado teor de umidade (h), o material torna-se plástico.
ESTADOS DE CONSISTÊNCIA
Limite de contração
Limite de plasticidade
Limite de liquidez
Estado 
Sólido
Estado
 Semi - Sólido
Estado 
Plástico
Estado 
Líquido
L
C
L
L
L
P
ENSAIOS PARA DETERMINAÇÃO DOS LIMITES DE ATTERBERG
Normas de ensaio:
	NBR6457/84 - Amostra de solo - preparação para ensaios de compactação e ensaios de caracterização;
	NBR6459/84 - Solo - determinação do limite de liquidez;
	NBR7180/84 - Solo -determinação do limite de plasticidade;
	NBR7183/69 - Solo - determinação do limite e relação de contração 
LIMITE DE LIQUIDEZ (LL):
LL: teor de umidade que solo passa do estado plástico para o fluido
 Determinação: Teor de umidade em que um rasco padrão é fechado com 25 golpes no aparelho de Casagrande.
	
27.unknown
LIMITE DE LIQUIDEZ (LL):
	Selecionar o solo que passa na peneira \uf023 40 USBS;
	Colocar na concha do aparelho uma pasta de solo;
	Fazer uma ranhura e, em seguida, gira-se a manivela, à razão de 02 (duas) revoluções por segundo;
	Contar o número de golpes para que a ranhura se feche, numa extensão de 12 mm, e, em seguida determina-se o teor de umidade do solo;
	Repetir o processo para diferentes teores de umidade;
	Traçar gráfico h X numero de golpes;
	Determinar o teor de umidade correspondente a 25 golpes.
LIMITE DE LIQUIDEZ (LL):
Limite de plasticidade (LP):
Teor de umidade em que o solo passa do estado semi-sólido para estado plástico
Determinação: Teor de umidade em que um cilindro de solo com 3 mm de diâmetro começa a fissurar.
29.unknown
	Índice de Plasticidade (IP):
define o intervalo de variação de umidade no qual o solo se encontra no estado plástico
muito usado em alguns sistemas de classificação do solo
 		IP = LL \u2013 LP
IP = 0 - Não Plástico
1 < IP < 7 - Solos pouco plásticos
7 < IP < 15 - Solos medianamente plásticos
IP > 15 - Solos altamente plásticos
ATIVIDADE DO ARGILO-MINERAL (SKEMPTON)
	É a medida da influência do argilo- mineral nas propriedades das argilas
	
A = IP 
 % f < 0,002mm
IP = Índice de plasticidade;
%\uf0c6\uf03c0,002 mm = Porcentagem de partículas menores do que 0,002 mm.
427.unknown
Atividade Coloidal
indica a maior ou menor influência das propriedades mineralógicas químico-coloidal da fração argila, nas propriedades geotécnicas de um solo argiloso.
IP = Índice de plasticidade
% \uf0c6 \uf03c 0,002 mm = Porcentagem de partículas menores do que 0,002 mm.
Consistência
 umidade
 
 (%)
 
 
 
 
 
 
 
 
x
 
 
 
 
 
 
x
 
 
 
LL
 
 
 
 
 
 
 
x
 
 
 
 
 
 
 
 x 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
x
 
 
 
 
 
6
 
 
 25
 
 
35 n
0 
 de golpes
 
A consistência dos solos finos podem ser correlacionada com a sua resistência à 
compressão simples, conforme tabela abaixo:
 
 
Consistência
 
 
Rc (resist. a comp. simp
les)
 
Kg/ cm
2
 
muito mole
 
<
 0,25
 
mole
 
0,25 
-
 0,50
 
média
 
0,50 
-
 1,00
 
rija
 
1,00 
-
 2,00
 
muito rija
 
2,00 
-
 4,00
 
extremamente rija
 
2,00 
-
 4,00
 
dura (extremamente rija + quebradiça)
 
 
>
 
4,00
 
 
Segundo SKEMPTON:
 
 
 
 
 
 
 Argilas inativas
 
 
 
AC 
<
 0,75
 
 
 
 
 Argilas normais
 
 
 
0,75 
-
 1,25
 
 
 
 
 Argilas ativas
 
 
 
>
 1,25