Cadeia de Suprimentos
23 pág.

Cadeia de Suprimentos


DisciplinaLogística27.440 materiais103.179 seguidores
Pré-visualização1 página
Introdução
Logística
a
Cadeia de Suprimentos 
*
A22, A23, A24 e A25
Logística
2-A: Definição
 
*
2-B: segundo Carvalho, 2002, p. 31
Logística
 
*
2-C: entre as Atividades 
 da Logística, estão
*
 A Logística e a Cadeia de Suprimentos
Cadeia de Suprimentos
Cadeia de Fornecimento
SCM - Supply Chain Management (Gerenciamento da Cadeia de Sup.)
4-A: Significado SCM 
4-B: Exemplificação Gráfica 
*
Exemplo 1
Impacto da Logística: Imaginando uma demanda de 100 litros de sucos de laranja:
 Cadeia de suprimentos de suco de laranja concentrado:
*
Como Fazer Logística?
	Conhecendo e administrando conjuntamente os fluxos logísticos.
Fluxos Logísticos
	São os caminhos percorridos pelos materiais e pelas informações que colocam estes materiais em movimento, dentro de cada organização e entre organizações diferentes.
*
Fluxo de Materiais
Fluxo de Informações
Fabricação
Aprovisionamento
(compras)
Fornecedor
Distribuição
Física
Cliente
Empresa
Fluxo Logístico: 
Relações Diretas da Empresa
*
Problema Enfrentado pela Logística
	Recursos e consumidores estão espalhados por uma grande área geográfica;
	Consumidores não residem próximo onde os produtos são produzidos.
*
Objetivo da Logística:
	Levar a quantidade exata do produto certo ao lugar adequado na hora correta pelo preço justo;
	Diminuir o hiato entre produção e demanda de modo que os consumidores tenham bens e serviços quando e onde quiserem, e na condição que desejarem.;
	Elevar o Nivel de Serviços;
	Reduzir Custos.
 
*
 Logística Empresarial:
 É a administração integrada dos fluxos das informações e dos materiais nas empresas e cadeias produtivas, partindo da demanda do cliente final e indo até à fonte de matéria-prima.
Council Logistics Management
 
 
*
 Definições básicas
	A logística trata de todas as atividades de movimentação e armazenagem, que facilitam o fluxo de produtos desde o ponto de aquisição da matéria-prima até o ponto de consumo final, assim como dos
	Fluxos de informação que colocam os produtos em movimento, com o propósito de providenciar níveis de serviço adequados aos clientes a custo razoável. 
*
Definições básicas
A logística implica tanto o suprimento físico como a distribuição física.
A área da logística aparece também representada por nomes como:
\u2013 Transportes;
\u2013 Distribuição;
\u2013 Distribuição física;
\u2013 Suprimento e distribuição;
\u2013 Administração de materiais;
\u2013 Operações e logística.
*
Fluxo de Caixa
Fluxo de informações
Fluxo físico de Produtos
Da matéria-prima ao Consumidor
consumidor
Fábrica
Armazém do
cliente
Armazém do
fornecedor
Loja
Cadeia de Suprimentos
Fornecedor de
Matéria-Prima
*
 UMA CADEIA DE SUPRIMENTOS ENGLOBA TODOS OS ESTÁGIOS ENVOLVIDOS, DIRETA OU INDIRETAMENTE, NO ATENDIMENTO DE UM PEDIDO DE UM CLIENTE. A CADEIA INCLUI TODOS AS FUNÇÕES INTERNAS DA ORGANIZAÇÃO E TODOS OS AGENTES ENVOLVIDOS NO ATENDIMENTO AO CLIENTE/CONSUMIDOR.
Cadeia de Suprimentos/Abastecimento
 O PRINCÍPIO BÁSICO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS É SINCRONIZAR TODOS OS PROCESSOS DE OBTENÇÃO, MOVIMENTAÇÃO E ENTREGA DOS MATERIAIS, DESDE O PONTO DE ORIGEM, ATÉ O PONTO DE CONSUMO, UTILIZANDO-SE DE UM CONJUNTO DE OPERAÇÕES LOGÍSTICAS.
*
Fábrica
Cadeia de Suprimentos
(Supply Chain)
Logística de Suprimento ou Inbound Logistics
Logística de Distribuição ou OutboundLogistics
Abastecimento da manufatura com matéria-prima e componentes
Deslocamento de produtos acabados da manufatura ao consumidor final
*
Fábrica
Visão Setorial:
Cadeia de Suprimentos Segmentada
Relações Observadas
Logística de Suprimento e Nível de Serviço 
Gestão da Demanda e Nível de Serviço
Relações 
com
Fornecedores
Relações 
com 
Clientes
Logística Interna
Racionalizando e Integrando Demanda, Manufatura e Aprovisionamento
*
Logística Interna
Atividades Relacionadas
	A logística interna começa no momento em que a demanda é identificada e o pedido é confirmado.
	 Ela inclui toda a movimentação de materiais até o momento em que o produto ou serviço solicitado é entregue ao cliente. 
	Também inclui ações complementares, como devoluções, trocas, manutenção e monitoramento.
*
*
O LUGAR DA LOGÍSTICA NA EMPRESA
PRODUÇÃO
Atividades típicas:
	Controle de qualidade
	Planejamento detalhado
	Manuseio interno
	Manutenção de equipamentos
MARKETING
Atividades típicas:
	Promoção/propaganda
	Pesquisa de mercado
	Administração da força de vendas
LOGÍSTICA
Atividades típicas:
	Manutenção de estoques
	Processamento de pedidos
	Armazenagem
	Manuseio de materiais
Atividades de interface:
	Programação de produção
	Localização industrial
	Compras
Atividades de interface:
	Padrões de nível de serviço
	Formação de preço
	Embalagem
	Localização de depósitos
Ballou, 1993
*
LOGÍSTICA
ATACADISTAS /DISTRIBUIDORES
VAREJISTAS
FORNECEDORES
TRANSPORTADORAS
OPERADORES LOGÍSTICOS
SOFTWARES
EQUIPAMENTOS
CENTROS DE DISTRIBUIÇÃO
CLIENTES
INDÚSTRIAS
*
LOGÍSTICA INTEGRADA
FORNECEDOR
MATERIAIS
INBOUND
MANUFATURA
ARMAZENAGEM
PRODUTOS
OUTBOUND
CLIENTE DO
CLIENTE
SISTEMAS INTEGRADOS DE INFORMAÇÃO
DESENVOLVIMENTO DE UMA ESTRATÉGIA LOGÍSTICA, ATRAVÉS DA INTEGRAÇÃO E INOVAÇÃO DA CADEIA LOGÍSTICA.
9.unknown
*
LOGÍSTICA INTEGRADA
EMBALAGEM
MOVIMENTAÇÃO
INTERNA
LOCALIZAÇÃO
DOS ESTOQUES
DE
SUPRIMENTOS
TRANSPORTE DE 
ABASTECIMENTO
PRODUÇÃO
PROCESSAMENTO
DE PEDIDO DO
CLIENTE
EMBALAGEM
MOVIMENTAÇÃO
INTERNA
LOCALIZAÇÃO DOS
ESTOQUES DE PRODUTOS
ACABADOS
TRANSPORTE DE
DISTRIBUIÇÃO
CLIENTE DO
CLIENTE
PREVISÃO DE
DEMANDA
COMPRAS
*
SISTEMAS DE INFORMAÇÃO
RECEBIMENTO
DOS PEDIDOS
RETORNO
DE 
COMPROVANTES
PROGRAMAÇÃO
DE
TRANSPORTE
EXPEDIÇÃO
GERENCIAMENTO
DA
VIAGEM
ENTREGA
TRANSPORTADORAS
AVISO
DE
EMBARQUE
CLIENTE
CLIENTES
LIGAÇÃO 0800