DESAFIO PROFISSIONAL - FUNDAMENTOS DA ENGENHARIA - Universidade Brasil
1 pág.

DESAFIO PROFISSIONAL - FUNDAMENTOS DA ENGENHARIA - Universidade Brasil


DisciplinaIntrodução à Engenharia2.718 materiais13.669 seguidores
Pré-visualização1 página
DESAFIO PROFISSIONAL \u2013 FUNDAMENTOS DA ENGENHARIA
A situação colocada imposta pelo desafio coloca a prova duas situações, a ética de um profissional da área e os seus comprometimentos com as leis éticas e ambientais as quais são regidas pelo estatuto de ética do CONFEA. 
O gestor da empresa Y o qual teria que fazer os ensaios com o produto, durante tempos vinha descartando insumos ácidos de maneira errônea perante as normas de descarte prevista em leis ambientais, Sr. José o fiscal de anos da empresa X, presenciando a situação deveria tomar uma atitude, a primeira, questionou a empresa Y, a segunda é tomar com base em lei as medidas cabíveis para correção.
Neste momento nos colocamos divididos em duas normativas, leis ambientais de descarte, e ética profissional, respectivamente. A empresa Y teria que está fazendo a separação dos resíduos químicos de acordo com a sua periculosidade usando a classificação que está disponível na NBR 10.004, o segundo critério é verificar o estado físico do resíduo. Assim, resíduos sólidos devem ser separados de resíduos líquidos. Os resíduos químicos laboratoriais devem ser armazenados temporariamente em abrigos específicos até que sejam retirados para tratamento. O tratamento deve ser realizado por uma empresa especializada. No armazenar devem ser tomadas medidas nas quais as características e as quantidades dos resíduos não se alterem. Os recipientes devem estar fechados e apropriadamente rotulados. No caso do profissional o qual estava agindo com infração sobre o código de ética, deverá responder ao ANEXO DA RESOLUÇÃO Nº 1.004, DE 27 DE JUNHO DE 2003 o qual o profissional responde por atos de infração ao código.
Conclusão, sim, seria ético da parte de Sr. José interferir na atividade, propondo a contratação de uma empresa especializada em descartes de resíduos químicos como os dos testes, produtos ácidos. E sim, como feri a resolução dos princípios éticos do CONFEA, o profissional deveria ser notificado sobre a conduta na empresa.