A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
41 pág.
PERIGOS E RISCOS EM UMA COZINHA INDUSTRIAL DDS UMA FERRAMENTA EFICAZ

Pré-visualização | Página 9 de 10

do início da jornada de trabalho, com duração 
de 05 a 10 minutos, com leitura de temas relativos à Segurança e Medicina do Trabalho, neste 
caso em especial o setor da cozinha industrial. Essas reuniões com o grupo de 
trabalho, escolhendo um dos temas e fazendo a leitura em alta voz, procurando ser objetivo na 
explanação, ou conversando sobre o tema específico.·. 
O objetivo da DDS é divulgar os riscos no ambiente de trabalho e Medidas para 
prevenir acidentes de trabalho que devem ser tomados no setor do trabalho. 
A conscientização é uma das ferramentas mais importantes para a busca de 
comportamento seguro e consciente no ambiente de trabalho. Todo gerenciamento de 
segurança bem-sucedido é baseado em consciência. 
Quando se fala em aumentar a conscientização das pessoas sobre o diálogo, isso se 
torna crucial. Por meio de conversas pessoais, podemos influenciar e aderir firmemente às 
ideias e procedimentos de segurança a serem implementados no ambiente de trabalho. 
Quando se refere à consciência ocular, o olho-no-olho, com o DDS, se consegue fazer 
a diferença entre os funcionários, fazer com que mude de atitudes, por exemplo, porque 
nesses diálogos podem expor que o risco de um acidente é real, mas que pode prevenir 
doenças relacionadas ao trabalho com a consciência da prevenção dos perigos e riscos que 
existem dentro de uma cozinha industrial. 
 
35 
 
REFERÊNCIAS 
AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA – ANVISA. Resolução RDC Nº 
216, de 15 de setembro de 2004. Regulamento Técnico de Boas Práticas para serviços de 
Alimentação. Disponível em: 
<//http://portal.anvisa.gov.br/documents/33916/388704/RESOLU%25C3%2587%25C3%258
30-RDC%2BN%2BN%2B216%2BDE%2BSETEMBRO%2BDE%2B2004.pdf/23701496-
925d-4d4d-99aa-9d479b316c$b>. Acesso em: 26 mar. 2020. 
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DAS EMPRESAS DE REFEIÇÕESA COLETIVAS – 
ABERC. Mercado Real. São Paulo. SP, [2018?]. Disponível em: 
<http://www.aberc.com.br/mercadoreal.asp?IDMenu=21> . Acesso em: 27 mar. 2020. 
BARATA, Sofia Alexandra Castanheira Carvalho Nunes. Análise e Avaliação de Riscos 
Numa Empresa da Indústria Transformadora. 2013. Dissertação Mestrado em Segurança 
e Higiene do Trabalho. Universidade Nova de Lisboa, Portugal, 2013. Disponível em: 
https://run.pt/handle/10362/11181. Acesso em: 27 mar. 2020. 
BRASIL. Ministério do Trabalho e Emprego. Secretaria de Segurança e Saúde no Trabalho. 
Portaria Nº 25 de 29 de dez. de 1994. Disponível em: 
https://www.agencia.cnptia.embrapa.br/Repositorio/Portaria+n.+25+SSST+Mtb+29+dezembr
o+1994+Aprova+a+NR+9+sobre+o+Programa+de+Prevenção+e+riscos+ambientais_000gvpl
14yq)2wx7ha)g934vgrnn5ero.PDF.Acesso em 20 de mar. 2020. 
CAMACHO. Eliana Nogueira. Uma Proposta de Metodologia para Análise Quantitativa 
de Riscos Ambientais. 2004. 150f. Dissertação (Mestrado em Ciências em engenharia Civil), 
Universidade Federal do Rio de Janeiro, 2004. Disponível em: 
http://www.coc.ufrj.br/teses/mestrado/inter/2004/Teses/CAMACHO_EN_04_t_M_int.pdf.Ac
esso em: 20 mar. 2020. 
CENTRO ESTADUAL DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE - CEVS. Portaria nº78, de 30 de 
janeiro de 2009. Disponível em: 
http://www.cevs.rs.gov.br/upload/arquivos201612/26090340-portaria-ses-rs-nu-78-de-
2009.pdf.Acesso em: 20 mar. 2020. 
FARIA, Maila Teixeira. Gerência de riscos: apostila do curso de especialização em 
engenharia de segurança do trabalho. Curitiba: UTFPR, 2011. 
 FUNDAÇÃO ESTADUAL DE PROTEÇÃO AMBIENTAL HENRIQUE LUÍS ROESSLER 
– FEPAM. Manual de Análise de Riscos. Porto Alegre, 2016. Disponível em 
https://run.pt/handle/10362/11181
https://www.agencia.cnptia.embrapa.br/Repositorio/Portaria+n.+25+SSST+Mtb+29+dezembro+1994+Aprova+a+NR+9+sobre+o+Programa+de+Prevenção+e+riscos+ambientais_000gvpl14yq)2wx7ha)g934vgrnn5ero.PDF.Acesso
https://www.agencia.cnptia.embrapa.br/Repositorio/Portaria+n.+25+SSST+Mtb+29+dezembro+1994+Aprova+a+NR+9+sobre+o+Programa+de+Prevenção+e+riscos+ambientais_000gvpl14yq)2wx7ha)g934vgrnn5ero.PDF.Acesso
https://www.agencia.cnptia.embrapa.br/Repositorio/Portaria+n.+25+SSST+Mtb+29+dezembro+1994+Aprova+a+NR+9+sobre+o+Programa+de+Prevenção+e+riscos+ambientais_000gvpl14yq)2wx7ha)g934vgrnn5ero.PDF.Acesso
http://www.coc.ufrj.br/teses/mestrado/inter/2004/Teses/CAMACHO_EN_04_t_M_int.pdf.Acesso
http://www.coc.ufrj.br/teses/mestrado/inter/2004/Teses/CAMACHO_EN_04_t_M_int.pdf.Acesso
http://www.cevs.rs.gov.br/upload/arquivos201612/26090340-portaria-ses-rs-nu-78-de-2009.pdf.Acesso
http://www.cevs.rs.gov.br/upload/arquivos201612/26090340-portaria-ses-rs-nu-78-de-2009.pdf.Acesso
36 
 
<http://www.fepam.rs.gov.brcentral/formularios/arq/manual_risco.pdf<Acesso em 20 mar. 
2020. 
FRUHAUF, Dílson Valério; CAMPOS, Douglas Tadeu Ansolin; HUPPES, Mauro Nestor. 
Ponta Grossa, 2005. Aplicação da ferramenta Análise Preliminar de Riscos – Estudo de 
caso indústria frigorífica de frangos. Monografia do Curso de Especialização em Engenharia 
de Segurança do Trabalho da Universidade Estadual de Ponta Grossa, 2005. 
 
PAULA, Cheila Minéia Daniel de. Riscos Ocupacionais e Condições de Trabalho em 
Cozinhas Industriais. 2011.66f. Trabalho de Conclusão do Curso de Pós-Graduação em 
engenharia, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2011. Disponível em: 
https://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/65920/000869214.pdf?sequence=.Acesso 
em 20 mar. 2020. 
QUEIROZ, Willian F. L. de. Análise dos aspectos de segurança em um laboratório de 
corrosão: um estudo de caso. 2013. 80 f. Monografia de Conclusão do Curso de Pós 
Graduação em Engenharia de Segurança do Trabalho da Universidade Federal Fluminense, 
2013. 
TAVARES, José da Cunha. Noções de Prevenção e controle de perdas em segurança do 
trabalho. São Paulo: Senac, 2004. 
VALE, Mayara. Disponível em 
https://consultoradealimentos.com.br/boaspraticas/equipamento-protecao-individual/. Acesso 
dia 19 de abril de 2020. 
https://segurancadotrabalhonwn.com/qual-nr-fala-sobre-a-obrigatoriedade-do-dds/. Acessado 
dia 19 de abril de 2020. 
http://www.guiatrabalhista.com.br/legislacao/nr/nr9.htm. Acessado dia 19 de abril de 2020. 
http://www.guiatrabalhista.com.br/legislacao/nr/nr10.htm. Acessado dia 19 de abril de 2020. 
http://www.guiatrabalhista.com.br/legislacao/nr/nr15.htm. Acessado dia 19 de abril de 202 
https://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/65920/000869214.pdf?sequence=.Acesso
https://consultoradealimentos.com.br/boaspraticas/equipamento-protecao-individual/
https://segurancadotrabalhonwn.com/qual-nr-fala-sobre-a-obrigatoriedade-do-dds/
http://www.guiatrabalhista.com.br/legislacao/nr/nr9.htm
http://www.guiatrabalhista.com.br/legislacao/nr/nr10.htm
http://www.guiatrabalhista.com.br/legislacao/nr/nr15.htm
37 
 
 
APÊNDICE A - Identificação dos Riscos 
SETOR/LOC
AL 
RISCO AGENTE 
CAUSA FONTE 
GERADORA 
MEIO DE 
PROPAGA
ÇÃO 
TIPO DE 
EXPOSIÇÃ
O 
Cozinha/Cozim
ento de 
Refeições e 
Lavagem de 
utensílios e 
bandejas 
Físico Ruído 
Conjunto de todos 
os equipamentos e 
pessoas 
Ar Contínuo 
Cozinha/Cozim
ento de 
Refeições e 
Lavagem de 
Utensílios e 
bandejas 
Físico Calor 
Fogões/Fornos/Pa
nelas Industriais 
Ar Contínuo 
Cozinha/Cozim
ento de 
Refeições e 
Lavagem de 
Utensílios. 
Físico Umidade 
Água por todo o 
piso e vapor 
Chão e Ar Contínuo 
Cozinha/Câmar
a Fria 
Físico Frio Câmara Fria Ar Contínuo 
Cozinha/Cozim
ento de 
Refeições e 
Lavagem de 
utensílios 
Químico Vapores 
Fervura das 
panelas 
Ar Contínuo 
Cozinha Ergonômico 
Esforço 
Físico 
Equipamentos e 
ambientes de 
trabalho 
inadequados 
Contato 
direto com a 
fonte 
Eventual 
Cozinha Ergonômico 
Trabalho 
Noturno 
Equipamentos e 
ambientes de 
trabalho 
inadequados 
Contato 
direto com a 
fonte 
Eventual 
Área Predial Ergonômico 
Posturas 
inadequada
Equipamentos e 
ambientes de 
Contato 
direto com a 
Eventual 
38 
 
s trabalho 
inadequados 
fonte 
Cozinha/Cozim
ento de 
refeições 
Acidentes 
Queimadur
as 
Contato com 
equipamentos 
aquecidos 
Contato 
Físico