A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
11 pág.
PROVA TEOLOGIA PASTORAL II 03 N 100

Pré-visualização | Página 1 de 3

Questão 1/10 - Introdução à Teologia Pastoral 
Leia o fragmento de texto: 
“Como estratégia de evangelização, a pastoral apologista assume a defesa da instituição católica diante de uma sociedade supostamente 
anticlerical, assim como a guarda das verdades da fé frente uma razão dita secularizante que não reconhece senão o que pode ser 
comprovado pelas ciências”. 
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: BRIGHENTI, Agenor. Por uma evangelização realmente nova. Perspectiva Teológica, n. 125, p. 83-106, jan./abr. 2013. p. 92. 
Considerando o fragmento de texto e os conteúdos do livro-base Teologia Pastoral sobre os modelos de pastorais, assinale a alternativa 
correta: 
Nota: 10.0 
 
A O modelo apologético de pastoral se fortaleceu na Igreja Católica desde o Concílio Vaticano II. 
 
B Inicialmente dirigida aos reformadores, a apologia se estendeu também para o mundo moderno visto como secularizante. 
Você acertou! 
Esta é a alternativa correta. De acordo com o livro-base: “[...] pode-se falar da superação do modelo apologético, o qual se fortaleceu após a Reforma 
Protestante [...]” (livro-base, p. 142). “A apologia, dirigida inicialmente aos reformadores, expandiu-se também em relação ao mundo moderno.” 
(Livro-base, p. 142). “A apologia, dirigida inicialmente aos reformadores, expandiu-se também em relação ao mundo moderno. Por séculos, a cultura 
moderna [...] e a Igreja caminharam lado a lado, num clima de mútua hostilidade, sem que houvesse atitude de diálogo, tanto de uma parte quanto de 
outra” (livro-base, p. 142). “A Igreja [...] tinha uma visão negativa do mundo e condenavam, sobretudo, as manifestações de ateísmo. É justamente 
nesse campo que aparece uma das grandes contribuições do Concílio Vaticano II para a pastoral” (livro-base, p. 143). 
 
C A pastoral apologética caracteriza-se pela atitude de diálogo da Igreja com o mundo moderno. 
 
D A superação do modelo pastoral apologética recebeu forte incentivo do Concílio Vaticano II. 
 
E O modelo apologético de pastoral não inclui o mundo moderno, pois ele caminhou lado a lado com a Igreja em harmonia sempre. 
 
Questão 2/10 - Introdução à Teologia Pastoral 
Leia a passagem de texto: 
“A Igreja é chamada a repensar profundamente e a relançar com fidelidade e audácia sua missão nas novas circunstâncias latino-americanas 
e mundiais. [...] Trata-se de confirmar, renovar e revitalizar a novidade do Evangelho [...], a partir de um encontro pessoal e comunitário com 
Jesus Cristo, que desperte discípulos e missionários". 
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: DOCUMENTOS conclusivos da V Conferência geral do episcopado Latino-Americano. http://paroquiasaocamilo.org.br/noticias_cnbb/doc_aparecida.pdf. Acesso em: 29 abr. 2020. 
Considerando a passagem de texto e os conteúdos do livro-base Teologia Pastoral sobre uma autêntica renovação pastoral de acordo com o 
documento de Aparecida, assinale a alternativa correta: 
Nota: 10.0 
 
A O documento de Aparecida verifica que a Igreja está em excelente situação, sem necessidade de renovar-se pastoralmente. 
 
B Esse empenho missionário envolve toda a Igreja e, segundo o documento de Aparecida de modo especial o laicato, devidamente formado, 
deve atuar como verdadeiro sujeito eclesial. 
Você acertou! 
Esta é a alternativa correta. De acordo com o livro-base: “Para tal revitalização, não bastam programas e estruturas; é preciso homens e mulheres 
renovados, solidamente ancorados na fé, apaixonados por Jesus Cristo e pelo seu Reino, mas, ao mesmo tempo, abertos à novidade para compreender a 
sensibilidade do ser humano contemporâneo. Esse empenho missionário envolve toda a Igreja e, segundo o documento de Aparecida, „de modo 
especial o laicato, devidamente formado, deve atuar como verdadeiro sujeito eclesial‟ [...]. Essa decisão missionária deve impregnar todos os planos 
pastorais [...]” (livro-base, p. 192). 
 
C Para uma autêntica renovação pastoral, basta renovar programas e estruturas. 
 
D Uma autêntica renovação deve ser feita principalmente pelo clero que é o verdadeiro sujeito eclesial. 
 
E Esse empenho missionário envolve somente os leigos. 
 
Questão 3/10 - Introdução à Teologia Pastoral 
Considere a informação: 
“Há muitos batizados e até agentes de pastoral que não fizeram um encontro pessoal com Jesus Cristo, capaz de mudar sua vida para se 
configurar cada vez mais ao Senhor. Alguns vivem o cristianismo de forma sacramentalista sem deixar que o Evangelho renove sua vida. 
Outros até trabalham na pastoral, mas perderam o sentido do discipulado e esqueceram a força missionária que o seguimento de Jesus 
implica”. 
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: CNBB. Comunidade de comunidades: uma nova paróquia. A conversão pastoral da paróquia. 5 ed. São Paulo: Paulinas, 2015. 
Considerando a informações e os conteúdos do livro-base Teologia Pastoral sobre o processo de conversão e configuração, assinale a 
alternativa correta: 
Nota: 10.0 
 
A Muitos cristãos e agentes de pastoral não têm uma experiência de encontro pessoal com Jesus Cristo e isso não interfere na conversão 
pastoral. 
 
B Para que haja a conversão pastoral é desnecessário ser cristão, pois uma pessoa secularizada pode evangelizar racionalmente melhor do 
que um crente. 
 
C Mesmo batizados que nunca tiveram encontro pessoal com Jesus Cristo, podem ser ótimos missionários. 
 
D Para a Conferência dos Bispos do Brasil, a configuração com Cristo pode atrapalhar a missão, uma vez que estas pessoas são muito 
irracionais e emotivas. 
 
E A Conferência dos Bispos do Brasil ressalta que há batizados e também agentes de pastoral que não têm experiência pessoal de Jesus 
Cristo, capaz de suscitar um processo de conversão e configuração a Ele. 
Você acertou! 
Esta é a alternativa correta. De acordo com o livro-base: “A Conferência dos Bispos do Brasil chama a atenção para a dimensão pessoal da conversão 
pastoral, ressaltando que há batizados e também agentes de pastoral que não têm experiência pessoal de Jesus Cristo, capaz de suscitar um processo de 
conversão e configuração a Ele‟" (livro-base, p. 167). 
 
Questão 4/10 - Introdução à Teologia Pastoral 
Leia o fragmento de texto: 
“A colegialidade fundamentada na eclesiologia de comunhão vai além da dimensão jurídica, pois o espírito colegial é inerente ao ser da Igreja 
e se manifesta em diversos níveis para o fortalecimento da comunhão que é o objetivo último de todo o mistério de salvação: comunhão de 
vida interpessoal dos homens em Cristo e por Cristo com toda a Trindade”. 
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: CONRADO, S. Colegialidade em tempos de mudança.Revista de cultura teológica, ano 21, n. 83, jul./dez., 2013. https://revistas.pucsp.br/index.php/culturateo/article/view/17389. Acesso em: 29 abr. 2020. 
Considerando o fragmento de texto e os conteúdos do livro-base Teologia Pastoral sobre a colegialidade, assinale a alternativa correta: 
Nota: 10.0 
 
A A desvalorização da colegialidade foi uma das manifestações do Concílio Vaticano II para uma nova compreensão da missão dos bispos. 
 
B A realização dos sínodos dos bispos é uma das formas de colocar em prática a colegialidade da Igreja. 
Você acertou! 
Esta é a alternativa correta. De acordo com o livro-base: “O concílio trator da colegialidade no seu grau mais alto: dos bispos com o papa, que é o 
cabeça do colégio. Com base nessa reflexão, foi instituído o sínodo dos bispos, que se revela um instrumento eficaz para discutir e abordar, de forma 
ampla, os problemas relevantes da evangelização. [...] Como se pode compreender, com base nesse caminho aberto pelo concílio, torna-se impensável 
uma programação pastoral realizada de cima para baixo, pensada e definida pela autoridade sem uma real participação dos membros do Corpo de 
Cristo” (livro-base, p. 147). 
 
C O Concílio