Neuroftalmologia
3 pág.

Neuroftalmologia


DisciplinaOftalmologia604 materiais3.803 seguidores
Pré-visualização1 página
Figura 1: Fonte: Dr Frederico Porto
Neuroftalmologia 
Tainá F Rehem
1. Anamnese
1. Afecções de nervo ótico - escotoma não é percebido claramente pelo paciente
2. Hemianopsia homônima - dificuldade de leitura 
3. Heminopsia esquerda tem dificuldade de leitura quando pula de uma linha para outra
2. Motricidade ocular - embaralhamento da visão (\u201cvisão dupla\u201d) 
3. Visão de cores 
1. Discriminação verde vermelho - doenças maculares 
2. Dicriminação azul- amarelo - doeças maculares na fase inicial 
3. Doenças do nervo ótico - disriinação verde vermelho 
4. Alterações pericentrais - alteração da visão azul amarelo 
4. Teste de contrate - 
1. mudança da claridade da sala - neuropatias ópticas se queixam de pior acuidade a claridade. 
5. Photostress stress test - Prova de Deslumbramento 
1. Exposição do olho a uma luz potente por 10 segundos 
2. Seguida ao optotipo anterior a visão máxima do paciente
1. Campo visual - pode comparar o campo visual do examinador com o campo do paciente (teste de confrontação) 
Perdas de campo visual - termos : 
a. Hemianopsia - Perda visual de metade de um campo
Pode ser nasal ou temporal 
1. Homônima : Ocorre no mesmo lado nos dois olhos 
1) Heterônima - lados opostos nos dois olhos
1. Congruente : Defeito do mesmo tamanho nos dois olhos 
2. Incongruente : um lado pior que o outro olho.
a. Quadrantopsia 
i. Defeito de um quadrante de campo visual 
1. Indica lesão anterior ao quiasma óptico 
2. Mantém mesmos termos da hemianopsia 
b. Escotomas 
i. Mancha na visão 
ii. Se equivalente nos dois olhos, é chamado escotoma hemianópico e indica lesão retro-quiasmática 
b. Redução concêntrica do campo visual 
i. Redução igual em toda a periferia 
ii. Sugere papiledema crônico 
a. Localização da lesão com base no campo visual
i. 
1. Fibras nasais cruzam no quiasma óptico !!!! 
ii. Lesões pré-quiasmáticas 
1. Escotoma central , cecoentrla ou paracentral 
2. Defeitos altitudinais - respeitam o meridiano horizontal 
3. Contrição didusa do campo visual 
4. Exemplos de lesões : NOIA, papiledema crônico. 
ii. Lesões quiasmáticas 
1. Adenomas pituitários 
2. Craniofaringiomas 
3. Meningiomas 
4. Aneurismas 
5. Metástases
6. Disgerminomas 
7. Desmieinização 
ii. Lesões retroquiasmáticas - hemianopsia homônima 
1. Defeito campimétrico homônimo superior e não congruente -> Localiza lesões no lobo temporal contralateral (Alça de Meyer) 
2. Preserva a área macular : occipital 
ii.