modulo I- caracteristicas do texto argumentativo
8 pág.

modulo I- caracteristicas do texto argumentativo


DisciplinaProdução e Revisão do Texto Jurídico2 materiais13 seguidores
Pré-visualização2 páginas
MÓDULO I - CARACTERÍSTICAS DO TEXTO ARGUMENTATIVO JURÍDICO
Exercícios
	Exercício 1
A respeito do livre convencimento dos integrantes do Conselho de Sentença é correto afirmar que:
 
	A
	A) não fica comprometido, na medida em que estes não são envolvidos em um todo discursivo no qual vários discursos se mobilizam.
 
	B
	B) não fica comprometido, na medida em que estes são envolvidos em um todo discursivo no qual vários discursos se mobilizam.
 
	C
	C) fica comprometido, na medida em que estes são envolvidos em um todo discursivo no qual vários discursos se mobilizam. 
	D
	D) fica comprometido, na medida em que estes não são envolvidos em um todo discursivo no qual vários discursos se mobilizam.
 
	E
	E) Nenhuma das alternativas anteriores está correta.
 
 
  Você já respondeu e acertou esse exercício. A resposta correta é: C. 
	Exercício 2
A respeito do discurso que se realiza na enunciação do Tribunal do Júri é correto afirmar:
 
	A
	A) não tem como esteio os autos do processo, pois esse tem como condições de produção um contexto marcado por diferentes etapas constituídas por documentos, laudos periciais, necroscópicos, provas, depoimentos de altíssimo valor persuasivo em função da própria legitimidade dos diferentes sujeitos que neles se inscrevem.
 
	B
	B) não tem como esteio os autos do processo, pois esse não tem como condições de produção um contexto marcado por diferentes etapas constituídas por documentos, laudos periciais, necroscópicos, provas, depoimentos de altíssimo valor persuasivo em função da própria legitimidade dos diferentes sujeitos que neles se inscrevem.
 
	C
	C) tem como esteio os autos do processo, pois esse não tem como condições de produção um contexto marcado por diferentes etapas constituídas por documentos, laudos periciais, necroscópicos, provas, depoimentos de altíssimo valor persuasivo em função da própria legitimidade dos diferentes sujeitos que neles se inscrevem.
 
	D
	D) tem como esteio os autos do processo, pois esse tem como condições de produção um contexto marcado por diferentes etapas constituídas por documentos, laudos periciais, necroscópicos, provas, depoimentos de altíssimo valor persuasivo em função da própria legitimidade dos diferentes sujeitos que neles se inscrevem. 
	E
	E) Nenhuma das alternativas anteriores está correta.
 
  Você já respondeu e acertou esse exercício. A resposta correta é: D. 
	Exercício 3
Considerando que o discurso que se realiza na enunciação do Tribunal do Júri tem como esteio os autos do processo e estes têm como condições de produção um contexto marcado por diferentes etapas constituídas por documentos, laudos periciais, necroscópicos, provas, depoimentos de altíssimo valor persuasivo em função da própria legitimidade dos diferentes sujeitos que neles se inscrevem, podemos considerar:
 
	A
	A) que seu percurso argumentativo tenha sido estruturado na relação de imagens: Eu - OUTRO e Referente. 
	B
	B) que seu percurso argumentativo não tenha sido estruturado na relação de imagens: Eu - OUTRO e Referente
 
	C
	C) que seu percurso argumentativo tenha sido estruturado na relação de imagens: OUTRO e Referente
 
	D
	D) que seu percurso argumentativo tenha sido estruturado na relação de imagens: Eu e Referente
 
	E
	E) Nenhuma das alternativas anteriores está correta.
 
  Você já respondeu e acertou esse exercício. A resposta correta é: A. 
	Exercício 4
Com relação ao referente, no contexto do discurso do Tribunal do Júri, podemos entender o seguinte:
 
	A
	A) não se dá na realidade física da própria enunciação do Tribunal do Júri (réu, vítima, em casos de tentativa se dá na realidade física da própria enunciação do Tribunal do Júri (réu, vítima, em casos de tentativa).
 
	B
	B) se dá na realidade física da própria enunciação do Tribunal do Júri (réu, vítima, em casos de tentativa se dá na realidade física da própria enunciação do Tribunal do Júri (réu, vítima, em casos de tentativa).
	C
	C) o crime não se assemelha a um objeto imaginário.
 
	D
	D) o réu, a vítima e o crime se assemelham a um objeto imaginário.
 
	E
	E) Nenhuma das alternativas anteriores está correta.
 
  Você já respondeu e acertou esse exercício. A resposta correta é: B. 
	Exercício 5
Com relação a elaboração de textos assinale a alternativa correta:
 
	A
	A) não há a possibilidade de se reconhecer a existência de um leitor virtual inserido no texto.
 
	B
	B) há a possibilidade de se reconhecer a existência de um leitor virtual inserido no texto, sendo que tal inserção se aperfeiçoa no momento da publicação.
 
	C
	C) há a possibilidade de se reconhecer a existência de um leitor virtual inserido no texto, sendo que tal inserção se aperfeiçoa no momento da redação. 
	D
	D) há a possibilidade de se reconhecer a existência de um leitor virtual inserido no texto, sendo que esse poderá ser, tão somente, cúmplice do autor.
 
	E
	E) Nenhuma das alternativas anteriores está correta.
 
  Você já respondeu e acertou esse exercício. A resposta correta é: C. 
	Exercício 6
A literatura afirma que o autor de um determinado texto terá, no momento da confecção, um \u201ccúmplice\u201d ou um \u201cadversário\u201d. Essas expressões (\u201ccúmplice\u201d  e \u201cadversário\u201d). Referem-se ao:
 
	A
	A) produtor real.
 
	B
	B) produtor virtual.
 
	C
	C) produtor potencial.
 
	D
	D) leitor real.
 
	E
	E) leitor virtual. 
 
  Você já respondeu e acertou esse exercício. A resposta correta é: E. 
	Exercício 7
Com relação a utilização do recurso do leitor virtual é correto afirmar o seguinte:
 
	A
	A) favorece, tão somente, no tocante o procedimento do Tribunal do Júri, a promotoria como sujeito enunciador, tendo em vista que ele não se fundamenta no grau de aceitabilidade das propostas que o sujeito, por meio das formações imaginárias, pode considerar relevantes.
 
	B
	B) favorece, tão somente, no tocante o procedimento do Tribunal do Júri, a defesa como sujeito enunciador, tendo em vista que ele não se fundamenta no grau de aceitabilidade das propostas que o sujeito, por meio das formações imaginárias, pode considerar relevantes.
 
	C
	C) favorece, tão somente, no tocante o procedimento do Tribunal do Júri, a promotoria como sujeito enunciador, tendo em vista que ele se fundamenta no grau de aceitabilidade das propostas que o sujeito, por meio das formações imaginárias, pode considerar relevantes.
 
	D
	D) favorece, tão somente, no tocante o procedimento do Tribunal do Júri, a defesa como sujeito enunciador, tendo em vista que ele se fundamenta no grau de aceitabilidade das propostas que o sujeito, por meio das formações imaginárias, pode considerar relevantes.
 
	E
	E) Nenhuma das alternativas anteriores está correta. 
 
  Você já respondeu e acertou esse exercício. A resposta correta é: E. 
	Exercício 8
Com relação às técnicas utilizadas para elaboração de textos no procedimento do Tribunal do Júri é correto afirmar o seguinte:
 
	A
	A) não é possível que o sujeito enunciador se sirva de um contra-argumento à sua proposta, tendo em vista não ser razoável negociar com seu interlocutor imaginário de modo a buscar a adesão à sua proposta.
 
	B
	B) não é possível que o sujeito enunciador se sirva de um contra-argumento à sua proposta, tendo em vista ser razoável negociar com seu interlocutor imaginário de modo a buscar a adesão à sua proposta.
 
	C
	C) é possível que o sujeito enunciador se sirva de um contra-argumento à sua proposta, tendo em vista não ser razoável negociar com seu interlocutor imaginário de modo a buscar a adesão à sua proposta.
 
	D
	D) é possível que o sujeito enunciador se sirva de um contra-argumento à sua proposta, tendo em vista ser razoável negociar com seu interlocutor imaginário de modo a buscar a adesão à sua proposta. 
	E
	E) Nenhuma das alternativas anteriores está correta.
 
  Você já respondeu e acertou esse exercício. A resposta correta é: D. 
	Exercício 9
Considere as assertivas abaixo e assinale a alternativa correta:
I - O fato de o autor conceber que "todo processo discursivo supõe, por parte do emissor,