A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
25 pág.
BLOCOS ECONOMICOS

Pré-visualização | Página 3 de 5

produtos brasileiros. 
Brasileiro precisa gastar mais para poder comprar produtos. 
 
A política de rendas consiste na interferência do governo nos preços e salários praticados 
pelo mercado. No intuito de atender a interesses sociais, o governo tem a capacidade de 
interferir nas forças do mercado e impedir o seu livre funcionamento. É o que ocorre 
quando o governo realiza um tabelamento de preços com o objetivo de controlar a inflação. 
Temos 5 preços principais. 
\ Salário 
\ Juros 
\ Aluguéis 
\ Lucro 
\ Loyalty 
O governo vai atuar em cima deles, podendo aumentar eles ou os congelar. 
Quando quer aquecer a economia ele aumenta o salário mínimo acima da inflação que 
todos os outros aumentam. 
Combater salário mínimo abaixo da inflação que vai influenciar os outros 4. 
. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
As políticas comerciais são ações governamentais que definem o comércio com terceiros 
países. Por isso é um ramo do Comércio Internacional. Várias sãos essas políticas razão pela 
qual usamos o plural. Encontramos no ICONE a seguinte manifestação sobre este tema: 
A política comercial é um dos quatro pilares da política macroeconômica, que inclui ainda 
as políticas fiscal, cambial e monetária. A política comercial, especificamente, constitui-se 
num conjunto de medidas e ações, em geral públicas, que afetam as transações comerciais 
de um país com o resto do mundo. 
Referidas medidas podem determinar maior ou menor integração econômica do país com as 
demais nações, dependendo da profundidade dos acordos comerciais negociados pelo país em 
questão, bem como do perfil dos instrumentos de política comercial que ele aplica em seus 
parceiros ou recebe dos mesmos. A título de exemplo, citam-se como os principais 
instrumentos da política comercial a tarifa, as quotas tarifárias, as medidas de defesa 
comercial, os subsídios à exportação e as barreiras não-tarifárias. 
Nesse contexto, a política comercial de um país afeta diretamente os resultados de suas 
exportações e importações tanto no presente como no futuro, pois os compromissos 
assumidos nos acordos comerciais são negociados com prazos definidos de implementação. 
Além disso, ela impacta os níveis de atividade e de emprego domésticos na medida em que 
modifica o grau e o tipo de exposição da indústria nacional ao produto importado. 
\ Protecionismo 
\ Barreiras tarifárias 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Protecionismo uma teoria que prega um conjunto de medidas a serem tomadas no sentido 
de favorecer as atividades econômicas internas, reduzindo e dificultando ao máximo, a 
importação de produtos e a concorrência estrangeira. Essa teoria é utilizada por 
praticamente todos os países, em maior ou menor grau. Alguns exemplos de medidas 
protecionistas: 
– Criação de altas tarifas e normas técnicas de qualidade para produtos 
estrangeiros, reduzindo a lucratividade dos mesmos; – Subsídios à indústria nacional, 
incentivando o desenvolvimento econômico interno; – Fixação de quotas, limitando o 
número de produtos, a quantidade de serviços estrangeiros no mercado nacional, ou até 
mesmo o percentual que o acionário estrangeiro pode atingir em uma empresa. 
O responsável pela fiscalização do comércio entre os países e dos atos protecionistas que 
eles adotam é a OMC (Organização Mundial do Comércio), cujo papel é promover a 
liberalização do comércio internacional. O protecionismo é vantajoso, em tese, pelo fato de 
proteger a economia nacional da concorrência externa, garantir a criação de empregos e 
incentivar o desenvolvimento de novas tecnologias. No entanto, estas políticas podem, em 
alguns casos, fazer com que o país perca espaço no mercado externo; provocar o atraso 
tecnológico e a acomodação por parte das empresas nacionais, já que essas medidas tendem 
a protegê-las; além de aumentar os preços internos. 
Vale ressaltar também que a diminuição do comércio, consequência natural do 
protecionismo, enfraquece políticas de combate à fome e ao desenvolvimento dos países 
pobres. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Conjunto de instrumentos adotados pelo governo para controlar o comércio internacional de 
seu país, reduzindo ou até mesmo impedindo a entrada de concorrentes estrangeiros em 
seu território através do aumento das alíquotas incidentes na importação. 
As barreiras e/ou restrições comerciais podem ser legítimas e visar à tutela de determinado 
bem jurídico pelo Estado, como a proteção da saúde do consumidor ou a proteção do meio-
ambiente. 
Todavia, elas podem ser utilizadas como forma de protecionismo, promovendo um 
desestímulo à importação, de maneira artificial, por meio da imposição de tarifas, taxas, 
impostos, restrições quantitativas e outras barreiras não-tarifárias. 
Quando se utiliza qualquer instrumento que não seja imposto ou taxa como por exemplo 
aumentar a burocracia, medidas restritivas. 
As barreiras são consideráveis ou não consideráveis. 
Aceitáveis para a OMC 
Não aceitável são barreiras que a OMC considera que foi coloca para favorecer as empresas 
nacionais. 
Quais são os defeitos? 
Quando o consumidor é prejudicado pelo valor, ou qualidade ruim do produto 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
\ Generalidades 
 Moeda, Idioma, pesos e medidas, etc. 
São barreiras mais antigas e tradicionais. Atualmente não afeta tanto o comercio 
internacional. 
Moeda é barreira quando flutua muito sua taxa de câmbio 
Idioma é significado de altos custos 
Medidas → peso, KG.... Mudar a medida do outro, significa custo a mais. 
Temos um idioma internacional que é o inglês, a moeda é o dólar americano e as medidas 
se da pela tecnologia de uma máquina, que tem as duas medidas ao mesmo tempo. 
\ Desvio de modelo de comércio livre 
 Monopólio, Oligopólio, Cartel, Truste, Dumping: 
São barreiras inaceitáveis, pois são difusões do mercado. 
Monopólio → Só tem um vendedor 
Oligopólio → mercado controlado por um pequeno número de empresas. 
Cartel → Associação formal ou informal do mesmo setor para favorecer; 
Truste → fusão de empresas do mesmo setor para controlar aquele setor, colocam poder 
mais para eliminar concorrência livre. 
Dumping → vender mais barato. 
\ Esquemas protecionistas 
 Subsídios, taxas aduaneiras, taxas múltiplas de câmbio, licenças de exp./imp., cotas; 
Medidas Compensatórias; Medidas Salvaguardas; Preço Mínimo Agrícola: 
\ As novas barreiras 
 Nascem nos países desenvolvidos como disfarces de protecionismo que é proibido pela 
OMC. São medidas que camuflam o protecionismo. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Barreiras técnicas, considerando o estipulado pela OMC, são barreiras comerciais derivadas 
da utilização de normas ou regulamentos técnicos não-transparentes ou não-embasados em 
normas internacionalmente aceitas ou, ainda, decorrentes da adoção de procedimentos 
de avaliação da conformidade não-transparentes e/ou demasiadamente dispendiosos, bem 
como de inspeções excessivamente rigorosas. 
Reconhecendo a importância das barreiras técnicas para o fluxo de comércio exterior, 
assinou-se um Acordo sobre Barreiras Técnicas ainda no GATT - General Agreement on 
Tariffs and Trade, durante a Rodada de Tóquio (1973-1979). Um novo acordo, totalmente 
reformulado, foi incorporado pela Organização Mundial do Comércio (OMC) quando esta 
iniciou seus trabalhos em 1995. Veja a versão atual do Acordo sobre Barreiras Técnicas ao 
Comércio, usualmente citado como TBT Agreement. 
Padrões de medidas impossíveis são colocadas 
Eua → laranja para entrar tinha que ter X% de acidez. 
 
 
Ela pune alguém que tem algum produto que agrediu o meio ambiente em seu processo de 
produção. 
Os concorrentes sobre taxam a produção de determinado país, para sobre taxar estes. 
Brasil