Buscar

compilado HIST MOD DA TRANS DO FEUDAL AS REFOR RELIGIOSAS

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 3, do total de 29 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 6, do total de 29 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 9, do total de 29 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Prévia do material em texto

O feudalismo foi um fenômeno histórico que teve sua origem relacionada à ruralização da sociedade. Na 
época moderna, no contexto da Europa Ocidental, verificou revolução social, na qual o feudalismo dá lugar 
ao capitalismo. Foram causas da desagregação da ordem econômica feudal, EXCETO: 
 
 
As constantes e pesadas chuvas caídas sobre a Europa Ocidental, entre 1315 e 1317, 
devastaram os campos e prejudicaram as colheitas; 
 
 
A forte capitalização realizada pelos artesãos e a criação de grandes unidades industriais; 
 
 
O estabelecimento de uma nova classe social, a burguesa, resultou no deslocamento do eixo 
econômico da área rural agrícola para o comércio urbano; 
 
 
Um recuo da servidão, com muitos servos fugindo ou se transformando em pequenos 
arrendatários, constituindo pequenas propriedades rurais; 
 
 
A peste negra ou bubônica em 1348, vinda do Oriete Médio, atingiu a população europeia, 
dizimando em cerca de 30% 
 
 
Gabarito 
Comentado 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
2. 
 
 
Na transição entre a Idade Média e a Idade Moderna, dentre as características 
abaixo, qual pode ser considerada correta ? 
 
 
A arte renascentista preocupou-se com a religião e, tecnicamente, com o jogo de cores, luzes e 
sombras, mas, focada em uma forte herança da antiguidade 
 
 
Os princípios do racionalismo e do humanismo tiveram origem na teologia medieval, que 
defendia a independência da razão frente ao mundo espiritual. 
 
 
Na inspiração artística da Renascença, os motivos religiosos constituíram uma exceção. No 
conjunto das obras do período, este foi o caso de Velázquez e Rembrandt. 
 
 
O Renascimento artístico optou pelo gradual abandono dos valores e formas da Antigüidade 
Clássica que haviam sido resgatados durante a Idade Média. 
 
 
O homem do renascimento considerava-se inserido em um ¿tempo novo¿, que expressava a 
concepção de mundo de uma sociedade marcada pelo desenvolvimento da economia mercantil. 
 
 
 
 
 
 
 
3. 
 
 
O processo de transição do feudalismo para o capitalismo foi realizado por uma 
série de transformações sócio-econômicas. Dentre elas podemos citar: 
 
 
a substituição da produção artesanal pela industrial. 
 
 
ampliação das relações de suserania e vassalagem. 
 
 
o maior desenvolvimento da vida urbana e das atividades ligadas ao comércio. 
 
 
a laceração das relações servis e substituição plena pelo assalariamento. 
 
 
a manutenção das rotas terrestres de comércio que conectavam a Europa às Índias. 
 
 
Gabarito 
Comentado 
 
 
 
 
 
 
 
 
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
javascript:duvidas('86506','7285','2','3619298','2');
javascript:duvidas('52159','7285','3','3619298','3');
javascript:duvidas('254356','7285','4','3619298','4');
 
4. 
 
 
Sobre o período conhecido como Idade Moderna, marque a alternativa 
INCORRETA: 
 
 
A Idade Moderna ocorreu apenas na Europa. 
 
 
As expansões marítimas contribuíram para a expansão das ideias da modernidade. 
 
 
A modernidade atinge também outros países fora do eixo Inglaterra ¿ França e Península 
Ibérica. 
 
 
A modernidade acabou atingindo outros continentes. 
 
 
A Idade Moderna trouxe uma ideia antropocêntrica de mundo. 
 
 
Gabarito 
Comentado 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
5. 
 
 
´´É interessante pensar que sempre que falamos de Idade Moderna temos em 
mente algo radicalmente diferente da Idade média, como se a era anterior 
tivesse simplesmente desaparecido para dar lugar a uma nova mentalidade, 
moderna e arrojada.´´ Esta afirmação: 
 
 
é correta, já que essa é a grande ruptura, o momento em que o homem alcançou sua liberdade. 
 
 
é parcialmente correta, já que apesar de racicalmente diferente, os membros da Igreja 
tentaram manter a mentalidade medieval. 
 
 
é parcialmente incorreta, uma vez que não é a mentalidade que muda, a grande mudança é 
política, pois o rei é criado para unificar o poder, rompendo com as repúblicas medievais. 
 
 
é incorreta, já que as transformações sociais são constantes, e a Idade Média e a Idade 
Moderna não tem diferenças. 
 
 
é parcialmente correta, como as socieades são marcadas por continuidades e rupturas, são as 
rupturas e reflexões que se manifestavam durante a Idade Média que se consolidam na 
modernidade. 
 
 
Gabarito 
Comentado 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
6. 
 
 
A ideia de modernidade foi adotada pela historiografia pois queria dar ao período 
a ideia de: 
 
 
atraso 
 
 
medo 
 
 
científico 
 
 
vanguarda 
 
 
tecnológico 
 
 
Gabarito 
Comentado 
 
 
 
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
javascript:duvidas('187457','7285','5','3619298','5');
javascript:duvidas('187449','7285','6','3619298','6');
 
 
 
 
 
 
7. 
 
 
¿A instituição das corveias variava de acordo com os domínios senhoriais, e, no 
interior de cada um, de acordo com o estatuto jurídico dos camponeses, ou de 
seus mansos [parcelas de terra].¿ Marc Bloch. Os caracteres originais da França 
rural, 1952. Esta frase sobre o feudalismo trata: 
 
 
do colonato 
 
 
da guilda 
 
 
do comitatus 
 
 
da servidão 
 
 
da vassalagem 
 
 
Gabarito 
Comentado 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
8. 
 
 
Dentre os fatores que são importantes para pensarmos a formação da Idade 
Moderna, podemos apontar: 
 
 
O renascimento urbano e fortalecimento do feudalismo 
 
 
O fortalecimento do poder dos reis e seus ministros 
 
 
A descentralização administrativa e fortalecimento do poder dos reis 
 
 
O renascimento urbano e desenvolvimento da burguesia 
 
 
A mudança do eixo econômico da cidade para o campo e fortalecimento do poder dos reis 
 
 
 
 
A partir da ascensão do Estado moderno e sua consequente centralização burocrática, militar e tributária, a 
nobreza buscou outras estratégias para demarcar sua distinção social. Marque a alternativa que apresenta 
uma dessas estratégias: 
 
 
Combate aos artistas que empregavam o "despurado" nu artístico 
 
 
Contestação filosófica iluminada da monarquia absolutista 
 
 
Adoção de um códigos de etiqueta detalhados 
 
 
Construção de grandes centros de produção fabril 
 
 
Realização de grandes viagens científicas, sem fins comericais 
 
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
javascript:duvidas('268463','7285','7','3619298','7');
javascript:duvidas('178978','7285','8','3619298','8');
 
 
 
 
 
 
2. 
 
 
Acerca da sociedade do Antigo Regime, é correto analisar que : 
 
 
 
De acordo com uma maior participação no desenvolvimento da estrutura vigente no Antigo 
Regime, um servo poderia ser agraciado com cargos que o colocassem perto de se tornar um 
nobre 
 
 
Havia a possibilidade de mudança social a partir de acordos entre senhores feudais e seus 
servos. 
 
 
Aqueles que se dedicavam ao comércio poderiam requerer mudança em sua condição social 
mediante pagamentos 
 
 
O fato de pertencer a uma determinada classe social determina toda a vida do indivíduo e sua 
condição dentro de uma dada sociedade. 
 
 
Nobres e servos possuíam direitos comuns, o que determinava o espaço de atuação de cadaum 
deles 
 
 
Gabarito 
Comentado 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
3. 
 
 
´´Além da relação entre senhor e servo, a sociedade medieval era baseada nos 
vínculos de dependência pessoal, chamados de suserania e vassalagem. Através 
da cerimônia chamada de homenagem, o vassalo recebia terras e bens do seu 
suserano, prometendo-lhe fidelidade e proteção em troca.´´ 
As classes sociais que são retratadas nesta afirmação são: 
 
 
Servos somente. 
 
 
Nobreza somente. 
 
 
Nobreza e servos. 
 
 
Clérigos e nobreza. 
 
 
Clérigos e servos. 
 
 
 
 
 
 
 
4. 
 
O historiador Norbert Elias, em sua obra A sociedade de Corte, busca 
compreender a sociedade do antigo regime na instância que, para ele, constitui o 
melhor objeto de análise, a corte. Para Elias, é a partir da Corte, símbolo máximo 
do poder político e social, que esta sociedade se organiza. ¿...a corte real do 
Ancien Regime sempre acumulou duas funções: a de instância máxima de 
estruturação da grande família real e a de órgão central da administração do 
Estado como um todo, ou seja, a função de governo¿ (ELIAS, 2001, p. 27). 
ELIAS, Norbet. A Sociedade de Corte. Rio de Janeiro: Zahar, 2001, p. 27. 
Partindo esta visão veja as afirmações: A) Nessa interpretação, a corte funciona 
como o coração do Antigo Regime. Isso encontra explicação, em certa medida, 
pelo papel do Rei. B) Em uma sociedade com pouca mobilidade social, esta só é 
possível através dos favores reais. C) É o rei que concede terras e títulos de 
nobreza. D) Cabe lembrar que nesta realidade o rei pode se afirmar através de 
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
javascript:duvidas('179011','7285','2','3619298','2');
javascript:duvidas('187451','7285','3','3619298','3');
javascript:duvidas('187462','7285','4','3619298','4');
 
favores financeiros e não somente através da concessão de posses materiais, 
como acontecia na Idade Média. Estão corretas: 
 
 
Somente b, c e d. 
 
 
Somente a e c. 
 
 
a, b, c e d. 
 
 
Somente a, c e d. 
 
 
Somente a e b. 
 
 
Gabarito 
Comentado 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
5. 
 
 
¿A nossa época, a época da burguesia, distingue-se, contudo, por ter simplificado 
as oposições de classes. A sociedade toda cinde-se, cada vez mais, em dois 
grandes campos inimigos, em duas grandes classes que diretamente se 
enfrentam: burguesia e proletariado¿. (MARX, K. e ENGELS, F. Manifesto do 
Partido Comunista.) Apesar de a concepção de Marx acerca da burguesia ter se 
tornado a mais conhecida atualmente, sabe-se que, durante a Idade Moderna, o 
termo tinha outro um significa distinto. Assinale a alternativa que representa a 
correta definição de burguesia para a Idade Moderna. 
 
 
Burguesia era entendida exclusivamente como o grupo social dos comerciantes enriquecidos 
pelo intercâmbio de longa distância. 
 
 
Burguesia era um termo utilizado para designar os grupos enriquecidos, tanto de origem 
aristocrática quanto plebeia. 
 
 
Burguesia era composta pelo grupo dos proprietários dos meios de produção. 
 
 
A burguesia era determinada pelo nível de envolvimento dos sujeitos com os capitais comerciais 
em fluxo durante a Idade Moderna. 
 
 
Burguesia deve ser entendida como o conjunto dos grupos urbanos, incluindo, entre outros, 
artesãos e comerciantes. 
 
 
 
 
 
 
 
6. 
 
 
Em meados de 1455, a prensa de tipos móveis, do alemão Gutemberg, 
representou a difusão de uma técnica mais eficaz e rápida de impressão de 
livros. Essa invenção costuma ser interpretada por historiadores como o marco 
do renascimento cultural na Europa. Sobre esse aspecto é correto afirmar: 
 
 
A circulação de conhecimento era restrita aos livros sagrados e poderia ser feita sem a 
permissão régia por qualquer uma das grandes casas editoriais da Europa. 
 
 
Somente a ordem religiosa dos Jesuítas tinha acesso aos livros que circulavam na península 
Ibérica. 
 
 
A circulação de conhecimento foi um fenômeno particular ocorrido na França, sobretudo no 
período da corte de Luis XIV. 
 
 
A partir da prensa móvel, a escrita deixou de ser exclusividade do clero e dos nobres. Em 
meados do século XV mais de 15 milhões de livros impressos circulavam por toda a Europa. 
 
 
Apesar da impressão de livros por toda a Europa, todos esses materiais eram confinados aos 
mosteiros, sob a responsabilidade Papal, mantendo a prática medieval. 
 
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
javascript:duvidas('1014162','7285','5','3619298','5');
javascript:duvidas('238380','7285','6','3619298','6');
 
Gabarito 
Comentado 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
7. 
 
 
Uma das principais transformações experimentadas pela nobreza durante o 
processo de formação do Estado Moderno consiste: 
 
 
O reforço da sua dominação social mediante o aumento do seu poderio bélico 
 
 
O abandono de todas as formas de exploração feudal do campesinato 
 
 
Na transformação da nobreza cavaleiresca militarizada numa nobreza cortesã 
 
 
A adesão plena da nobreza às ideias e práticas capitalistas em ascensão 
 
 
O abandono das armas, da mão de obra camponesa e das terras em favor do Estado 
 
 
 
 
 
 
 
8. 
 
 
"Os monarcas foram os inventores do marketing político e nesse sentido fizeram 
escola (...) A propaganda surge como meio de assegurar a submissão ou o 
assentimento a um poder (...) Na verdade, esculpida de maneira cuidadosa, a 
figura do rei corresponde aos quesitos estéticos necessários à construção da 
"coisa pública". Saltos altos para garantir um olhar acima dos demais, perucas 
logo ao levantar, vestes magníficas mesmo nos locais da intimidade: enfim, 
trata-se de projetar a imagem de um homem público." (Lilia K. Moritz Schwarcz. 
A fabricação do rei: a construção da imagem pública de Luis XIV. Antropologia, 
São Paulo:FFLCH/SP. v43, n.1, pp.257-8). O texto acima refere-se à construção 
ideológica do: 
 
 
poder liberal 
 
 
poder do suserano 
 
 
poder teocrático 
 
 
poder aristocrático 
 
 
poder absolutista 
 
 
 
Assinale a afirmativa correta. Em determinado período, a economia europeia vive um momento de expansão 
que logo irá superar as antigas estruturas feudais. Seria exagero falar em industrialização, mas podemos 
nos referir a um aumento dos produtos manufaturados, que convivem com os artesanais. A agricultura 
também ganha impulso e os gêneros agrícolas adquirem status de mercadoria. O texto acima se refere a 
qual período? 
 
 
Século XVI a meados do Século XIX. 
 
 
Século XII ao início do século XV. 
 
 
Século XVIII ao início do Século XIX. 
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
javascript:duvidas('901369','7285','7','3619298','7');
javascript:duvidas('51578','7285','8','3619298','8');
 
 
Século XV ao início do século XVII. 
 
 
Século XVII e Século XVIII. 
 
 
 
 
 
 
 
2. 
 
 
A partir das transformações nas práticas econômicas observadas nos primeiros 
contornos da Idade Moderna, podemos definir o mercantilismo como: 
 
 
Sistema escravista de produção que marca o início do Capitalismo no Ocidente. 
 
 
Um conjunto de práticas econômicas, políticas e religiosas que marca a Idade Moderna. 
 
 
Sistema feudal de produção caracterizado pelo acúmulo de metais preciosos. 
 
 
Um conjunto de práticas econômicas que marca a transição do sistema feudal para o sistema 
capitalista. 
 
 
Sistema de modo de produção feudal baseado na balança comercial favorável aos Estados 
Nacionais.3. 
 
 
As grandes transformações econômicas sempre foram um modelo explicativo ao 
longo da História. Na Idade Moderna podemos identificar uma mudança 
econômica também. Considerando o enfraquecimento do sistema feudal, qual a 
prática econômica que podemos localizar no periodo: 
 
 
Liberalismo 
 
 
Mercantilismo 
 
 
Feudalismo reformado 
 
 
Marxismo 
 
 
Capitalismo 
 
 
 
 
 
 
 
4. 
 
 
São aspectos que caracterizam o mercantilismo, desenvolvido durante o advento 
da Era Moderna, exceto : 
 
 
Protecionismo 
 
 
Pacto Colonial 
 
 
Metalismo 
 
 
Acúmulo de propriedades 
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
javascript:duvidas('569293','7285','2','3619298','2');
javascript:duvidas('569290','7285','3','3619298','3');
javascript:duvidas('179089','7285','4','3619298','4');
 
 
Balança de Comércio Favorável 
 
 
 
 
 
 
 
5. 
 
 
Um conjunto de práticas econômicas caracterizaram o modelo mercantil na Idade 
Moderna, sobre essas práticas é correto afirmar: 
I - Necessidade de acumular ouro e prata oriundos das colônias da América; 
II - Adoção de uma prática liberal. Os reis isentavam os impostos de produtos 
estrangeiros, para incentivar a compra desses produtos. 
III- Formam-se os pactos coloniais assegurando que as colônias pudessem 
produzir os recursos que as metrópoles necessitavam 
IV- Balança comercial favorável que consistia em importar mais do que exportar. 
Esse recurso permitiria uma reserva financeira aos Estados Nacionais. 
 
 
Apenas II e IV estão corretas 
 
 
Apenas I e III estão corretas 
 
 
Apenas I, III e IV estão corretas 
 
 
Todas as opções de resposta estão corretas 
 
 
Apenas I e II estão corretas 
 
 
Gabarito 
Comentado 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
6. 
 
 
O crescimento dos burgos, uma espécie de local de comércio que se desenvolvia 
fora das muralhas dos feudos e que surgiram para facilitar o processo de trocas e 
de aquisição de produtos, ocorreu principalmente devido ao: 
 
 
Desenvolvimento das cidades 
 
 
Fortalecimento do feudalismo 
 
 
Processo de invasões bárbaras 
 
 
Consolidação do absolutismo 
 
 
Início da servidão 
 
 
 
 
 
 
 
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
javascript:duvidas('569299','7285','5','3619298','5');
javascript:duvidas('178976','7285','6','3619298','6');
javascript:duvidas('621916','7285','7','3619298','7');
7. 
 
 
Mudança de paradigma durante as transformações modernas I - Enquanto na 
Idade Média a terra era o símbolo de poder e riqueza, neste novo contexto a 
posse da terra é substituída pelo poder monetário. II - O comércio e o lucro 
gerado por ele se tornam, então, as maiores fontes de riqueza do período 
permitindo que o chamemos de acumulação de capital. 
 
 
A primeira nega a segunda 
 
 
As frases são opostas em suas premissas. 
 
 
A frase dois completa a frase um 
 
 
A Segunda não tem nenhuma relação com a primeira 
 
 
A segunda frase nega a primeira frase. 
 
 
Gabarito 
Comentado 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
8. 
 
 
O mercantilismo pode ser definido a partir de diferentes características. Marque 
aquela que define esse sistema: 
 
 
Ordenamento econômico que marcou as relações financeiras entre senhores e servos durante o 
Antigo Regime 
 
 
Um modo de produção no qual o capital é o fator primordial para o seu desenvolvimento. 
 
 
Conjunto de práticas econômicas que marca a transição do sistema feudal para o sistema 
capitalista. 
 
 
Um conjunto de práticas oriundas do feudalismo e que mantém sua estrutura de negociação 
comercial no modo de produção feudal 
 
 
Conjunto de normas jurídicas que marcaram as relações entre burgueses e servos ao longo da 
Idade Média 
 
 
Entre outras características do Estado Moderno podemos salientar: 
 
 
reconhecimento do poder central 
 
 
reconhecimento das leis 
 
 
tirania 
 
 
democracia 
 
 
reconhecimento do parlamento 
 
 
 
 
 
 
 
2. 
 
 
Jacques Benigne Bossuet foi um dos principais teóricos do absolutismo. Nasceu 
em uma família de magistrados em 1627, em Dijon, onde recebeu educação no 
colégio jesuíta. Sua teoria política foi responsável por fundamentar uma das 
bases do Absolutismo e que contribuiu para a consolidação do Estado Moderno: 
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
javascript:duvidas('179083','7285','8','3619298','8');
javascript:duvidas('45990','7285','2','3619298','2');
 
 
a Teoria do Estado democrático 
 
 
a Teoria do Estado Liberal 
 
 
a Teoria do Direito Divino dos Reis 
 
 
a Teoria da Tripartição dos poderes 
 
 
a Teoria Teocrática Moderna 
 
 
Gabarito 
Comentado 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
3. 
 
 
Para se consolidar, a economia moderna precisa de um modelo de Estado que se 
adeque aos seus pressupostos. Esse Estado deve ser: 
 
 
Estado forte amparado na ideia de força feudal 
 
 
Feudal , para que a manutenção do poder seja feita por diversos atores 
 
 
Forte e centralizado para que seu desenvolvimento seja crescente 
 
 
Fragmentado de forma a permitir a atuação de diversos elementos 
 
 
Central mas mantendo os poderes locais dos senhores feudais 
 
 
 
 
 
 
 
4. 
 
 
Na estrutura conhecida como Antigo Regime, o poder no Estado era: 
 
 
 
Bipartido e sectarista 
 
 
Descentralizado e múltiplo 
 
 
Centralizado e múltiplo 
 
 
Centralizado e unitarista 
 
 
Múltiplo e descentralizado 
 
 
Gabarito 
Comentado 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
5. 
 
 
O fundamento do Estado inglês reside na formação do Parlamento, criado no 
século XIII pelo rei Henrique III através da assinatura do Estatuto de Oxford. O 
Parlamento inglês se dividiu em duas casas distintas sendo elas : 
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
javascript:duvidas('179097','7285','3','3619298','3');
javascript:duvidas('179014','7285','4','3619298','4');
javascript:duvidas('179105','7285','5','3619298','5');
 
 
 
Câmara dos Comuns e Nobreza 
 
 
Câmara dos Lordes e Câmara da nobreza 
 
 
Câmara dos Comuns e Câmara dos Lordes 
 
 
Câmara dos Lordes e Câmara dos Burgueses 
 
 
Burguesia e nobreza 
 
 
Gabarito 
Comentado 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
6. 
 
 
Segundo John Locke (1632-1704), o homem nasce livre, é senhor absoluto da 
sua própria pessoa e propriedades. Dessa forma, não deveria abrir mão dessa 
autonomia para sujeitar-se ao domínio de qualquer outro poder, mesmo que 
oriundo do monarca. Segundo essa lógica, suas ideias estariam criticando: 
 
 
um governo constituído para proteger as liberdades individuais 
 
 
a origem de um governo defensor da proteção da vida e da propriedade. 
 
 
a colocação da liberdade individual acima do poder constituído. 
 
 
um governo constituído como propriedade exclusiva do monarca. 
 
 
a teoria do absolutismo teocrático liberal 
 
 
 
 
 
 
 
7. 
 
 
O termo absolutismo é utilizado para definir a conformação política adotada na 
Europa pelos países recém unificados. Acerca dessa prática política é correto 
afirmar que: 
I - Não se desenvolveu de forma igualitária em toda Europa tendo países com 
maior ou menor grau de centralização. 
II - Todos os países europeusseguiram a mesma fórmula básica, observando 
pouca diferença em seus modelos de intervenção. 
III - No âmbito jurídico esses monarcas aboliram os direitos feudais para 
assegurar um poder mais centralizado. 
IV - Alguns países utilizaram uma justificativa religiosa para amparar o excessivo 
poder de seus monarcas. 
 
 
Apenas I, II e IV estão corretas 
 
 
Apenas I e III estão corretas. 
 
 
Apenas I, III e IV estão corretas 
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
javascript:duvidas('51287','7285','6','3619298','6');
javascript:duvidas('52427','7285','7','3619298','7');
 
 
Apenas II e III estão corretas 
 
 
Apenas I e II estão corretas. 
 
 
Gabarito 
Comentado 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
8. 
 
 
Na esteira do processo de formação do Estado Moderno, sugiram diversas 
instituições que propiciaram o fortalecimento do poder monárquico. Uma dessas 
instituições consiste no(a): 
 
 
Organização de polícias militares para preservar a ordem interna 
 
 
Fundação de universidades, até então inexistentes 
 
 
Criação de um exército permanente, profissional e remunerado 
 
 
Ritos de investidura de vassalagem militar entre o rei e os nobres 
 
 
Refundação da corte senatorial em moldes romanos 
 
 
 
"Como movimento de cultura, ele se esforçava para conseguir a transformação da sociedade por intermédio 
da modificação das tendências subjetivas do homem; ou, em outras palavras, tendia para o esclarecimento 
e a educação das classes dirigentes, de acordo com princípios éticos e filosóficos, a fim de que estas classes, 
compostas que fossem de varões sábios e prudentes, pudessem reformar as instituições em bases 
equitativas e justas". O texto em questão refere-se ao: 
 
 
Absolutismo 
 
 
Teocentrismo 
 
 
Humanismo 
 
 
Iluminismo 
 
 
Antropocentrismo 
 
 
 
 
 
 
 
2. 
 
 
Humanismo e Renascimento representam as 
manifestações culturais do início dos tempos modernos. 
Nesse sentido, é correto afirmar que esse movimento 
intelectual: 
 
 
 
atribuiu importância central ao homem, valorizando a sua capacidade e o 
seu espírito crítico. 
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
javascript:duvidas('606135','7285','8','3619298','8');
javascript:duvidas('36398','7285','2','3619298','2');
 
 
imitou os valores medievais, buscando a reprodução dos seus atos, suas 
crenças e suas realizações. 
 
 
buscou elementos da cultura hindu e chinesa para o epicentro das suas 
preocupações existenciais. 
 
 
preocupou-se, essencialmente, com a divulgação da cultura greco-romana, 
considerada como insuperável pelos renascentistas. 
 
 
caracterizou-se pela uniformidade de manifestações em diversos países 
europeus, fiéis ao modelo italiano. 
 
 
Gabarito 
Comentado 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
3. 
 
 
"Em Itália, é simultaneamente o mundo culto e o povo que prestam homenagem 
à Antiguidade e querem fazê-la reviver porque recorda a todos a grandeza 
passada do seu país. A facilidade que têm os Italianos de compreender a língua 
latina, a massa de recordações e monumentos, que ainda subsistem, contribuem 
poderosamente para este desenvolvimento intelectual.... Mas o Renascimento 
não é uma imitação parcial e uma compilação, é uma regeneração." 
(Jacob Burckhardt. A civilização do Renascimento italiano. Lisboa: Editorial 
Presença, 1983. p.139-40) 
Assinale a alternativa que corresponda a uma correta avaliação do Renascimento 
pelo autor: 
 
 
ideal de imitação que presidiu o interesse da cultura do Renascimento pela Antiguidade foi 
responsável por um interesse particular com relação à preservação de traços ainda visíveis 
dessa Antiguidade; 
 
 
o Renascimento como expressão da cultura moderna significou uma ruptura radical com os 
valores da Antiguidade, considerados superados em nome de um progresso percebido como a 
marca dessas sociedades; 
 
 
o Renascimento, como se desenvolveu nas cidades da Itália, empreendeu uma resignificação 
dos valores culturais da Antiguidade, lidos sob as novas exigências e demandas das 
experiências do século XIV e XV; 
 
 
a cultura do Renascimento significou uma imitação dos valores considerados superiores na 
Antiguidade, o que estimulou o estudo das línguas clássicas e a tradução dos autores canônicos; 
 
 
a Antiguidade clássica forneceu os elementos indispensáveis ao homem do Renascimento para 
organizar sua ação em sociedade, especialmente através dos modelos políticos a serem 
copiados a partir do modelo das cidades-Estado antigas 
 
 
Gabarito 
Comentado 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
4. 
 
O Renascimento foi um movimento artístico, cultural e científico ocorrido na 
Europa entre os séculos XIV e XVI. Sobre esse movimento, identifique a(s) 
afirmativa(s) corretas: 
I - O período inicia um processo de maior valorização da razão humana e do 
indivíduo. 
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
javascript:duvidas('40749','7285','3','3619298','3');
javascript:duvidas('52443','7285','4','3619298','4');
 
II - O Renascimento serviu de base para o absolutismo, na medida em que foi 
um movimento de valorização do mundo mental. 
III - O Renascimento surge no período de transição da sociedade medieval para a 
sociedade moderna e representa uma nova visão de mundo. 
IV - O movimento renascentista promoveu uma intensa valorização da natureza, 
embasando suas explicações através da mística sobrenatural. 
 
 
apenas uma opção está correta. 
 
 
todas as opções estão corretas 
 
 
apenas I e II estão corretas 
 
 
apenas I e III estão corretas. 
 
 
apenas II e III estão corretas 
 
 
Gabarito 
Comentado 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
5. 
 
 
Sobre o Império Turco-otomano podemos afirmar que: 
 
 
 
seu domínio, principalmente na África, mostra a fraqueza de seu poder. 
 
 
não tinha relação com a Europa, por isso não deve ser estudado. 
 
 
foi um dos maiores poderes políticos da Idade Moderna. 
 
 
iniciou com a invasão a Espanha a Cruzada Moderna. 
 
 
fechou o mediterrâneo, pois se recusava a negociar com qualquer Cristão. 
 
 
Gabarito 
Comentado 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
6. 
 
 
As alternativas abaixo apresentam características do Renascimento. Assinale a 
única opção INCORRETA: 
 
 
emprego de novas técnicas e soluções arquitetônicas 
 
 
a exclusividade das cidades italianas em seu desenvolvimento. 
 
 
retorno aos temas do mundo greco-romano 
 
 
o emprego da linguagem matemática e da experimentação nos estudos artísticos 
 
 
valorização do homem e de sua racionalidade 
 
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
javascript:duvidas('187477','7285','5','3619298','5');
javascript:duvidas('52441','7285','6','3619298','6');
 
Gabarito 
Comentado 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
7. 
 
 
Podemos citar como significativas características do Renascimento: 
 
 
 
espírito crítico, temas de inspiração religiosa e ascetismo 
 
 
O teocentrismo, a busca pela espiritualidade e o romantismo. 
 
 
o hedonismo, a ausência de perspectiva e os temas cotidianos. 
 
 
hedonismo, intensa religiosidade e antropocentrismo 
 
 
o humanismo, a inspiraçãogreco-romana e o heliocêntrismo 
 
 
Gabarito 
Comentado 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
8. 
 
 
O Ranascimento é assim reconhecido pois traz de volta a intelectualidade noções 
desenvolvidas no: 
 
 
mundo egício 
 
 
mundo helenístico 
 
 
mundo bizantino 
 
 
mundo grego 
 
 
mundo árabe 
 
 
"É considerado como uma revelação experimental dos segredos da natureza visível e de muitas das suas 
forças visíveis, estourou a redoma teológica e escolástica que envolvia a ciência e o pensamento político e 
que impedia o seu contato direto com a atmosfera objetiva da realidade exterior. A investigação científica e 
a indagação filosófica, retiradas da atmosfera artificial de estufa, em que se estiolavam, adquiriram, como 
era inevitável, ao sopro vivificador da razão natural, num novo viço e um singular impulso". O texto em 
questão se refere ao : 
 
 
Absolutismo 
 
 
Antropocentrismo 
 
 
Teocentrismo 
 
 
Renascimento 
 
 
Iluminismo 
 
 
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
javascript:duvidas('51800','7285','7','3619298','7');
javascript:duvidas('36241','7285','8','3619298','8');
 
 
 
 
 
2. 
 
 
Os séculos XV e XVI foram determinantes para a história européia. Em seu 
território ocorreram diversas mudanças sociais, econômicas e culturais. Sobre 
essas transformações podemos afirmar que: 
I - O Luteranismo difundiu-se em função da precoce centralização do Estado 
Alemão. 
II - A Igreja Católica tentou, arduamente, conter o avanço protestante através de 
um movimento denominado Contra-reforma. 
III - A moral Calvinista foi bem recebida pela burguesia pois, ao contrário do 
Catolicismo, defendia a lógica do trabalho e do lucro. 
IV - O Humanismo foi uma concepção que reservou ao homem um local de maior 
importância do anteriormente conferido pela Igreja Católica. 
 
 
apenas II, III e IV estão corretas 
 
 
apenas I, II e IV estão corretas. 
 
 
todas estão corretas 
 
 
apenas I e II estão corretas. 
 
 
apenas I, II e III estão corretas. 
 
 
 
 
 
 
 
3. 
 
 
Sabemos hoje que o modelo de explicação do universo pela teoria 
geocêntrica não está correto. Entretanto, ela serviu como ponto de partida para 
a elaboração de novas teorias. À medida em que muitos dos conhecimentos 
produzidos por este modelo explicativos serviram de base para outras 
proposições científicas. Sendo assim, podemos afirmar que: 
 
 
Esta afirmação é um exemplo de como o conhecimento é cumulativo 
 
 
Não é necessário o rigor teórico nas construções históricas e/ou teológicas 
 
 
O homem moderno dialogava mais com outros saberes que o homem antigo 
 
 
O saber não é algo construído, mas ele nasce de forma instantânea 
 
 
Essa é a dinâmica pela qual os saberes se anulam e se contrariam 
 
 
 
Explicação: 
O saber científico é algo construído, ele não nasce de forma instantânea, por isso, o conhecimento 
produzido pela humanidade no decorrer da história é sempre validado ou revalidado, destacando a 
importância do caráter cumulativo de conhecimento, neste processo. 
 
 
 
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
javascript:duvidas('52148','7285','2','3619298','2');
javascript:duvidas('3574671','7285','3','3619298','3');
 
 
 
 
4. 
 
 
Quando surgiu, era um espaço destinado ao estudo de diversos saberes. Nele, 
conviviam mestres e alunos com o objetivo principal de ensinar um ofício. Para tal, 
bastava que existisse alguém capacitado em determinado ofício que estaria, assim, 
apto para ensiná-lo. Estas definições referem-se a que instituição? 
 
 
Biblioteca de Alexandria 
 
 
Relação Mestre-discípulo 
 
 
Escola socrática 
 
 
Universidades 
 
 
Escolas catedráticas 
 
 
 
Explicação: 
Quando surgiu na Idade Média, as universidades foram utilizadas como espaço múltiplo em que circulavam 
diversas pessoas com o objetivo de aprender e ensinar um ofício. 
 
 
 
 
 
 
 
5. 
 
 
Na transição do mundo medieval para o moderno, podemos afirmar que o 
pensamento medieval não foi simplesmente substituído por uma nova 
mentalidade. Ele, na verdade, surgiu como base para o pensamento moderno. 
Mesmo no interior da Igreja Católica, existiam pensadores que procuravam 
conciliar as novas transformações e descobertas com a ideologia católica, ainda 
que no mundo medieval, já se percebia a busca pela conciliação da fé coma 
razão. Podemos citar como exemplo deste esforço as obras de: 
 
 
João Nicolau de Hontheim 
 
 
Tomás de Aquino 
 
 
Marquês de Condorcet 
 
 
Prisciliano 
 
 
Euzébio de Cesaréia 
 
 
 
Explicação: 
Tomás de Aquino foi um pensador cristão que procurou conciliar a fé com a razão. Em seus escritos 
percebe-se como o autor aplicou uma espécie de "verniz cristão" no conhecimento clássico, tentando 
afirmar a existência de uma base lógica na teologia cristã. 
 
 
 
 
 
 
 
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
javascript:duvidas('3574552','7285','4','3619298','4');
javascript:duvidas('3574670','7285','5','3619298','5');
javascript:duvidas('569302','7285','6','3619298','6');
6. 
 
 
"Crer para poder entender e entender para crer", a frase 
de São Tomás de Aquino define o pensamento da Idade 
Moderna, onde o pensamento medieval não foi 
simplesmente substituído por uma nova mentalidade. 
Nesse contexto, o pensamento acima discutido é: 
 
 
 
Pensamento tomista em que a Igreja privilegia as explicações míticas da Idade Média. 
 
 
Pensamento iluminista em que a Igreja valoriza a produção de conhecimento científico como 
modelo de explicação válido 
 
 
Pensamento Sofista em que eram valorizados os ensinamentos da alta Idade Média. 
 
 
Pensamento tomista em que a igreja adquire um fundamento teológico, baseado na Bíblia e um 
fundamento racional, baseado na filosofia. 
 
 
Pensamento aristotélico que valorizava a razão em detrimento da fé. 
 
 
"Atualmente se escolhe ser cristão ou não. No século XVI, não havia escolha. Era-se cristão de fato. Podia-
se divagar em pensamento longe do Cristo: jogos de imaginação, sem suporte vivo na realidade. Todavia, 
não se podia sequer dispensar a prática. Mesmo não querendo, mesmo não entendendo claramente, todos, 
desde o nascimento, se encontravam imersos num banho de cristianismo, do qual não se escaparia nem na 
hora da morte: já que esta morte era, necessariamente, socialmente, cristã, devido aos ritos que ninguém 
podia subtrair-se, ainda que estivesse revoltado em face da morte, ainda que fizesse gracejos e se 
mostrasse brincalhão nos últimos momentos. Do nascimento até a morte, estabelecia-se uma imensa cadeia 
de cerimônias, de tradições, de costumes e práticas que, sendo todas cristãs ou cristianizadas, amarravam o 
homem, mesmo contra sua vontade, escravizando-o apesar de suas pretensões de tornar-se livre. E, acima 
de tudo, cercavam sua vida privada." 
 (FEBVRE. Lucien, O problema do Método. In: MOTTA, Carlos Guilherme, org. Lucien Febvre Histórias. São 
Paulo, Ática, 1978. p. 38.) 
Assinale a alternativa abaixo que vem confirmar o pensamento de Lucien Febvre sobre a opção religiosa do 
homem do século XVI. 
 
 
O cristianismo era a única opção do homem do século XVI, pois o domínio 
religioso era cultural, independia de credo, mas sim de práticas cotidianas. 
 
 
O cristianismo era uma opção do homem do século XVI, apesar de existir outras 
religiões não cristãs na Europa. 
 
 
A Cristianismo deixou de ser a única opção religiosa no século XVI, já que a 
Reforma Protestante fez surgir novas religiões. 
 
 
O cristianismo não era a única opção do homem do século XVI, já que religiões 
não cristãs na Europa vinhamem claro crescimento. 
 
 
O cristianismo era a única opção do homem do século XVI, apesar de existir 
outras religiões não cristãs na Europa. 
 
 
Gabarito 
Comentado 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
2. 
 
 
"Todo o poder vem de Deus.Os governantes, pois, agem como ministros de Deus 
e seus representantes na terra. Consequentemente, o trono real é o trono do 
próprio Deus."(Jacques Bossuet, Política tirada das palavras da Sagrada Esritura, 
1709). 
Qual a relação entre indivíduo e Estado, na Idade Moderna, a partir da 
citação acima? 
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
javascript:duvidas('251996','7285','2','3619298','2');
 
 
O poder do rei não representava o poder divino, marcando a formação de Estados laicos na 
Europa. 
 
 
O poder do rei representava o poder espiritual e temporal das monarquias absolutistas, 
sobretudo da Europa ocidental. 
 
 
O poder do rei representava o poder do homem, sem a influência da Igreja nos assuntos de 
Estado. 
 
 
O poder do rei representava o poder papal nos assuntos de Estado. 
 
 
O poder do Rei representava o poder da Igreja Católica e Anglicana. 
 
 
Gabarito 
Comentado 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
3. 
 
 
Os templos católicos característicos provenientes do período medieval possuem 
basicamente dois grandes estilos arquitetônicos, que são: 
 
 
O gótico e o renascentista 
 
 
O românico e o bizantino 
 
 
O gótico e o rococó 
 
 
O gótico e o germano 
 
 
O românico e o gótico 
 
 
 
Explicação: 
É importante que se conheça os modelos arquitetônicos que influenciaram as construções no decorrer do 
período medieval, legando vastas estruturas à modernidade. Os dois modelos mais comuns, são o gótico 
e o românico. 
 
 
 
 
 
 
 
4. 
 
 
Somente durante o século XX, a historiografia passou a "olhar" para as classes 
populares. O pioneirismo desse processo deve ser atribuído a qual movimento 
historiográfico? 
 
 
Inicia-se na Alemanha com a história das classes baixas. 
 
 
Inicia-se nos EUA com a história vista de baixo. 
 
 
Inicia-se na França com a história sobre o cotidiano. 
 
 
Começa na Inglaterra com a História vista de baixo. 
 
 
Começou no Brasil com a história das classes baixais. 
 
 
Gabarito 
Comentado 
 
 
 
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
javascript:duvidas('3574673','7285','3','3619298','3');
javascript:duvidas('619191','7285','4','3619298','4');
 
 
 
 
 
 
5. 
 
 
O ofício de historiador exige de seus especialistas a adoção de vários cuidados. Por 
exemplo, a preocupação em separar o estudo da Igreja Católica, ou de qualquer 
outra religião, da fé que individualmente possa professar. Desta forma, deve-se 
sempre apontar para as diferenças entre estudar um objeto e defender uma 
ideologia. Diante desta constatação, é correto: 
 
 
Assumir um juízo de valor diante de determinados objetos históricos 
 
 
Estudar determinado objeto históricos a partir de seu contexto 
 
 
O juízo de valor só é aceito se o historiador tiver provas cabais para fazê-lo 
 
 
Estudar a própria religião para defendê-la de acusações falsas 
 
 
Posicionar-se ao lado de personagens históricos com grande aceitação 
 
 
 
Explicação: 
É importante para o historiador saber promover a separação entre suas convicções pessoais e os objetos 
que estuda na história, sendo assim, a inserção do objeto ao contexto de formação torna-se uma postura 
crucial para o trabalho dos historiadores e professore de história. 
 
 
 
 
 
 
 
6. 
 
 
Roma foi um dos grandes impérios existentes no mundo, sua influência e 
referências estão até os dias de hoje em nossa cultura. Sobre a religião do 
Império Romano, podemos afirmar: 
 
 
Os romanos não possuíam religião, não acreditavam em deuses. 
 
 
Era Monoteísta ¿ Vários Deuses, partindo de sua própria história enquanto Império 
expansionista 
 
 
Era politeísta ¿ Diversos Deuses criados pela necessidade de explicação dos fenômenos políticos 
e naturais do mundo. 
 
 
Era Monoteísta ¿ Vários Deuses, partindo da influência grega. 
 
 
Era Politeísta ¿ Vários Deuses, partindo da influência grega 
 
 
O processo de expansão Ultramarina acabou por redefinir o mapa mundial nos séculos XV e XVI. Com a 
descoberta da América e a possibilidade de um melhor conhecimento da África e Ásia, ocorreram mudanças 
na mentalidade do homem europeu. Sobre esse período, é correto afirmar: 
 
 
Várias narrativas sobre as terras distantes e exóticas, como também de seus habitantes 
circularam por toda a Europa, com significativo aumento na circulação de impressos e dos 
relatos de viagem. 
 
 
A espanha dominou o tráfico negreiro em consequência da acupação do território africano, até o 
final do seculo XVIII. 
 
 
A Igreja católica orientou aos jesuítas para não descreverem as terras descobertas em seus 
relatos das cartas, para manter sigilo por toda a Europa das terras conquistadas por Portugal. 
 
 
França e Inglaterra investiram nos projetos de expansão para as rotas do comércio no oriente, 
privilegiando a navegação pelo oceano Índico. 
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
javascript:duvidas('3574672','7285','5','3619298','5');
javascript:duvidas('619141','7285','6','3619298','6');
 
 
Os portugueses somente relatavam as terras africanas, por receio do interesse dos espanhois às 
terras do continente americano. 
 
 
Gabarito 
Comentado 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
2. 
 
 
A expansão marítima e comercial dos séculos XV e XVI foi uma grande mudança 
para os europeus em termos de conhecimentos geográficos. Várias concepções 
arraigadas foram rompidas através da experimentação, ou seja, das viagens. 
Dentre os principais feitos geográficos desse período podemos destacar: 
I - A integração da Oceania à rota comercial das Índias. 
II - A comprovação da esfericidade da Terra através da viagem de 
circunavegação promovida pelos espanhóis. 
III - A ruptura da crença de que a Terra era cercada por profundos abismos com 
a travessia dos portugueses pelo Cabo das Tormentas. 
IV - A descoberta de uma rota alternativa para o Oriente através do Oceano 
Atlântico. 
 
 
apenas II, III e IV estão corretas. 
 
 
apenas I, II e III estão corretas. 
 
 
apenas duas opções estão corretas. 
 
 
apenas I, II e IV estão corretas 
 
 
todas estão corretas. 
 
 
 
 
 
 
 
3. 
 
 
O mar salgado, quanto do teu sal São lágrimas de Portugal! Por te cruzarmos, 
quantas mães choraram, Quantos filhos em vão rezaram! Quantas noivas ficaram 
por casar Para que fosses nosso, ó mar! Valeu a pena? Tudo vale a pena Se a 
alma não é pequena. Quem quer passar além do Bojador Tem que passar além 
da dor. Deus ao mar o perigo e o abismo deu Mas nele é que espelhou o céu. 
(Fernando Pessoa, Mensagem.) 
O texto do poeta Fernando Pessoas recupera o período das Grandes Navegações. 
Sobre esse período é correto afirmar: 
 
 
Portugal e Espanha foram, no período da Idade Moderna Europeia, pioneiros nos grandes 
descobrimentos marítimos. 
 
 
Os missionários jesuítas foram excluídos dos projetos expansionistas, em razão de uma 
determinação Papal que proibia a propagação da fé em terras de além-mar. 
 
 
Holanda e Inglaterra dominaram os mares no século XVI, em razão do acúmulo de capital de 
suas colônias. 
 
 
O reinado de Luis XIV representou o marco da expansão francesa nas águas do mar tenebroso. 
 
 
Devido à precariedade de meios, ao desconhecimento dos mares e às crescentes rivalidades 
entre monarquiaseuropeias, Portugal e Espanha não são pioneiros nos grandes descobrimentos 
marítimos. 
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
javascript:duvidas('52410','7285','2','3619298','2');
javascript:duvidas('238335','7285','3','3619298','3');
 
 
 
 
 
 
 
4. 
 
 
O projeto expansionista europeu contou com o apoio de uma burguesia em 
ascenção, como também de uma Igreja militante. Sob este aspecto, qual foi o 
papel da Igreja Católica no projeto colonizador dos séculos XVI e XVII? 
 
 
A Igreja católica foi grande aliada dos estados europeus no processo de cristianização das terras 
conquistadas, através dos projetos de propagação da fé. 
 
 
A Igreja Católica financiou os projetos de além-mar, em razão do acúmulo de capital da venda 
de indulgências. 
 
 
Os assuntos administrativos e fiscais das colônias ficaram sob o controle da Igreja, com a 
nomeação de clérigos para essas funções. 
 
 
Os pojetos de expansão foram colocados em prática pelos estados europeus, sem a participação 
de ordens religiosas nas terras conquistadas. 
 
 
A Igreja católica definia as rotas de expansão dos projetos dos Estados europeus, de acordo 
com o número de fiéis que poderiam catequisar. 
 
 
 
 
 
 
 
5. 
 
 
Em relação ao projeto expansionista português é correto afirmar: I - A igreja, 
com o efeito cumulativo das bulas, permitiu aos portugueses uma atitude 
dominadora com relação a todas as raças que estivessem fora da cristandade. II 
- A Igreja legitimava Portugal, através de bulas papais, o direito de comércio, 
posse e colonização em nome de uma missão cristã. Elas estabelecem diretrizes 
para o comportamento europeu posterior no mundo tropical. III - Portugal saiu 
na frente na formação de um Estado Nacional, com quase dois séculos de 
diferença para a Espanha. 
 
 
Somente a III 
 
 
I e III 
 
 
II e III 
 
 
I e II 
 
 
I, II e III 
 
 
Gabarito 
Comentado 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
6. 
 
 
O processo de expansão Ultramarina acabou por redefinir o mapa mundial nos 
séculos XV e XVI. Com a descoberta da América e a possibilidade de um melhor 
conhecimento da África e Ásia, ocorreram mudanças na mentalidade do homem 
europeu. Sobre esse período, é correto afirmar: 
 
 
Os portugueses somente relatavam as terras africanas, por receio do interesse dos espanhois às 
terras do continente americano. 
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
javascript:duvidas('252009','7285','4','3619298','4');
javascript:duvidas('621955','7285','5','3619298','5');
javascript:duvidas('252006','7285','6','3619298','6');
 
 
Várias narrativas sobre as terras distantes e exóticas, como também de seus habitantes 
circularam por toda a Europa, com significativo aumento na circulação de impressos e dos 
relatos de viagem. 
 
 
A eespanha dominou o tráfico negreiro em consequência da acupação do território africano, até 
o final do seculo XVIII. 
 
 
França e Inglaterra investiram nos projetos de expansão para as rotas do comércio no oriente, 
privilegiando a navegação pelo oceano Índico. 
 
 
A Igreja católica orientou aos jesuítas para não descreverem as terras descobertas em seus 
relatos das cartas, para manter sigilo por toda a Europa das terras conquistadas por Portugal. 
 
 
Gabarito 
Comentado 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
7. 
 
 
A expansão marítima foi consequência de um conjunto de práticas mercantis 
adotadas por grande parte dos Estados nacionais da Europa, sobre esse contexto, 
identificamos algumas práticas, EXCETO: 
 
 
A formação do sistema colonial. 
 
 
A adoção do regime assalariado da Europa para a América. 
 
 
Início do processo de acumulação de capitais, impulsinando o modo de produção calitalista. 
 
 
A valorização do eurocentrismo sobre as culturas "descobertas". 
 
 
Introdução do trabalho escravo na América para viabilização do projeto colonial. 
 
 
Gabarito 
Comentado 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
8. 
 
 
Durante os séculos XV e XVI, os países ibéricos exerceram uma indiscutível 
hegemonia no cenário europeu, em função da dianteira que assumiram na 
expansão marítima e comercial. Caracterizam essa preponderância: 
 
 
a rápida expansão do setor industrial, financiada pela acumulação da 
exploração colonial. 
 
 
a atuação conjunta na expansão marítima permitiu às monarquias ibéricas 
uma posição de vanguarda em relação aos demais Estados europeus. 
 
 
a exploração de metais preciosos pela Espanha no México e Peru, e o 
monopólio de Portugal sobre as rotas de comércio oriental e africano. 
 
 
a curiosidade das sociedades ibéricas em conhecer outras culturas e povos. 
 
 
a adoção de uma política econômica liberal, que facilitou a atuação da 
iniciativa privada no processo de expansão. 
 
 
 
 
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
javascript:duvidas('252002','7285','7','3619298','7');
javascript:duvidas('36396','7285','8','3619298','8');
javascript:duvidas('187431','7285','1','3619298','1');
 
1. 
 
 
O papel de Ivan III, ou Ivan O Terrível, foi marcado pela: 
 
 
 
casamento com a princesa Búlgara e criação do Império Vermelho. 
 
 
consolidação do Kzarismo pelas vitórias militares 
 
 
fundação do império tártaro mongol 
 
 
criação do sistema feudal russo 
 
 
fundação da Igreja Russa 
 
 
Gabarito 
Comentado 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
2. 
 
 
O modelo de centralização de poder da China foi distinto daquelas formas 
absolutistas que estudamos na Europa ocidental. Mas, o modelo chinês guardava 
igualmente um ideal de império e de conquista, sob a China Moderna é correto 
afirmar, EXCETO: 
 
 
Os governantes Ming criaram um eficiente sistema de produção agrícola que gerava um enorme 
excedente agrário. 
 
 
A dinastia Ming investiu na formação de um poderoso exército, contando com milhares de 
soldados. Foi nela que terminaram a construção da grande muralha. 
 
 
A modernidade chinesa ocorre após a expulsão mongol e durante a mais famosa dinastia, a 
Ming, no século XIV. 
 
 
A China ampliou o comércio marítimo, iniciou a construção da Cidade Proibida, sede do estado 
Ming, além da residência oficial do imperador. 
 
 
A China abriu seus portos para o comércio com o ocidente, sobretudo no século XVI, permitindo 
o livre comércio de mercadorias da Europa na China imperial. 
 
 
Gabarito 
Comentado 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
3. 
 
 
No século XVI o comércio da porcelana entre China e a Europa era controlado 
pela Companhia das Índias Orientais, apesar desse lucrativo comércio, a dinastia 
Ming começa a entrar em decadência.Podemos considerar como uma das 
explicações: 
 
 
A China não era a única a dominar a técnica artesanal do porcelanato, tendo Japão e Índia como 
concorrentes nesse comércio. 
 
 
No século XVI, Japão entra em guerra com a China, os esforços de guerra consumiram parte da 
fortuna da China. 
 
 
Não havia técnica eficaz de transporte do frágil material da porcelana, danificando a maior parte 
da mercadoria quando chegava na Europa, daí o comércio não ser lucrativo. 
 
 
A China não consegue a hegemonia do comércio de porcelanas com a Europa, em razão da 
Igreja considerar uma heresia o comércio da Europa com o Oriente. 
 
 
O alto valor da porcelana chinesa não encontrou mercado consumidor suficiente na Europa 
ocidental. 
 
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asphttps://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
javascript:duvidas('252012','7285','2','3619298','2');
javascript:duvidas('252014','7285','3','3619298','3');
 
Gabarito 
Comentado 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
4. 
 
 
No ano 800 d.C., no dia de Natal, o papa Leão III coroou Carlos Magno como 
sagrado imperador em Roma. Este ato é extremamente simbólico e repleto de 
significado. Dentre as assertivas abaixo, assinale a correta: 
 
 
O simbolismo deste coroamento está somente relacionado a Carlos Magno e a Igreja, pois 
muitos não entendiam acerca da coroação dos reis, preferindo levar a vida pacata do campo. 
 
 
A coroação foi somente uma solenidade sem sentido, mais pela vontade do Rei. 
 
 
A coroação nesta data mostra um outro nascimento, o de um imperador. É, portanto, de um 
império. Ter sido em Roma, centro do Império Romano, remete ao apoio da Igreja e, portanto, 
de Deus. 
 
 
A coroação tem muitos significados, como o voto de pobreza e de proteção aos católicos. 
 
 
O simbolismo está na força da coroação de Carlos Magno, pois só depois dessa coroação ele 
passou a olhar realmente para os nobres, pois agora estava acima deles e com isso pode 
eliminar todos aqueles que iam contra seu governo. 
 
 
Gabarito 
Comentado 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
5. 
 
 
Na historiografia sobre a Idade Moderna, estudos e pesquisas valorizaram o olhar 
europeu, em detrimento dos outros países. Mas a modernidade não ocorreu 
somente na Europa, ela atingiu também outros países fora do eixo Inglaterra - 
França e Península Ibérica. 
Quais os fatores que contribuíram para essa historiografia essencialmente 
ocidentalizada: 
 
I- A colonização da América pelos países europeus facilitou o trânsito de ideias 
entre estes dois continentes 
 
II- A produção russa não é valorizada porque não é considerada como uma 
região que tenha tido uma efervescência cultural que caracterizou os demais 
Estados ocidentais; 
II- A China, a partir da Revolução Comunista, fecha-se para o mundo, 
dificultando o acesso às fontes históricas sobre essa cultura milenar; 
 
 
Somente I e II estão corretas 
 
 
Somente a II está correta 
 
 
Somente I e III estão corretas 
 
 
Somente II e III estão corretas 
 
 
Todas as alternativas estão corretas 
 
 
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
javascript:duvidas('623729','7285','4','3619298','4');
javascript:duvidas('569316','7285','5','3619298','5');
 
 
 
 
 
6. 
 
 
A China apresentou contornos próprios de uma modernidade construída em uma 
tradição Dinástica. Sobre o Império Chinês podemos considerar: 
 
 
Pequim, a Cidade proibida, representa a época Ming em que a China abriu-se comercialmente 
para o mundo, sobretudo a Europa. 
 
 
Na Dinastia Ming não houve ampliação do comércio marítimo. O governo Ming não conseguiu 
criar um sistema de produção agrícola capaz de gerar excedente. 
 
 
O Império chinês é considerado o mais tardio, comparado à outros modelos, como o Império 
Russo no século XIX. 
 
 
A modernidade chinesa foi marcada por uma descentralização do poder do Imperador, 
permitindo a adoção de diferentes moedas e leis de acordo com os diferentes reinos que 
formavam o Império Chinês. 
 
 
A modernidade chinesa pode ser localizada após a expulsão mongol e durante a mais famosa 
dinastia, a Ming, no século XIV. Esta dinastia investiu na formação de um poderoso exército. 
 
 
Gabarito 
Comentado 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
7. 
 
 
A formação do Império Russo, no século XIX, é 
considerada tardia, comparando-a com os demais 
Estados da Europa, sobretudo ocidentais. Qual 
característica podemos identificar desse Estado Russo do 
século XIX: 
 
 
 
A Rússia adotou um modelo de Império que não privilegiou a formação de um exército nacional, 
já que mantinha boas relações com toda a Europa. 
 
 
Adotou-se o modelo absolutista laico em que o czar representava apenas o poder temporal. 
 
 
Formou-se um modelo absolutista de estado teocrático, em que o Czar representava também 
um poder divino. 
 
 
O Império Russo adotou a mesma política de expansão de alguns Estados europeus, partindo 
também para o Eixo econômico através do Atlântico. 
 
 
A Rússia foi governada por diferentes Casas Dinásticas, não somente pela Dinastia dos 
Romanov, ao longo de todo o Império. 
 
 
 
 
Sobre a Contra Reforma Católica, analise os itens a seguir e assinale alternativa incorreta: 
 
 
 
Em 1545 reuniu-se o Concílio de Trento, com o objetivo de investigar os motivos e por fim aos 
abusos que deram causa à Reforma Protestante. 
 
 
Como resultado do Concílio de Trento, podemos apontar a confirmação dos sete sacramentos e 
a formulação dos decretos sobre a reforma dos abusos eclesiásticos. 
 
 
A Contra Reforma foi levada adiante pelos clérigos de classe superior e pelo papado, 
desenvolvendo novas ordens monásticas e criando comissões de moralidade. 
 
 
Em 1648, com a assinatura do tratado da Paz de Westfalia, a guerra entre católicos e 
protestantes terminou pois foram fixados os limites dos Estados de cada um. 
 
 
Como resultado do Concílio de Trento, temos o princípio de uma cooperação ente o homem e a 
Igreja mas sem que houvesses laços de subordinação entre ambos. 
 
 
Gabarito 
Comentado 
 
 
 
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
javascript:duvidas('569327','7285','6','3619298','6');
javascript:duvidas('569318','7285','7','3619298','7');
 
 
 
 
 
 
2. 
 
 
Sobre a Contra-Reforma Católica, analise as proposições a seguir e assinale a 
alternativa incorreta: 
 
 
A Igreja da Contra-Reforma pretendia, efetivamente, formar um corpo de sacerdotes de elite 
altamente disciplinados e preparados, que trabalhassem para o bem-estar moral, espiritual e 
temporal dos leigos. 
 
 
Os sacerdotes emergiram da Contra-Reforma como uma das profissões novas ou em vias de 
desenvolvimento da nova era e o bom padre era um tipo diferente, especificamente treinado e 
preparado para exercer funções sacerdotais. 
 
 
A detenção monopolista dos poderes sacramentais tornava a vocação do sacerdote superior a 
qualquer outra e a noção do padre como orientador paternal e guia dos leigos invadiu a Contra-
Reforma. 
 
 
Na nova era da história da Igreja que se instalou, o sacerdote seria diferenciado pela sua 
preparação profissional e pelo desempenho de seus deveres como uma missão. 
 
 
A partir da Contra-Reforma, a formação para o sacerdócio podia ser feita por qualquer pessoa 
que se identificasse com a religião católica, sem a necessidade de cursos ou seminários 
específicos. 
 
 
Gabarito 
Comentado 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
3. 
 
 
"Assim, a partir da segunda metade do século XVI, um problema que não podia 
ser resolvido pelos meios da ordem tradicional tornava-se cada vez mais 
virulento: a época impunha a necessidade de encontrar uma solução em meio a 
igrejas intolerantes, que travavam duros combates e se perseguiam cruelmente, 
e em meio a frações estamentais ligadas pela religião. Uma solução que 
contornasse, apaziguasse ou abafasse a luta. Como era possível restabelecer a 
paz" (Reinhart Koselleck. Crítica e Crise. Rio de Janeiro:Eduerj, 1999. p. 21) 
Assinale a alternativa que corresponde a uma correta interpretação do trecho 
acima: 
 
 
as guerras religiosas tiveram pouca repercussão para as formulações políticas, uma vez que 
circunscreveram-se ao âmbito privado da fé religiosa. 
 
 
a passagem refere-se aos problemas decorrentes das Guerras Religiosas travadas contra o infiel 
muçulmano que ocupara territórios ao sul do continente europeu; 
 
 
a solução encontrada para o enfrentamento dos problemas decorrentes das guerras religiosas 
deu-se no âmbito da política com a formulação de um Estado de tipo absolutista; 
 
 
as guerras religiosas em que se viram envolvidas as sociedades européias decorreram dos 
problemas suscitados pelas determinações do Concílio de Trento, que estabelecia um rigoroso 
retorno à ortodoxia sob a autoridade papal; 
 
 
as guerras religiosas só puderam encontrar um desfecho após a afirmação de um Estado laico 
concebido como acima dos interesses particulares, cuja existência deveu-se à Revolução 
Francesa; 
 
 
Gabarito 
Comentado 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
javascript:duvidas('21599','7285','2','3619298','2');
javascript:duvidas('40748','7285','3','3619298','3');
javascript:duvidas('40733','7285','4','3619298','4');
4. 
 
 
A Reforma Protestante ocorre num momento em que a antiga ordem medieval 
começava a desmoronar. Sobre o ambiente reformista é correto afirmar. 
 
 
Ao atacar as autoridades religiosas e fazer do Evangelho o centro de seus ensinamentos, Lutero 
afastou-se dos pobres das cidades e campos. 
 
 
A nova ordem religiosa protestante encontrou um terreno fértil onde florescer junto à classe 
média urbana, aos pobres das cidades e aos dos campos. 
 
 
Lutero manteve-se coerente aos princípios que defendia e apoiou sem reservas os levantes 
camponeses e as rebeliões urbanas. 
 
 
As pessoas sentiam-se seguras com a emergência das novas forças econômicas, dos monopólios 
e dos capitalistas. 
 
 
A ordem religiosa católica identificou-se com alguns dos ideais protestantes e buscou o diálogo 
com essa nova ordem em ascensão, criando uma igreja reformada de acordo com os princípios 
calvinistas. 
 
 
Gabarito 
Comentado 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
5. 
 
 
As Reformas Protestantes tiveram como marco simbólico a publicação das 95 
teses de Lutero. No entanto, antes dele, alguns indivíduos já haviam se levantado 
contra os desmandos eclesiásticos. Dentre esses indivíduos podemos mencionar: 
 
 
Calvino, que se colocou publicamente contra a venda de indulgências 
 
 
Henrique VIII, que denunciava o acúmulo de bens da Igreja em seu território. 
 
 
Nicolau Copérnico, que se posicionava contrariamente à venda de indulgências. 
 
 
John Wycliff, que combatia a corrupção do clero e a arrogância das autoridades eclesiásticas. 
 
 
Galileu Galilei, que defendeu a esfericidade da Terra ao contrário. do que a Igreja preconizava. 
 
 
 
 
 
 
 
6. 
 
 
O Luteranismo foi o iniciador da cisão que mais tarde denominou-se Reformas 
Protestantes. Dentre os princípios defendidos por Lutero, é correto identificar: 
 
 
aceitação do matrimônio dos líderes religiosos e inexistência dos milagres. 
 
 
salvação obtida pela concessão de favores materiais e livre interpretação da Bíblia. 
 
 
manutenção dos sete sacramentos e apelo ao proselitismo 
 
 
infalibilidade da autoridade papal e crença na salvação individual. 
 
 
crença nos sacramentos do batismo e eucaristia e livre interpretação da Bíblia. 
 
 
 
 
 
 
 
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
javascript:duvidas('52325','7285','5','3619298','5');
javascript:duvidas('45821','7285','6','3619298','6');
javascript:duvidas('1014161','7285','7','3619298','7');
7. 
 
 
¿As boas obras não tornam bom o homem, mas o homem bom pratica boas 
obras. As obras más não tornam mau o homem, mas o homem mau pratica 
obras más¿. A citação normalmente atribuída a Martinho Lutero reflete um 
princípio do pensamento renascentista que foi importante na concepção religiosa 
da Reforma Protestante. Marque a alternativa que descreve corretamente este 
princípio. 
 
 
A concepção de salvação que passava exclusivamente pela busca do conhecimento da natureza. 
 
 
A ideia de bondade como inerente à persona humana, muito comum ao humanismo do século 
XVI. 
 
 
O avanço do individualismo na esfera religiosa. 
 
 
O resgate da cultura greco-romana, perceptível na revalidação de aspectos ligados às condutas 
morais presentistas do paganismo. 
 
 
A polaridade simplista entre bem e mal como forma de estruturar uma sociedade herdeira de 
contradições entendidas como medievais 
 
 
 
 
 
 
 
8. 
 
 
Com relação ao movimento da Contrarreforma ocorrido na Europa no século XVI, 
é INCORRETO afirmar que: 
 
 
Barroco como expressão de uma cultura contrarreformada caracteriza-se por uma tensão 
permanente entre fé e razão, própria do homem da modernidade. 
 
 
Significou uma reação ao poder temporal da Igreja e ao papel de instituição mediadora entre os 
homens e o Criador, desempenhado pela hierarquia religiosa; 
 
 
tratava-se de um reação da Igreja católica ao movimento da Reforma protestante e 
caracterizou-se por um reforço dos princípios hierárquicos da Igreja como instituição temporal; 
 
 
o Concílio de Trento definiu os princípios de uma política contra-reformista baseada em uma 
revalorização dos dogmas da Igreja Católica; 
 
 
a cultura do Barroco, como expressão peculiar do homem moderno, está articulada ao 
movimento da Contrarreforma em seus aspectos culturais; 
 
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
javascript:duvidas('96534','7285','8','3619298','8');

Outros materiais