Buscar

Tutorial LaTeX

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 3, do total de 56 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 6, do total de 56 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 9, do total de 56 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Prévia do material em texto

Minicurso: Introdução ao uso do LATEX
João Marcelo Fernandes Gualberto de Galiza
joaomarcelofgg@gmail.com
30 de abril de 2020
Aerojampa Aerodesign
mailto:joaomarcelofgg@gmail.com
Redes Sociais
Instagram: @aerojampaufpb
Facebook: Aerojampa UFPB
Email: aerojampa@gmail.com
https://www.instagram.com/aerojampaufpb/?hl=pt-br
https://www.facebook.com/Aerojampa/
mailto:aerojampa@gmail.com
O que é LATEX?
O que é LATEX?
LATEXé uma linguagem de programação destinada a editoração de do-
cumentos de maneira mais técnica e menos visual, comparando-se
com o Pacote Office (pacote de editores mais utilizados mundial-
mente).
O pacote office são softwares do tipo WYSIWYG (What You See Is
What You Get). Enquanto que o LATEX é do tipo WYSIWYM (What
You See Is What You Mean).
É principalmente utilizado nas áreas de pesquisa cient́ıfica, teses,
dissertações, apostilas, livros e apresentações. Além de gerar textos
de alta qualidade tipográfica.
2 / 48
Métodos para utilização da
linguagem
Métodos para utilização da linguagem
Para fazer arquivos em LATEX, temos diversos editores que podem ser
utilizados (TeXStudio, TeXMaker, Notepad++, ...), esses editores
podem ser utilizados com ou sem internet.
Há também os que podem ser utilizados apenas com internet e
os arquivos ficam numa conta criada no site, o mais utilizado é o
Overleaf.
A seguir, será mostrado como baixar o editor (TexStudio, em es-
pećıfico) e como utilizar ele de forma bem abreviada. Depois, será
exposta a utilização do Overleaf.
3 / 48
https://pt.overleaf.com/
Primeiro, para utilizar a ferramenta LaTeX é necessário instalar no
seu dispositivo alguns programas:
• MikTEX
• AbnTEX
• TEXStudio
4 / 48
MikTEX
O MikTeX é o programa base para utilização do LATEXno seu dispo-
sitivo, ele que é o responsável por todo o processo de leitura. O seu
download pode ser efetuado no site: miktex.org/.
Após acessar o site, você deverá clicar na área de Downloads (onde
a seta indica), na barra de áreas:
5 / 48
https://miktex.org/
MikTEX
Após entrar na área Downloads, basta achar a configuração do
MikTeX mais compat́ıvel com o seu sistema (Windows, Linux, Mac
e Docker ).
Depois, apenas efetue o download dele.
6 / 48
AbnTEX
O AbnTeX é optativo, pois ele apenas altera seus trabalhos para
as regras estabelecidas na ABNT (Associação Brasileira de Normas
Técnicas).
Ele pode ser tanto encontrado no CTAN (Comprehensive TeX Ar-
chive Network), que é um acervo dos códigos TEX.
O seu download pode ser efetuado no site: abntex.net.br/.
7 / 48
https://www.ctan.org/pkg/abntex2
https://www.abntex.net.br/
TEXStudio
O TEXStudio é o editor de texto (software livre) que cria e gerencia
os arquivos feitos em TEX. Ele tem diversos recursos que facilitam
a utilização do mesmo em comparação com outras plataformas.
O seu download pode ser efetuado no site: texstudio.org/.
Para iniciar o download, basta acessar a aba Download (onde a seta
indica).
8 / 48
https://texstudio.org/
TEXStudio
Após a instalação do TEXStudio, basta clicar em ”avançar”em todos
os espaços da atualização e depois pode entrar no programa de fato,
que estará na área de trabalho do seu computador. Abaixo, está a
interface do TEXStudio.
9 / 48
TEXStudio
Para fazer aquivos de maneira simplificada, basta acessar a aba As-
sistentes e clicar na opção Ińıcio Rápido.
10 / 48
TEXStudio
Ao acessar Ińıcio Rápido, aparecerá um conjunto de configurações
para o arquivo, tais como: classe, tamanho da fonte, do papel,
opções de impressão, entre outras.
Tipos de Classes 11 / 48
TEXStudio
Tipos de Papel
12 / 48
TEXStudio
O TEXStudio também faz apresentações, porém com o nome de
beamer. o arquivo precisa ser modificado. Para isso, basta acessar
a aba Assistentes e clicar na opção Apresentação Beamer e modificá-
lo a seu gosto.
13 / 48
Overleaf
O Overleaf é um editor de texto LATEX gratuito e virtual. Os aquivos
feitos são disponibilizados na conta criada no próprio site. Dispońıvel
em: pt.overleaf.com/.
O principal ponto forte do Overleaf em comparação com os editores
offline é a questão da possibilidade de serem feitos arquivos em
conjunto ao mesmo tempo e atualizações instantâneas do mesmo.
Além disso, os templates dispońıveis por empresas, instituições e
pessoas no site facilitam o aprendizado do uso da linguagem e di-
fundem conhecimento.
14 / 48
https://pt.overleaf.com/
Overleaf
Para ter acesso, basta acessar o site e efetuar seu registro (onde a
seta indica).
15 / 48
https://pt.overleaf.com/
Overleaf
Após o registro, o usuário será direcionado para a sua área de proje-
tos no site. Como eu ja hávia projetos, a página ficará com os meus
projetos. No caso de um novo usuário, você iria ter que criar seus
projetos para a área ser completada.
16 / 48
Overleaf
Para criar seus projetos, basta clicar na aba Novo Projeto. Ao aces-
sar, aparecerá um conjunto de projetos que você pode fazer: Projeto
em branco, Projeto exemplo (utilizado no próximo cenário), Carre-
gar projeto e Importar do GitHub. Além da opção de Templates
disponibilizados.
17 / 48
Por fim, acessando a opção Projeto Exemplo, aparecerá um projeto
modelo proposto pelo Overleaf para adaptação do usuário no site.
18 / 48
Estrutura Básica
Estrutura Básica
A primeira coisa a ser feita ao começar um documento é defińı-lo.
As principais classes são:
• Article, utilizado para textos pequenos e artigos cient́ıficos;
• Report, utilizado para relatórios com vários caṕıtulos, dissertações
e pequenos livros;
• Book, utilizado para livros, apostilas e projetos extensos;
• Letters, utilizado para cartas;
• Beamer, utilizado para apresentações.
19 / 48
Estrutura Básica
As principais opções para as classes são:
• Tamanho da letra: Geralmente é mais utilizado 12pt (pontos);
• Tipo de Papel : Pode-se escolher o tamanho da página, exempli
gratia, a4paper, a5paper, e outros tamanhos;
• Orientação da Página: Pode-se escolher entre landscape e por-
trait;
• Capa: Pode-se utilizar para a primeira página é a capa do tra-
balho.
20 / 48
Todo começo de arquivo deve ter a seguinte estrutura:
\documentclass[opç~oes]{classe}
Após especificado o tipo de arquivo, o usuário deverá expor os pa-
cotes que ele utilizará em todo o texto da seguinte forma:
\usepackage{nome do pacote}
Os pacotes servem para realizar ações que não se tem no Default
do editor. Por exemplo, não se pode colocar uma imagem em um
arquivo sem pacotes responsáveis por isso, então o programa não
irá compilar e indicará ERRO.
Após a inserção dos pacotes, o texto de todo o arquivo deve estar
entre o ambiente
\begin{document} \end{document}
21 / 48
Alguns Pacotes Básicos
• graphicx : é responsável por inserir gráficos, imagens e afins;
• xcolor : é responsável por colorir o seu texto (caso queira);
• amsmath,amsthm,amsfonts,amssymb: são responsáveis por de-
finir e reconhecer os ambientes matemáticos (equações e afins);
• tikz : é responsável por fazer ”desenhos”(retas, curvas, gráficos,
diagramas, grafos);
• indentfirst: é responsável por indentar todos os primeiros parágrafos
do documento.
22 / 48
• fontenc: é responsável pela compreensão da acentuação de
forma direta feita pelo teclado. Pode ser utilizado com: latin1,
utf8 e T1. É utilizado, por exemplo, como:
\usepackage[utf8]{fontenc}
• babel : é responsável por traduzir os nomes que aparecem em
inglês na estrutura do documento para a ĺıngua desejada. Por
exemplo: para o português, utilizamos:
\usepackage[brazil]{babel}
OBSERVAÇÃO: A acentuação de forma direta de palavras sem o
pacote fontenc, ou sem o inputenc, traz erros de grafia, acentuação
e até mesmo de entendimento.
23 / 48
A estruturação básica de um documento (exemplificando com a
classe article) é:
\documentclass[11pt]{article}\usepackage[utf8]{fontenc}
\usepackage[brazil]{babel}
\usepackage{tikz}
\usepackage{multicol}
\usepackage{amsmath, amsthm, amsfonts, amssymb)
\usepackage{indentfirst}
\usepackage{graphicx}
*\begin{document}
texto aqui
\end{document}
OBSERVAÇÃO: A parte compreendida antes do * é chamada de preâmbulo.
24 / 48
Fontes, Formatação de Frases e
Estruturação
Estilo de Letras
O LATEXtem como sua fonte default a Computer Modern Unicode
Serif (CMU Serif).
Mas pode-se alterar as fontes utilizando pacotes ou configruando o
preâmbulo para a sua fonte desejável. Por exemplo, para utilizar a
fonte Times New Roman utiliza-se o pacote times no preâmbulo do
seu documento.
Para textos matemáticos, ele modifica os caracteres compreendidos
entre dois cifrões, que caracteriza o objeto presente entre eles como
algo de origem matemática.
25 / 48
Para deixar frases em negrito, utiliza-se:
\textbf{frase} ou {\bf frase}
Para deixar frases em itálico, utiliza-se:
\textit{frase} ou {\it frase}
Para deixar frases sublinhadas, utiliza-se:
\underline{frase}
Para deixar frases como se fossem escritas em máquina de escrever,
utiliza-se:
\texttt{frase} ou {\ttfamily frase}
Para pular uma linha, deve-se utilizar \newline ou \\.
Para pular uma página, deve-se utilizar \newpage.
26 / 48
Além disso, temos os comandos que aumentam e diminuem o ta-
manho da fonte em determinada parte do texto:
\tiny{Tamanho da fonte}
\scriptsize{Tamanho da fonte}
\footnotesize{Tamanho da fonte}
\small{Tamanho da fonte}
\normalsize{Tamanho da fonte}
\large{Tamanho da fonte}
\Large{Tamanho da fonte}
\LARGE{Tamanho da fonte}
\huge{Tamanho da fonte}
\Huge{Tamanho da fonte}
Tamanho da fonte
Tamanho da fonte
Tamanho da fonte
Tamanho da fonte
Tamanho da fonte
Tamanho da fonte
Tamanho da fonte
Tamanho da fonte
Tamanho da fonte
Tamanho da
fonte
27 / 48
Cores
Textos coloridos podem ser escritos facilmente. Exemplificando com
cores básicas, temos:
Azul
Vermelho
Preto
Amarelo
Rosa
Verde
Azul Claro
28 / 48
Para utilização das cores, deve-se ter o pacote xcolor ou
[dvipsnames]{xcolor}
Além disso, o usuário pode criar cores a partir uma mistrura entre
vermelho, verde e azul (RGB). A nova cor é definida como:
\definecolor{NomeDaCor}{rgb}{X, Y, Z}
Onde X, Y e Z são números que variam de 0.0 até 1.0 e mensuram
a intensidade de cada cor na amostra da cor criada. Por exemplo, a
cor chamada de Regalia é obtida da seguinte combinação:
\definecolor{regalia}{rgb}{0.32, 0.18, 0.5}
29 / 48
Alinhamento
O default do LATEX é deixar os textos justificados. Mas, pode-se
alterar essa configuração base do sistema utilizando os comandos
center, flushright e flushleft. Dessa forma:
para a esquerda
no centro
para a direita
30 / 48
\begin{flushleft}
para a esquerda
\end{flushleft}
\begin{center}
no centro
\end{center}
\begin{flushright}
para a direita
\end{flushright}
OBSERVAÇÃO: o ambiente compreendido entre:
\begin{ambiente}
aç~oes
\end{ambiente}
É um bloco onde as ações que são especificadas entre begin e end são feitas
apenas dentro do bloco.
31 / 48
Tipos de Listas
Temos dois ambientes para listar frases:
• o ambiente itemize, que cria pontos desta forma.
enquanto que
1. o ambiente enumerate, que cria pontos desta forma.
Em ambos os casos, deve-se seguir os seguintes comandos:
32 / 48
\begin{itemize}
\item o ambiente \textit{itemize}, que cria
pontos desta forma.
\end{itemize}
\begin{enumerate}
\item o ambiente \textit{enumerate}, que cria
pontos desta forma.
\end{enumerate}
O comando \item indica que o texto que sucede o coman-
do seja tratado como um item a ser pontuado ou enumerado.
33 / 48
Inserção de Tabelas e Figuras
Inserção de Figuras
Figura 1: The Morning Show é a nova série da Apple TV
34 / 48
Inserção de Figuras no Overleaf
No Overleaf, para inserção das figuras, deve-se primeiro fazer o
upload dos arquivos. Os passos estão indicados pela seta verme-
lha.
35 / 48
Inserção de Figuras no Overleaf
Procure a imagem na pasta onde foi colocada e faça o upload da
mesma.
36 / 48
Para inserir uma imagem no centro, da maneira como está a Figura
1. Deve-se utilizar:
\begin{figure}
\centering
\includegraphics[opç~oes de alteraç~ao da foto]{imagem}
\caption{legenda da imagem}
\label{fig:my_label}
\end{figure}
A imagem fica localizada no centro e apresenta como tamanho
opções como: scale, height, wdith. Para a imagem, você deve pôr o
nome da imagem, que será autocompletado pelo overleaf. Caption
é a legenda da imagem que aparecerá abaixo da imagem e label é
um marcador para referências internas ao texto.
37 / 48
Inserção de Tabelas
Para formatar textos em tabelas, iremos utilizar o ambiente tabular,
que distribui o texto em colunas e linhas.
Números A Números B
9 5
6 6
7 2
8 3
5 11
7 4
Tabela 1: Tabela de números A e B
38 / 48
A inserção da Tabela 1 foi feita com os seguintes comandos:
\begin{table}[H]
\centering
\begin{tabular}{c|c}
\hline
{\bf Números A} & {\bf Números B}\\
\hline
$9$ & $5$ \\
\hline
$6$ & $6$ \\
\hline
$7$ & $2$ \\
\hline
$8$ & $3$ \\
\hline
$5$ & $11$ \\
\hline
$7$ & $4$ \\
\hline
\end{tabular}
\caption{Tabela de números A e B}
\label{Tabela de números A e B}
\end{table}
O espaço \begin{table} ... \end{table}
tem conceito direto com o espaço
\begin{figure} ... \end{figure}. No
primeiro caso, o comando que de fato
cria a tabela é o \begin{tabular} ...
\end{tabular}. Enquanto que no outro,
o que de fato importa a imagem para
o sistema é o \includegraphics[]{}.
Os objetos referentes a cada conjunto
devem estar separados por &.
39 / 48
Ambiente Matemático
Ambiente Matemático
Podemos dizer que o carro-chefe do LATEX é fornecer um pode-
roso editor de texto cient́ıfico com foco em ambientes matemáticos.
Exemplificarei utilizando o teorema de pitágoras, onde a é a hipote-
nusa e b e c são os catetos.
a2 = b2 + c2
40 / 48
Para criação de ambientes matemáticos, podemos utilizar, no ḿınimo,
dois ambientes:
\begin{equation}
a^{2}=b^{2}+c^{2} \nonumber
\end{equation}
ou
$a^{2}=b^{2}+c^{2}$
Como dito anteriormente, objetos entre cifrões são tratados como
números. No ambiente equation, já fica subentendido que se trata
de números ou objetos de cunho matemático. O uso do
\nonumber é utilizado para n~ao enumerar a equaç~ao.
41 / 48
Para criar funções exponenciais
do tipo:
• q
√
ap = ap/q
• a2 = a · a
• x2n 6= x2n
$\sqrt[q]{a^p} = a^{p/q}$
$ a^{2} = a \cdot a $
$ x^{2}n \neq x^{2n} $
Para criar frações do tipo:
• a
b
=
c
d
• (a + b)2/2
• (a+b)
2
2
$\dfrac{a}{b} = \dfrac{c}{d}$
$ (a+b)^{2}/2 $
$ \frac{(a+b)^{2}}{2} $
42 / 48
Para criar Índices subescritos:
• a2
• a2x
• a2n + 1 6= a2n+1
$a_{2} $
$a_{2x}$
$a^{2}_n+1 \neq a^{2}_{n+1}$
Para criar raiz quadrada é uti-
lizada sqrt, o default é a raiz
quadrática normal:
• 3
√
8
•
√
1 +
√
1− x ≤ x+yz+w
•
√
x ≥ 4 6= n
√
x ≤ n
$\sqrt[3]{8} $
$\sqrt{1+\sqrt{1-x}}\leq\frac{x+y}{z+w}$
$\sqrt{x}\geq 4 \neq\sqrt[n]{x}\leq n$
43 / 48
Para alguns śımbolos, temos:
•
∫
, śımbolo que representa
a integral;
• ∃, śımbolo que representa a
existência de algo;
• ∞, śımbolo do infinito;
•
∑
, śımbolo do somatório;
• 6=, śımbolo da diferença;
• B =
⋂
i=1...10 An,
intercessão de uma faḿılia
indexada de conjuntos A,
variando de 1 a 10.
Foram utiliados os seguintes co-
mandos:
$\int$
$\exists$
$\infty$
$\sum$
$\neq$
$B=\bigcap_{i=1...10} A_{n}$
44 / 48
Para inserção de funções:
• f(x) = log(10x)
• f(x) = sin(60x)
• f(x) =
x∫
−∞
e−t
2
dt
• f ′(x) =
lim∆x→0
f(x+∆x)−f(x)
∆x
• f(x) = (x− 1)(x− 1)2
Foram utiliados os seguintes co-
mandos:
$f(x)= \log(10x)$
$f(x)= \sin(60x)$
$f(x)=\int\limits_{-\infty}^x~e^{-t^2}dt$
$f^\prime(x)\ = \lim_{\Delta x\to0}\
frac{f(x+\Delta x)-f(x)}{\Delta x}$
$f(x)= (x-1)(x-1)^2$
45 / 48
Criandomatrizes assemelha-se
com a idéia de criação de tabelas(
a + b + c uv x− y 99
x + y w z 265
)
 x11 x12 . . .x21 x22 . . .
...
...
. . .

Ambas as matrizes foram feitas
com os seguintes comandos:
$$\left( \begin{array}{clrr}
a+b+c & uv & x-y & 99\\
x+y & w & z & 265
\end{array}\right)$$
$$\left( \begin{array}{ccc}
x_{11} & x_{12} & \ldots \\
x_{21} & x_{22} & \ldots \\
\vdots & \vdots & \ddots
\end{array} \right)$$
OBSERVAÇÃO: O aprendi-
zado para a compreensão e
”doḿınio”do ambiente ma-
temático se dá por meio da re-
alização de exemplos próprios e
manipulação dos mesmos.
46 / 48
Considerações Finais
Considerações Finais
O objetivo deste minicurso foi dar uma introdução básica ao uso
do LATEX e um aprendizados sobre os principais pacotes e códigos.
Sempre há necessidade de procurar em fóruns e no CTAN para ações
mais espećıficas do seu trabalho.
No próximo frame, estará dispońıvel três exemplos de documentos
elaborado em LATEX. Nos dois primeiros, há o passo a passo de cada
um no final do arquivo. O último será disponibilizado para os que
entrarem em contato comigo pelo meu email. Para qualquer dúvida,
pode me contatar.
47 / 48
Exemplos de Documentos
48 / 48
https://drive.google.com/open?id=1xOKycCG_s3QrUIXEMXQXehRrN5D26JyL
https://drive.google.com/open?id=109Wm2ebH9eluMRh3piPGacru9P1ToHgx
https://drive.google.com/open?id=1ptsmeJMCuyLy2bWWN3PNvRHcie9_TSzV
	O que é LaTeX?
	Métodos para utilização da linguagem
	Estrutura Básica
	Fontes, Formatação de Frases e Estruturação 
	Inserção de Tabelas e Figuras
	Ambiente Matemático
	Considerações Finais

Outros materiais