A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
23 pág.
ANÁLISES CITOPATOLÓGICAS E ANATOMIA PATOLÓGICA

Pré-visualização | Página 1 de 6

ANÁLISES CITOPATOLÓGICAS E ANATOMIA PATOLÓGICA 
 
Lupa Calc. 
 
 
 
 
 
SDE4428_A1_201912014831_V3 
 
 
Aluno: CARLA ADRIANA CALISTRO Matr.: 201912014831 
Disc.: ANÁLISES CIT.AN.PAT. 2020.2 - F (G) / EX 
 
 
Prezado (a) Aluno(a), 
 
Você fará agora seu TESTE DE CONHECIMENTO! Lembre-se que este exercício é opcional, mas não valerá 
ponto para sua avaliação. O mesmo será composto de questões de múltipla escolha. 
Após responde cada questão, você terá acesso ao gabarito comentado e/ou à explicação da mesma. Aproveite 
para se familiarizar com este modelo de questões que será usado na sua AV e AVS. 
 
 
 
 
1. 
 
 
(EBSERH/AOCP - 2015). A degeneração celular em que ocorre o 
acúmulo excessivo de triglicerídeos no citoplasma de células 
parenquimatosas, formando vacúolos que deslocam o núcleo para a 
periferia, e de limites nítidos e dando à célula um aspecto pálido e 
esponjoso, é denominada degeneração: 
 
 
Gordurosa 
 
 
Vacuolar 
 
 
Hialina 
 
 
Glicogênica 
 
 
Hidrópica 
 
 
 
 
 
2. 
 
 
Durante a inflamação aguda desencadeada por Schistosoma 
mansoni, no exsudato inflamatório qual o tipo celular que predomina? 
 
 
Eosinófilo 
 
 
Monócito 
 
 
Linfócito 
 
 
Neutrófilo 
 
 
Macrófago 
 
 
 
 
 
3. 
 
Paciente, 44 anos com inchaço no gânglio que evolui com o tempo, 
vermelhidão e dor local, redução no apetite e palidez. Realizou exame 
histopatológico do linfonodo que revelou a presença de macrófagos 
semelhantes a células epiteliais, sem limites definidos e com o plasma 
corada em vermelho e células gigantes do que são células com os 
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
javascript:diminui();
javascript:aumenta();
javascript:calculadora_on();
 
núcleos em forma de ferradura. Esse processo inflamatório é uma 
inflamação. 
 
 
Crônica inespecífica 
 
 
Crônica Granulomatosa 
 
 
Aguda 
 
 
Purulenta 
 
 
Serosa 
 
 
 
 
 
ANÁLISES CITOPATOLÓGICAS E ANATOMIA PATOLÓGICA 
2a aula 
Lupa 
 
 
 
 
 
Exercício: SDE4428_EX_A2_201912014831_V1 05/10/2020 
Aluno(a): CARLA ADRIANA CALISTRO 2020.2 - F 
Disciplina: SDE4428 - ANÁLISES CITOPATOLÓGICAS E ANATOMIA PATOLÓGICA 201912014831 
 
 
1 
 Questão 
 
 
O trato genital feminino é dividido em órgãos internos e externos, 
os quais apresentam diferentes tipos de tecido epitelial de 
revestimento. Considerando a anatomia e histologia dos órgãos 
que compõem o trato genital feminino, correlacione as colunas a 
seguir: 
1 - Clitóris 
2 - Ovário 
3 - Vagina 
4 - Tuba uterina 
 
javascript:diminui();
javascript:aumenta();
I - órgão externo 
II - órgão interno 
 
A - Tecido epitelial escamoso estratificado não queratinizado 
B - Tecido epitelial escamoso estratificado pavimentoso 
queratinizado 
C - Tecido epitelial simples cilíndrico ciliar e secretor 
D - Tecido epitelial simples cúbico 
 
Assinale a alternativa que representa a correlação correta: 
 
 
1-II- A, 2-II-D, 3-II-B, 4-II-C 
 
1-I- B, 2-II-C, 3-II-A, 4-II-D 
 
1-II- B, 2-II-D, 3-II-A, 4-II-C 
 1-I- B, 2-II-D, 3-II-A, 4-II-C 
 
1-I- A, 2-II-D, 3-II-B, 4-II-C 
Respondido em 05/10/2020 21:27:14 
 
 
 
2 
 Questão 
 
 
O reparo tecidual pode ocorrer pela regeneração ou então pelo deposito de tecido conjuntivo. Em um tecido 
uma lesão persistente leva a uma resposta inflamatória como também inicia o processo de reparo tecidual. 
Sobre esse reparo analise as afirmativas a seguir. 
I. O processo de reparo é caracterizado por 3 etapas conectadas, são elas: inflamação, proliferação e 
remodelação tecidual. 
II. Nos tecidos as lesões são sempre ocorre pela cura por 1ª intensão; 
III. Após inflamação neuronal ocorre regeneração tecidual; 
IV. O tipo de cicatrização depende do tipo, o tamanho da lesão e a capacidade de proliferação do tecido 
acometido. 
 
É correto que se afirma em: 
 
 
 
I e III 
 
I e II 
 I e IV 
 
II e III 
 
III e IV 
Respondido em 05/10/2020 21:27:27 
 
 
 
3 
 Questão 
 
 
Durante a análise da citologia cervicovaginal, podemos encontrar 
diferentes tipos celulares e notar que esse padrão se altera ao 
longo do ciclo menstrual. Sobre o padrão de células encontradas 
nos esfregaços cervicovaginais normais, analise as afirmativas a 
seguir: 
 
I. Em condições normais, as células endoteliais são observadas 
nos esfregaços após o 12º dia do ciclo menstrual. Essas células 
descamam isoladas e em agrupamentos densos, tridimensionais e 
com contorno duplo. Comparadas com as células endocervicais, 
as endometriais são menores, apresentam citoplasma mais 
escasso e núcleo menor. Além disso, podem ainda ser ciliadas ou 
não e apresentar pouca definição de borda citoplasmática, com 
núcleo redondo ou oval, pequeno, excêntrico e hipercromático. 
II. Em mulheres na menopausa e nas crianças, o epitélio de 
revestimento da ectocérvice é atrófico. Nesse epitélio, há o 
predomínio de células parabasais, que são ovaladas, com o 
citoplasma denso cianofílico, núcleo redondo, metade do volume 
celular, cromatina granular e sem evidência de nucléolo. 
III. Na puberdade, com o início da vida reprodutiva, ocorre o 
alargamento do canal cervical, gerando uma inversão do epitélio 
endocervical que faz a mucosa cervical ter contato direto com o 
pH ácido vaginal. A acidificação do meio estimula as células de 
reserva que apresentam a capacidade de se proliferar em células 
escamosas ou glandulares endocervicais e estão localizadas na 
endocérvice, entre a lâmina basal e o epitélio endocervical. Essas 
células se proliferarem em diversas camadas (hiperplasia das 
células de reserva), iniciando um processo chamado de 
metaplasia escamosa. Nos esfregaços cervicovaginais, as células 
de reserva apresentam uma coloração de citoplasma bifásica, 
com prolongamentos citoplasmáticos. 
IV. A partir do segundo semestre da gravidez, há o predomínio na 
ectocérvice de células escamosas intermediárias, células 
poligonais com citoplasma abundante, transparente e cianofílico, 
com as bordas citoplasmáticas com pregueamentos, núcleo 
periférico e bordas bem definidas. Algumas dessas células 
apresentam vacúolos ricos em glicogênio (conhecidas como 
células naviculares), lactobacilos e citólise. As células 
endocervicais normalmente são maiores, com citoplasma 
preenchido por muco, assumindo um aspecto claro e abundante e 
núcleos são proeminentes. 
 
Estão corretes as afirmativas: 
 
 II e IV 
 
I e III 
 
I e IV 
 
II e III 
 
I e II 
 
 
 
ANÁLISES CITOPATOLÓGICAS E ANATOMIA PATOLÓGICA 
3a aula 
Lupa 
 
 
 
 
 
Exercício: SDE4428_EX_A3_201912014831_V1 05/10/2020 
Aluno(a): CARLA ADRIANA CALISTRO 2020.2 - F 
Disciplina: SDE4428 - ANÁLISES CITOPATOLÓGICAS E ANATOMIA PATOLÓGICA 201912014831 
 
 
1 
 Questão 
 
 
O útero, localizado na cavidade pélvica, é um órgão achatado e 
dividido em colo e corpo do útero. O corpo do útero é a maior 
extensão desse órgão, formado pelo fundo (parte superior do 
corpo, localizado próximo à saída das tubas uterinas) e istmo 
(região mais inferior, próximo ao colo do útero). A parede do 
corpo do útero é composta de 3 camadas, a mais interna 
(endométrio), uma muscular intermediária (miométrio) e a 
serosa, mais externa (perimétrio). O colo do útero é dividido em 
ectocérvice e endocérvice. Os tecidos de revestimento do 
endométrio, da ectocérvice e da endocérvice são 
respectivamente: 
 
 
Epitélio colunar simples, epitélio cilíndrico simples e epitélio estratificado não queratinizado 
 
Epitélio colunar simples, epitélio estratificado não queratinizado e epitélio estratificado 
queratinizado. 
 
Epitélio cilíndrico simples, epitélio colunar simples e epitélio estratificado queratinizado 
 
Epitélio colunar simples, epitélio estratificado não queratinizado e epitélio estratificado não 
queratinizado.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.