A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
Módulo 1 - aula 18 19 20 - Membrana Plasmática

Pré-visualização | Página 1 de 2

Link para as aulas: https://bit.ly/2HQ78hW 
 
1. Em julho de 2017, o jornal Folha de São Paulo 
publicou uma reportagem intitulada “Colesterol pode 
proteger célula do sangue contra parasito da malária”. 
A reportagem afirma que uma das etapas importantes 
da doença é a invasão de células sanguíneas por parte 
do parasito da malária. Para conseguir realizar essa 
invasão, o parasito consegue interagir com a membrana 
plasmática das células sanguíneas. Uma importante 
proteína do parasito responsável pela invasão celular é 
a EBA175, que é capaz de agir afetando as propriedades 
físicas da membrana, enfraquecendo diretamente a 
defesa da célula. Segundo os pesquisadores envolvidos 
no estudo relatado na reportagem, a rigidez da 
membrana plasmática é um aspecto importante dos 
mecanismos de defesa das células contra a invasão dos 
parasitos – e, neste sentido, entender as funções do 
glicocálix é essencial. 
 
a) Cite DOIS componentes estruturais das membranas 
plasmáticas. 
 
 
 
 
b) O que é o glicocálix? Cite os seus componentes. 
 
 
 
2. Analise as seguintes afirmações sobre membrana 
plasmática e assinale-as com V ou F conforme sejam 
verdadeiras ou falsas. 
(__) Cada tipo de membrana possui proteínas 
específicas que funcionam como portas de entrada e 
saída de moléculas do meio interno para o meio externo 
à célula, e vice versa. 
(__) Mosaico fluido é o modelo válido para explicar a 
membrana plasmática, mas não para as membranas 
que envolvem as organelas celulares. 
(__) As proteínas periféricas se encontram embutidas 
nas membranas, interagindo fortemente com as 
porções hidrofóbicas dos lipídios e, por essa razão, são 
de difícil isolamento em laboratório. 
(__) 2O , 2CO , ácidos graxos e hormônios esteroides 
são substâncias que entram e saem da célula por 
difusão simples, pois o movimento acontece apenas 
pela força do gradiente de concentração. 
 
A sequência correta, de cima para baixo, é: 
a) V, F, V, F. 
b) F, V, F, V. 
c) V, F, F, V. 
d) F, V, V, F. 
 
3. 
 
 
O esquema representa um modelo de organização da 
membrana plasmática. A respeito dele, assinale a 
alternativa correta. 
a) Essa organização é encontrada somente em células 
eucarióticas. 
b) A substância apontada em 1 ocupa local fixo na 
membrana. 
c) As membranas que compõem organelas celulares 
apresentam apenas uma camada de fosfolipídios. 
d) A seta 2 indica carboidratos que compõem o 
glicocálix. 
e) A substância apontada em 1 está envolvida apenas 
em transportes ativos. 
 
4. Visando explicar uma das propriedades da membrana 
plasmática, fusionou-se uma célula de camundongo 
com uma célula humana, formando uma célula híbrida. 
Em seguida, com o intuito de marcar as proteínas de 
membrana, dois anticorpos foram inseridos no 
experimento, um específico para as proteínas de 
membrana do camundongo e outro para as proteínas 
de membrana humana. Os anticorpos foram 
visualizados ao microscópio por meio de fluorescência 
de cores diferentes. 
https://bit.ly/2HQ78hW
 
 
 
 
 
 
 
 
 
A mudança observada da etapa 3 para a etapa 4 do 
experimento ocorre porque as proteínas 
a) movimentam-se livremente no plano da bicamada 
lipídica. 
b) permanecem confinadas em determinadas regiões 
da bicamada. 
c) auxiliam o deslocamento dos fosfolipídios da 
membrana plasmática. 
d) são mobilizadas em razão da inserção de anticorpos. 
e) são bloqueadas pelos anticorpos. 
 
5. A ouabaína é uma substância orgânica vegetal 
extraída da planta Strophantus gratus e utilizada nas 
pontas de flechas, por algumas tribos africanas, para 
paralisar a caça ou matar os inimigos. Essa substância 
age como um potente inibidor enzimático que altera a 
regulação iônica, desabilitando a manutenção osmótica 
celular normal dentro e fora da célula. 
Com base nessas informações, responda: 
a) Qual é o sistema de transporte, através da 
membrana, que tem seu funcionamento desabilitado? 
Explique seu mecanismo de atuação. 
 
 
b) Quais são os efeitos que a ouabaína provoca nesse 
transporte celular? Justifique sua resposta. 
 
6. Uma cozinheira colocou sal a mais no feijão que 
estava cozinhando. Para solucionar o problema, ela 
acrescentou batatas cruas e sem tempero dentro da 
panela. Quando terminou de cozinhá-lo, as batatas 
estavam salgadas, porque absorveram parte do caldo 
com excesso de sal. Finalmente, ela adicionou água para 
completar o caldo do feijão. 
O sal foi absorvido pelas batatas por 
a) osmose, por envolver apenas o transporte do 
solvente. 
b) fagocitose, porque o sal transportado é uma 
substância sólida. 
c) exocitose, uma vez que o sal foi transportado da água 
para a batata. 
d) pinocitose, porque o sal estava diluído na água 
quando foi transportado. 
e) difusão, porque o transporte ocorreu a favor do 
gradiente de concentração. 
 
7. Não é nada fácil sobreviver à deriva em alto mar. O 
Sol queima a pele impunemente, não é fácil conseguir 
comida e toda a água que rodeia o náufrago não serve 
para matar a sede. O que fazer em tal situação? Vamos 
por partes. Primeiro, entendendo por que não é 
recomendável beber a água do mar. O problema está na 
concentração de sal - muito mais alta que a do nosso 
organismo. Quando bebemos água muito salgada, por 
mais contraditório que pareça, nós, na verdade, 
acabamos desidratados. Isso se deve a um processo (1) 
no qual a água do mar “rouba” a água presente nas 
células do corpo, numa tentativa de equilibrar a 
concentração de sal dentro e fora das células. Tomar 
água salgada levaria à morte em um ou dois dias, 
dependendo da quantidade de água ingerida. 
CYMBALUK, Fernando. À deriva no oceano? Veja por que beber 
água do mar causa desidratação. Disponível em: < 
https://noticias.uol.com.br/ciencia/ultimas-
noticias/redacao/2018/09/28/e-possivel-sobreviver-a-deriva-
filtrando-agua-do-mar-com-a-roupa.htm?cmpid=copiaecola >. 
Acesso em: 09 out. 2018 (adaptado). 
 
O processo (1), descrito no texto acima, refere-se à 
a) fagocitose. 
b) difusão. 
c) bomba de sódio e potássio. 
d) difusão facilitada. 
e) osmose. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
8. A figura abaixo trata-se de uma representação 
esquemática da passagem de partículas de soluto 
através da membrana plasmática. Sobre o assunto, 
assinale o que for correto. 
 
 
 
01) O transporte ativo, representado em D, ocorre 
através da membrana plasmática, com gasto de 
energia, ou seja, ocorre contra o gradiente de 
concentração. 
02) Em A, B e C podemos observar exemplos de 
transporte pela membrana plasmática sem gasto de 
energia, tendendo a igualar a concentração da célula 
com a do meio externo, ou seja, acontece a favor do 
gradiente de concentração. 
04) Em C, está representada a difusão facilitada. Neste 
processo, algumas proteínas da membrana, ou 
permeases, atuam facilitando a passagem de certas 
substâncias. Podemos citar, como exemplo, o 
transporte de glicose em células do fígado. 
08) A difusão facilitada corresponde ao movimento de 
partículas de onde elas estão menos concentradas para 
uma região de maior concentração, como demostrado 
por D. Neste tipo de transporte, faz-se uso de energia 
para passagem de substâncias do meio intracelular 
(hipotônico) para o meio extracelular (hipertônico). 
16) Na osmose, representada em A, partículas, íons e 
proteínas podem atravessar a membrana por simples 
difusão, com o objetivo da manutenção das 
concentrações em equilíbrio entre os meios intra e 
extracelular. 
 
9. As figuras representam as junções celulares 
presentes tanto nos discos intercalados do tecido 
muscular estriado cardíaco (Figura 1) quanto no tecido 
epitelial de revestimento (Figura 2). 
 
 
 
 
 
Sobre as junções celulares representadas nas figuras e 
sobre as especializações de membranas, é correto 
afirmar que: 
01) essas junções são responsáveis por manter unidas 
as células dos tecidos conjuntivos. 
02) nos discos intercalados, há várias junções 
comunicantes que fazem com que um estímulo possa se 
espalhar rapidamente por todas as células musculares