A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
10 pág.
avaliacão contabilidade publica

Pré-visualização | Página 1 de 3

1.
	No campo público, é necessário o dispêndio de Despesas para a realização das necessidades dos diversos usuários e contribuintes. Uma característica diferente no setor público é a necessidade da existência de lei para a realização de Receitas. Diante da necessidade de reconhecimentos da Despesa na Contabilidade Pública, realizou-se a classificação dessas despesas em dois grupos, conforme o impacto gerado na situação líquida patrimonial. Sobre as classificações das despesas quanto ao impacto na situação líquida patrimonial, classifique V para as opções verdadeiras e F para as falsas:
(    ) Despesa Orçamentária Efetiva e Despesa Orçamentária não Efetiva.
(    ) Despesa Orçamentária Realizada e Despesa Orçamentária a Realizar.
(    ) Despesa de Longo Prazo e Despesa de Curto Prazo.
(    ) Despesa Patrimonial e Despesa Financeira.
Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
	a)
	V - V - V - F.
	b)
	V - F - F - F.
	c)
	F - F - V - V.
	d)
	F - V - V - F.
	2.
	A Lei de Diretrizes Orçamentárias - LDO - tem como função essencial orientar para a elaboração da lei orçamentária anual, além de compor as metas e as prioridades da administração pública federal e das despesas de capital para o exercício financeiro subsequente. Com relação à LDO, analise as afirmativas a seguir:
I- A  LDO dispõe sobre o equilíbrio entre Receitas e Despesas.
II- A LDO regulamenta o Manual de Contabilidade Aplicada ao Setor Público.
III- A LDO regulamenta as normas de controle de custos e avalia resultados dos programas financiados com recurso dos orçamentos.
IV- A LDO determina as exigências para o reconhecimento e mensuração dos ativos e passivos financeiros das entidades públicas.
Assinale a alternativa CORRETA:
	a)
	As afirmativas III e IV estão corretas.
	b)
	As afirmativas II e IV estão corretas.
	c)
	Somente a afirmativa II está correta.
	d)
	As afirmativas I e III estão corretas.
	3.
	A receita pública é todo ingresso de recursos nos cofres públicos e as despesas públicas são dispêndios realizados pelos entes públicos. Baseado no exposto, classifique V para as sentenças verdadeiras e F para as falsas:
(    ) A despesa orçamentária é o fluxo que deriva da utilização de crédito consignado no orçamento da entidade, podendo ou não diminuir a situação líquida patrimonial.
(    ) Receitas orçamentárias são aqueles ingressos orçamentários pertencentes ao ente público, arrecadados exclusivamente para aplicações em programas e ações governamentais.
(    ) Para fins contábeis, quanto ao impacto na situação líquida patrimonial, a receita pode ser efetiva ou não efetiva.
(    ) Receitas públicas são disponibilidades de recursos financeiros do exercício orçamentário, cuja finalidade principal é viabilizar a execução das políticas públicas.
Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
	a)
	F - V - F - V.
	b)
	V - V - V - V.
	c)
	V - F - F - V.
	d)
	F - V - V - F.
	4.
	A Receita Pública, segundo o Manual de Contabilidade Aplicado ao Setor Público - MCASP -, apresenta-se dividida em dois grupos de Receitas que representam os ingressos de valores nos cofres público, que devem ser registrados e classificados conforme suas respectivas naturezas. Assim, com relação à classificação das Receitas Públicas, segundo o MCASP, assinale a alternativa CORRETA que apresenta os dois grupos de Receitas:
	a)
	Receitas Comerciais e Receitas Agroindustriais.
	b)
	Receita de Competência e Receita de Caixa.
	c)
	Receita de Aluguéis e Receita de Serviços.
	d)
	Receitas Orçamentárias e Receita Extraorçamentária.
	5.
	A origem das Receitas Públicas deve ser identificada pelo Estado, pois, dependendo da sua procedência, adotam-se diferentes formas de definição. O Estado, por sua vez, deverá acompanhar e realizar o registro do recebimento destas receitas, e a identificação da origem contribui para mensurar e quantificar os meios de recebimento que mais agregam receitas públicas. Sobre a definição das formas de procedência de Receitas Públicas, classifique V para as opções verdadeiras e F para as falsas:
(    ) Receitas Públicas Ordinárias.
(    ) Receitas Públicas Próprias.
(    ) Receitas Públicas Derivadas.
(    ) Receitas Públicas Primárias.
Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
	a)
	V - F - V - F.
	b)
	V - V - F - F.
	c)
	F - V - V - F.
	d)
	F - F - F - V.
	6.
	É através do programa de governo que se define o objetivo que se quer alcançar, seja ele para resolver um problema, atender a uma demanda da sociedade ou para atender qualquer outra necessidade. De acordo com as fases da Despesa Orçamentária, associe os itens, utilizando o código a seguir:
I- Planejamento.
II- Execução Orçamentária.
(    ) Empenho.
(    ) Reserva da Dotação.
(    ) LOA fixação da despesa.
(    ) Liquidação.
(    ) Licitação.
(    ) Pagamento.
Agora, assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
	a)
	I - II - I - II - II - I.
	b)
	II - II - I - I - II - II.
	c)
	I - I - II - I - I - II.
	d)
	II - I - I - II - I - II.
	7.
	Na área pública, as receitas também devem ser identificadas e reconhecidas, considerando que seus ingressos se realizam e se registram contabilmente como maneira de formalizar a sua ocorrência, assim, é fundamental, antes de qualquer classificação, evidenciar quando ocorrem ingressos de Receita na área pública. Diante desse cenário, sobre a definição de Receita Pública, analise as afirmativas a seguir:
I- Em seu sentido mais amplo, as Receitas Públicas representam os ingressos de recursos financeiros nos cofres do Estado, ainda segundo o Código Tributário, este ingresso de receita pode acontecer também através da entrada de bens no Estado.
II- A Receita Pública acontece quando os recebimentos de vendas do Estado ocorrem, ou seja, o momento em que os clientes e contribuintes pagam juros sobre os impostos incidentes em suas atividades.
III- A Receita Pública acontece apenas com a entrada de recursos financeiros nos cofres públicos, assim, qualquer ingresso de valores advindos da cobrança de juros sobre impostos federais, estaduais e municipais deverá ser classificado como receita operacional.
IV- Para o Código Tributário Nacional, o reconhecimento da Receita Pública deverá acontecer apenas em um período em cada semestre, normalmente sempre no início de cada ano e os desembolsos financeiros devem respeitar os limites da receita pública recebida.
Assinale a alternativa CORRETA:
	a)
	Somente a afirmativa I está correta.
	b)
	As afirmativas II e III estão corretas.
	c)
	As afirmativas I e IV estão corretas.
	d)
	As afirmativas II e IV estão corretas.
	8.
	A Lei Orçamentária Anual - LOA - e a Lei das Diretrizes Orçamentárias - LDO - determinam, respectivamente, que o orçamento público deve ser autorizado por Lei e definem ainda a destinação de receitas e despesas. Para tanto, devem obedecer alguns princípios orçamentários que evidenciam a política econômica e financeira e o programa de trabalho do governo. Sobre os princípios orçamentários da LOA, analise as opções a seguir:
I- Princípio da Legalidade.
II- Princípio da Universalidade.
III- Princípio da Competência.
IV- Princípio do Valor Original.
Assinale a alternativa CORRETA:
	a)
	As opções I e II estão corretas.
	b)
	As opções II e IV estão corretas.
	c)
	Somente a opção III está correta.
	d)
	As opções I e III estão corretas.
	9.
	A codificação por natureza de receita é dada no primeiro nível com a denominação de Categorias Econômicas das Receitas e que, por sua vez, recebe a classificação em Receitas Correntes e Receitas de Capital. Sobre as referidas receitas, associe os itens, utilizando o código a seguir:
I- Receitas Correntes.
II- Receitas de Capital.
(    ) Receitas da conversão em espécie.
(    ) Realização de recursos financeiros oriundos de constituição de dívidas.
(    ) Receitas de serviços.
(    ) Superávit do orçamento corrente.
(    ) Receitas de contribuições.
(    ) Receitas tributárias.
Agora, assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA: