A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
102 pág.
BLOCO 2 PDF

Pré-visualização | Página 5 de 13

124. O CEMAL é um órgão do sistema de aviação civil relacionado a: 
 a) seleção e exame médico periódico do pessoal aeronavegante 
 b) fiscalização interna. 
 c) emissão de licenças e certificados. 
 d) revalidação de certificados e habilitação técnica 
 
125. A aviação civil, serviços especializados e serviços de manutenção, fazem parte do sistema: 
 a) jurídico 
 b) normativo 
 c) executivo 
 d) diretivo 
 
126. O anexo da OACI, de número 13, está relacionado com: 
 a) regras do ar. 
 b) licença do pessoal. 
 c) investigação de acidentes de aeronaves 
 d) transporte com segurança de materiais perigosos por via aérea. 
 
127. Os documentos técnicos onde estão definidas as normas internacionais e métodos 
recomendados da OACI, denominam-se: 
 a) anexos 
 b) estatutos 
 c) regimentos 
 d) suplementos 
 
128. O órgão brasileiro que juntamente com o Comando da Aeronáutica, tem a atribuição de 
cuidar das relações da aviação internacional, é o(a). 
 a) CINA 
 b) CEMAL 
 c) CERNAI 
 d) INFRAERO. 
 
129. O órgão que tem por atribuição executar diretamente ou assegurar a execução de atividades 
relacionada com a aviação civil, na área de jurisdição é o(a): 
 a) COMAR 
 b) SERAC 
 c) SERENG 
 d) COMARA 
 
130. A organização que administra direta ou indiretamente as empresas aéreas em termos de 
concordância entre elas e que foi criada para atender internacionalmente o interesse dessas 
empresas é a: 
 a) DAC 
 b) IATA 
 c) OACI 
 d) SAC. 
 
131. A empresa pública destinada a administrar os principais aeroportos do país com eficiência, 
rapidez, conforto e segurança é o(a): 
 a) CEMAL 
 b) CEMAI 
 c) EMBRAER 
 d) INFRAERO 
 
132. A indústria aeronáutica e as empresas de transporte aéreo, em relação ao sistema de aviação 
civil são: 
 a) elos executivos 
 b) unidades normativas 
 c) órgãos paralelos 
 d) órgãos fiscalizadores. 
 
133. No caso de erro de projeto, falha de manuseio, fadiga de material, é considerado fator: 
 a) operacional 
 b) material 
 c) humano 
 d) fisiológico 
 
134. O relatório reservado e sigiloso que contém dados detalhados para uma investigação é o: 
 a) final 
 b) preliminar 
 c) de investigação de acidente 
 d) de investigação de acidente aeronáutico 
 
135. Os órgãos do subdepartamento do DAC são órgãos: 
 a) normativos 
 b) explicativos 
 c) disciplinares 
 d) executivos 
 
136. Os aeródromos civis são classificados em: 
 a) públicos e privados 
 b) civis e militares. 
 c) particulares e públicos. 
 d) domésticos e internacionais. 
 
137. Uma aeronave estrangeira poderá sobrevoar o território brasileiro desde que haja: 
 a) acordo bilateral entre os países. 
 b) autorização do governo brasileiro 
 c) autorização do departamento de aviação civil. 
 d) seja autorizado pelo comandante da aeronave. 
 
138. A homologação e registro das aeronaves civis brasileiras são feitos no: 
 a) SAC 
 b) DAC 
 c) RAB 
 d) CBA 
 
139. As atividades aéreas que têm a finalidade de atendimento ao povo, são denominadas 
serviços: 
 a) públicos 
 b) privados 
 c) militares 
 d) regionais. 
 
140. O transporte aéreo regular no Brasil pode ser: 
 a) regional, doméstico e nacional. 
 b) regional, doméstico e internacional. 
 c) desportivo, internacional e regional. 
 d) doméstico e internacional 
 
141. O órgão que realiza, através do centro de medicina aeroespacial, a seleção e o controle 
médico periódico dos aeronautas, ligados ao Sistema de Aviação Civil responsável pelos exames 
médicos, é o(a): 
 a) DIRSA 
 b) SERMED 
 c) COMAER 
 d) DIRMED. 
 
142. A Convenção que substituiu a Convenção de Paris foi a de: 
 a) Haya 
 b) Havana 
 c) Chicago 
 d) Varsóvia. 
 
143. Nenhuma aeronave poderá transportar explosivo, munição ou substância perigosa sem a 
autorização do(a): 
 a) comandante. 
 b) contratante. 
 c) operador da aeronave. 
 d) autoridade competente 
 
144. Uma aeronave privada brasileira, sobrevoando a cidade de Londres será considerada em 
território: 
 a) inglês 
 b) londrino 
 c) brasileiro 
 d) internacional 
 
145. As normas para o empresário com relação ao dever de transportar passageiros, malas 
postais, bagagens, está estabelecido pelo(a): 
 a) Lei de Aviação 
 b) Registro Aéreo Brasileiro 
 c) Contrato de Transporte 
 d) Código Brasileiro de Aeronáutica. 
 
146. Nas tripulações simples, o substituto eventual do Comandante, é o: 
 a) co-piloto 
 b) chefe de equipe 
 c) comissário mais antigo 
 d) proprietário da aeronave 
 
147. O tripulante devidamente habilitado que exerce função a bordo de aeronave civil, mediante 
contrato de trabalho, é denominado: 
 a) aeronauta 
 b) tripulante 
 c) aeroviário 
 d) aeronavegante 
 
148. O tripulante auxiliar do Comandante que auxilia na operação e no controle de sistemas 
diversos é o: 
 a) co-piloto 
 b) comissário 
 c) mecânico de voo 
 d) técnico-operador 
 
149. Os certificados CHT e CCF vigoram por prazos estabelecidos, já as licenças: 
 a) precisam ser renovadas de 24 em 24 meses. 
 b) tem caráter permanente 
 c) possuem o mesmo tempo de validade dos certificados. 
 d) são válidas até os 60 anos do tripulante 
 
150. O comandante é responsável pelos passageiros e bagagens: 
 a) desde o deslocamento da aeronave até o corte final dos motores. 
 b) do início do voo até que as autoridades competentes assumam o controle. 
 c) quando em escala regular houver uma pane e não estiver no local pessoa credenciada para 
tal atividade. 
 d) desde o momento que se apresenta para o voo até o termino da viagem 
 
151. A Organização da Aviação Civil Internacional (OACI), tem sua sede localizada em: 
 a) Toronto 
 b) Chicago 
 c) Montreal 
 d) Washington 
 
152. A associação internacional que tem como objetivo principal assegurar transportes aéreos 
rápidos, cômodos, seguros e econômicos, tanto para as empresas aéreas como para o público, 
tem como sigla: 
 a) AIAC 
 b) IATA 
 c) OACI 
 d) OTAN 
 
153. Os ASV são elementos das empresas, com cursos de segurança de voo, ministrado pelo: 
 a) DAC 
 b) CIPAA 
 c) SIPAER 
 d) CENIPA 
 
154. Ocorrendo um acidente aeronáutico envolvendo aeronave de empresa aérea regular, com 
vítimas fatais, os familiares das vítimas deverão ser notificados pelo: 
 a) Comando Aéreo Regional 
 b) Comando Investigador do Ocidente 
 c) proprietário ou operador da aeronave 
 d) Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos. 
 
155. Para que se caracterize um acidente ou incidente aeronáutico, a ocorrência deverá estar 
relacionada a: 
 a) intenção de voo 
 b) serviço de manutenção. 
 c) presença de tripulantes. 
 d) ingestão de objetos pela turbina. 
 
156. O anexo 1 da Convenção de Chicago trata de: 
 a) facilitação 
 b) aeronavegabilidade 
 c) licença de pessoal 
 d) serviços de tráfego aéreo. 
 
157. O sistema que tem por objetivo especifico o controle e a fiscalização das atividades dos 
aeroportos e a operação das aeronaves civis, é o(a): 
 a) SAC 
 b) SUTAC 
 c) SUCOTAP 
 d) SINCONFAC 
 
158. A empresa que projeta e constrói aviões civis e militares no Brasil, considerada como uma das 
maiores no seu gênero, é a: 
 a) CELMA 
 b) AIRONS 
 c) EMBRAER 
 d) EMBRAPAER 
 
159. Toda área destinada a pouso, decolagem, e movimentação de aeronaves, é denominada: 
 a) heliponto 
 b) heliporto 
 c) aeroporto 
 d) aeródromo 
 
160. O comandante deve anotar decisões, notificações de nascimentos e óbitos entre outras 
informações, no: 
 a) diário de bordo 
 b) relatório de voo 
 c) relatório de viagem 
 d) diário de incidente 
 
161. O Certificado de Capacidade Física é o documento imprescindível para a obtenção do(a): 
 a) CCP e CHT 
 b) licença e CHT 
 c) CCT e licença 
 d) licença e CCP

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.