A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
7 pág.
Decreto 7.508/2011 [esquematizado] | Aula 05: cap. V, Da Articulação Interfederativa (art. 30 ao 41)

Pré-visualização | Página 1 de 1

DECRETO 7.508/2011 
 
 
 
 
 
 
CAPÍTULO V: DA ARTICULAÇÃO 
INTERFEDERATIVA 
 
 
 
 
 
 
 
 
AUTORA: ILANI MANGUEIRA 
 
 
https://www.facebook.com/ilaniexplica
https://www.youtube.com/ilanimangueira
https://www.passeidireto.com/perfil/ilaniexplica/
SEÇÃO I: DAS COMISSÕES INTERGESTORES 
(art. 30 ao 32) 
COMISSÕES INTERGESTORES (CI) 
PACTUARÃO 
 
 
 
 
 
ORGANIZAÇÃO E 
FUNCIONAMENTO 
ações e serviços: saúde 
- integrados: redes de atenção à saúde 
sendo 
1. CIT 
• âmbito: União 
• vinculada: Ministério da Saúde 
− efeitos: administrativos e operacionais 
2. CIB 
• âmbito: Estado 
• vinculada: Secretaria Estadual de Saúde 
− efeitos: administrativos e operacionais 
3. Comissão Intergestores Regional – CIR 
• âmbito: regional 
• vinculada: Secretaria Estadual de Saúde 
− efeitos: administrativos e operacionais 
• devendo observar 
− diretrizes: CIB 
 
1. GESTÃO 
COMPARTILHADA: 
SUS 
 
aspectos 
− operacionais, financeiros e administrativos 
conforme 
• definição: política de saúde 
− entes federativos 
− consubstanciada: seus planos de saúde 
− aprovados: respectivos conselhos de saúde 
 
 
2. DIRETRIZES 
GERAIS 
 
sobre 
• Regiões de Saúde 
• integração de limites geográficos 
• referência e contrarreferência 
• demais aspectos 
− vinculados: integração das ações e serviços de saúde 
− entre os entes federativos 
3. DIRETRIZES: 
ÂMBITO NACIONAL, 
ESTADUAL, 
organização 
− redes de atenção: saúde 
o principalmente 
− gestão institucional 
REGIONAL E 
INTERESTADUAL 
− integração das ações e serviços: entes federativos 
 
 
4. 
RESPONSABILIDADES: 
ENTES FEDERATIVOS 
 
REDE DE ATENÇÃO À SAÚDE 
conforme 
− porte demográfico 
− desenvolvimento: econômico-financeiro 
estabelecendo 
responsabilidades 
− individuais e solidárias 
 
5. REFERÊNCIAS 
regiões intraestaduais e interestaduais: atenção à 
saúde 
• atendimento 
− integralidade: assistência 
REPRESENTAÇÃO 
 
 
GESTORES 
PÚBLICOS: SAÚDE 
• CONASS 
− Conselho Nacional de Secretários de Saúde 
• CONASEMS 
− Conselho Nacional de Secretarias Municipais de 
Saúde 
• COSEMS 
− Conselho Estadual de Secretarias Municipais de 
Saúde 
CIT: COMPETÊNCIA EXCLUSIVA 
PACTUARÃO 
1. DIRETRIZES 
GERAIS 
composição 
− RENASES 
 
2. CRITÉRIOS 
planejamento integrado 
ações e serviços: saúde 
− Região de Saúde 
razão 
− compartilhamento: gestão 
 
3. DIRETRIZES 
NACIONAIS 
 
Regiões de Saúde: fronteiras com outros países 
− financiamento 
− questões operacionais 
respeitadas 
− normas: relações internacionais 
SEÇÃO II: DO CONTRATO ORGANIZATIVO DA AÇÃO PÚBLICA DA 
SAÚDE (COAPS) 
Artigos: 33 ao 41 
ACORDO DE COLABORAÇÃO: ENTES FEDERATIVOS 
ORGANIZADO rede interfederativa 
− atenção à saúde 
FIRMADO − Contrato Organizativo da Ação Pública da Saúde 
COAPS 
 
 
OBJETO 
organização e integração: ações e serviços de saúde 
responsabilidade 
− entes federativos: uma Região de Saúde 
finalidade 
garantir 
− integralidade: assistência aos usuários 
 
RESULTARÁ 
integração 
planos de saúde: entes federativos 
− Rede de Atenção à Saúde 
fundamento 
− pactuações estabelecidas: CIT 
 
 
 
DEFINIRÁ 
 
responsabilidades 
− individuais e solidárias: entes federativos 
relação 
1. ações e serviços: saúde 
2. indicadores e metas: saúde 
3. critérios: avaliação de desempenho 
4. recursos financeiros: serão disponibilizados 
− controle 
− fiscalização: sua execução 
5. demais elementos necessários 
o implementação integrada 
− ações e serviços: saúde 
INDICADORES 
NACIONAIS 
 
garantia de acesso: ações e serviços de saúde no SUS 
Ministério da Saúde 
definirá 
• a partir 
− diretrizes estabelecidas: Plano Nacional de Saúde. 
desempenho aferido 
parâmetro 
• avaliação: desempenho 
− prestação das ações e serviços: definidos no COAPS 
• todas 
− Regiões de Saúde 
• considerando-se 
− especificidades: municipais, regionais e estaduais 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
DISPOSIÇÕES 
ESSENCIAIS 
 
1. necessidades de saúde: locais e regionais 
− identificação 
2. oferta 
• ações e serviços: vigilância em saúde 
• promoção, proteção e recuperação: saúde 
− âmbito: regional e inter-regional 
3. responsabilidades: entes federativos 
perante 
− população 
processo 
− regionalização 
estabelecidas 
• forma individualizada 
• conforme 
o perfil, organização e capacidade de prestação 
− ações e serviços: cada ente federativo da Região de 
Saúde 
4. indicadores e metas: saúde 
5. melhoria: ações e serviços de saúde 
− estratégias 
6. 
• critérios: avaliação dos resultados 
• forma: monitoramento permanente 
7. atualizações: RENASES 
adequação 
− ações e serviços: entes federativos 
8 
• investimentos: rede de serviços 
• respectivas: responsabilidades 
9. recursos financeiros 
disponibilizados 
• cada um: partícipes 
− sua execução 
MINISTÉRIO DA SAÚDE 
poderá instituir 
• incentivo 
− cumprimento: metas de saúde 
− melhoria: ações e serviços de saúde 
 
 
 
GARANTIA: GESTÃO 
PARTICIPATIVA 
 
DIRETRIZES BÁSICAS 
1. estabelecimento: estratégias 
incorporem 
• avaliação do usuário: ações e serviços 
− ferramenta: sua melhoria 
2. apuração permanente 
− necessidades e interesses: usuário 
3. publicidade: direitos e deveres do usuário 
todas: unidades de saúde do SUS 
• inclusive 
− unidades privadas: participem complementarmente 
ESTABELECIMENTO: 
METAS DE SAÚDE 
fator determinante 
− humanização: atendimento do usuário 
NORMAS: 
ELABORAÇÃO E 
FLUXOS 
pactuados 
− CIT 
coordenar: sua implementação 
− Secretaria de Saúde Estadual 
CONTROLE E 
FISCALIZAÇÃO 
realizado 
− Sistema Nacional de Auditoria e Avaliação do SUS 
através 
− serviço especializado 
COMPROMISSOS 
ASSUMIDOS 
seção específica 
− Relatório de Gestão 
 
 
 
PARTÍCIPES 
 
COAPS 
monitorar e avaliar: execução 
• relação 
− cumprimento: metas estabelecidas 
− seu desempenho 
− aplicação: recursos disponibilizados’ 
dados 
• incluirão: sistema de informações da saúde 
− organizado: Ministério da Saúde 
• encaminhará: respectivo Conselho de Saúde 
− monitoramento 
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 
BRASIL. Ministério da Saúde. Decreto nº 7.508, de 28 de Junho de 2011. Brasília, DF, 
2011. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2011-
2014/2011/Decreto/D7508.htm. Acesso em: 20 nov. 2020. BRASIL.