A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
Anatomia dos Músculos do dorso

Pré-visualização | Página 1 de 1

Músculos do dorso 
Os músculos dessa região podem ser divididos 
em: 
● Mm extrínsecos do dorso: músculos 
superficiais e intermediários, que produzem e 
controlam os movimentos dos membros e 
respiratórios, respectivamente. 
● Mm próprios (ou intrínsecos) do dorso: atuam 
especificamente sobre a coluna vertebral, 
produzindo seus movimentos e mantendo a 
postura 
 
Mms Extrínsecos Do Dorso 
Os mms extrínsecos superficiais do dorso são 
músculos toracoapendiculares (unem o esqueleto axial 
ao apendicular superior), produzindo e controlando o 
movimento dos MS. Os principais componentes são: 
trapézio, latíssimo do dorso, levantador da escápula e 
romboides. Esses mms são inervados pelos ramos 
anteriores dos nervos cervicais (menos o trapézio - 
nervo acessório → NC XI). 
Já os mms extrínsecos intermediários do dorso 
(serrátil posterior) são finos, comumente designados 
músculos respiratórios superficiais; bem como são 
suprimidos pelos nervos intercostais. O músculo 
serrátil posterior superior situa-se profundamente aos 
músculos romboides, e o músculo serrátil posterior 
inferior situa-se profundamente ao músculo latíssimo 
do dorso. 
 
MÚSCULOS PRÓPRIOS DO DORSO 
São inervados pelos ramos posteriores dos 
nervos espinais. Eles se estendem da pelve até o 
crânio, são revestidos por fáscia muscular que se fixa 
medialmente ao ligamento nucal, às extremidades dos 
processos espinhosos das vértebras, ao ligamento 
supraespinal e à crista mediana do sacro; já a sua 
fixação lateral é nos processos transversos cervicais e 
lombares e nos ângulos das costelas; na região 
torácica e lombar, essa fáscia forma a aponeurose 
toracolombar (revestimento fino para os músculos 
intrínsecos da região torácica e um revestimento 
espesso forte para os músculos na região lombar). 
Os músculos próprios do dorso são 
classificados em camadas superficial, intermédia e 
profunda. 
 
 
 
 
 
Camada superficial 
É composta pelos músculos esplênios, que são 
espessos e planos, situando-se nas faces lateral e 
posterior do pescoço; Os músculos esplênios 
originam-se na linha mediana e estendem-se 
superolateralmente até as vértebras cervicais (​músculo 
esplênio do pescoço​) e crânio (​músculo esplênio da 
cabeça​). Esses músculos revestem e mantêm os mms 
profundos do pescoço em posição. 
 
Camada intermédia 
São compostos pelos Mms eretores da 
espinha, que situam-se em um “sulco” de cada lado da 
coluna vertebral entre os processos espinhosos 
centralmente e os ângulos das costelas lateralmente. 
São os principais mms que fazem a ​extensão da 
coluna; eles se fixam inferiormente à parte posterior 
da crista ilíaca, à face posterior do sacro, aos 
ligamentos sacroilíacos e aos processos espinhosos 
sacrais e lombares inferiores; os mms que fazem 
parte desse conjunto são divididos em 3 colunas 
(cada coluna é dividida em 3 partes de acordo com as 
fixações superiores - lombar, torácica e do pescoço): 
● Mm iliocostal​: forma a coluna lateral 
● Mm longuíssimo​: forma a coluna intermédia 
● Mm espinal​: coluna medial 
 
Camada profunda 
Profundamente aos mms eretores da espinha, 
há o grupo de músculos transversoespinais, que 
compreende os músculos semiespinais, multífidos e 
rotadores. Esses mms se originam dos processos 
transversos das vértebras e seguem até os processos 
espinhosos de vértebras superiores, ocupando o 
espaço entre essas duas estruturas. 
● Mm semiespinal​: é o mais superficial do grupo; 
originado na metade da coluna vertebral, sendo 
dividido em 3 partes de acordo com as fixações 
superiores - da cabeça, do tórax e do pescoço. 
● Mm multífido​: forma a camada média do grupo; 
são feixes musculares curtos e triangulares, os 
quais são mais espessos na lombar. 
● Mms rotadores​: mais profundos do conjunto